logo Melhores Destinos

Estados Unidos detalham regras para entrada de turistas a partir de 8 de novembro

Leonardo Cassol
Leonardo Cassol
25/10/2021 às 16:45

Estados Unidos detalham regras para entrada de turistas a partir de 8 de novembro

O governo dos Estados Unidos detalhou hoje as regras para a entrada de brasileiros e estrangeiros a partir de 8 de novembro, data da reabertura do país para o turismo. Não tem muita novidade, a não ser a liberação da comprovação de vacina para menores de 18 anos. Veja o que vai ser preciso para viajar para o país.

Quais as regras para viajar para os Estados Unidos a partir de 8 de novembro?

Para viajar para os Estados Unidos a partir de 8 novembro de 2021 será necessário apresentar os seguintes documentos:

  1. Comprovante de vacinação com as duas doses ou dose única. Serão aceitas todas as vacinas utilizados no Brasil. Basta apresentar o certificado emitido pelo Conecte SUS (veja como emitir seu certificado de vacina para Covid-19) ou um comprovante que contenha o nome completo, a data de nascimento, o centro de aplicação da vacina, o nome da vacina, as doses administradas e as datas de aplicação. Pessoas que tomaram doses de imunizantes diferentes também serão admitidas. Além disso, menores de 18 anos não precisarão do comprovante de vacina.
  2. Teste negativo de Covid-19 realizado até 72 horas antes da partida. Atualmente os Estados Unidos aceitam o RT-PCR (que pode ser feito gratuitamente por alguns planos de saúde) ou de antígeno (que custa mais barato que o PCR nas principais redes de farmácia do Brasil) com resultado em inglês, espanhol ou português. Fique atento ao prazo de entrega dos resultados, já que você precisará deles no momento do check-in. Menores desacompanhados precisão fazer o teste 24 horas antes do embarque.
  3. Passaporte com validade. Brasileiros precisam ter um passaporte válido durante todo o período de permanência nos Estados Unidos. Portanto, tire as teias de aranha do seu documento e verifique a validade logo. A emissão de passaporte no Brasil está normalizada e é possível tirar um novo em poucos dias. Veja como tirar o seu passaporte, passo a passo.
  4. Visto americano válido. O visto deverá estar válido no dia da entrada nos Estados Unidos. Ou seja, não tem problema se a validade estiver perto do fim ou terminar durante a viagem. Mas fique atento a eventuais mudanças de voos feitas pelas companhias aéreas. A Embaixada e os Consulados dos Estados Unidos no Brasil vão retomar a concessão de vistos em novembro. Hoje já foi possível agendar atendimentos em novembro em todas as unidades do país, mas a maior parte das vagas se esgotou rapidamente. Vale lembrar que se o seu visto venceu há menos de 48 meses (o prazo de 12 meses foi prorrogado) a renovação é simplificada e não será necessário uma nova entrevista.
  5. Comprovação de estadia e de recursos para bancar a viagem. Nada mudou aqui. Continua sendo necessário informar o motivo de sua viagem e o local de estadia. Além disso, se requisitado você deverá comprovar que tem recursos para bancar a viagem, como dinheiro em espécie ou em conta, cartões de crédito ou de débito, reservas pré-pagas etc.

live imigracao dicas

De acordo com o governo, além de menores de 18 anos, ficam isentos de apresentar comprovantes de vacinação:

  • participantes de alguns ensaios clínicos de possíveis vacinas contra a Covid-19;
  • passageiros com contraindicação médica para as vacinas;
  • pessoas com necessidade de viajar emergencialmente ou por razões humanitárias, que deverão apresentar uma carta do governo dos EUA comprovando a situação.

Se este é o seu caso, se informe como comprovar a exceção com o consulado.

O seguro viagem não é obrigatório, mas os Estados Unidos têm o serviço de saúde mais caro do mundo. Uma simples consulta para uma garganta inflamada pode custar mais de US$ 600 (cerca de R$ 3.270 no câmbio de hoje). Uma internação por covid-19 pode consumir todo o seu patrimônio. Portanto, nunca viaje para lá sem um bom seguro viagem!

Demanda de passagens para os Estados disparou

Após a divulgação da notícia da reabertura dos Estados Unidos, a demanda por passagens aéreas aumentou mais de 300%, de acordo com companhias aéreas e sites de viagem. Mas ainda existem boas tarifas para vários destinos. Confira algumas promoções de passagens para Miami, Nova York, Orlando e outros destinos mais buscados pelos brasileiros:

  • NOVA YORK OU BOSTON – Promoção de passagens a partir de R$ 2.266 com bagagem – Veja aqui
  • ORLANDO – Passagens a partir de R$ 2.038 saindo de São Paulo e mais cidades – Veja aqui
  • COSTA OESTE – Voos para Las Vegas ou Los Angeles a partir de R$ 2.406 saindo do Rio e mais cidades – Veja aqui
  • EUA 2X1 – Voos 2 em 1 para Nova York mais Orlando a partir de R$ 2.118 saindo de São Paulo e mais cidades – Veja aqui
  • MIAMI – Passagens para Miami a partir de R$ 1.764 saindo de Brasília, Curitiba e mais cidades – Veja aqui

Por fim, vale lembrar que o governo brasileiro ainda está exigindo um teste negativo RT-PCR antes do retorno para o Brasil, realizado pelo menos 72 horas antes do embarque, ou de antígeno pelo menos 24 horas antes do embarque. Algumas cidades dos Estados Unidos oferecem o exame gratuitamente ou com tarifas reduzidas, mas é preciso agendar com antecedência e ficar atento aos prazos de entrega dos resultados. Também é necessário preencher a declaração de saúde antes do embarque de retorno.

Cidadãos americanos poderão retornar ao país sem a necessidade de imunização, bastando apresentar teste negativo de Covid-19 realizado no máximo 24 horas antes do embarque.

Agora só falta o dólar baixar mesmo… mas a situação tá complicada!

Com informações da Casa Branca (em inglês)

E você, tem alguma viagem marcada ou planeja viajar para os Estados Unidos?