logo Melhores Destinos

Os 15 lugares mais bonitos da Europa: quais deles você conhece?

Rafael Castilho
22/08/2021 às 6:00

Os 15 lugares mais bonitos da Europa: quais deles você conhece?

A Europa é um dos menores continentes do planeta. Apesar de seu tamanho, o Velho Continente apresenta uma diversidade incrível de cenários repletos de belezas e paisagens de cair o queixo. São ilhas, parques nacionais, praias, montanhas, vilarejos e muitos outros destinos maravilhosos. A revista norte-americana Condé Nast Traveller elegeu os 15 destinos mais bonitos da Europa que não podem ficar de fora da sua lista de desejos de roteiros. Quais deles você já conhece?

Arquipélago de Maddalena – Itália

A região da Sardenha, na Itália, abriga algumas das praias mais bonitas da Europa. Bem isolada e de águas límpidas, o arquipélago de Maddalena é o destino perfeito para quem busca sossego e incríveis paisagens. São diversas ilhotas que formam o arquipélago e fazem parte de um grande Parque Nacional desde 1996. Algumas áreas são tão remotas que podem ser encontrada praias quase virgens de areia branca e mar azul turquesa.

Arquipélago de Maddalena, Itália

Burano – Itália

Nenhuma cidade europeia é mais romântica e encantadora do que Veneza, um turbilhão de beleza, história, arquitetura e cultura. Mas quando a multidão de turistas for demasiada, nada melhor que pegar um barco até a bucólica Burano. Famosa por suas obras em vidro, em Burano é fácil encontrar tranquilidade e paz rodeada por bons restaurantes e casinhas colorida.

Calanques – França

Fora da pequena vila de pescadores de Cassis fica um dos trechos mais lindos da costa mediterrânea da França, um grupo indomado e maravilhoso de enseadas secretas protegidas pelo Parque Nacional Calanques. Chegar a essas lindas baías repletas de água azul turquesa faz parte da aventura que deve ser feita com muito cuidado para vencer caminhos estreitos e íngremes. Um dos melhores pontos a serem descobertos é Calanque d’En-Vau:

Calanque d’En-Vau, França (foto: divulgação)

Camargue – França

No sudoeste da França fica um cantinho mítico e surreal do país bem ao lado da badalada Côte d’Azur. Com lagos cor de rosa, vilas medievais e salinas, embarque num passeio 4×4, no estilo safári, para explorar a majestosa natureza selvagem.  Camargue é famosa por seus cavalos brancos e bandos de flamingos.

Capadócia – Turquia

Emoldura a milhões de anos por cinzas vulcânicas, as torres rochosas da Capadócia, as famosas chaminés de fada, dão um ar místico e medieval a toda esta região da Turquia. Seus primeiros habitantes fizeram uso da topografia incomum para esculpir uma rede subterrânea de casas em forma de colmeia e refúgios religiosos. Hoje é possível visitar estas “vilas subterrâneas” ou até se hospedar em hotéis caverna. Uma visita a este Patrimônio Mundial da Unesco só fica completa com um voo de balão sobre a Capadócia.

Costa Amalfitana – Itália

Mais um destino na Itália aparece na lista da Condé Nast Traveller. A Costa Amalfitana é repleta de encantos, belezas e boa gastronomia. Com pequenas baías, curvas de areia branca e vilarejos na cor pastel nas encostas das montanhas com seus terraços e muito romantismo, esta região pode ser toda como a joia costeira da Itália. As suas paisagens deslumbrantes já lhe renderam título de patrimônio da Unesco.

Cotswolds – Inglaterra

Cotswolds, localizada a apenas 2 horas a oeste de Londres, é umas das mãos belas  regiões da Inglaterra. Este conjunto de 113 cidades e vilas cercadas por pastagens verdes é a escolha ideal para quem procura férias mais lentas em um cenário incrível. As moradias feitas de calcário amarelado com floreiras penduradas nas janelas dão todo o charme especial a esta região repletas de trilhas e estradas a serem desvendadas.

Cotswolds, Inglaterra

Ilha de Skye – Escócia

A Escócia tem centenas de ilhas majestosas, mas é a Ilha de Skye – a maior das Hébridas Interiores – que reúne as melhores características deste país. São quilômetros de costa levemente onduladas, pântanos, lagos e, claro, muita área verde. O local é perfeito para relaxar, caminhar e esquecer dos problemas, além de ser perfeito para se isolar totalmente. A Escócia também conta com outra bela área, as Ilhas Hébridas Exteriores estão na lista dos lugares incríveis a serem descobertos pelos viajantes na Europa.

Ilha de Skye, Escócia

Ilhas Lofoten – Noruega

A apenas 200 quilômetros do Círculo Polar Ártico, as Ilhas Lofoten devem ser um dos arquipélagos mais remotos da Europa. Ancorados na costa noroeste da Noruega, Lofoten abriga uma área selvagem majestosa conhecida por suas praias desertas, fiordes que mergulham no mar gelado, vilarejos coloridos e a visualização da aurora boreal. As ilhas estão entre os destinos naturais mais bonitos da Europa.

 

 

Ilhas Lofoten, Noruega

Lago Bled – Eslovênia

Água cor verde esmeralda rodeada de árvores e guardada por um castelo medieval, assim é o incrível Lago de Bled, na Eslovênia. Tudo parece ter saído de um conto de fadas ainda mais com um horizonte delineado pelos picos nevados dos Alpes Julianos. No alto de uma colina fica o castelo com mais de mil anos – um dos 30 palácios e castelos imperdíveis para conhecer na Europa. Já no meio do lago, uma ilhota, que abriga a Igreja de Nossa Senhora de Assunção, ganha todas a atenções. Por isso, Bled é uma experiência na Europa que todo viajante deveria ter pelo menos uma vez na vida.

Lisse – Holanda

Todos os anos, de meados de março a meados de maio, a paisagem ao redor de Amsterdã explode numa grande festival de cores. É a chegada da primavera que provoca o florescer das tulipas. De longe o melhor local para testemunhar isso é Keukenhof, em Lisse, um dos maiores jardins de flores do mundo que fica somente a 30 minutos de Amsterdã. Imperdível!

Moher – Irlanda

Uma verdadeira maravilha geológica! As falésias de Moher são um dos marcos naturais mais impressionantes da Irlanda. Formado há cerca de 300 milhões de anos, as falésias estendem-se ao longo de 8 quilômetros do Oceano Atlântico e atingem a altura máxima de 214 metros ao norte da Torre de O’Brien, um dos principais pontos para avistar esta impressionante formação geológica.

Plitvice – Croácia

A apenas 150 quilômetros de Zagreb, capital da Croácia, estão os Lagos Plitvice, Patrimônio Natural da Unesco desde 1979. Ao todo, são 16 lagos conectados por uma série de cachoeiras em tons de azul e verde, que podem ser vistos bem de pertinho em um passeio pelas passarelas que serpenteiam o parque. Uma das belezas naturais mais lindas da Europa.

Plitvice, Croácia

São Petersburgo – Rússia

Fundada por Pedro, o Grande, no início do século 18, São Petersburgo é sem dúvida um das cidades mais belas e pujantes da Europa. Projetado como uma “janela para a Europa”, São Petersburgo tem os extensos boulevards de Paris, a rede de canais igual de Veneza e a arquitetura imperial de Roma, além de um horizonte salpicado de cúpulas douradas e riqueza do tempo dos czares.

Vale do Douro – Portugal

Os vinhedos emolduram as margens deste incrível vale no norte de Portugal, pertinho do Porto. O local abriga a fabricação de um dos vinhos mais antigos do mundo e as melhores taças de tinto português. O Vale do Douro pode ser visitado de carro, trem ou barco, a melhor pedida para se deslumbrar com uma paisagem única. Devido ao seu encanto e importância o Vale do Douro recebeu o status de Patrimônio Mundial da Unesco em 2001.

Já esteve em algum destes destinos? O que achou da lista da revista norte-americana? Acha que algum ficou de fora? Deixe seu comentário logo abaixo.

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção