logo Melhores Destinos

Malha aérea essencial começa a valer sábado, com voos para todas as capitais e mais 19 cidades brasileiras

Leonardo Cassol
27/03/2020 às 10:15

Malha aérea essencial começa a valer sábado, com voos para todas as capitais e mais 19 cidades brasileiras

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que recebeu os últimos ajustes de malha aérea das empresas GOL, Azul e Latam. Além das capitais dos 26 estados e o Distrito Federal, outras 19 cidades brasileiras serão atendidas.

Os voos terão início neste sábado (28) e estão previstos até o final de abril, distribuídos em frequências semanais com 723 voos no Sudeste, 153 na região Nordeste, 155 voos no Sul, 135 no Centro-oeste e 75 voos para a região Norte. A distribuição dos voos atende a preocupação do Governo Federal de manter uma malha que continue integrando o País, com ajustes para que nenhum estado fique sem pelo menos uma ligação aérea.

A malha emergencial é 91,6% menor do que a quantidade de voos normalmente operada pelas empresas para o período. O número de voos semanais passou de 14.781 para 1.241. Considerando a programação de Gol, Azul e Latam, a queda é de 56% das localidades atendidas, passando de 106 para 46.

Acontece que com a redução drástica de voos no mês de março, em decorrência da pandemia do coronavírus, havia o risco de uma paralisação total do serviço aéreo brasileiro. E foi justamente isso que a Anac tentou evitar.

Vale destacar que o transporte aéreo não é utilizado apenas por pessoas que viajam a lazer, mas também por profissionais de saúde e de outros serviços essenciais, pacientes em tratamento médico, sem contar o transporte de cargas vitais, incluindo órgãos para transplantes.

“A aviação de vários países está parando por completo. O que estamos fazendo no Brasil é porque sabemos que o serviço aéreo é essencial para ajudar o País a superar esse cenário sem precedentes, permitindo o deslocamento de materiais, profissionais de saúde e das pessoas que ainda precisam viajar”, destacou o Diretor-Presidente da ANAC, Juliano Noman.

De acordo com a Anac, também participam da ação o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), do Ministério da Economia, e o Ministério da Infraestrutura, que tem buscado junto aos governos estaduais apoio para a iniciativa.

A partir de maio pode ser que a malha aérea comece gradualmente a voltar ao normal, mais isso vai depender da evolução da pandemia de coronavírus no Brasil, bem como da demanda por voos. Enquanto isso não acontece, a mobilidade e a conectividade entre as principais cidades brasileiras ficará bem reduzida.

Voos por empresa

Veja no mapa abaixo a distribuição por região e Juntas as empresas aéreas operarão 1.241 voos semanais, sendo 483 voos da Latam, 405 voos da Azul e 353 voos da Gol.

Cidades atendidas por Região e por empresa

Confira a seguir lista de cidades atendidas por Região e por empresa.

E você, planejava viajar em abril e maio? Conseguiu remarcar ou planeja manter a viagem? Comente e participe!

Veja também: 

Devo adiar ou cancelar por conta da epidemia? Veja o que fazer e como!

Azul, GOL, Latam e VoePass fazem acordo com governo para remarcar voos sem custo para passageiros

Por que paramos de divulgar promoções de passagens e de pacotes por um tempo

Férias de julho: o que fazer? Três questões a considerar antes de decidir sobre viagens

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção