Priority Pass: conheça o programa que dá acesso a mais de 1.200 salas VIP no mundo todo

Denis Carvalho
28/05/2014  ·  5:40Publicado 28 · maio · 2014  ·  5:40Atualizado 22 · nov · 2018

Priority Pass: conheça o programa que dá acesso a mais de 1.200 salas VIP no mundo todo

Atualizado em novembro de 2018

O Priority Pass é um programa que oferece acesso a salas VIP em aeroportos do mundo todo. São mais 1.200 salas VIP em mais de 100 países, que podem ser desfrutadas pelos associados – uma vantagem e tanto, especialmente para quem viaja com frequência ou passa muitas horas em conexão.

Os membros do Priority Pass têm acesso às salas VIP não importa qual seja a classe de sua passagem. Mas nem sempre esse acesso é gratuito. Dependendo do tipo de associação você terá que pagar uma taxa para acessar os lounges. 

Salas

O Priority Pass oferece acesso a oito salas VIP no Brasil, nos aeroportos de Belém, Brasília, Campinas, Curitiba, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro (Galeão,  e Santos Dumont) e São Paulo (Congonhas e Guarulhos).

A empresa ainda oferece lounges em Buenos Aires, Santiago, Montevidéu, Santa Cruz de la Sierra, Bogotá, Quito, Lima, Cusco e muitas outras cidades na América do Sul.

Há ainda dezenas de salas VIP nos Estados Unidos e lounges nos principais aeroportos do Caribe, América do Norte, Europa, Ásia e África.Confira aqui a lista completa. As salas oferecem espaços para descanso e trabalho, além de bebidas e snacks gratuitos.

sala VIP em Buenos Aires

sala VIP em Buenos Aires

Quanto custa?

Todo este conforto tem um preço – e não é dos mais baratos. O mínimo que você vai desembolsar por ano é US$ 99, já o plano mais caro custa US$ 399 anuais. As três opções de plano são:

1. Standard – Custa US$ 99 por ano, mas não oferece acesso gratuito às salas: para ter acesso é cobrada uma taxa de US$ 32 pelo associado e o mesmo valor pelo convidado.

2. Standard Plus – Custa US$ 299 por ano, mas oferece dez visitas sem custo adicional às salas. Após esse limite, passa a ser cobrada a taxa de US$ 32 pelo associado. O convidado paga US$ 32 pelo acesso.

3. Prestige – O plano mais completo do Priotity Pass custa US$ 429 por ano e oferece acesso ilimitado sem custo adicional às salas VIP em todo o mundo. O convidado paga US$ 32 pelo acesso.

Como funciona?

O funcionamento é o mais simples possível. Após assinar o programa, o associado recebe um cartão. Ao chegar à sala VIP basta apresentá-lo para ter acesso, que dependendo do plano escolhido pode ser gratuito ou custar US$ 27. Caso seja necessário o pagamento, ele não é feito na sala VIP, mas debitado posteriormente no cartão de crédito indicado pelo associado.

Segundo o programa, a maioria das salas VIP permite o acesso de um número ilimitado de convidados, sendo que o acesso de cada um custa US$ 27.

Cartões de crédito

Até pouco tempo atrás alguns cartões de crédito oferecem acesso ao Priority Pass como diferencial. Agora apenas um oferece, o Porto Seguro Visa Infinite.

É um cartão top de linha com anuidade cara, mas pode ser uma boa para quem viaja bastante.

Sala VIP em Los Angeles

Sala VIP em Los Angeles

Vale a pena?

Essa é uma pergunta muito pessoal, que depende de fatores como a quantidade anual de viagens de cada pessoa, a possibilidade acesso às salas por outras formas (passagens em executiva, programas de milhas) e a real necessidade de acesso aos lounges, especialmente por questões profissionais.

Caso julgue conveniente aderir ao programa, é importante fazer as contas de acordo com a quantidade de usos anual, para verificar qual dos três planos é o mais adequado ao seu perfil.

Para quem viaja pouco, apenas a lazer nas férias, por exemplo, parece não ter muito sentido investir no programa, visto que pode ser mais barato até pagar pelo acesso à sala VIP, quando disponível.

E você? Tem ou já teve o Priority Pass? Acha que compensa aderir ao programa? Deixe sua opinião nos comentários e participe!