logo Melhores Destinos

Bondinho do Pão de Açúcar: tudo o que você precisa saber antes de visitar

Rafael Castilho
Rafael Castilho
04/02/2021 às 17:59

Bondinho do Pão de Açúcar: tudo o que você precisa saber antes de visitar

Conhecer o Rio de Janeiro e não subir o Bondinho do Pão de Açúcar é igual ir a Roma e não ver o Papa. É como se você não tivesse visitado a capital fluminense. Por ano, cerca de 1,5 milhão de pessoas viajam pelas estações da Praia Vermelha, Morro da Urca e do Pão de Açúcar. Um dos cartões postais mais visitados do país e do mundo. Um tour inesquecível.

Bondinho? Na verdade é um teleférico, mas é conhecido como bondinho devido a questões históricas e populares. Mas o importante é que uma das principais atrações do Brasil, reconhecida internacionalmente, te espera sob o sol da Cidade Maravilhosa. Tire aqui suas dúvidas de como chegar no Pão de Açúcar, quando ir,  preço do ingresso e muito mais!

Leia também
Conheça as melhores praias do Brasil

Pão de Açúcar: como é a visita

O melhor a fazer é comprar o seu ingresso diretamente no site do Bondinho para evitar filas e ter desconto, mas é possível adquiri-lo na hora na bilheteria ou nos totens de autoatendimento. O bilhete dá acesso até o Morro do Pão de Açúcar e é valido para ida e volta. Com o ingresso checado é hora de dirigir-se a plataforma de embarque da Estação 1 em direção ao Morro da Urca. A subida é rápida e tem uma bela vista da Praia Vermelha e da Baía da Guanabara.

No Morro da Urca há duas estações que ficam nas extremidades. Ao desembarcar da Praia Vermelha há dois caminhos a seguir: um pelo meio da mata (a direita) e outro pelo Anfiteatro (a esquerda). Melhor opção é pelo Anfiteatro, onde você conhecerá algumas atrações do Morro e também ficará deslumbrado com a maravilhosa vista da Baía. São diversos mirantes com uma paisagem de tirar o fôlego. Não esqueça de visitar o museu que conta um pouca a história do Bondinho, o local fica em frente a estação de embarque para o Morro do Pão de Açúcar.

A 396 metros de altura você chegará ao Morro do Pão de Açúcar, ponto mais alto do passeio. As atividades são bem menores do que na parada anterior, mas a vista é sem comparação. Além da Baía da Guanabara, é possível avistar as praias do Leme, Copacabana, Ipanema, Flamengo e Leblon. É lindíssimo e inesquecível. O local também conta com loja e lanchonete. Aproveite seu tempo com calma e aprecie a vista de cada mirante. Ao final é hora de embarcar rumo ao Morro da Urca e depois a Praia Vermelha.

Atrações no complexo do Pão de Açúcar

Anfiteatro: Tradicional palco da música popular brasileira. Entre 1977 e 1987, tornou-se parte obrigatória do roteiro turístico do Rio pelos famosos bailes de carnaval. Atualmente, recebe apresentações culturais.

Espaço Baía de Guanabara: Área gastronômica e de lazer, que reúne diversas lojas e quiosques.

Cocuruto: O local conta a história do Pão de Açúcar com a exibição de projeções digitais, imagens, maquinário e objetos que marcaram a história do primeiro teleférico brasileiro.

Praça dos Bondes: A Praça dos Bondes exibe as duas gerações anteriores do bondinho. Possui um mirante com vista para o Morro da Babilônia e a estação Praia Vermelha do Bondinho.

VideoSelfieDronie: eternize a sua visita com imagens feitas com um drone no Morro da Urca. Os preços variam de R$ 80 a R$ 250.

Base Tattoo Rio: você pode fazer uma tatuagem na Praça dos Bondes dentro de um teleférico de 1972. Preço a partir de R$ 175.

Passeio de Helicóptero: é possível voar de helicóptero sobre o Rio de Janeiro parando do Morro da Urca. Os voos possuem capacidade mínima de três pessoas e máxima de quatro, sempre do mesmo grupo familiar. Há opções de experiência a partir de 7 minutos no valor de R$ 375 (por pessoa).

Como chegar ao Pão de Açúcar?

Para ir de ônibus ao Pão de Açúcar

Desde o Centro da Cidade – Linha 107
Desde Copacabana, Ipanema, Leblon e Gávea – Linha Circular 2 (582)
Desde Laranjeiras, Cosme Velho, Jardim Botânico e Gávea – Linha Circular 1 (581)
Do aeroporto Santos Dumont siga de VLT até  a Estação Antônio Carlos e tome o 107 – Urca na Avenida Presidente Wilson próximo a Ibmec.

Para outros itinerários você pode consultar o aplicativo Moovit.

Como chegar de metrô ao Pão de Açúcar

Pegue o metrô linha 1 ou 2 e desça na Estação Botafogo. Em seguida, tome o ônibus 513  em direção à Urca.

Transporte por Aplicativo

Copacabana – Pão de Açúcar: R$ 12 a R$ 25

Barra da Tijuca – Pão de Açúcar: R$ 45 a R$ 75

Tijuca – Pão de Açúcar: R$ 25 a R$ 48

Aeroporto Santos Dumont: – Pão de Açúcar R$ 20 – R$ 35

Quando ir ao bondinho do Pão de Açúcar?

Não há uma época específica para ir, pois sempre a paisagem é bela. A chuva é mais frequente de janeiro a abril. A melhor escolha é em dias claros. Pela manhã, o sol ilumina as praias, as montanhas e o Corcovado deixando tudo mais bonito. No fim da tarde, o sol ao contrário, se pondo a oeste atrás dos morros, pode atrapalhar as suas fotos.

Ingressos para o Pão de Açúcar

 *no site há 10% de desconto. Acesso aqui

Regular: R$ 114 (ida e volta até o Morro do Pão de Açúcar)

Tour histórico com guia: R$ 169,10 (em inglês e português, 3 horários diários)

Acesso Rápido: R$ 209 (sem filas e recepção VIP)

Tour ecológico com guia: R$ 212,80 (curiosidades da fauna e flora da Mata Atlântica, apenas 1 horário diário)

Sessão Carioca Maravilha: R$ 57 (descontos são concedidos para nascidos ou moradores do Rio e Grande Rio)

Tour bastidores: R$ 169,10 (história e curiosidades sobre o bondinho)

Regras de Acesso – Meia Entrada

– Estudantes, mediante apresentação dos seguintes documentos:
Rede particular: Carteira de Identificação Estudantil impressa com foto, data de vencimento visível e dentro do prazo de validade.
Rede pública: Riocard escolar e/ou documento impresso que comprove matrícula de estudante em outro estado + documento oficial com foto, data de vencimento visível e dentro do prazo de validade.

OBS.: Para estudantes estrangeiros, apresentar carteira de identificação estudantil com foto.
(*) Inclui: MBA, Mestrados, Doutorados, Pós-Graduação e Graduação.

– Pessoas com 60 anos ou mais possuem desconto de 50% mediante apresentação de documento oficial com foto;

– Pessoas com deficiência possuem desconto de 50% mediante apresentação de cartão especial Riocard, Vale Social, Passe Federal, CRAS ou laudo médico emitido por órgão público de saúde;

– Acompanhante de Pessoa com Deficiência (limite de 01 acompanhante por PCD).

Para viabilizar o acesso ao passeio, é indispensável a apresentação de uma cópia do documento de identificação, com foto, do titular do cartão de crédito utilizado na compra; e somente da frente do cartão, sob pena de não ser autorizada a entrada.

Horário de funcionamento do Bondinho do Pão do Açúcar

Das 9h às 21h

Bilheteria Praia Vermelha

Das 8h às 19h50

Primeira Viagem

Praia Vermelha / Morro da Urca 09h

Última Viagem
Praia Vermelha / Morro da Urca 20h
Morro da Urca / Praia Vermelha 21h

Dicas

– No morro da Urca aprecie o sobe e desce dos aviões no Aeroporto Santos Dumont.

– Aproveite que já está na região e visite o histórico e acolhedor bairro da Urca.

– Vá até a Fortaleza de São João e caminhar pela beira mar, além das lindas vistas para a Enseada de Botafogo e para o Cristo Redentor, você passará pelo antigo prédio que abrigou o Hotel Balneário, o Cassino da Urca e a Tv Tupi.

Acessibilidade

Visite o Bondinho do Pão de Açúcar sem preocupação. Todo espaço é equipado com banheiros adaptados, rampas e elevadores, tornando o turismo acessível para cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida.

História do bondinho

Belo por seus encantos naturais e eternizado nos traços do francês Debret, foi nesta região, entre os Morros Cara de Cão e Pão de Açúcar, que Estácio de Sá fundou a Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro em 1565.

A história do Bondinho começou em 1908 durante as comemorações do Centenário da Abertura dos Portos cariocas promovida por Dom João VI, quando o engenheiro Augusto Ferreira Ramos teve a ideia de construir um caminho aéreo entre os morros da Baía da Guanabara.

Em 1909, Ramos conseguiu a autorização da Prefeitura e fundou a Companhia Aéreo do Pão de Açúcar, que no ano seguinte, deu início à construção do primeiro teleférico brasileiro e terceiro no mundo.

O projeto era bastante ousado, só existiam dois teleféricos no mundo: Monte Ulia, na Espanha, com extensão de 280 metros, e o de Wetterhorn, na Suíça, com 560 metros. Ambos seriam pequenos diante do Pão de Açúcar, cujas duas linhas somam 1.325 metros.

Em 27 de outubro de 1912 foi inaugurada a 1ª linha que ia da Praia Vermelha até o Morro da Urca. Três meses depois, em 18 de janeiro de 1913, foi inaugurada a 2ª linha que ia do Morro da Urca até o alto do Pão de Açúcar.

Em 1969, a Companhia do Pão de Açúcar obteve autorização para duplicar a linha. Foram três anos de obras até sua inauguração em outubro de 1972.

Curiosidades

Cinema – 007

No filme de 1979, “007 Contra o Foguete da Morte”, o agente mais famoso do cinema, James Bond, esteve em terras cariocas e lutou contra o vilão Dentes de Aço no bondinho do Pão de Açúcar. Em uma das sequências mais eletrizantes do longa, James Bond se equilibra nos cabos de aço a mais de  500 metros de altura. Assista aqui 007 no Pão de Açúcar.

Equilibristas

Em 1967, os dois irmãos motociclistas e malabaristas alemães Brueder deslizaram sobre o cabo do trecho Pão de Açúcar/Urca. Em 1977, um equilibrista americano Steven McPeak caminhou sobre o cabo do teleférico carregando uma vara metálica.

Nascimentos

Duas crianças já nasceram nas dependências do Pão de Açúcar. Mário Barreiro Balcellos nasceu no Morro da Urca em maio de 1931, filho de um arrendatário de restaurante que havia no local. Em maio de 1933 nasceu Paulina Sampaio, filha de um homem que trabalhava no serviço de meteorologia da Aeronáutica.

Meio Ambiente

O Bondinho foi o primeiro ponto turístico certificado com o Selo Verde da ABNT, que reconhece os esforços da empresa em prol da conservação ambiental. Atualmente, o Bondinho adota 40mil m² de áreas verdes da unidade de conservação do Pão de Açúcar, dentre elas a Trilha do Morro da Urca e a Pista Cláudio Coutinho.

Montanhismo

O Pão de Açúcar é um dos morros mais escalados do Brasil. A primeira pessoa a realizar tal façanha foi uma mulher, a inglesa Henrietta Carstairs, em 1817.

Visitantes Ilustres

Albert Einstein, um dos visitantes ilustres do cartão-postal do Rio, descreveu o passeio como uma “viagem vertiginosa sobre floresta selvagem em cabo de aço. Em cima, um magnífico jogo de alternância de neblina e sol”. Além de Einstein, muitos visitantes ilustres já passearam no teleférico. Nomes como Bob Marley, John Kennedy, Tina Turner, Robert de Niro, príncipe Harry e, mais recentemente, Natalie Portman e Malala apreciaram a inesquecível vista do Rio.

Conheça o Rio de Janeiro

Em nosso guia do Rio de Janeiro você encontra dicas para planejar e aproveitar melhor a sua viagem. Saiba tudo o que precisa para visitar o Cristo Redentor e encontre passagens aéreas para o Rio de Janeiro.

As praias da região dos lagos são belíssimas e uma boa pedida para quem quer curtir um mar de azul cristalino e areias branquinhas que lembram o Caribe! A pacata Arraial do Cabo  e a badalada Búzios são cidades que podem facilmente fazer parte do seu roteiro principal. Confira as opções de pousadas em Arraial do Cabo e pousadas em Búzios.

Para quem prefere um maior contato com a natureza, a região da Costa Verde é o destino ideal, com destaque para Paraty e as praias da Ilha Grande, um lugar encantador e bem preservado, com paisagens incríveis e acomodações para todos os gostos e bolsos! Confira as opções de pousadas na Ilha Grande.

Leia também: Dicas para escolher a mala ideal para a sua viagem de avião