logo Melhores Destinos

Praias desertas no Brasil: 10 praias para relaxar e ser feliz!

Monique Renne
Monique Renne
04/11/2020 às 7:41

Praias desertas no Brasil: 10 praias para relaxar e ser feliz!

As melhores praias desertas do Brasil estão por todo o país e nem é preciso ir muito muito longe de destinos famosos para encontrar algumas faixas de areia menos movimentadas, sem aglomeração e quase privativas. Praias desertas sempre fizeram parte do imaginário de cenários perfeitos de muitos viajantes para dias perfeitos de férias de verdade.

Quem busca sossego, tranquilidade e descanso total vê nas praias desertas do Brasil o lugar ideal para passar um dia inteiro apenas relaxando e sem se preocupar com absolutamente nada. E como algo nos diz que por um bom tempo será necessário evitar lugares tumultuados e praias lotadas, temos algumas sugestões de praias desertas no Brasil para as suas próximas férias tão sonhadas. E bota sonhada nisso! Comece a se preparar. Sabemos que esse dia vai chegar. E quando chegar, nós vamos à praia!

praias desertas no brasil

Praia da Ponta Grande no Rio Arapiuns, pertinho de Alter do Chão no Pará

Praia do Satu – Caraíva – Bahia

Chegar à Praia do Satu, em Caraíva, pode exigir um bocado dos turistas, talvez por isso ela permaneça ainda praticamente deserta. Um dos segredinhos mais bem guardados entre as praias da Bahia, a Praia do Satu é para quem não tem medo de caminhar rumo à faixa perfeita de areia. A partir da Vila de Caraíva, serão 5 km a pé até esse paraíso baiano. E cada passo vale a pena!

Repleta de coqueiros, com areia branquinha e mar transparente com lindos tons de azul, a Praia do Satu agrada pelo visual, calmaria e, claro, por ser quase sempre deserta! E dizemos quase sempre porque lá, em dias de “movimento” o quiosque herança do Sr. Satu oferece alguns pasteis logo no início da praia. Para fugir das poucas pessoas que aparecem por lá, basta caminhar mais um pouco em direção à Lagoa do Satu – formada de água doce – ou à Lagoa do Mucaba – de água salgada, ambas à beira-mar. No percurso até a Praia do Satu, não deixe de fazer uma paradinha na Praia da Garagem, na Praia do Lontra e na Praia do Camarão, todas também desertas.

praias desertas no brasil

Praia do Satu em Caraíva – Bahia

Como chegar à Praia do Satu

Para chegar à Praia do Satu, a partir do vilarejo de Caraíva, atravesse o Rio Caraíva (de barco ou a pé) e siga pela areia por cerca de uma hora. Serão 5 km até a Praia do Satu. O ideal é fazer o passeio na maré baixa, quando a areia está mais compacta e fácil para caminhar. Um pouco depois da praia estão as duas lagoas. Na volta, não deixe para fazer o percurso com a maré muito cheia, o que tornará o trajeto mais difícil. A Praia do Satu também é ponto de passagem para quem faz a famosa caminhada entre a Praia do Espelho e Caraíva. Uma ótima parada no meio do caminho.

Praia de Atins – Atins – Maranhão

O pequeno e escondido povoado de Atins guarda segredos ainda pouco conhecidos entre os brasileiros. Com jeitinho de Jericoacoara anos atrás, a Praia de Atins desponta entre os kitesurfistas e atrai a atenção dos turistas que buscam sossego entre as paisagens dos Lençóis Maranhenses. Sim! Apesar de ser mais conhecida pelas lagoas de água doce, a região dos Lençóis Maranhenses também oferece lindas praias desertas e um pôr do sol maravilhoso aos viajantes. E Atins certamente está entre as mais bonitas e desertas faixas de areia da região.

A faixa de areia pode ser dividida entre Atins e Canto de Atins, a depender de onde você estiver. Para ver a praia completamente deserta, basta caminhar um pouquinho para se afastar dos quiosques e casas que servem deliciosos camarões, onde também chegam os 4 x 4 que levam turistas até a região. Vale dizer que, além da praia, com uma curta caminhada será possível chegar às famosas lagoas de água doce. Nada mal para um passeio em meio à paisagem quase deserta do Maranhão. O ideal, para curtir a Praia de Atins bem deserta, é se hospedar por lá!

praias desertas no brasil

Pôr do Sol na Praia de Atins

Como chegar à Praia de Atins

O caminho mais fácil até Atins é a partir da cidade de Barreirinhas e quem desejar ir ao povoado poderá escolher entre 4×4 ou lancha. O custo do trajeto de lancha, com 40 minutos de duração, é de R$ 60. Para quem busca a opção mais econômica, o melhor é o transporte de linha em 4×4. O horário comum de saída é entre 9h e 11h, a viagem tem duração de 1h30 e é bastante desconfortável. O custo, por pessoa, é de R$ 40. Outra opção — não tão econômica, mas ótima para quem tem menos tempo na região — é aproveitar um passeio a partir de Barreirinhas para já ficar em Atins. Nesse caso, você poderá optar por um passeio para Atins e Canto de Atins e, ao final do dia, já ficar por lá. Outra alternativa é fazer o passeio de lancha para Caburé e negociar com o barqueiro a possibilidade de ser deixado em Atins, que está muito próximo de Caburé.

Praia da Lagoinha do Leste – Florianópolis – Santa Catarina

A Praia Lagoinha do Leste figura entre as mais bonitas praias desertas do Sul do Brasil. Escondida em terras catarinenses, Lagoinha do Leste é para quem gosta de aliar praia a uma boa atividade física, já que ela é uma das faixas de areia mais difíceis de serem visitadas em Florianópolis. Para chegar até lá, será necessário pegar um barco ou uma das duas trilhas pelos costões rochosos. O visual compensa em ambos os percursos. Muito preservada e parte do parque municipal de mesmo nome, a Praia da Lagoinha do Leste é praticamente um refúgio perfeito para quem procura isolamento em meio à natureza. A faixa de areia é clara, cercada por dunas e montanhas e o mar é bem batido, o que costuma atrair também alguns surfistas.

Além da praia, quem for à Lagoinha do Leste consegue curtir a lagoa (como bem diz o nome) que se conecta ao mar. Quem tiver mais pique poderá ainda encarar a trilha para o Morro da Coroa, de onde se tem um visual incrível para a Praia da Lagoinha do Leste.

praias desertas no brasil

Praia da Lagoinha do Leste

Como chegar à Praia da Lagoinha do Leste

Há duas trilhas que levam à Praia da Lagoinha do Leste. A primeira, com 4 km de extensão e visual mais bonito, parte da Praia do Matadeiro (vizinha à Praia da Armação). A segunda trilha, com cerca de 2 km de extensão e um pouco mais íngreme, parte da Praia de Pântano do Sul. Vale fazer o percurso começando por uma e terminando pela outra, assim você conhecerá os dois lados da praia. Não deixe também de fazer a Trilha do Morro da Coroa para um lindo visual. No canto direito da praia há um pequeno quiosque com bebidas e comidas para ajudar a recuperar a energia depois da trilha.

Outra opção para chegar à Praia da Lagoinha do Leste é um passeio de barco que parte da Praia do Pântano Sul. O trajeto leva apenas 15 minutos e depende das condições do mar.

Praia Brava do Camburi – Ubatuba – São Paulo

A Praia Brava do Camburi é um dos segredinhos mais bem guardados entre os frequentadores de Ubatuba. Mesmo em dias de grande movimento no Litoral Norte de São Paulo será difícil encontrar a Brava do Camburi repleta de visitantes. O mais comum é ver por lá apenas alguns surfistas em busca de boas ondas e um clima tranquilo em meio à natureza. A faixa de areia longa, as boas árvores com sombra abundante e o visual espetacular ajudam a relaxar imediatamente. É lugar para passar o dia todo. Ah! Mas como é uma praia deserta mesmo, não há nenhum quiosque por lá. Leve todo o necessário para não passar aperto.

praias desertas no brasil

Praia Brava do Camburi, em Ubatuba – São Paulo

A Brava do Camburi se mantém vazia por não ter placas de sinalização na estrada que mostrem o início da trilha, que tem grau de dificuldade médio e por isso limita o acesso de grande parte do público. Vale ir à Brava do Camburi pela trilha à beira da rodovia Rio – Santos e também a partir da Praia do Camburi. O importante é não deixar de visitar esse paraíso do Litoral Norte de São Paulo. Veja mais dicas de praias em Ubatuba.

Como chegar à Praia Brava do Camburi

A Praia Brava do Camburi está distante 44 km do Centro de Ubatuba. O acesso é por trilha a partir de um bar à beira da estrada, um pouco antes da entrada da Cachoeira da Escada e da pista que desce para a Praia do Camburi (cerca de 4 km antes). Não há placas indicativas. O ideal é usar o Google Maps para localizar o ponto mais próximo à praia e então observar a presença do bar à beira da RioSantos, local que marca o início da trilha e onde há estacionamento para os carros.

O trecho em trilha exige um pouco de fôlego dos visitantes, já que começa com uma descida bem íngreme (que na volta vira uma subida cansativa). O percurso leva, em média, meia hora. Vale todo o sacrifício! Outro percurso disponível para chegar à Praia Brava do Camburi é a trilha a partir do canto direito da Praia do Camburi. O percurso é mais longo e nós não percorremos essa rota durante a viagem. Para quem vai de ônibus a partir do Centro de Ubatuba, a linha que leva à região é a 23 – Camburi.

Praia do Dentista – Ilha da Gipoia / Ilha Grande – Rio de Janeiro

O desenho da Praia do Dentista é um capricho da natureza, que intercala verde e branco em ondas que dão formato a esta que é uma das mais espetaculares faixas de areia da Costa Verde do Rio de Janeiro. Localizada na Ilha da Gipóia (vizinha à Ilha Grande e segunda maior ilha de Angra dos Reis), a Praia do Dentista (também chamada de Praia de Jurubaíba) é cenário que encanta a todos os visitantes que estão aproveitando dias de descanso em Angra dos Reis ou na Ilha Grande. Com mar calmo, extremamente transparente e de cores intensas que variam de acordo com o céu, essa é uma praia imperdível para quem está na região. A Praia do Dentista é totalmente deserta, sem quiosques ou vendedores ambulantes. Nos finais de semana, ela recebe um público badalado, que chega em iates e lanchas para curtir o paraíso.

Leia também: Pontos turísticos do Rio de Janeiro

praias desertas no brasil

Praia do Dentista

Como chegar à Praia do Dentista

O roteiro de passeio de lancha que leva à Praia do Dentista é o Ilhas Paradisíacas, que percorre praias desertas localizadas em outras ilhas que não a Ilha Grande propriamente dita. O custo do passeio, sempre feito de lancha, é a partir de R$ 140. O valor pode variar de acordo com a temporada. O percurso tem 6h de duração e passa por outras ilhas. É comum que haja parada para almoço. Quem quiser mais privacidade ou curtir a Praia do Dentista sozinho pode alugar uma lancha particular e ficar por lá. Veja mais dicas de praias na Ilha Grande.

Praia de Itacarezinho – Itacaré – Bahia

Com mais de 3 km de faixa de areia, a Praia de Itacarezinho, em Itacaré, é o lugar perfeito pra quem busca um ambiente deserto e de calmaria. Repleta de belos coqueirais e com jeito de cenário intocado, Itacarezinho tem um cantinho para cada um ser feliz em meio à natureza baiana. Na praia até há um restaurante (que é ótima pedida para o almoço), mas o que reina é mesmo o visual deserto.

Com forte influência da maré, a Praia de Itacarezinho pode, no mesmo dia, variar entre uma grande piscina natural ou um lindo mar repleto de boas ondas para a prática de surfe. Tudo depende da lua e da hora que você estiver por lá. Na ponta esquerda da praia, uma pequena cascata ainda oferece bom banho aos visitantes. Se o pique permitir, caminhe rumo ao lado direito da faixa de areia e vá até o encontro da praia com o Rio Tijuípe, onde será possível ainda curtir um banho de água doce. 

praias desertas no brasil

Itacarezinho

Como chegar à Praia de Itacarezinho

O acesso mais fácil para a Praia de Itacarezinho é pelo Restaurante Itacarezinho, onde os carros chegam quase à beira da areia. O lugar é particular e há cobrança de estacionamento. Pedestres têm acesso gratuito. Quem vai ao local de ônibus ou pela trilha não terá que pagar nada. A estrada que leva à Praia de Itacarezinho é a BA-001. A entrada é sinalizada por placas e está a 15 km do centro de Itacaré. Para quem vai de ônibus, basta pegar o transporte que faz o trecho Itacaré-Ilhéus. Há uma parada de frente para a pista de acesso à praia. Nesse caso, a caminhada final será de meia hora.

Os mais aventureiros poderão conhecer Itacarezinho pela rota da Trilha das Quatro Praias, que passa também pela Praia da Engenhoca, Praia Havaizinho e Praia da Camboinha (ou Gamboa). Uma ótima pedida pra um dia inteiro de passeio, com direito a descanso final nesse paraíso de Itacaré.

Praias do Rio Arapiuns – Alter do Chão/ Santarém – Pará

Não é só praia de mar que pode ser deserta. Tem muita praia de rio que também se encaixa perfeitamente no quesito paraíso isolado e sem ninguém. Um dos cantinhos mais espetaculares do Brasil é a região de Alter do Chão, no Pará, banhada principalmente pelo Rio Tapajós. Nos arredores de Alter é possível ir a incontáveis praias de areia clarinha e água doce na temperatura exata para relaxar. São mais de 100 km de praias para curtir sem pressa, mas um pedacinho em especial ganha destaque aqui no post.

praias desertas no brasil

Praia da Ponta Grande no Rio Arapiuns, Pará

Apesar do Rio Tajapós ser a grande estrela local, é no afluente Rio Arapiuns onde estão algumas das mais lindas praias desertas do Brasil (e do mundo!). No Arapiuns, não deixe de visitar a Praia da Ponta Grande, a Praia da Ponta do Toronó e a Praia da Ponta do Icuxi. O passeio para o Rio Arapiuns é um dos melhores de Alter do Chão. Além das lindas praias desertas, sempre há uma paradinha para almoço nas comunidades ribeirinhas, com direito a boa comida e redário para uma soneca.

praias desertas no brasil

Praia do Rio Arapiuns

Como chegar às Praias do Rio Arapiuns

Para chegar às Praias do Rio Arapiuns o meio mais fácil é pegar um passeio de lancha em Alter do Chão. O custo dos passeios varia entre R$ 120 e R$ 150 (por pessoa), a depender da rota e número de turistas no grupo. Quem quiser passar mais tempo no Rio Arapiuns poderá se hospedar nas comunidades ribeirinhas que recebem os turistas. Elas costumam oferecer redários para pernoite e até casas completas, com refeições incluídas, a preços muito acessíveis.

