Conheça o novo terminal do aeroporto de Floripa, que será inaugurado em outubro

João Goldmeier
1/08/2019  ·  21:18Publicado 1 · ago · 2019  ·  21:18Atualizado 28 · ago · 2019

Conheça o novo terminal do aeroporto de Floripa, que será inaugurado em outubro

Hoje à tarde ocorreu a coletiva de imprensa para apresentação do novo terminal de passageiros do aeroporto de Florianópolis. O evento foi comandado pelo CEO do Floripa Airport, o suíço Tobias Markert, que confirmou a inauguração para o dia 1° de outubro e também apresentou as lojas e restaurantes que irão compor o mix de estabelecimentos comerciais do novo aeródromo. Confira!

O suíço Tobias Markert, CEO do Floripa Airport

Novo conceito

O Floripa Airport quer implementar um novo conceito de aeroporto, chamado de “a place to be” (lugar para estar). Ele visa tornar o aeroporto um lugar onde as pessoas visitam independentemente de estarem viajando. Para isso, serão criados diversos atrativos, com destaque para um shopping ao céu aberto, chamado Boulevard 14/32 (números das pistas de pouso de Floripa).

Localizado em frente ao terminal de passageiros, o visitante irá encontrar no Boulevard 14/32 bares, restaurantes e até um supermercado, algo pouquíssimo comum de ser ver em aeroportos. Também será um espaço para receber eventos como partidas de tênis, campeonatos de skate, shows de música e muito mais.

Obras do Boulevard 14/32

Além disso, o aeroporto será o primeiro no Brasil a contar com um terraço panorâmico aberto ao público em geral, baseado no modelo do aeroporto de Zurique, na Suíça.

O conceito foi bem recebido pelos lojistas, que já garantiram 94% de ocupação da área locável disponível, sendo que 50% das lojas será de marcas de Santa Catarina, como Mormaii e a Cervejaria Unika. Mas o grande destaque vem de uma marca internacional que fará sua estréia fora do eixo Rio-São Paulo: a Starbucks vai abrir nada mais, nada menos, que três lojas dentro do novo aeroporto (uma no Boulevard 14/32, uma no piso do check-in e outra na área de embarque).

Mix de lojas do novo Boulevard 14/32

Um ponto importante: por contrato, os lojistas não poderão cobrar mais do que a média dos outros Shoppings Centers da cidade.

Visita ao novo terminal

Depois da apresentação das marcas, os jornalistas foram convidados a conhecer de perto todas as áreas do novo terminal. Começamos pela área de check-in, que fica no primeiro piso. Ampla, arejada e com muita iluminação natural ela impressiona quem entra no aeroporto. Serão 45 posições de check-in, todas integradas a um sistema de manuseio de bagagem totalmente automatizado, que fará inspeção de 100% dos volumes despachados.

Área de check-in

O acesso à área de embarque também será todo automatizado. O próprio passageiro irá escanear sua passagem para ter o acesso liberado (nos moldes do que se encontra, por exemplo, em Guarulhos e no Galeão).

Acesso automatizado do passageiro à área de embarque

O controle com raios-x, um problema sério do antigo terminal, recebeu um notável upgrade e contará com 2 esteiras exclusivas para os voos internacionais, 4 para os voos nacionais e mais 2 reversíveis, que podem ser utilizadas para os dois tipos de voo, dependendo da demanda.

Raio-x no novo Floripa Airport

Na área de embarque haverá uma ampla oferta de lugares para sentar, sendo que todos os bancos contam com tomadas e portas USB para carregar os eletrônicos, além de lojas e restaurantes.

Serão 10 pontes de embarque climatizadas, além de quatro posições de embarque remoto, com foco no atendimento de aeronaves menores.

A área de embarque doméstica continuará a contar com uma sala VIP, que será administrada pela Global Lounge Network. Ainda não há maiores detalhes sobre como serão as regras de acesso, mas a tendência é que, além do acesso pago, sejam estabelecidas parcerias com bancos e cartões de crédito.

Já o setor internacional voltará a contar com uma loja Duty Free, que será operada pela Dufry – o terminal atual deixou de contar com este tipo de loja há alguns anos.

Pode parecer que somente agora o aeroporto poderá receber aeronaves maiores, como os Boeing 777 e Airbus A330, mas a verdade é que o atual aeroporto já conta com esta possibilidade (está homologado para receber aeronaves até a categoria E). Tanto é assim que não haverá nenhuma alteração no atual sistema de pouso por instrumentos (Floripa conta com o ILS CAT1).

A verdade, pontuou Tobias Markert, é que as cias aéreas voam para mercados e precisam enxergar o potencial turístico de Santa Catarina. Será preciso um esforço conjunto entre a concessionária e o Governo do Estado para que os novos voos cheguem à Floripa (fala-se muito da possibilidade da vinda de voos diretos da TAP com destino a Portugal, ainda não confirmada).

A visita encerrou com a visita às seis novas esteiras de bagagem.

Acesso rodoviário

Um dos maiores entraves para a inauguração do novo aeroporto é o novo acesso viário, obra de responsabilidade do Governo do Estado de Santa Catarina. Faltando apenas dois meses para a inauguração, parece pouco provável que a obra seja entregue a tempo.

Embora o discurso oficial da concessionária seja de confiança, de acreditar que a obra será entregue no prazo, realisticamente é preciso enxergar que provavelmente o novo terminal será inaugurado com acesso dos passageiros pela SC-405, uma via que é bastante congestionada durante o ano inteiro e que, na temporada de verão, praticamente para.

Beira o inacreditável que se construa um terminal novo com tudo do mais moderno que existe no mundo em apenas um ano e meio, mas que o acesso de poucos quilômetros não seja concluído.

Cronograma de inauguração

Nos próximos dois meses serão realizados testes, a conclusão do Boulevard 14/32 e as obras dos lojistas que ocuparão o novo terminal. A inauguração será uma grande festa aberta para a população em geral, que nos dias 28 e 29 de setembro poderá conhecer o novo aeroporto, pondo em teste o conceito “a place to be“. Finalmente, no dia 1o de outubro de 2019 chegam os primeiros voos, com a operação integral passando do terminal velho, para o novo.

Conclusão

É até difícil traçar um paralelo da evolução que o novo terminal representa frente ao antigo. Não há comparação! O novo aeroporto se coloca no mesmo nível dos melhores do mundo e será seguramente um dos mais bonitos e confortáveis do Brasil.

O novo conceito que apresenta ainda será testado. A ideia é boa, mas vai depender da aceitação da população e dos atrativos que vão ser criados.

Porém, já é possível afirmar que os passageiros terão muito mais conforto e praticidade. Floripa merecia um aeroporto deste nível, que será um marco para o desenvolvimento da cidade.