Como é voar na companhia low-cost francesa HOP

Marcel Bruzadin 11 · junho · 2015

O Melhores Destinos publica hoje uma das mais interessantes avaliações de companhias aéreas da Europa a HOP, isso principalmente por se tratar de uma companhia low-cost, concorrente das tão conhecidas Ryan Air e EasyJet. A HOP foi fundada em março de 2013, através da fusão de três companhias aéreas regionais da França (Airlinair, Brit Air e Regional, todas pertencentes ao grupo AirFrance) e surgiu justamente com o objetivo de atuar em trechos curtos e oferecendo um serviço básico por um preço justo e razoável. Hoje a companhia possui uma frota de 101 aeronaves, entre modelos Embraer, Bombardier e ATR, que voam entre 69 destinos na Europa.

como-e-voar-hop

Mas será que vale a pena voar com a HOP? Quais as vantagens e benefícios que a companhia oferece aos usuários? Vale a pena pegar um trecho com a HOP ao invés das tradicionais companhias low-cost europeias? É isso que vamos detalhar nos próximos parágrafos através do relato completo do nosso leitor Eliziel Ferreira.

Confira a avaliação de voo na íntegra e boa leitura. 

Introdução

Confesso que não era minha intenção viajar pela HOP ao escolher o trecho de retorno ao Brasil em minha viagem à Europa. Contudo, a oportunidade em conhecer o serviço de uma nova companhia me deixou curioso e animado, por isso acabei decidindo experimentar o voo e posso descrever a experiência de ter voado com a HOP como uma surpresa agradável. Na ocasião fiz o voo de Zagreb, capital da Croácia, a Paris.

Compra

A compra da passagem foi realizada diretamente no site da Air France como parte do trecho entre Zagreb e São Paulo, com conexão em Paris. Na verdade, soube momentos antes da compra que voaria pela companhia ao verificar os horários de voos disponíveis oferecidos pela Air France, fator que me deixou curioso para obter informações sobre a HOP, que até então eu não conhecia. Mais curioso ainda é que no site da HOP (www.hop.com), atualmente, não são vendidos bilhetes para o trecho que eu voei.

Check-in e embarque

Cheguei duas horas antes do voo ao aeroporto de Zagreb, o que permitiria certo conforto para despachar a mala e comer alguma coisa com tranquilidade. Fui ao totem para realização do check-in e um funcionário do próprio aeroporto se aproximou para oferecer ajuda, achei isso bem peculiar, pois geralmente são os empregados das companhias que fazem esse trabalho.

como-e-voar-hop-checkin

Após o check-in, o funcionário do aeroporto mostrou o local para despacho das bagagens da Air France/ KLM e informou que o local abriria em 20 minutos.

Depois de ter dado uma volta no aeroporto, que não é muito grande, fui até o local para despachar a bagagem. Não havia filas, a funcionária que me atendeu foi gentil e passou as informações necessárias da minha viagem.

O embarque iniciou com uns 10 minutos de atraso do horário inicial previsto. Entramos no ônibus e ficamos cerca de 10 minutos aguardando, o que de certa forma causou certo desconforto. Essa foi a única parte ruim da viagem. Não nos foi dada nenhuma informação durante a espera dentro do ônibus. Em seguida, foi liberado o acesso à aeronave e decolamos com uns 20 a 25 minutos de atraso.

como-e-voar-hop-embarque-aeronave

Avião e serviço

O avião utilizado no trecho foi um Embraer E-190, que me surpreendeu por ser bastante novo e bem conservado, configurado com 2 poltronas em cada lado. As poltronas eram forradas em couro e como disse, todas bem conservadas, eram confortáveis e o espaçamento era razoável, nada muito surpreendente.

como-e-voar-hop-espaco-poltronas

A tripulação foi simpática e receptiva durante todo o voo e todos os avisos foram dados em francês e inglês.

Refeições

Foi oferecido um brownie com nozes e banana e para beber: água, coca-cola, sucos de laranja, maçã e tomate no serviço de bordo (o lanche estava delicioso por sinal). Apesar de ser uma low-cost, o serviço não foi cobrado, nem havia um encarte nos bolsões das poltronas com os itens disponíveis para venda a bordo.

como-e-voar-hop-lanche

Entretenimento

Como entretenimento, havia apenas uma revista, a mesma que é distribuída nos voos da Air France.

como-e-voar-hop-revista

Chegada

O voo chegou ao Aeroporto Charles de Gaulle/Roissy com 10 minutos de atraso. Foi um voo muito tranquilo e confortável. Ao pousar, o avião seguiu para um local mais afastado do aeroporto, onde havia várias aeronaves da HOP estacionadas. O local que descemos, provavelmente, era um “puxadinho” como o existente em Guarulhos. Ao desembarcar, pegamos um ônibus e seguimos para o terminal 2F do aeroporto. O trajeto que o ônibus fez foi bastante longo, só comprovou que o Aeroporto Charles de Gaulle é realmente enorme!

como-e-voar-hop-patio

Conclusão

Achei a experiência de voar pela HOP muito válida, gostei muito! Achei a aeronave ainda mais conservada que os aviões da própria Air France. Não tenho dúvidas que voltaria a voar pela HOP em outra oportunidade.

Publicado por

Marcel Bruzadin

Marcel

  • Pedro

    A HOP nao é low cost.
    É uma regional do grupo AF-KLM.
    Assim como a Portugalia para a TAP por exemplo.

    Low cost do grupo AF-KLM é a transavia.

    A HOP foi criada para fazer concorrencia a empresas lowcost que faziam rotas regionais diretas, para os passageiros nao terem que passar pelos HUBs de paris

    • bernard

      Certo, nada de low cost ! Basta dar uma olhada nos preços ! Nenhuma comparaçao com Ryanair ou Easyjet. Preços nas alturas !!!!

  • Paulo Alexandre

    Excelente relato

  • Lairton

    Legal, utilizo bastante as cias Lowcost europeias e uma pergunta me vem:
    Porque os voos na Europa são tão suaves, nunca causam desconforto, principalmente nos ouvidos. Aqui no Brasil todos os voos deixam meio surdos por um tempo, achava que era só comigo, mas comecei a observar e notei que todo mundo fica colocando o dedo nos ouvidos, esfregando…
    Porque esse desconforto é causado? Porque na Europa com aviões semelhantes nada acontece?

    • Guilherme Appolinario

      Na Ryanair os voos que peguei não costumavam ser suaves. Já presenciei duas crises de sinosite por conta da velocidade com que eles descem na aproximação ao aeroporto de destino e consequente pressurização/despressurização da cabine. Acho que você simplesmente deu sorte.

    • Diego Porto

      Também sempre acontece comigo, uma sensação que meus ouvidos vão estourar. Nunca aguento a pressão.

      • Eliezer Fonseca

        Isso é lenda… Pode acontecer em qq lugar, com qq cia. Comigo a sensação mais estranha foi num vôo da AirAsia (KUL-HKG). Fiquei literalmente surdo quando começou a descida, sensação horrível que só passou depois do desembarque, próximo da imigração.

  • Ernesto Lippmann

    Ótimo relato, você poderia dar dicas sobre a Croácia?

    • SILVIA FRUNGILO

      Olá Ernesto .Estive na Croácia e adorei. O guia da folha sobre a Croácia é bom mas pesquise mto no mochileiros.com. Comida ótima e farta, povo hospitaleiro, fiquei 13 dias e ficaria mto mais. O parque Plitivice é mto melhor do que aparece no guia. se vc quiser dicas, me passe seu email que te mando.abraços Sílvia

    • Moacir F

      Eu também estive lá, por 8 dias e recomendo o país. Concordo com a Sílvia, Plitvice é lindo, recomendo fazer o passeio de dia inteiro, é longo, mas muito belo. Dubrovnik é uma joia, o órgão do mar em Zadar é surpreendente. Gostei de todos os lugares que visitei (e faltou ir à ilha onde nasceu Marco Polo, que tive informações, é muito bonita também)

  • Antonio Silva

    Adoro os relatos de companhias aéreas do MD !!!

    • jajunior

      são a melhor parte do site

  • ATD

    Bem por ser uma regional entende-se que o embarque por onibus pode ser aceitavel até por que a aeronave é de menor porte agora o que revolta é pagar quase 50.00 reais de taxa de embarque e ter que desembarcar quase 150 pessoas como acontece frequentemente no galeão é um saco por que atrasa tudo, 150 malas, 150 pessoas o avião para lá na PQP pq a Cia aérea quer economizar umas moedas parando logo na area remota ao inves do finger… enfim Brasil né se pelo menos o serviço de rampa fosse eficaz pq o tempo que demorei para receber a mala foi quase o mesmo do tempo de vôo (1 hora).

  • Ernesto Lippmann

    Moacir e Silvia obriado pelas dicas, vou pesquisar nos mochileiros, embora seja uma viagem para o ano que vem. meu mail é ernestoadvogado arroba magica yahoo ponto com ponto br (coloquei desta forma para evitar os robos de spam)