Para chegar ao Arapiuns sem passar por Alter do Chão é possível usar como meio de transporte os barcos de linha que fazem o trajeto diariamente a partir de Santarém direto para o Arapiuns, com paradas nas comunidades ribeirinhas. O custo da viagem por pessoa é de R$ 30 em barco (com 4h30 de duração) ou R$ 40 em lancha (com 2h30 de trajeto). Ambos partem do Porto de Santarém (de frente ao Mercadão 2000) por volta de 10h da manhã, porém é bom chegar mais cedo, já que acontece de os barcos partirem antes. Veja mais dicas para a sua primeira viagem a Alter do Chão

Praia de Calhetas – São Sebastião – São Paulo

A Praia de Calhetas é uma das mais bonitas de São Sebastião, no Litoral Norte de São Paulo. Formanda por uma pequena península cercada de muito verde, Calhetas tem duas praias distintas, uma de cada lado da faixa de areia. Você poderá escolher o seu visual predileto para curtir o dia de sol. A paisagem é linda em ambos os lados. Apesar de os olhos permanecerem grudados ao mar, vale também observar a montanha ao fundo do cenário, coberta por intensa mata bem preservada.

Na ponta da península há uma pequena área verde de onde se tem linda vista. Não deixe de subir até lá! A Praia de Calhetas tem acesso por uma propriedade particular, mas os turistas são autorizados a passarem pela cancela e chegar à faixa de areia.

praias desertas no brasil

Praia de Calhetas

Como chegar à Praia de Calhetas

A Praia de Calhetas está distante 18 km do centro de São Sebastião (sentido sul) e 11 km da Praia de Maresias (sentido norte), entre as praias do Toque-Toque Grande e Toque-Toque Pequeno. O acesso à faixa de areia é por uma propriedade particular, com entrada pela BR-101. Apenas pedestres são autorizados a entrar, por isso o veículo deve ficar estacionado na rodovia. À beira da estrada, há alguns recuos onde os motoristas costumam estacionar, entretanto multas são comuns na área. Fique ligado! Na dúvida, estacione mais longe e siga a pé até a praia. A partir da rodovia, o percurso a pé até a faixa de areia leva 15 minutos. No caso da Praia de Calhetas, que não tem vaga para estacionar, ir de ônibus é uma boa pedida.

Praia da Barra do Cahy – Cumuruxatiba – Bahia

A Praia da Barra do Cahy tem longa faixa de areia, um grande paredão de falésia em impressionantes tons de rosa e laranja e é cercada por faixas de coqueiros. Tudo para agradar aos turistas que buscam praias desertas com belezas além mar. Cercada pelo intenso verde do Parque Nacional e Histórico do Monte Pascoal e do Parque Nacional do Descobrimento, a Barra do Cahy está distante do circuito mais popular entre os viajantes que percorrem o Litoral Sul da Bahia. Praticamente deserta, a Barra do Cahy ainda é pouco conhecida, mas historicamente ela tem grande importância. Foi naquela faixa de areia, cercada por falésias e coqueiros, que os navegantes portugueses aportaram em terras brasileiras pela primeira vez.

Praias vazias

Praia da Barra do Cahy

No canto direito da praia há um restaurante que serve de base para um bom almoço, mas quem quiser curtir o lado deserto da Barra do Cahy não terá dificuldade: basta caminhar cinco minutos para ter a sensação de ser o único na praia. Ao final do trajeto para o canto esquerdo, será possível ver o encontro do Rio Cahy com o mar, o que rende um banho de água doce delicioso.

Como a Praia da Barra do Cahy não é a única deserta da região de Cumuruxatiba, aproveite também para visitar a Praia do Calambrião (emendada com a Barra do Cahy) e a Praia do Moreira (localizada a 12 km), que é bem deserta e tem piscinas naturais lindas na maré baixa.

Como chegar à Praia da Barra do Cahy

A partir de Cumuruxatiba, principal base de hospedagem para visitar a Barra do Cahy, o percurso de carro tem 17 km e é todo em estrada de terra. Para quem chega de Prado, serão 47 km, sendo que o trecho final é o mesmo de Cumuruxatiba. É preciso ficar atento à estrada, que tem péssima qualidade e muitos buracos. Para chegar à praia recomendamos o uso de aplicativos de locomoção, já que as estradas passam por fazendas e não há nomes específicos. A melhor opção para o caminho é o acesso pelo Restaurante da Glória, onde tem estacionamento e infraestrutura.

Praia da Baía do Sancho

Difícil imaginar que uma das praias mais bonitas do Brasil possa ser praticamente deserta, mas a verdade é que em muitos momentos a Praia da Baía do Sancho, em Fernando de Noronha, é mesmo um paraíso quase sem ninguém. É preciso aliar um pouco de sorte à época certa para encontrá-la assim, mas, acredite, é possível! O visual da Praia do Sancho, que é considerada uma das melhores praias do Brasil, é impressionante e você já ficará extasiado antes mesmo de descer até ela. Aliás, a descida não é das mais fáceis. Fique alguns minutos no mirante, tome fôlego e siga até o paraíso.

É fácil se apaixonar por Fernando de Noronha e mais ainda pela Praia do Sancho. O mar tem maravilhosos tons de azul, a água é muito transparente e cheia de vida marinha. Não deixe de levar o snorkel para relaxar ainda mais! Se estiver na ilha em época de chuva, visite também a cachoeira que se forma na praia. É linda e rende uma bela foto! Veja mais dicas de praias de Fernando de Noronha.

Praias sem aglomeração

Praia da Baía do Sancho

Como chegar à Praia da Baía do Sancho

Todos os turistas que desejam visitar a Praia do Sancho passam por um centro de visitantes onde é feito o controle de acesso à praia. Para descer até a praia, é preciso estar com o ingresso do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha. Depois de passar pelo centro de visitantes, você poderá escolher entre percursos que levam ao Mirante dos Golfinhos, ao Mirante da Baía dos Porcos e também à Praia do Sancho. O acesso à praia não é dos mais simples e há muitos lances de escada (pouco mais de 200). O caminho é encravado em uma fenda no paredão rochoso que cerca a baía.

Vale dizer que há controle de horário para subida e descida dos turistas. Quem não quiser encarar os degraus da trilha poderá ir à Praia do Sancho em percurso de barco, porém, neste caso, não é permitido chegar à faixa de areia.

Dica bônus para praias desertas!

Entre as nossas andanças pelo Brasil percebemos que o estado da Bahia é um grande polo de praias desertas. Com o maior litoral brasileiro – são 932 km de extensão – a Bahia oferece incontáveis porções de areia praticamente sem ninguém. Até mesmo em destinos muito populares, como Arraial d’Ajuda e Trancoso, é possível encontrar cantinhos tranquilos à beira-mar. Fora as ilhas paradisíacas que fazem parte do estado, como a ainda pouco explorada Ilha de Boipeba. Se quiser ir a um lugar só, mas encontrar diversas praias desertas, a Bahia é uma ótima pedida!

Praias Desertas no Brasil

Praia dos Coqueiros em Trancoso

Outros bons destinos para quem busca praias desertas mais selvagens e preservadas é a Costa Verde do Rio de Janeiro e São Paulo. Entre as cidades de Paraty e Ubatuba, incluindo a maravilhosa Ilha Grande, será fácil encontrar praias quase desertas (como a Praia do Sono, em Paraty e Lopes Mendes, na Ilha Grande). Vale dizer que o estado do Ceará também tem boas pedidas de praias desertas, como a Praia de Icaraí de Amontoada, Barra dos Remédios, Praia do Japão e Praia do Cumbuco. Apesar de quase sempre elas terem um lado movimentado, é possível achar um pedacinho mais deserto por lá. Ah! E Para fechar, que tal a Praia do Carro Quebrado em Alagoas? Não falta praia deserta no Brasil! O difícil será escolher apenas uma.

E você? Tem alguma praia deserta favorita? Conta pra gente qual o seu destino de praia para dias tranquilos e relaxantes.

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *