logo Melhores Destinos

Aurora boreal: 8 destinos certeiros para ver o fenômeno mais espetacular do mundo

Thayana Alvarenga
Thayana Alvarenga
07/04/2021 às 8:28

Aurora boreal: 8 destinos certeiros para ver o fenômeno mais espetacular do mundo

A aurora boreal é um dos fenômenos mais espetaculares do mundo. A natureza é a grande responsável, criando iluminações com um surpreendente jogo de luzes no céu – imagens que certamente ficam para sempre na memória de quem vê. Neste post especial vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre aurora boreal: onde ocorre, quando ocorre, como acontece, além de dicas infalíveis para encontrar o fenômeno na Noruega, Islândia, e outros países.

E para nos ajudar nessa missão escalamos o maior especialista brasileiro no tema: Marco Brotto. Com mais de 80 expedições no currículo, ele acaba de lançar o livro Aurora Boreal – amor em forma de luzes e cores em comemoração aos dez anos de caçadas, e compartilha conosco a seguir as principais informações para quem sonha em ver de perto as maravilhosas luzes da aurora boreal!

O que é a aurora boreal?

Você com certeza já ouviu falar sobre ela. Aquelas luzes verdes que aparecem no céu em determinados lugares do mundo e são fenômenos procurados por diversos viajantes, os chamados “caçadores de aurora boreal”.

A aurora é um fenômeno óptico composto de um brilho observado nos céus noturnos nas regiões polares. Isso acontece em função do impacto de partículas de vento solar com a alta atmosfera da Terra, canalizadas pelo campo magnético terrestre. Seu aparecimento depende da atividade das fulgurações solares.

Foto: Marco Brotto

Dois tipos podem ser encontrados pelo mundo: no hemisfério Norte conhecemos como aurora boreal, enquanto no hemisfério Sul leva o nome de aurora austral.

“A Aurora Boreal é um fenômeno físico-químico resultado do choque do plasma solar com as camadas superiores da atmosfera da Terra. Esse plasma é formado por prótons, elétrons e neutrino. Os prótons causam auroras fracas e difusas, dificilmente visíveis ao olho humano. Já os elétrons, quando chegam à magnetosfera, são energizados em razão da aceleração da atração para o lado escuro da Terra. Os elétrons, acelerados e ionizados, viajam pelo campo magnético da Terra até as regiões polares e então rompem esse campo, onde colidem com átomos e moléculas de oxigênio e nitrogênio na termosfera. Com essa atividade de elétrons, temos as auroras dançantes, coronais e os melhores espetáculos”, explica Marco Brotto.

Onde ocorre o fenômeno da aurora boreal?

O fenômeno da aurora boreal ocorre nos países do Círculo Polar. Os visitantes podem ver especialmente em oito países: Estados Unidos (Alaska), Canadá, Finlândia, Groenlândia, Islândia, Noruega, Rússia e Suécia. Saiba mais sobre eles e as auroras boreais a seguir.

Aurora boreal no Alaska 🇺🇸

Quem disse que não tem aurora boreal nos Estados Unidos? Só que um pouco mais longe… no Alaska! O estado americano oferece chances excelentes para ver, e Fairbanks é uma cidade com toda a estrutura de hotéis e restaurantes para com conforto e segurança explorar as auroras.

Aurora boreal no Canadá 🇨🇦

No Canadá, as expedições em busca da aurora boreal dependendo do roteiro passam por Alberta, Northwest Territories, Manitoba, Yukon e Newfoundland and Labrador. É nestas cidades que o fenômeno pode ser apreciado em sua melhor maneira. Há também outras experiências lindas previstas para o meio do caminho, como ver os ursos polares!

Aurora boreal na Finlândia 🇫🇮

Ivalo é uma vila localizada na Lapônia, região ao norte da Finlândia, onde quase não há trânsito ou poluição. Essa parte do país é excepcional para ver as auroras, favorecendo a experiência de quem quer encontrar o fenômeno. Entre as opções de voo para chegar, há saídas da capital Helsinque.

Aurora boreal na Groenlândia 🇬🇱

A Groenlândia é uma região meio mística pelas histórias, lendas, mitos… E também tem aurora boreal! O problema é que não há estradas e o transporte é feito apenas de helicóptero ou barco, o que dificulta bastante de se fazer por conta sem um grupo. “Consideramos Iluissat a região mais legal para ver aurora porque tem geleiras e um cenário bem bonito”.

Aurora boreal na Islândia 🇮🇸

Segundo o especialista Marco Brotto, toda a região da Islândia é favorável para encontrar aurora boreal. “O que é mais desafiador lá é o clima, com muito vento e frio, o que pode causar uma dificuldade pelo misto de neve e céu fechado”. Reykjavik é a porta de entrada, considerando a estrutura com restaurantes, rede de hotéis, e muito mais.

Nossa editora Monique Renne acompanhou o especialista em uma das expedições e fez um post especial sobre aurora boreal na Islândiacom dicas da nossa editora do Mejores Destinos Chile, Yenifer Contreras, uma apaixonada pelo país!

Aurora boreal na Noruega 🇳🇴

Na Noruega, há uma cidade chamada Tromsø, que é um dos lugares mais conhecidos do mundo para ver aurora boreal. A região é bastante conhecida por ser o grande patamar norueguês para a experiência, com hotéis confortáveis, aeroporto, boas estradas… Então dá para sair para caçar as auroras com estrutura.

Aurora boreal na Rússia 🇷🇺

A região da Sibéria é ótima para quem quer caçar auroras, o problema é que a estrutura não é das melhores para isso. Não há estrada e aeroporto por exemplo, neste caso o melhor lugar para começar seria Murmansk, com ligações desde Moscou e São Petersburgo. Nesta região os invernos são longos e extremamente severos, o que é compensado com o lindo espetáculo de auroras dançando no céu.

Aurora boreal na Suécia 🇸🇪

Já na Suécia, o lugar mais recomendado para encontrar auroras boreais é Abisko, onde tem o parque nacional de onde dá para ter uma vista fantástica delas. Nesta região a chance de ver é bem grande, principalmente considerando o clima seco (e consequentemente menos nublado) que reflete no céu limpo para as auroras aparecerem.

Quando ocorre a aurora boreal?

Uma série de fatores influenciam na existência, visualização e potência que a aurora boreal vai se apresentar. Tudo depende da intensidade das atividades solares, das condições meteorológicas e até mesmo do local que você estiver. É muito importante que o ambiente seja de escuridão total.

Não há como garantir um período, mas existe uma faixa territorial e uma época do ano em que as auroras podem aparecer com mais facilidade. De setembro até o começo de abril em qualquer local do círculo polar as chances são as mesmas. Nesta época temos noite e dia no circulo polar, já que entre abril e agosto a luz solar impede a visualização da aurora.

Como acontece a aurora boreal?

A aurora boreal em si é vista sempre da mesma maneira, ou seja, o destino em si não muda nada a experiência. Se houver uma atividade, clima de fechamento de nuvens, pressão atmosférica e visibilidade no céu, a aurora será exatamente igual. Claro que o que muda é a perspectiva, pois alguns cenários contam com florestas, outros com lagos congelados fazendo reflexo das auroras, geleiras, vulcões, entre outros. Então cada lugar tem um cenário diferente para apreciar.

Brotto se lembra bem de como ficou o céu quando viu aurora pela primeira vez na Noruega. Ele conta que ia fazer algumas fotos aleatórias na madrugada, quando percebeu algo verde aparecendo na câmera.

“Achei estranho, já que a olho nu não enxergava nada, somente um brilho. Aquele verde começou a aumentar. Quando eu virei, percebi que o céu estava completamente verde. Foi um momento muito marcante em minha vida. Havia um “monstro verde” atrás de mim. Inicialmente senti medo, porque eu estava em um lugar completamente desconhecido, congelado (temperatura em torno de -15ºC), sozinho… Na sequência, quando o medo passou, veio a contemplação e a emoção enorme”, detalhou.

