logo Melhores Destinos

Má notícia! Cartões Itaú deixarão de acumular pontos em transações de carteiras digitais de pagamento

Daniel Gadelha
Daniel Gadelha
11/11/2020 às 19:11

Má notícia! Cartões Itaú deixarão de acumular pontos em transações de carteiras digitais de pagamento

Má notícia para os clientes dos cartões de crédito Itaú e Credicard. O banco está enviando um comunicado por e-mail informando que o regulamento do programa de pontos será alterado. A partir de 27 de novembro de 2020, todas as transações feitas em carteiras digitais de pagamento não acumularão mais pontos.

A mudança deve ser motivada pela intenção do banco em mitigar os mecanismos de geração de pontos e milhas, como pagar contas e boletos com cartão de crédito através de aplicativos como Iti, RecargaPay, PicPay e Mercado Pago e, consequentemente, tornar a vida dos milheiros mais difícil.

No entanto, lendo o comunicado, surgem algumas dúvidas: Quais aplicativos serão considerados pelo Itaú como carteiras de pagamento? A regra vai valer para todos os cartões, inclusive co-branded? Os gastos feitos através das carteiras de pagamento ainda serão considerados para atingir as metas de isenção de anuidade?

Um exemplo interessante são as compras feitas através do AME (aplicativo das Americanas) e MagaluPay (aplicativo da Magalu), que geralmente oferecem ótimas oportunidades de cashback ao serem utilizados. Será que também serão considerados carteiras de pagamento? Se sim, muitos clientes serão prejudicados e motivados a utilizar o cartão de crédito de outro banco nessas transações.

Enviamos esses questionamentos ao Itaú e atualizaremos o post assim que tivermos retorno.

A mensagem do banco destaca ainda que compras feitas através do Apple Pay, Samsung Pay, PayPal e Google Pay seguirão pontuando normalmente. Confira:

Comunicado do Itaú aos clientes

Será que essa moda pega e outros bancos vão seguir o mesmo caminho? Esperamos que não.

O que diz o Itaú

Procurado pelo Melhores Destinos, o Itaú enviou o comunicado abaixo:

A fim de desestimular o uso indevido de cartões de crédito e evitar riscos ao ecossistema financeiro, os programas de fidelidade vinculados a todos os produtos do Itaú Unibanco deixarão de acumular pontos originados por transações via carteiras de pagamentos que desrespeitem regras estabelecidas pelas bandeiras de cartões e/ou normas das autoridades que regulam esse mercado. A medida terá validade a partir de 27 de novembro de 2020 e será aplicada, neste momento e em função de tais critérios, às carteiras RecargaPay e PicPay.

Vale ressaltar que os pagamentos realizados com carteiras digitais como Apple Pay, Google Pay, PayPal, Samsung Pay e carteiras vinculadas a sites e aplicativos de comércio eletrônico, como, por exemplo, Ame Digital, Magalu Pay, Mercado Pago, Rappi e iFood, entre outras, continuarão pontuando normalmente – assim como o Iti.

As compras realizadas por qualquer carteira digital continuarão sendo consideradas nas metas de gastos para a isenção de anuidade dos cartões com essa possibilidade. Atualizações sobre o assunto serão comunicadas previamente aos clientes.

Ou seja, pelo menos por enquanto, somente as transações feitas através do PicPay e RecargaPay é que deixarão de pontuar. Os demais apps (Iti, Mercado Pago, AME, etc) continuam pontuando normalmente.


Agradecemos a dica dos leitores Jean Marshall e Eduardo Moreira.

Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *