Como é voar com a TAP entre Lisboa e Fortaleza no novo Airbus A330neo

Como é voar com a TAP entre Lisboa e Fortaleza no novo Airbus A330neo

LIS Lisboa
FOR Fortaleza
TP 35
Avião Airbus A330neo
Classe Econômica
Poltrona 32C
Data 31/01/2020
Partida 16:30
Chegada 21:10
Duração 7:30
Por Leonardo Cassol
13/02/2020 às 17:04

A TAP é a companhia aérea com o maior número de voos diários entre o Brasil e a Europa, atendendo 8 cidades brasileiras com ligações diretas para Lisboa e/ou Porto. A partir de junho, vai iniciar voos para Maceió, seu nono destino no país. Voltei para o Brasil com a empresa no novo Airbus A330neo, no trecho entre Lisboa e Fortaleza, cuja avaliação completa você confere a seguir!

Em junho de 2018 eu tive o privilégio de participar de um voo de certificação do primeiro Airbus A330neo do mundo, recebido pela TAP. Portanto, eu estava bem animado de voar novamente nessa maravilha da tecnologia.

Além do Airbus A330neo, a TAP também utiliza jatos Airbus A330ceo (versão antecessora do neo) e os novos Airbus A321neo nos voos de longo curso para o Brasil.

Informações do Flight Aware

Compra da passagem

Eu comprei a passagem com milhas do programa TAP Miles&Go. Foram 53.000 milhas mais 84 euros de taxas por passageiro (num total de 4 pessoas), para os trechos Roma – Lisboa – Fortaleza, com parada gratuita (stopover) em Lisboa. A passagem incluía uma bagagem despachada por pessoa e a marcação de assento comum sem custo adicional. Achei um valor razoável, especialmente porque aproveitei uma das várias promoções que divulgamos no Melhores Destinos, com 100% de bônus nas transferências de pontos para o programa Miles&Go! No fim, cada bilhete saiu pelo equivalente a 26.500 pontos de cartão de crédito.

Check-in, Sala VIP e Embarque

Check-in

Cheguei ao aeroporto de Lisboa pouco mais de 3 horas antes do voo. Eu fiz o check-in pela internet, mas tive que passar no balcão para despachar as malas. Não tinha fila e fui prontamente atendido, após eu mesmo imprimir e colocar as etiquetas de bagagem no totem de autoatendimento.

A reserva dos assentos comuns nos voos da TAP é gratuita no check-in. Mas eu já tinha reservado os assentos antecipadamente.

Mesmo voando de classe econômica, por ter status Gold na Star Alliance (consegui com o status match feito para ex-clientes da Avianca Brasil), eu tinha direito a prioridade ao passar pela segurança e controle de passaportes no aeroporto de Lisboa. Mas, como esse benefício não é extensivo a acompanhantes, acabei abrindo mão e seguindo na fila comum com a minha família.

O controle de passaportes no aeroporto de Lisboa me pareceu bem mais ágil e eficiente do que nas minhas passagens anteriores por lá. Além de máquinas de autoatendimento, como as que existem em alguns aeroportos brasileiros, a organização das filas melhorou bastante. Finalmente! Levamos menos de 10 minutos para passar pelos raios-x e fomos em direção à Sala VIP da TAP. Vale lembrar que só pode usar as máquinas para a saída do país quem entrou na Europa por Portugal. Do contrário, tem que passar pelo controle tradicional, como foi o meu caso.

Sala VIP

A TAP tem uma excelente Sala VIP no aeroporto de Lisboa. O status da Star Alliance e o TudoAzul Diamante me davam acesso ao lounge com um acompanhante. Como, além de mim, um familiar tinha status Diamante na Azul, deu para todo mundo aproveitar o lounge.

Além de refeições quentes e frias, lanches e doces, a sala VIP oferece uma boa variedade de bebidas, entre vinhos, sucos, refrigerante, café etc. Tem ainda uma bela vista que permite acompanhar o movimento das aeronaves no aeroporto.

Eu acabei não fazendo imagens da sala VIP, mas compartilho algumas do meu colega João Goldmeier, que visitou o lounge em 2019.

A sala oferece ainda internet wi-fi gratuita. Lá também é possível tomar banho.

Deu pra almoçar na sala VIP. No dia da visita tinha risoto de frango, feijão fradinho, massa recheada com molho branco ou vermelho, além de várias opções de pães, salgados e frios. Sem contar os deliciosos pastéis de nata.

Depois da sala VIP passamos pelo controle de passaportes. A fila estava bem pequena, não levou mais que 5 minutos. Como eu tinha entrado na Europa por Paris, não pude usar o guichê eletrônico.

Embarque

O embarque foi no portão N46, um dos últimos do terminal internacional. Após uns 15 minutos de caminhada, chegamos exatamente no horário previsto para iniciar o embarque. O painel indicava “embarque próximo”, as filas já estavam formadas, mas a chamada foi começar mesmo uns 30 minutos depois do previsto. Não foi informado o motivo. Aí já viu… o povo estava naquela ansiedade para embarcar…

Depois da espera, chamaram as prioridades legais. Ainda assim, esse grupo ficou aguardando uns 10 minutos para entrar no avião, do lado de dentro do portão… e nada! Finalmente, quando liberaram a aeronave, chamaram os clientes da classe executiva e com embarque prioritário, seguido nas zonas de embarque A e B.

O voo estava com alta ocupação, mas não completamente lotado. Apesar do atraso, o embarque ocorreu relativamente rápido.

Partimos às 16:54, com 24 minutos de atraso. Depois de prontos para a decolagem, ainda aguardamos mais de 20 minutos para que o controle autorizasse a partida da aeronave, uma rotina no congestionado aeroporto de Lisboa.

A decolagem ocorreu às 17:21 e foi bem tranquila. Demorou quase uma hora até que o comandante apagasse o aviso de atar os cintos de segurança, apesar de não haver turbulência…

Cabine

O Airbus A330-900neo da TAP tem capacidade para transportar até 298 passageiros, sendo 34 na classe executiva e 264 na classe econômica.

A classe econômica conta com 264 assentos no formato 2-4-2. É uma configuração que me agrada bastante, pois dá mais privacidade para casais, além de opções para quem viaja em família, ou grupos maiores, especialmente se comparado às aeronaves maiores, com configuração 3-4-3 ou 3-3-3.

No SeatGuru dá para ter uma boa noção da distribuição dos assentos no Airbus A330neo da TAP (em amarelo e vermelho, os assentos que você deve evitar):

 

As primeiras fileiras da classe econômica são de poltronas premium (revestidas em tecido cinza, com detalhes em cinza escuro e vermelho). Possuem mais espaço e maior reclinação do que os assentos comuns. Mas é preciso pagar 70 euros (cerca de R$ 330) para desfrutar dessa comodidade. Vejam algumas imagens que eu registrei no primeiro voo que fiz no NEO, com ele vazio.

Já as poltronas comuns também são revestidas de tecido cinza, com acabamento na cor verde. Foi numa delas que eu me sentei, na poltrona 32C (corredor). Eu prefiro janela, mas viajar em família muitas vezes é isso, abrir mão das nossas preferências em prol de quem a gente ama!

Agora sim, as imagens da poltrona que viajei nesse voo. Tudo muito bem conservado e limpo.

Achei o espaço dos assentos comuns bem razoável no A330neo. Tenho 1,72 m e ficou sobrando espaço. Comparando com a econômica do Boeing 777 da Air France, que utilizei no voo de ida para a Europa, o neo da TAP ganha no conforto.

Outro destaque vai para a tela do sistema entretenimento, grande e com uma excelente resolução. Além da boa variedade de conteúdo.

Na poltrona também havia travesseiro e cobertor para todos os clientes. O revestimento do travesseiro não era dos mais agradáveis (meio áspero, prefiro o algodão). Já o cobertor era o padrão da classe econômica de quase todas as empresas aéreas. Acabei usando a coberta na hora do cochilo.

Um ponto negativo do A330neo da TAP, na minha opinião, é a ausência de saídas individuais de ar condicionado. Calorentos e friorentos tem que se contentar com a temperatura média da cabine. Mas, no fim das contas, isso não foi algo que me incomodou durante o voo.

Já os compartimentos de bagagem são bem modernos e com capacidade ampliada para acomodar muitas malas de mão. Vi pessoas com malas bem grandes, que mesmo assim não tiveram problema com espaço dentro do avião. Eu tinha apenas uma mochila e também não tive dificuldade de colocá-la no bagageiro (em voos longos acho desagradável levar qualquer coisa embaixo do assento).

Nos banheiros da econômica, além de lenços umedecidos, um kit com escova e pasta de dentes. Algo que não vejo com frequência em outras empresas. Ponto para a TAP!

Serviço de Bordo

Refeição principal

O jantar (ou almoço, dependendo do horário que a gente levar em consideração) foi servido cerca de uma hora após a decolagem. As opções eram arroz com frango e legumes, ou massa com carne e molho vermelho. Fiquei com a primeira opção. Como acompanhamento, salada verde com tomate e azeitona, pão, manteiga, além de mousse de chocolate de sobremesa.

Para beber, pedi vinho branco e água, que foram servido em copo plástico (não deram aquela garrafinha pequena de vinho, como algumas empresas dão). Havia também refrigerantes, soda, sucos, vinho tinto, entre outras opções para os passageiros.

O frango com arroz estava quente e saboroso, apesar da aparência um pouco pálida. Não me arrependi! Eu adoro arroz, e esse estava bem soltinho! Deu pra matar saudade, depois de vários dias viajando sem comer arroz…

A mousse estava leve e gostosa. Deu vontade de comer mais, mas minha condição física não permite ficar repetindo sobremesa por aí, fora a cara de pau de ter que pedir aos comissários, que eu não tenho! Nem precisei comer o kit kat (chocolate) que eu sempre trago na mochila para ocasiões como essa!

Dois pontos mereceram destaque, ao meu ver, além da boa qualidade da refeição: todos os talheres eram de metal; os comissários passaram 3 vezes oferecendo bebidas, tanto na refeição principal, como no lanche, antes do pouso. Acho isso bem legal, pois deixa os passageiros à vontade para repetir ou pedir uma nova bebida. É um diferencial no serviço, não tão comum nos dias de hoje.

Depois do jantar, dormi por umas duas horas. Minha vontade mesmo era dormir por mais tempo, mas como era um voo diurno, meu cérebro despertou querendo atividade. Resolvi saciá-lo!

Lanche

Uma hora e meia antes do pouso os comissários serviram o lanche. Não tinha opção de escolha para essa refeição, composta por uma caixinha com um sanduíche de queijo com peito de peru, mais um bolinho de banana. Para beber, fui de coca zero, estando disponíveis as mesmas opções de bebida do primeiro ciclo.

Tanto o sanduíche, como o bolo, estavam bem gostosos.

Achei o serviço muito bom para um voo de pouco mais de 7 horas de duração. Acima do esperado!

Entretenimento

O Airbus A330neo da TAP é campeão no entretenimento. Além do moderno sistema com telas individuais sensíveis ao toque, a aeronave conta com internet wi-fi e pacote cortesia para mensagens no Instagram, Facebook ou Whatsapp. Dá para receber e enviar mensagens de texto, mas há limitação para vídeos e imagens (até consegui baixar umas imagens, mas com dificuldade). Já nos pacotes o acesso é liberado para todos os sites, com velocidade bem maior.

As poltronas também possuem tomadas de energia e entrada USB para carregamento de equipamentos eletrônicos.

Nas telas, dezenas de filmes, séries, jogos e músicas, disponíveis em português, inglês e outros idiomas. Além disso, era possível acompanhar os detalhes do voo no Airshow, como a localização e velocidade da aeronave, distância percorrida e o tempo restante de voo.

No destaque da programação, o filme “Coringa”. Mas outros filmes recentes, como “O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio” e “Ad Astra” também faziam parte do acervo. Confira os filmes disponíveis no mês de fevereiro:

Mas acabei cedendo ao meu vício em séries de TV. Vi Chernobyl, que há tempos eu queria começar a assistir. É sobre o incrível acidente na usina nuclear, ocorrido em 26 de abril de 1986, quando eu tinha 5 anos. Consegui ver quatro dos cinco episódios da primeira temporada. Simplesmente sensacional! Recomendo! Falando nisso, vale a pena ler o excelente post do colega Wendell Oliveira sobre como está Chernobyl hoje.