Dicas básicas para ver a aurora boreal

  • Afaste-se das grandes cidades;
  • Fique longe das fontes de luz (inclusive celulares);
  • Procure hospedagens longe de centros urbanos;
  • Vá em busca de climas mais estáveis e noites sem nuvens;
  • Fique ao menos uma semana no país para ter a chance de mudança no quadro de tempestade solar;
  • Olhe em direção ao norte (o nome “northern lights” tem um motivo);
  • Busque ajuda profissional e tente viajar com um caçador de Aurora Boreal experiente;
  • Baixe aplicativos de aurora boreal e estude os conceitos e gráficos antes da viagem;
  • Acompanhe a previsão do tempo;
  • Acompanhe os aplicativos de observação de aurora;
  • Não durma durante a caçada! Você pode perder os únicos segundos que ela aparecer;
  • Não faça percursos longos demais;
  • Nunca pare o carro nas estradas. Sempre procure um recuo seguro;
  • Abasteça o carro com frequência.

Outras dicas infalíveis do especialista

Segundo Brotto, é muito importante conhecer bem o destino para não se meter em roubadas, já que trata-se de um estilo diferente de viagem. “Planejem tudo com muito cuidado, saiba que existem regras muito importantes com relação a conduta, direção e segurança, então não se aventurem dirigindo em estradas congeladas, por exemplo. Brasileiro não tem essa experiência e temperaturas negativas podem gerar situações muito perigosas”, disse.

Entre os preparativos, estão também o estudo do clima, a roupa certa a ser utilizada e o equipamento fotográfico para registrar tamanha perfeição. A dica principal é estudar bastante o que será feito!

Apesar de todo o estudo, se a sorte também estiver a seu favor, melhor ainda. Uma pessoa qualquer pode estar viajando e ter a sorte de estar no lugar certo na hora certa, olhar para cima e a aurora boreal estar ali, sem nenhum planejamento. Claro que não é o que normalmente acontece. Na verdade, é bastante comum as pessoas viajarem sozinhas e voltarem frustradas por não terem encontrado auroras.

Sites e apps sobre a aurora boreal

Vedur – Site de previsão meteorológica da Islândia com uma sessão destinada especialmente à visualização da Aurora Boreal. É um ótimo caminho para descobrir as suas chances e também para mudar de lugar caso perceba que você está em uma zona encoberta por nuvens.

Aurora Forecast – Aplicativo que ajuda na previsão de observação da Aurora Boreal. O site também é excelente para amadores e descreve bem os fenômenos envolvidos na visualização da Aurora Boreal e as chances de vê-las.

Live Aurora Network – Aplicativo de monotonamente de Aurora Boreal que toca um despertador quando as luzes do norte estão mais ativas. Com câmeras ao vivo.

Safe Travel e Safe – Os dois sites são fundamentais para quem pretende se aventurar sozinho na  busca pela Aurora Boreal. Eles dão informações atualizadas sobre segurança, tempo, fechamento de estradas e outros fatores que podem influencias na segurança da viagem durante o inverno islandês.

Sun Seeker – Aplicativo recomendados para iniciantes que desejam entender mais sobre a atividade solar e aumentar as chances de estar no lugar certo e na hora certa para ver a Aurora Boreal.

3D Sun Nasa – Aplicativo da NASA que permite ver o sol em versão 3D e envia um alerta quando acontece uma grande explosão solar, o que aumenta muito as chances de ver uma bela Aurora Boreal.

Tempestades Magnéticas (app em português) – Aplicativo que monitora o campo magnético terrestre e a atividade solar.

Marco Brotto Aurora Boreal – O brasileiro Marco Brotto é um apaixonado e estudioso de Aurora Boreal. No blog e redes sociais ele dá dicas sobre o fenômeno e conta detalhes do dia a dia das caçadas que ele organiza para viajantes em diversos países, entre eles a Islândia. Acompanhar o site e o perfil do Marco Brotto no Instagram (@marcobrotto e @auroraborealblog) ajuda a se familiarizar com o fenômeno e a compreender um pouco mais sobre como é uma caçada às luzes do norte. No site também é possível acompanhar a atividade solar.


E você, tem vontade de ver aurora boreal? Já teve essa experiência? Comente abaixo e participe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *