Jericoacoara – dicas para aproveitar sua viagem ao paraíso cearense!

Camille Panzera 25 · julho · 2018

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Jijoca de Jericoacoara, mais conhecida apenas por “Jeri”, é um dos destinos nordestinos que se tornou sensação entre os viajantes nas últimas décadas. A vila, localizada a cerca de 300km de Fortaleza, é um lugar pacato, com ruas de areia e cenários bucólicos – ideais para quem quer descansar e renovar as energias! Para conferir todas as dicas da cidade, acesse o Guia de Jericoacoara, no nosso Guia de Destinos!

Escondida entre dunas, lagoas, mangue e o mar, Jeri era uma simples vila de pescadores, um local de difícil acesso e com praticamente nenhuma estrutura. Hoje o cenário simples ainda se faz presente, mas a vila é também mais moderna, tem hotéis e pousadas com excelente estrutura, restaurantes e bares. As ruas permanecem com pouca iluminação, os pés continuam tocando a areia ao caminhar e aquela atmosfera quase familiar de uma cidade interior ainda é o que move e envolve o clima da região, que agrada a tanta gente.

Quando ir a Jericoacoara

Jericoacoara é um destino para visitar o ano inteiro. Entre a segunda quinzena de dezembro e o Carnaval a vila tende a ficar com mais turistas, especialmente durante o Réveillon, época bastante cobiçada. No primeiro semestre do ano a quantidade de chuvas é maior, e são elas que fazem as lagoas da região ficarem cheias – não significa, no entanto, que nessa época chove o dia inteiro, pelo contrário, ainda assim você poderá desfrutar de bons dias de sol e calor.
Já o segundo semestre é mais seco e para quem quer velejar, agosto é o melhor mês, com médias históricas de ventos fortes. Independentemente da época do ano, é bom saber que Jeri é um destino muito frequentado em fins de semana e feriados, então, nesses períodos, procure não deixar para fazer a reserva de sua pousada em cima da hora!

Clima em Jericoacoara mês a mês – Informações do site ClimaTempo

 

Como Chegar a Jericoacoara

A logística para chegar a Jeri não é das mais simples, mas já foi bastante pior. Atualmente há um aeroporto regional em Cruz, a 30 km de Jericoacoara que opera voos da Azul e há também a possibilidade de ir até o Aeroporto de Fortaleza e então seguir de carro ou ônibus até Jeri.


Caso opte por chegar no aeroporto da capital cearense, a sugestão que dou é procurar um transfer compartilhado que faça esse trajeto adicional até a vila – são vários motoristas oferecendo esse serviço, com a vantagem de serem pessoas mais experientes em atravessar a área de dunas do caminho até Jericoacoara. Se você não tem experiência em dirigir na areia, recomendo cuidado ao realizar esse trajeto em veículo próprio, pois não é raro veículos atolarem.

Não é possível circular com carro dentro de Jeri, todos eles devem ser deixados em um estacionamento nas redondezas da vila.

O que fazer em Jericoacoara

Jeri fica localizada na frente do mar e é a praia uma de suas principais atrações. As lagoas, formadas pelas chuvas e que têm águas cristalinas também são destaques da região. Passeios que levam ao lado leste e oeste da vila permitem conhecer toda a redondeza com facilidade. Veja abaixo as principais atrações de Jericoacoara:

Praia de Jeri – Ela é a principal praia da vila, usada por praticantes de Wind surf para aprender ou treinar o esporte. À frente do mar estão alguns hotéis, restaurantes e bares que durante a tarde oferecem um visual lindo para o pôr do sol. A praia de Jeri costuma ter um mar calmo e seu visual muda bastante com o subir e descer da maré.

Praia da Malhada – A Malhada é uma praia pouco frequentada de Jeri, mas que fica pertinho da vila, na direção leste do litoral. É ideal para quem procura um local tranquilo para curtir o mar e com fácil acesso a pé. Essa praia é utilizada por praticantes de kitesurfe e não tem nenhum comércio ou vendedores ambulantes.

Duna do Pôr do Sol – A querida duna, um dos símbolos de Jericoacoara, é a grande atração da vila no fim de tarde. Quando o sol vai se aproximando do mar, uma legião de pessoas vai fazendo o caminho até o alto da duna para apreciar o sol. O programa é clichê mas é maravilhoso! Não deixe de ir!

Pedra Furada – Cartão postal de Jericoacoara, a Pedra Furada é uma atração muito boita e que rende belas fotos. A pedra com uma fenda no meio fica na beira do mar, e em um determinado período do sol o pôr do sol ocorre “dentro” da pedra. A dica é ir andando de Jeri até a Pedra furada pelo mar, no período de maré baixa – a caminhada é linda, com praias pouco movimentadas e pedras diferentes.

Lagoa do Paraíso  – Localizada no município de Jijoca de Jericoacoara, a Lagoa do Paraíso é uma das principais atrações da região e que você não deve perder. É uma lagoa de águas cristalinas, com tons de azul e verde. Ao longo de sua extensão estão alguns estabelecimentos, entre eles o Alchymist, um club que tem uma estrutura excelente e boa comida. Vários dos estabelecimentos que ficam na lagoa colocam redes para os visitantes aproveitarem – assim você curte a lagoa e descansa ao mesmo tempo, uma delícia de lugar! Para quem quer curtir a lagoa de verdade, recomendo passar todo o dia todo no local, que dependendo do seu gosto, pode ser tão bom quanto passar o dia na praia (ou ainda melhor). Geralmente as pessoas visitam a Lagoa durante o passeio pelo litoral leste, mas o tempo acaba sendo restrito e a permanência na lagoa por pouco tempo. No centrinho da vila você encontra transportes que levam pessoas para passar o dia na lagoa e depois retornam para buscá-las.

Mangue Seco – A região do mangue localizada às margens do Rio Guriú, onde também é feito um passeio para observar cavalos marinhos. O cenário do mangue com árvores de raízes tortuosas é diferente e muito bonito. Alguns pequenos estabelecimentos da região colocam ali balanços e redes para os turistas, que levam para casa belas fotos como presente.

Passeio pelo litoral leste – O passeio de buggy pelo Litoral Leste de Jericoacoara faz um trajeto que passa pela árvore da preguiça – uma árvore com galhos “deitados” devido aos ventos fortes de Jericoacoara -, pela Lagoa Azul, pela Lagoa do Paraíso e uma parada opcional em Pedra Furada. É um passeio bem popular e que leva às principais atrações da região – não deixe de fazê-lo.

Passeio pelo litoral oeste – (Mangue Seco e Tatajuba) O passeio é bastante completo e através dele você pode conhecer um viveiro natural de cavalos marinhos, atravessar o Rio Guriú de balsa, fazer uma parada no Mangue Seco, atravessar dunas de areia, descer em um “tobogã” improvisado colocado nas dunas e curtir algumas horas da Lagoa da Tatajuba, que tem restaurantes ao seu redor, com mesas e redes na água. A atividade pode ser feita em buggy ou caminhonetes compartilhadas com outros visitantes.

Dica: Jeri não é um destino muito grande… com 2 ou 3 dias você consegue aproveitar boa parte do que a vila oferece. Sugiro apenas reservar um tempo para relaxar, curtir a natureza e aproveitar a atmosfera tranquila do lugar.

Para saber antes de ir: 

  – A vila de Jericoacoara é um lugar bastante simples, por isso não espere grandes avanços tecnológicos do lugar. Não há bancos ou caixas eletrônicos na vila e carros não podem circular sem autorização.

–  Em setembro de 2017 a Prefeitura de Jijoca, município do qual Jericoacoara faz parte, passou a cobrar uma Taxa de Turismo no valor de R$5 por dia de permanência por pessoa. Idosos com mais de 60 anos e crianças até 12 anos estão isentos da taxa. O valor pode ser pago previamente pela internet, através do site da Prefeitura de Jijoca ou na chegada à vila.

– Leve roupas leves na mala, faz calor o ano todo em Jeri. Roupa de frio, apenas leve, para se proteger do vento.

– Use e abuse do filtro solar. Como venta muito nessa região muitas vezes as pessoas não sentem o sol queimando.

– Cartões de crédito são amplamente aceitos nos restaurantes e lojas.

Onde comer e Jericoacoara

Jeri tem bons restaurantes, vários deles seguindo uma decoração rústica, típica do lugar. Para jantar em um lugar com comidas gostosas e pratos bem servidos, sugiro o Na Casa Dela, com gostinho de comida nordestina caseira. Para petiscar e tomar uma bebida, uma dica é o Freddysimo, e se quiser comer em um ambiente bem diferente, com pratos refinados, o Tamarindo é uma boa opção. Para uma refeição econômica, o Cantinho da Tapioca é uma boa pedida, e para sorvetes vá ao Gelato e Grano.

Onde ficar em Jericoacoara

Os mais variados tipos de acomodação estão presentes na vila, desde singelas e pequenas pousadas a luxuosos hotéis. Tudo depende do que você está disposto a pagar e receber. Algumas acomodações estão instaladas na beira da praia, outras ficam em ruas internas – mas no geral tudo é muito perto e acessível com pequenas caminhadas.

Uma pousada simpática, pequenina e muito bem localizada é a Baobá, ideal para quem procura algo econômico. Se você quiser uma pousada com um pouco mais de estrutura, então indico a Pousada Carcará, com ótimo atendimento dos funcionários e uma piscina gostosa para curtir o fim de tarde ou o Hotel Villa Terra Viva. Para quem prefere algo mais luxuoso, boas opções são o My Blue Hotel, com uma ótima estrutura na beira da praia ou o Essenza Hotel, que tem maravilhosas piscinas e quartos com piscinas privadas.

Para mais dicas de hotéis e pousadas em Jericoacoara, acesse um post completo sobre o tema!

E você? Já esteve em Jericoacoara? Conte pra gente o que achou da viagens e suas dicas imperdíveis!

Autor

Camille Panzera - Camille Editora de destinos