logo Melhores Destinos

7 restaurantes onde comer carne em Buenos Aires

João Goldmeier
João Goldmeier
09/12/2020 às 15:29

7 restaurantes onde comer carne em Buenos Aires

Enquanto eu escrevia esse texto, uma grande novidade chegou: o Don Julio, minha principal recomendação de onde comer carne em Buenos Aires, conquistou o 1º lugar na lista dos 50 melhores restaurantes da América Latina de 2020. É um feito inédito para uma parrilla. Mais um bom motivo para visitar o restaurante e devorar a lista que segue!

Brasileiros e argentinos podem ter suas diferenças quando o assunto é futebol. Mas no quesito carne, é unanimidade: os dois países apreciam um bom churrasco! A parrilha argentina é uma verdadeira instituição nacional e assunto sério por lá. Ao redor do fogo se discute política e futebol, se resolvem problemas e se reúne a família. Confira nossa lista com 7 restaurantes onde comer carnes deliciosas em Buenos Aires, feitas por um apaixonado por carnes e pela Argentina.

Antes de entrar na lista em si, é preciso dizer que não sou crítico gastronômico e nem esse é o intuito desta lista. São lugares que eu já visitei na capital portenha, alguns mais de uma vez, ou que tenho vontade de ir quando for novamente a Buenos Aires.

Onde comer carne em Buenos Aires

Don Julio

  • Endereço: Guatemala 4699 (esquina com Gurruchaga), Palermo
  • Ambiente: casual
  • Reservas: no site ou pelo telefone +54 (11) 4832-6058

Se tiver que escolher apenas um lugar onde comer carne em Buenos Aires, vá ao Don Julio. É o que faço religiosamente toda vez que vou à cidade. A qualidade nunca caiu, como poderia acontecer após o sucesso que ele alcançou nos últimos anos.

onde comer carne em Buenos Aires

Don Julio: o templo da parilla argentina. Foto: divulgação.

O restaurante ocupa um honroso 34º lugar na lista dos 50 melhores restaurantes do mundo – e acaba de conquistar o 1º lugar na lista de 2020 dos 50 melhores restaurantes da América Latina. Seu segredo é utilizar ingredientes locais e selecionados. O gado é de produção extensiva, alimentado no pasto. O Don Julio possui seu próprio açougue onde realiza seus cortes no processo de maturação dry-aged, que torna a carne mais macia e saborosa.

onde comer carne em Buenos Aires

Processo de maturação da carne feita pelo próprio restaurante. Foto: Infobae

Evidente que isso tem seu preço. Não dá pra dizer que o Don Julio é uma opção barata. Porém, levando-se em conta a qualidade da comida, eu diria que vale cada centavo.

onde comer carne em Buenos Aires

Mestre parilheiro “Pepe” Sotelo assando a carne no Don Julio. Foto: divulgação.

  • Dica 1: um corte de carne geralmente dá pra duas pessoas que comem normal, se forem pedidos um ou dois acompanhamentos – indico as papas fritas e os morrones (pimentão na brasa).
  • Dica 2: o Don Julio abriu pela primeira vez seu açougue para o público em geral durante a pandemia e hoje é possível comprar seus cortes para levar pra casa. Ideal para quem alugou um apartamento com churrasqueira. Só não esqueça que não é permitido trazer carne para o Brasil.
  • Dica 3: pule a sobremesa e vá tomar um sorvete na sorveteria Tufic, que fica na quadra de cima. O sorvete de flocos é uma delícia!
  • Dica 4: reservas são recomendáveis, mas a espera por uma mesa passa longe de ser desagradável, já que a casa brinda quem espera com petiscos e espumante.

Confira quais produtos de origem animal podem entrar com os viajantes no Brasil.

La Cabrera

  • Endereço: Cabrera 5099 ou 5127 (são dois endereços na mesma rua), Palermo
  • Ambiente: casual
  • Reservas: no site ou pelo Whatsapp +54 (911) 6820-4013

Conheci o La Cabrera antes de descobrir o Don Julio, apesar dele ser mais novo. Era uma época de real forte que permitiu pela primeira vez fugir das opções mais econômicas e ir a uma parrilha de respeito. A experiência foi fenomenal e é fácil entender o sucesso do restaurante.

onde comer carne em Buenos Aires

Um clássico de Buenos Aires, com tanto sucesso que tem uma filial na mesma rua. Ffoto: Camille Panzera.

Em um ambiente descontraído e familiar, a carne é a grande estrela. Mas as diversas guarnições que vem acompanhando roubam a cena! São molhos, purês, vegetais e otras cositas más que dão todo charme à refeição.

No La Cabrera o destaque vai para os acompanhamentos. Foto: Lei Ansen.

Dica: o restaurante possui um menu executivo no almoço que sai bem mais em conta que pedir à la carte. Ele conta com entrada, prato principal, sobremesa e uma taça de vinho, água ou refrigerante.

Dica 2: o La Cabrera possui um happy hour das 18h30 às 20hs com 30% de desconto no menu. Você deve entrar no restaurante até as 19h15 para aproveitar a oferta.

Lo de Jesus

  • Endereço: Gurruchaga, 1406, Palermo
  • Ambiente: casual
  • Reservas: pelo site ou pelo telefone: +54 11 4832-6011

Apesar de ser menos conhecida que as duas anteriores, Lo de Jesus está funcionando desde 1953 e nada dura tanto tempo se não tiver qualidade. A receita é parecida de outras parrilhas: uma casa antiga transformada em restaurante que serve carne e acompanhamentos.

Lo de Jesus, uma ótima opção de parrilha em Buenos Aires. Foto: divulgação.

Quando visitei o restaurante aproveitei uma oferta de menu do meio dia (que infelizmente não existe mais) e comi um bife de chorizo de respeito! As batatas fritas que acompanharam estavam muito bem feitas, sequinhas e crocantes.

O ambiente é super agradável e a carne divina!

Os donos do local abriram uma loja de vinhos anexa ao restaurante, que se chama Malbequeria e você pode comprar ali o vinho da sua refeição sem nenhum custo adicional (rolha).

La Carniceria

  • Endereço: Thames 2317, Palermo
  • Ambiente: casual
  • Reservas: no site ou pelo telefone +54 (11) 2071-7199

O restaurante é pequeno, reservas são recomendáveis. Foto: Pick up the fork.

La Carniceria quer dizer açougue em espanhol, para não ter dúvidas de suas raízes, centradas na boa tradição parrilheira argentina. Mas o lugar é moderno, vibrante e tem uma pegada mais moderna que se reflete também no menu, que vai além do bife de chorizo.

São quatro opções de pratos principais: um corte de churrasco, um defumado, um de javali e um de porco. Os acompanhamentos são igualmente originais como a releitura da tradicionalíssima provoleta, que aqui vem defumada e servida com pera, salsa criolla e verdes.

La carniceria: uma releitura das parilhas tradicionais, sem perder a essência. Foto: divulgação.

Aqui, considere quebrar a regra de que a carne argentina demanda um bom vinho Malbec. Peça um gin tônica preparado com o gin local Príncipe de los Apóstoles, que leva pomelo e erva mate na composição. Nada mais porteño!

Dica: Reservas são altamente recomendáveis.

El Pobre Luís

  • Endereço: Arribeños 2393, Belgrano
  • Ambiente: casual
  • Reservas: pelo telefone +54 (11) 4780-5847 ou pelo Whatsapp +54 (911) 2270-5142

Decorado com camisas de times de futebol, o El Pobre Luís é uma parrilha tradicional de Buenos Aires que fica fora do bairro de Palermo, endereço de quase todos os restaurantes desta lista.

El Pobre Luís tem um ambiente descontraído com diversas camisas de times de futebol. Foto: divulgação.

Embora todos os cortes tradicionais estejam disponíveis, o local é um dos únicos a servir pamplonas, que são cortes abertos (borboleta) de porco, frango ou carne dobrados em forma de salchicha, recheados com queijo, bacon e pimentão.

El Pobre Luís é um dos poucos lugares em Buenos Aires que servem a pamplona. Foto: divulgação.

Ainda não tive oportunidade de ir do restaurante, mas amigos que foram gostaram bastante e ele foi o ganhador do prêmio de melhor parrilha no disputado prêmio do Guia Óleo (em 2013, é bom que se diga), sempre uma boa referência.

Elena

  • Endereço: Cerrito 1455, Palermo
  • Ambiente: sofisticado
  • Reservas: no site ou pelo telefone +54 (11) 4321-1728

Localizado dentro do o Four Seasons, um dos hotéis mais caros de Buenos Aires, o Elena é talvez o ambiente mais elegante para se comer uma boa carne em Buenos Aires.

Inspirado nos pátios internos das residências coloniais, o Elena tem sofisticação mas também entrega comida de primeira.

onde comer carne em Buenos Aires

Ambiente sofisticado é a marca do Elena. Foto: divulgação.

A cozinha é aberta ao público que pode ver o chef Nicolás Díaz Rosáenz em ação preparando pratos como este “filé de brotossauro” da foto abaixo, que tranquilamente alimenta uma família inteira:

onde comer carne em Buenos Aires

“Filé de brontossauro” é um dos destaques no menu do Elena. Foto: divulgação.

Pela proposta e localização, o Elena talvez seja o restaurante mais caro dessa lista. Se o bolso permitir, vá sem medo.

Dica: o Pony Line, bar adjacente ao Elena é um ótimo lugar para tomar um drinque antes do jantar.

El Ferroviario

  • Endereço: Av. Reservistas Argentinos 219, Liniers
  • Ambiente: casual
  • Reservas: pelo telefone +54 (11) 4643-9164 ou Whatsapp +54 (911) 3059-7666

Da mais cara da lista, para a mais barata: o El Ferroviário é o típico bodegón argentino, com mesas comunitárias, pratos abundantes, preços baixos, vinho da casa servido com água com gás e ambiente sem nenhum luxo.

onde comer carne em Buenos Aires

Parrilha El Ferroviario, um autêntico bodegón argentino! Foto: divulgação

Pouca gente se anima a se aventurar no longínquo bairro de Liniers, distante cerca de meia hora de carro de Palermo. Pra quem gosta de futebol, pode ser uma boa ideia casar com um jogo do Velez Sarsfield, já que o Estádio José Amalfitani fica ali pertinho. Pode ser também um passeio interessante por um típico bairro bonaerense, longe das atrações turísticas.

A distância sempre me manteve distante de ir ao El Ferroviário, mas ele está sempre na listinha de lugares pra ir que levo para Buenos Aires. Quem sabe um dia…

Glossário da parilha: conheça os cortes de carnes da Argentina

Embora a maioria dos restaurantes listados acima estejam acostumados a receber turistas brasileiros, vale a pena aprender algumas palavras para tirar o máximo da experiência:

Cortes de carne

  • Asado de tira: ripa da costela cortada na transversal
  • Bife ancho: bife alto da parte dianteira do contrafilé
  • Bife de chorizo: bife alto da parte traseira do contrafilé
  • Chinchulínes: tripas do boi
  • Chorizo: linguiça de churrasco, parecida com a nossa
  • Entraña: diafragma do boi
  • Lomo: filé mignon
  • Molleja: timo, uma glândula do boi
  • Morcilla: linguíça de sangue de porco
  • Ojo de bife: miolo do contrafilé
  • Riñones: rins
  • Vacío: fraldinha

Pontos da carne

  • Jugosa: malpassado, com o interior bem rosado
  • A punto: ao ponto, ainda rosado ao centro
  • Bien cocida: bem-passada

Leia também:
O que fazer em Buenos Aires: 43 dicas para a sua viagem!
103 pontos turísticos de Buenos Aires!
Restaurantes em Buenos Aires: 50 lugares comer e beber 
Dicas de compras em Buenos Aires
Dicas de transporte em Buenos Aires
Como ir de Ezeiza a Buenos Aires

Maradona em Buenos Aires: um roteiro por 7 lugares que marcaram a vida do ídolo

E você, caro leitor? Já esteve em alguns destes restaurantes? Como foi a experiência? Tem outras dicas de onde comer boa carne em Buenos Aires? Deixe seu comentário!