E olha que eu estava preparado caso não tivesse nada na programação que me animasse, pois tinha baixado dezenas de episódios das minhas séries favoritas, além de alguns livros digitais. Acho que é o dever de casa que todo mundo que vai fazer um voo longo deveria fazer, pois afasta o risco de ficar entediado durante a viagem.

Uma pena o avião não ter as câmeras externas que permitem acompanhar todas as fases da viagem. Ainda assim, fiquei bem satisfeito com as opções de entretenimento, especialmente com o pacote gratuito de internet.

O voo todo foi bem tranquilo, sem nenhum imprevisto. Acho que as muitas opções de entretenimento contribuem para as pessoas ficarem mais relaxadas e sentadas em seus assentos. Nem parecia que tinha mais de uma dúzia de crianças a bordo.

Aliás, é impressionante o baixo nível de ruído dessa aeronave, especialmente quando ela atinge a altitude de cruzeiro (quando o avião termina de subir, após a decolagem). Bem silenciosa. É uma grande vantagem em relação aos modelos mais antigos. Ponto para a Airbus e para o NEO!

Equipe de solo e comissários

Não tenho reclamações em relação aos comissários e a equipe de solo da TAP. Foram gentis, atenciosos e prestativos. Destaque para as rodadas extras de bebida nas refeições, algo que me pareceu ser uma orientação da empresa (se não é, parabéns extra para a equipe!).

Programa de Fidelidade

O programa de fidelidade da TAP é o Miles&Go, uma evolução do antigo Victoria. A empresa mantêm parceria de acúmulo e resgate de milhas com a Smiles e com o TudoAzul, no Brasil, além de ser membro da Star Alliance, aliança de 26 companhias aéreas, incluindo United, Copa, Avianca, Lufthansa, Turkish, entre outras. São muitas opções, o que facilita a vida do cliente.

No Brasil, o TAP Miles&Go tem parceria com a Livelo, Itaú, Caixa, Pan, C6, Porto Seguro e Amex Membership Rewards.

As passagens para Portugal e para a Europa no programa custam a partir de 39.000 milhas o trecho, ou 78.000 milhas ida e volta.

Considerações finais

Chegada em Fortaleza

Na aproximação para o continente, pegamos uma turbulência leve.

Já era noite quando chegamos a Fortaleza. Céu limpo, poucas nuvens. Pousamos exatamente às 21:24, com 14 minutos de atraso.

Apesar de ser o único voo internacional que chega nesse horário ao aeroporto de Fortaleza, demorei uns 20 minutos na fila do controle de passaportes. Não há guichês eletrônicos e todo controle foi feito por quatro funcionários. Mas é compreensível, já que o aeroporto recebe poucos voos.

As bagagens já estavam na esteira quando eu passei pela imigração. Na alfândega, trânsito livre (como se na Europa a gente conseguisse comprar muita coisa com o Euro pela hora da morte, do jeito que está hahaha).

Avaliação Geral

Minha experiência com a TAP foi bem positiva. A empresa não fez só um upgrade em suas aeronaves, bem mais novas e modernas, mas também no serviço oferecido aos clientes. Fiquei bastante satisfeito e certamente voltaria a voar com eles.

Além de Fortaleza, os novos Airbus A330neo também voam para São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. E é possível que sejam incluídos em outras rotas, já que a TAP tem recebido novas aeronaves todos os meses.

Ainda que um NEO esteja programado para a sua rota, questões operacionais podem gerar mudanças no equipamento. Mas vale lembrar que a empresa aposentou os antigos Airbus A340 e reformou todos os Airbus A330 antigos. Ou seja, atualmente a TAP conta com 100% da frota nova ou reformada. Mesmo que você não voe no NEO, sua experiência será melhor do que antes, caso tenha viajado em alguma aeronave antiga da TAP nos últimos anos.

Nota final

TAP

Lisboa - Fortaleza

Voo TP 35

8,9
Embarque 8,5
Assento 8,5
Entretenimento 10
Amenidades 9,0
Equipe 9,0
Fidelidade 8,5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *