logo Melhores Destinos

O que fazer em Pomerode: guia com atrações, hospedagens e dicas

Mari Kateivas
22/12/2023 às 17:04

O que fazer em Pomerode: guia com atrações, hospedagens e dicas

Singela e pacata, Pomerode é uma grata surpresa no interior de Santa Catarina. Não bastasse seu sossego convidativo para muito viajante, parte da sua singularidade está em abrigar a Rota do Enxaimel, eleita pela ONU como uma das melhores vilas turísticas do mundo. Sendo ainda o maior polo gastronômico da região do Vale Europeu, ela se sobressai pelos sabores que oferece – e te fazem querer voltar! Tanto que a cidade foi eleita o melhor destino do Brasil no Prêmio Melhores Destinos 2023/24.

Neste post vamos te dar dicas sobre o que fazer em Pomerode, desde a visita ao Zoológico Pomerode e ao Alles Park, até indicações de hotéis em Pomerode. Também vamos contar nossas impressões da visita ao destino autointitulado como a “cidade mais alemã do Brasil”.

O que você vai encontrar neste post:

  • O que fazer em Pomerode
  • Onde ficar em Pomerode
  • Quando ir a Pomerode
  • Como chegar a Pomerode
  • Restaurantes em Pomerode
  • Características de Pomerode
  • Para quem é a viagem a Pomerode
Pousada Mundo Antigo, em Pomerode

Vista da Pousada Mundo Antigo, em Pomerode

Pomerode – SC

Perto das movimentadas Blumenau (cerca de 30 km) e Balneário Camboriú (97 km), Pomerode é daquelas cidades para desacelerar. Seja para ficar atento à natureza que emoldura o lugar, para ouvir as histórias das famílias locais resgatando suas origens germânicas, para experimentar um prato típico alemão aguçando todos os sentidos ou enquanto aproveita um café da manhã bem caseiro em uma pousada rural.

Sobretudo, o pequeno município do interior releva riqueza na sua gente. Sim, gente que conta com orgulho a própria trajetória, deixando uma marca no turista que passa sem grandes pretensões. Por isso, vá preparado para conversar e conhecer quem lhe receber na rota turística – isso fará toda diferença!

Osterfest Pomerode Páscoa

Foto: Daniel Zimmermann

Embora não exista uma definição oficial de qual é a cidade mais alemã do Brasil, Pomerode é reconhecida por sua forte identidade cultural e por ser um dos principais destinos turísticos para quem busca conhecer um pouco mais sobre a cultura alemã no Brasil. Essa conexão germânica faz sentido porque muitos dos fundadores da cidade eram imigrantes da antiga Pomerânia (Pommern), região ao norte da Alemanha. Vale dizer ainda que a região de Pomerode foi uma vila de Blumenau até 1959.

Se você é de um grande centro, desapegue-se do ritmo apressado e tente viver ao máximo a experiência que é visitar Pomerode. Com variedade de atrações, desde museus e parques temáticos até trilhas e cachoeiras em meio à natureza, o município de 34 mil habitantes tem detalhes genuínos que merecem sua atenção.

Rota do Enxaimel, Pomerode

Casa Siewert está na Rota Enxaimel e é aberta à visitação

Dentre as suas características únicas estão os eventos com tradições locais, mantidas pelos moradores com descendência alemã. Exemplos são a Osterfest, festival de Páscoa com o maior ovo decorado e a árvore com mais ovos naturais do mundo (os dois estão no Guinness Book); e a animadíssima Festa Pomerana, realizada em janeiro para celebrar a herança cultural dos imigrantes alemães que se estabeleceram na região no século XIX – sempre regada à muita música, dança, comida e, claro, cerveja!

Festa Pomerana 2023

Zoológico de Pomerode

Por muito tempo, o turismo na cidade tinha o Zoo Pomerode Bioparque como principal atração local. Fundado em 1932, o lugar passou por várias transformações desde então e hoje tem mais de 900 animais de 220 espécies.

Zoológico de Pomerode

Foto: Renato Soares/MTur

O curioso é que o zoológico começou como hobby do empresário Hermann Weege, pois ele se interessava por animais domésticos e silvestres, como capivaras, antas e porcos-do-mato. O lugar foi o primeiro zoológico de iniciativa privada da Região Sul e é o terceiro mais antigo do Brasil.

Atualmente, o zoo é um excelente passeio para fazer com crianças e recebe muitos visitantes. Com espaço amplo, ele abriga elefantes, flamingos, leão, jaguatiricas, pinguins, girafas, hipopótamo, tigre e ursos.

Zoológico de Pomerode

Renato Soares/MTur

Adultos pagam R$ 50, enquanto policiais, bombeiros, professores, estudantes, crianças (4 a 14 anos) e idosos pagam R$ 25 no ingresso. O lugar tem restaurante e lanchonete, além de estacionamento.

Alles Park

Um dos diferenciais de Pomerode é que existe neve por lá! Parece mentira, mas é justamente por isso que o parque temático Alles Park é uma das principais atrações de Pomerode, pois muita gente quer conhecer a Vila da Neve!

Para quem não gosta de frio, sem problemas. O espaço oferece outras dez opções: carrossel de madeira (Karrussel), fonte de água interativa (Wasserwelt), playground infantil (Spielplatz), labirinto de espelhos (Espelho, Espelho Meu), aviões de brinquedo (Fliegl), brincadeira para simular o trabalho em uma mineração (Bergbau), jogo com enigmas para desvendar e escapar antes de acabar o tempo (Puzzle Room), o percurso de obstáculos com brinquedos infláveis e redes suspensas (KinderZone), uma roda gigante e, o mais recente, Hang Challenge, que testa a força dos visitantes.

O parque começou a funcionar sem cobrar para acessar a parte externa do espaço, que conta com o Karrussel e a Wasserwelt. Entretanto, depois, suspendeu a entrada gratuita e passou a cobrar ingressos a partir de R$ 59. Saiba mais no nosso post especial sobre o Alles Park.

Rota do Enxaimel

Ao todo, Pomerode tem cerca de 220 edificações enxaimel. E é o Bairro Testo Alto que reúne muitas delas, ao longo de 16 km em um trajeto rural, compondo a famosa Rota do Enxaimel. Reconhecido mundialmente, o trecho abriga a maior concentração fora da Europa de casas construídas com a técnica que dá nome ao percurso. O visual arquitetônico, normalmente com paredes de tijolos à vista e telhados inclinados, chama a atenção por não ser comum na maior parte do Brasil.

Rota do Enxaimel, Pomerode

Se você não entende muito sobre arquitetura como eu, o enxaimel é uma técnica de construção e foi levada a Pomerode pelos imigrantes germânicos no século XIX. Trata-se de um método em que as paredes são montadas a partir de vigas de madeira encaixadas e preenchidas com tijolos. Por contarem com encaixes, as edificações podiam ser transferidas de lugar com o passar do tempo.

Foto: Visite Pomerode/Divulgação

Os jornalistas Sandro e Thayana, meus colegas e editores do Melhores Destinos, visitaram a Rota do Enxaimel e mostram um pouquinho dela no vídeo que fizeram sobre o circuito turístico do Vale Europeu. Veja a seguir:

Fazer a Rota Enxaimel vale a pena?

Fazer a rota é um passeio obrigatório para quem visita Pomerode, mas não pense em fazê-lo correndo, apenas passando com o carro na frente das casas em enxaimel, pois isso será pouco atrativo e passará longe da experiência que a rota pode oferecer.

É essencial fazer paradas no caminho para entender por que o lugar foi considerado uma das vilas mais turísticas do mundo pela ONU – escolhida dentre mais de 170 destinos, em 75 países.

Acredite, conhecer as histórias das famílias das residências abertas à visitação vai enriquecer seu passeio. Há duas casas que podem ser visitadas e o ingresso em cada uma delas custa R$ 15 por adulto e R$ 5 por criança. Como são casas dos moradores locais, recomendo entrar em contato com os proprietários antes da sua visita e conferir o horário de atendimento (veja aqui os contatos: Casa Radünz e a Casa Siewert), caso esteja fazendo seu passeio sem guia. Apesar de ficarem abertas a maior parte do tempo, é legal ir com a certeza de que passará por lá e poderá conhecer os locais.

Casa Radunz, Pomerode

Iracema recebe os visitantes na casa enxaimel da família, construída pelo avô dela

Diferentemente do que muita gente pensa, as casas enxaimel não ficam uma ao lado da outra. Elas estão espalhadas por algumas ruas do Bairro Testo Alto, então é preciso ficar atento ao mapa da rota.

Mapa da Rota do Enxaimel

Sugiro que você pare para conhecer os estabelecimentos locais também, já que o trajeto conta com chocolates, artesanato, venda de suculentas, bolachas artesanais, cucas, conservas, adega, pousada, camping com pescaria, três restaurantes e uma trilha com acesso à Cascata Hornburg. Se tiver tempo, tire um dia para conhecer a rota com calma e aproveite tudo o que ela tem a oferecer.

Há quem diga que a Rota do Enxaimel é 8 ou 80. Há quem ame a proposta do trajeto e há aqueles que não recomendam. É natural, os perfis de viajantes são diferentes e várias situações podem influenciar nessa experiência. Eu sou do time que se encantou por ela e sugiro não perder essa oportunidade desde que possa conhecê-la com calma (tô torcendo para você ter uma vivência positiva como a minha, que foi como uma viagem no tempo).

 

Vila Encantada

Vila Encantada (Parque dos Dinossauros), em Pomerode

Chamado popularmente de “parque dos dinossauros”, o Vila Encantada é um parque de experiências lúdicas e educativas que envolvem o universo dos dinossauros. Além das várias enormes réplicas dos animais, o lugar super convidativo conta com tobogã de 25 metros de extensão, cama de gato com teias de elástico, uma enorme piscina de bolinhas, fontes para refrescar e oficinas.

Apesar do parque ter vários profissionais, os pais precisam ficar no local o tempo todo. O lado positivo é que todos os brinquedos podem ser usados pelos adultos, incentivando as brincadeiras em conjunto. Com várias atividades, o passeio leva pelo menos 1h30, mas quem quiser pode aproveitar tudo o que é oferecido das 9h às 18h, com possibilidade de saída e retorno ao parque no mesmo dia.

Adultos e crianças a partir de 3 anos pagam R$ 49 pelo ingresso, com direito a um brinde. O local conta com uma lanchonete com opções a partir de R$ 10. O maior público do lugar são crianças de 2 a 12 anos, mas há atividades educativas para adolescentes até os 14 anos. Há ainda um espaço específico para bebês.

A ideia do espaço é muito criativa e realmente instiga os visitantes a viverem 100% o presente, curtindo as experiências de descobertas, aprendizados e brincadeiras. Enquanto estive lá, vi uma pessoa trabalhando no notebook enquanto a criança ficava nos brinquedos e vi pais aproveitando todas as brincadeiras com as crianças, ou seja, a proposta atende bem diferentes perfis. Um dos atrativos que chama a atenção é o Dino Bebê, que ganha vida diante das crianças em um laboratório. Ele interage e é uma gracinha, haha!

Osterfest

A Osterfest é um dos eventos mais conhecidos de Pomerode e é bem fácil entender o motivo. Ela celebra a Páscoa de um jeito tão único, a ponto de ter duas atrações que foram parar no Guinness Book, o livro dos recordes: um ovo gigante de Páscoa e a maior árvore de páscoa (osterbaum) do mundo. Outro destaque do evento é o resgate feito à memória da imigração alemã.

Osterfest Pomerode Páscoa

Em 2017, a árvore da Osterfest de Pomerode entrou para o Guinness World Records. Na verdade, o livro dos recordes criou uma categoria diante da Osterbaum de Pomerode, que teve 82.404 casquinhas de ovos naturais!

Dois anos depois, em 2019, outra atração também garantiu um posto no Guinness World Records. A cidade passou a ter o maior ovo decorado do mundo, com 15 metros de altura! Foram 48 dias para o ovo ficar pronto.

Cheia de capricho, atividades para fazer com a família, delicias gastronômicas e toques da cultura alemã, a festa é bem interessante e vale a visita. Leia mais sobre a Osterfest aqui.

Museu do Automóvel

Um dos passeios populares de Pomerode é o Museu do Automóvel. Ele abriga uma coleção de belíssimos carros antigos e clássicos fabricados entre as décadas de 1940, 1950 e 1960, queridinhos dos famosos como Elvis Presley e Marilyn Monroe. Muitos são relíquias e encantam os visitantes apaixonados por carros – público mais indicado para fazer o passeio.

Cadillac, Mercury, Mustang e Corvette são os principais modelos que representam o luxo da época e mostram a história dos automóveis. O museu também exibe motocicletas antigas e permite fazer fotos em alguns dos modelos. Ingressos custam R$ 49,90 (de 14 a 59 anos) e R$ 24,90 (de 5 a 13 anos, estudantes e visitantes a partir de 60 anos).

Museu Casa do Imigrante Carl Weege

Museu Casa do Imigrante Carl Weege (Foto: Visite Pomerode/Divulgação)

Pomerode conta ainda com outros sete museus (veja aqui). Dentre eles, destaco o Museu Casa do Imigrante Carl Weege e a exposição permanente na Pousada Mundo Antigo (ambos ficam em casas em enxaimel e permitem uma viagem no tempo com toda mobília original de séculos passados).

Pousada Mundo Antigo, Pomerode

Casa do século 19 original e com mobília da época, na Pousada Mundo Antigo

Fábricas de Pomerode

Um dos polos econômicos de Pomerode é o de produção fabril. Dentre as várias fábricas da cidade, algumas oferecem tours que revelam a história e bastidores das produções. Normalmente, as empresas vendem seus produtos aos visitantes (não necessariamente mais baratos). Veja algumas que você pode visitar.

Fábrica de chocolates Nugali

Rota do Enxaimel, Pomerode

Apaixonados por chocolate não podem perder essa experiência na Nugali Chocolates. A fábrica é aberta ao público para visitação e tem um passeio autoguiado interessante, para crianças e adultos.

Durante o tour, os visitantes aprendem desde o plantio do cacau, as fases da produção, a fabricação e ainda aproveitam a degustação de quatro tipos de chocolate no final. Recomendamos que faça a visita durante a semana, para poder ver a produção na fábrica acontecendo.

Adultos e crianças a partir de 4 anos pagam R$ 40 pelo tour. A duração é de cerca de 30 minutos e, após a visita, é possível comprar os chocolates premiados da Nugali na loja da fábrica.

Achei tudo de muito bom gosto, com informações bem didáticas e interessantes (inclusive sobre o mundo dos negócios), as quais aproximam o público dos bastidores desse tipo de produção brasileira, reconhecida mundialmente. Os chocolates da degustação são realmente deliciosos (dá vontade de ficar pra sempre enchendo a colherzinha que a gente ganha de presente, haha).

Cervejaria Schornstein

A visita guiada à fábrica da Cerveja Schornstein tem como destaque a explicação de como ocorre a produção das cervejas e a história da marca. Com diversos tanques no local, o visitante pode aprender e tirar dúvidas com o mestre cervejeiro da fábrica. Os ingressos custam R$ 50, o que inclui um copo, degustação de três cervejas de diferentes estilos direto do tanque e o tour guiado (antes de ir, verifique se o passeio está disponível).

Cervejaria Schornstein, em Pomerode

Fotos: Cerveja Schornstein/Divulgação

Pertinho da fábrica também é possível visitar o prédio que deu início à cervejaria. Atualmente, o espaço abriga o Schornstein Kneipe, que é o bar da marca. O prédio se destaca na paisagem pela chaminé, que deu origem ao nome Schornstein, que, em alemão, significa chaminé (é tão óbvio, mas fica bonito em alemão, né? haha).

Cervejaria Schornstein, em Pomerode

Queijos e embutidos em Pomerode

Para quem gosta de queijos, a visita à Pomerode Alimentos pode ser interessante e deliciosa. A pequena fábrica local de queijos artesanais oferece visita guiada com degustação de segunda a sábado, mas para ver a produção acontecendo é importante fazer o tour de segunda a sexta-feira. O ingresso para adultos é R$ 30, com direito a bônus de R$ 10 em compras na loja de fábrica.

A história da empresa se mistura com a da cidade, já que a primeira fase dela teve início com a produção do tradicional creme de parmesão em bisnaga chamado de Kraeuterkaese, feito com erva fina importada e produzido há 70 anos. Depois, o empreendimento foi comprado pelos fundadores da Cervejaria Eisenbahn e começou a passar por mudanças. Atualmente, a marca conta com vários produtos premiados internacionalmente – motivo bem fácil de entender durante a degustação, pois são simplesmente incríveis!

Já os interessados em suínos defumados, como diferentes tipos de linguiças, também devem dedicar um tempinho do roteiro para experimentar os embutidos da fábrica Olho. O destaque não poderia ser outro: eles produzem a verdadeira (e famosa) “Linguiça Blumenau”. Produzida pela fábrica desde 1934, a receita original exige defumação artesanal que permite um sabor único – a linguiça é bem macia e muda de sabor conforme o preparo.

Uma curiosidade é que o nome “Linguiça Blumenau” surgiu naturalmente, após o produto da tradicional Família Weege cair no gosto dos moradores e viajantes, que pediam por ela com frequência no primeiro armazém de secos e molhados da cidade. Caso esteja se perguntando, a linguiça tem o nome da cidade vizinha porque, até 1959, a região de Pomerode pertencia à Blumenau. A loja de fábrica Olho fica na Rua Paulo Zimmermann, 90.

Portal Turístico Sul

Portal Turístico Sul, Pomerode

Foto: Prefeitura de Pomerode/Divulgação

Um dos cartões postais de Pomerode é o Portal Turístico Sul. Além do charme dele, com detalhes em enxaimel, o lugar também funciona como o Centro de Informações Turísticas. Portanto, é indicado visitar o portal assim que chegar ao município, para verificar se tem alguma programação especial acontecendo ou tirar dúvidas sobre algum atrativo turístico.

Centro de Informações Turísticas

Aproveitando a visita, dentro do prédio do pórtico você pode tirar fotos usando trajes típicos alemães e comprar produtos de artesãos locais – desde souvenirs até roupas (é só subir as escadas e encontrará milhares de opções de presentes e sabores regionais). O artesanato é algo muito valorizado em Pomerode e também pode ser apreciado em outros pontos da cidade.

Portal Turístico Sul, Pomerode

Produtos da Associação dos Artistas e Artesãos de Pomerode

O destino não é dos mais baratos, principalmente em relação às comidas típicas e passeios (as hospedagens costumam ter preços padrões de outras cidades e algumas são bem em conta). Se for visitar Pomerode em família e for ficar mais de dois dias, incluindo vários passeios, a conta pode ficar alta. De todo modo, há opções para fazer uma viagem mais econômica – por exemplo, se for apenas para visitar a Osterfest (que oferece opções de alimentação com diferentes preços) e escolher conhecer mais um atrativo da cidade.

Morros da Turquia, Azul e Schmidt

Sentir a brisa e admirar uma bela paisagem são ótimas opções para quem gosta de passeios em meio à natureza. Cercada por montes e morros, Pomerode tem cantinhos interessantes para quem quer ver a cidade e a região com ângulos privilegiados. Alguns desses lugares são os Morros da Turquia, Azul e Schmidt.

Morro da Turquia, Pomerode - Foto: Raphael Carrasco / Jornal de Pomerode)

Morro da Turquia – Foto: Raphael Carrasco / Jornal de Pomerode

A cerca de 10 km do Portal Turístico Sul está o Morro da Turquia, o qual faz parte da Rota Raízes Germânicas. Ele tem 586 metros de altura e é o mirante natural mais próximo da região central da cidade. Lá de cima é possível ter vistas incríveis do vale e da cidade, principalmente ao amanhecer e ao entardecer. É possível chegar o mirante de carro, de segunda a segunda, sem nenhuma taxa.

Um pouco mais alto, o Morro Azul tem 764 metros de altitude. Ele oferece uma paisagem panorâmica de Pomerode, Timbó, Blumenau, Indaial e, quando o clima ajuda, é possível ver o mar a olho nu! O lugar é bastante procurado para a prática de voos de asa-delta e parapente (veja aqui a escola que presta serviço no local). Como parte do Parque Ecológico Freymund Germer, o Morro Azul pode ser acessado com carro e moto por Timbó e Pomerode (mas tenha cuidado se for visitar o local sozinho, alguns trechos exigem mais atenção).

Se sua busca for por um lugar ainda mais alto, a sugestão é o Morro do Schmidt, com seus 931 metros de altura. No alto do cume há uma casa de instalações de antenas que serve de mirante. Quando o céu está limpo é possível ver o mar e vários municípios do Vale Europeu e do litoral. Você pode ir até o morro pela Rua Morro do Schmidt ou pela Rua Morro Trettin, mas o caminho é acessível somente para veículos com tração nas quatro rodas, por isso, é indicado que seja feito com guias da região. Quem tem preparo físico, pode subir o trecho de quase 10 km de bicicleta.

Cicloturismo no Vale Europeu

Cicloturismo Vale Europeu

Foto: Clube de Cicloturismo do Brasil/Divulgação

Pedalar sobre duas rodas enquanto descobre o Brasil é atrativo para muita gente! Se você faz parte desse público, não posso falhar ao não contar que Pomerode faz parte do roteiro do Cicloturismo do Vale Europeu.

O circuito de 300 km proporciona sete dias de pedaladas, com pernoite em lugares diferentes. Aventureiros com preparo físico podem fazer o trajeto sem grandes preocupações, pois ele é tranquilo e autoguiado (com sinalizações, placas e setas). O trajeto circular passa por Timbó, Pomerode, Indaial, Ascurra, Rodeio, Dr. Pedrinho, Rio dos Cedros, Benedito Novo e Apiúna – com uma média de 50km por dia.

Uma informação interessante é que essa rota é muito conhecida no Brasil pelos cicloturistas e foi a primeira a ser organizada especialmente para ciclistas. Ela passa por atrativos turísticos da região, como cachoeiras, arquitetura colonial e atrativos naturais, passando por estradas de terra bem tranquilas.

Se ficou interessado, confira mais informações no site oficial do trajeto, que inclui uma planilha de informações do circuito. No link você também encontra o circuito para quem quer fazê-lo caminhando, com duração de nove dias.

Placa indica circuito do caminhante no Vale Europeu

O que fazer em Pomerode em um dia?

Selecionamos 24 atrações para mostrar o que fazer em Pomerode, conforme o público mais comum de cada um deles. Confira, escolha e planeje o que é mais interessante conhecer na sua passagem de um ou mais dias na cidade.

Apesar da cidade ser muito procurada para os viajantes passarem um dia, um fim de semana ou um feriado, principalmente por aqueles que também visitam Blumenau, recomendamos uma permanência maior na cidade para poder aproveitar com calma suas experiências.

Alles Park

Roteiro com crianças

  • Zoológico Pomerode (tempo de visita: de 1h30 a 2h30)
  • Alles Park (tempo de visita: um período ou dois)
  • Vila Encantada (tempo de visita: de 1h30 a 4h – há atividades para crianças das 9h às 17h)
  • Tour na fábrica de chocolates Nugali (cerca de 30 minutos)
  • Day use na Pousada Paraíso Enxaimel Mundo Antigo (passeio de pôneis, cavalgadas, charretes, pedalinho, pescaria, mesa de pebolim e ping-pong – das 9h às 17h mediante agendamento)
  • Trilha da Natureza (tempo de visita: 1h)
  • Museu do Brinquedo Pomerode (tempo de visita: até 1h)
  • Osterfest (ocorre de fevereiro a abril)
  • Weihnachtsfest – Natal em Pomerode (ocorre em dezembro)
Vila Encantada (Parque dos Dinossauros), em Pomerode

Vila Encantada

Roteiro para casais

  • Rota do Enxaimel (tempo de visita: é possível fazer a rota de carro em cerca de 45 minutos, mas não é o indicado. Tire pelo menos um período do dia para conhecer as casas abertas à visitação e experimentar os produtos locais)
  • Casa do Imigrante Carl Weege (tempo de visita: 30 minutos)
    – Tour na fábrica e visita ao bar da Cervejaria Schornstein (tempo do tour: cerca de 30 minutos)
  • Museu do Automóvel (tempo de visita: cerca de 30 minutos)
  • Tour na fábrica de chocolates Nugali (cerca de 30 minutos)
  • Alles Park – se quiser conhecer a pequena Vila da Neve (tempo de visita: cerca de 1h)
  • Loja da tradicional Porcelana Schmidt (tempo de visita: cerca de 25 minutos)
  • Museu Pomerano (tempo de visita: até 1h)
  • Portal Turístico Sul (tempo de visita: cerca de 20 minutos)
  • Tour na fábrica dos queijos Pomerode Alimentos (tempo de visita: cerca de 30 minutos)
  • Passeio Pomerano (tempo de visita: dependerá se fará compras ou se vai consumir em um dos estabelecimentos)
  • Festival Gastronômico (ocorre em julho)
  • Pomerode Bierfest (ocorre em novembro)

Alles Park, Pomerode

Roteiro para ciclistas e passeios com natureza

  • Cicloturismo no Vale Europeu
  • Pedalada pela Rota do Enxaimel
  • Trilha da Natureza (tempo de visita: 1h)
  • Morro da Turquia
  • Voo de parapente no Morro Azul
  • Morro do Schmidt
Morro Azul, Pomerode

Morro Azul – Foto: Visite Pomerode/Divulgação

Hotéis em Pomerode

Pomerode é uma cidade pequena, portanto, a rede hoteleira não é grande. Por isso, o viajante precisa ficar atento para garantir uma hospedagem que atenda suas necessidades.

Apesar da oferta interessante de lugares, planejar a reserva com antecedência é ainda mais importante se você pretende conhecer a cidade em períodos de eventos locais ou da Oktoberfest de Blumenau – já que Pomerode acaba recebendo viajantes das cidades vizinhas e do Brasil todo nas duas ocasiões, principalmente na última.

 

Selecionamos alguns hotéis, pousadas e chalés para quem quer saber onde ficar em Pomerode. Também incluímos residências de moradores locais, que estão disponíveis para alugar e ajudam a aumentar a oferta de hospedagem. Veja a seguir.

Hospedagem Distância do centro Nota no Booking Reserva
Loft com vista 10,6 km 9,7 Reserve aqui
Casa enxaimel 2,6 km 10 Reserve aqui
Casa Hoffmann 5,5 km 9,5 Reserve aqui
Casa Branca Pousada 2,8 km 9,3 Reserve aqui
Pousada Casarão Schmidt 200 metros 9,0 Reserve aqui
Pousada Blauberg 1,9 km 8,7 Reserve aqui
Pousada Casarão Gastehaus 7,4 km 8,7 Reserve aqui
Apto temático Cerveja 500 metros 9,7 Reserve aqui
Recanto Wunderwald Pomerode 2,8 km 10 Reserve aqui
Pousada Oma Helga 700 metros 8,5 Reserve aqui
Pousada Max Pomerode 400 metros 8,4 Reserve aqui
Hotel Bergblick 2,4 km 8,6 Reserve aqui
Recanto Kuglin 12 km 9,8 Reserve aqui
Pousada Casa Wachholz 4,5 km 10 Reserve aqui

Onde ficar em Pomerode

De uma maneira simplista, é possível conhecer várias atrações de Pomerode a pé nas suas três vias principais: Avenida 21 de Janeiro, Rua XV de Novembro e Rua Hermann Weege – essas duas últimas formam quase um vai e vem, já que são paralelas, dividias pelo Rio Testo. Portanto, se hospedar nelas ou nas proximidades pode facilitar seu passeio, já que a maioria das atrações de Pomerode fica no Centro.

Para ter uma ideia, a Rua Hermann Weege (e a continuidade dela) concentra o zoológico, a Vila Encantada, o Teatro Municipal e o Centro Cultural (onde ocorre a Osterfest), o Passeio Pomerano (com várias lojinhas e restaurantes), a Cervejaria Schornstein, a fábrica da Pomerode Alimentos, os museus Pomerano, do brinquedo e do automóvel, além da Rodoviária Municipal.

Passeio Pomerano, Pomerode

Passeio Pomerano

Algumas opções na região central são a Pousada Oma Helga (hospedagem familiar com café da manhã colonial), a Pousada Max Pomerode (fica em um casarão tradicional da cidade), o Hotel Schroeder (café da manhã com produtos regionais), o Hotel Bergblick (oferece suítes com hidromassagem e varanda) e a Casa Branca Pousada (com poucas suítes, lagoa e bela paisagem).

Se você estiver de carro e quiser hospedagens fora do principal trecho, com ainda mais sossego, há outras opções interessantes também, como as hospedagens da Rota do Enxaimel, localizadas em vias próximas à Rua Testo Alto.

Um dos lugares é o Recanto Kuglin, uma casa enxaimel restaurada da década de 1930 que comporta até seis pessoas. A hospedagem fica no fim da Rota do Enxaimel, na zona rural, a cerca de 12 km do Centro. Apesar da “distância”, a paisagem e sossego do lugar impressionam, fazendo valer muito a pena. Há diárias a partir de R$ 295.

Outro lugar perfeito para entrar no clima da rota é a Pousada Casa Wachholz, uma das residências mais antigas de Pomerode. Construída na década de 1860, a casa enxaimel é tombada pelo Patrimônio Estadual e foi restaurada pela família Wachholz. Ela também fica na zona rural e, por isso, o silêncio e a natureza ao redor tomam conta da propriedade. O lugar oferece espaço para até 11 pessoas e é alugado por completo para oferecer mais privacidade. As diárias partem de R$ 625.

Quem quiser acampar ou visitar o destino de motorhome pode aproveitar a natureza no Camping Pomerode. Além da estrutura completa para quem se hospeda (fontes de energia, banheiros e cozinha coletiva), o lugar tem lagoas com peixes para pescaria. A taxa para usar o espaço é de R$ 35, por pessoa, de sábado para domingo, e de R$ 65 de sexta-feira até domingo.

Do lado oposto da cidade você também encontra a Pousada Paraíso Enxaimel Mundo Antigo. Em um lugar de natureza exuberante, a hospedagem oferece um excelente café da manhã caseiro e muito sossego. Localizada na zona rural, ela fica a cerca de 6 km do Centro e oferece sistema de pensão completa, além de atividades de lazer, como cavalgada e pescaria. A hospedagem é simples e com atendimento familiar, é bem limpa e tem um visual encantador – composto pelas casinhas enxaimel e os montes em torno da propriedade.

Pousada Mundo Antigo, Pomerode

Pousada Mundo Antigo – Fotos: Mari Kateivas

Restaurantes em Pomerode

A cultura alemã se faz ainda mais presente em Pomerode quando se trata de gastronomia! Há diversos restaurantes que oferecem pratos típicos germânicos cheios de fartura e padarias com cafés coloniais deliciosos.

Rota do Enxaimel, Pomerode

As bolachas Delicaten ficam na Rota do Enxaimel

Caso sua intenção seja levar o sabor de Pomerode para casa, é possível comprar chocolates, embutidos suínos, queijos e cervejas artesanais, cucas e bolachas decorativas. Acredite, depois de muitos anos viajando só com bagagem de mão e item pessoal, Pomerode me fez pagar por uma mala despachada para conseguir levar vários sabores da cidade para minha casa.

Um dos lugares tradicionais da culinária da cidade é o Restaurante Wunderwald. O estabelecimento fica em uma casa enxaimel com traços da época colonial e a decoração também é inspirada nas tradições da Alemanha. Todos os garçons usam trajes típicos, e os clientes são recebidos com músicas germânicas ao vivo aos fins de semana. Por lá, um dos pedidos mais famosos é o Eisbein (pururuca) e os chopes da Cervejaria Schornstein, de fabricação local. Para quem viaja com crianças, há espaço kids para elas.

O lugar oferece cardápio com pratos da cozinha alemã, italiana, diferentes tipos de porções e frutos do mar. Se quiser experimentar vários pratos da gastronomia germânica, recomendo pedir o Fritz, Frida & Cia, com opções para servir de duas a quatro pessoas. Ele conta com marreco recheado, guarnecido com quatro bockwurst cozidas (linguiças branca e vermelha), repolho roxo com passas, aipim frito com bacon, chucrute, purê de maçã, nhoque de batata-doce, arroz branco, mostardas e raiz forte – o prato é muito bem servido, pedimos a porção para duas pessoas e ainda sobrou. O valor é de R$ 224,50, incluindo o couvert artístico, sobremesa e cafezinho.

Para a sua tarde em Pomerode ficar ainda melhor, dê uma passadinha na Torten Paradies e aproveite o buffet de café colonial da confeitaria (R$ 88,90 kg). Há ainda diversas opções de bolos, bolachas decorativas, tortas, cucas caseiras, apfelstrudel (simplesmente maravilhoso!), sorvete artesanal, pães e salgados para experimentar. De terça a domingo o lugar também oferece buffet no almoço.

Instalado em um belo casarão histórico de 1945, o Biergarten Pomerânia é mais uma opção para experimentar comida alemã com ingredientes regionais e cervejas artesanais. A parte externa é bem ampla com detalhes em madeira, o lugar conta com música ao vivo, espaço para as crianças e até uma competição curiosa, em que ganha 1 litro de chope quem conseguir ficar mais tempo segurando uma baita caneca de vidro com 1 litro de água.

Um dos pratos mais completos, que serve de duas a três pessoas, é o Eisbein, por R$ 169. Nele vai joelho de porco cozido lentamente com ervas e vinho tinto, porção de spätzle tricolor, batatas bolinha assadas e repolho roxo e duas salsichas bock.

Se você sempre procura por uma boa pizza enquanto viaja, há ainda a Bierwein Pizzaria. Localizada no charmoso Passeio Pomerano, a linda casa enxaimel de dois andares vende pratos típicos alemães e também pizzas deliciosas feitas em forno a lenha. Um sabor maravilhoso é a de filé mignon com funghi. O valor da pizza grande é de R$ 72 (ou confira o cardápio completo).

E caso faça a Rota do Enxaimel em um fim de semana, não perca a oportunidade de comer o buffet bem caseiro do Rancho Lemke (R$ 60 aos sábados e R$ 65 aos domingos). O bom dessa opção é que você come à vontade e repete aqueles pratos típicos que mais gostou ao longo da viagem – incluindo sobremesa. O restaurante tradicional fica em uma casa do século 19, no rancho que é tombado.

Se preferir peixe, também pode almoçar no Restaurante Rota da Truta, que oferece uma sequência de filés de trutas em sete diferentes receitas (R$ 97, mediante reserva). Elas são servidas acompanhadas de salada, patê de truta defumada, pão caseiro, pirão de Truta, polenta frita e arroz.

Para quem não gosta ou não pode comer as principais comidas típicas alemãs, não se preocupe. Normalmente destacamos esses pratos porque são os mais buscados pelos turistas no geral, mas os restaurantes também tem outras opções, como em qualquer outra cidade. A variedade costuma ser grande, desde bebidas até porções. Outros locais da gastronomia local você pode ver aqui.

Quando ir a Pomerode?

Você encontrará atrações em Pomerode em qualquer época do ano, mas como já é de se esperar, os períodos dos principais eventos da cidade atraem mais visitantes.

Festa Pomerâna, em Pomerode

Janeiro

  • Festa Pomerana: Evento comemora as tradições da cultura pomerana com comidas típicas, desfiles e competições bem divertidas.

Fevereiro a abril

  • Osterfest: Festa de Páscoa com atrações que estão no Guinness Book
Osterfest Pomerode Páscoa

Grupo Folclórico na Osterfest

Julho

  • Festival Gastronômico de Pomerode: Evento transforma a cidade em uma vila gastronômica com vários restaurantes, que oferecem pratos germânicos e produtos regionais

Festival Gastronômico de Pomerode

Novembro

  • Bierfest: Atração reúne competições de cervejas artesanais e gastronomia

Novembro e dezembro

  • Weihnachtsfest (Festa de Natal): Com programação natalina e muita decoração temática, Pomerode se transforma para receber turistas e moradores na época mais lúdica do ano – inclusive com tradições germânicas.

Com várias opções de trilhas para o cicloturismo, a cidade também recebe a competição Desafio dos Rochas, para atletas de mountain bike. Neste ano, ela foi realizada em abril.

Antes de decidir a data da sua viagem, confira o calendário de eventos e confira a programação do que pretende participar.

Previsão do tempo em Pomerode

Quando mencionamos quando ir a um determinado destino, também é importante saber como é o clima por lá no período da viagem. Segundo o monitoramento meteorológico Weather Spark, “a temperatura ao longo do ano em Pomerode varia de 12 °C a 29 °C, e raramente é inferior a 7 °C ou superior a 32 °C”.

Dentro dessa variação, é possível dizer que os dias mais quentes são predominantes na cidade. Mesmo nos meses de inverno, as temperaturas podem ficar em torno de 25 °C.

Osterfest Pomerode Páscoa

Estive lá no fim de março e encarei dias muito quentes com chuva leve à noite. Se você prefere temperaturas mais amenas e períodos com pouca chuva, é recomendável visitar a cidade em maio e junho.

O município tem vários passeios ao ar livre, em meio à natureza, mas se acontecer de estar chovendo muito na sua viagem, fique tranquilo porque também há atrações em ambientes cobertos.

Osterfest Pomerode Páscoa

Se busca pelo friozinho de Santa Catarina, o mais indicado é visitar a cidade em julho. Em média, a temperatura mínima fica em torno dos 13°C, e a máxima é de cerca de 21°C. Além disso, julho tem mais dias de sol para serem aproveitados.

Alguns dias antes da sua viagem, confira aqui a previsão do tempo em Pomerode para preparar sua bagagem. Aproveite e confira o que não pode faltar na mala do bom viajante no vídeo a seguir:

Onde fica Pomerode? Saiba como chegar

Pomerode fica em Santa Catarina, na região do Vale do Itajaí, a cerca de 70 quilômetros do litoral do estado. É possível chegar à cidade de ônibus, carro ou avião (pelas cidades da região).

Como chegar a Pomerode de avião

O aeroporto mais próximo de Pomerode é o de Navegantes, localizado a cerca de 75 km de distância. Os demais são Joinville (87 km), Florianópolis (183 km) e Curitiba (187 km).

A partir do Aeroporto Internacional de Navegantes – NVT, você pode ir para Pomerode de táxi e transporte por aplicativo (apesar de haver poucas corridas aceitas). O mais indicado é contratar o serviço de transfer ou de aluguel de carro no aeroporto se quiser ir direto para a cidade.

Outra opção é ir de Navegantes até o Centro de Blumenau com o ônibus da Transporte Executivo no aeroporto. O custo é de R$ 60 o trecho e a viagem tem duração de 1h30. Depois, você deverá pegar outro ônibus até Pomerode, pela Viação Catarinense (a partir de R$ 13,71 o trecho, com duração de 35 minutos).

Aeroporto de Navegantes

O transporte executivo fica na área de desembarque do Aeroporto de Navegantes

Como chegar a Pomerode de ônibus

É fácil chegar a Pomerode de ônibus, especialmente para quem está em Santa Catarina. Há boa oferta de ônibus partindo de cidades como: Balneário Camboriú, Blumenau (veja as opções aqui), Florianópolis, Gaspar, Ilhota e outras, além de Curitiba. Caso seu destino não tenha viagens para Pomerode, tente buscar a passagem para Blumenau. A partir da cidade vizinha, é fácil e barato seguir viagem em um ônibus até Pomerode.

A Rodoviária de Pomerode, está localizada na Rua dos Atiradores, 10, bem na região central, perto das principais atrações turísticas da cidade e de alguns hotéis.

Apesar de ser possível usar transporte por aplicativo na cidade, a oferta não é grande. Portanto, dependendo do horário que chegar e se quiser mais comodidade, talvez seja interessante contratar um serviço de transfer ou táxi. Antes de viajar, pergunte se a sua hospedagem oferece ou indica esse tipo de transporte – mas, dependendo da localização do hotel, pode ser fácil ir a pé até ele.

Como chegar a Pomerode de carro

Para quem chega de carro a partir de cidades ao norte, é necessário acessar a BR-280 até a cidade de Jaraguá do Sul e, depois, acessar a SC-416. Para os motoristas que chegam pelo sul, a melhor maneira para chegar é pela BR-101. Basta seguir a rodovia até a cidade de Navegantes e, depois, seguir a BR-470 sentido Blumenau. O último trecho do trajeto é acessar a SC-421 até Pomerode.

Sempre confira nossos cupons de descontos ativos no aplicativo do Melhores Destinos! Para economizar no aluguel de carros, use o cupom MELHORESDESTINOS para contratar o serviço do Rentcars.

Distância até Pomerode

  • Blumenau, Santa Catarina: 32 km
  • Penha, Santa Catarina (Beto Carrero World): 80 km
  • Florianópolis, Santa Catarina: 175 km
  • Curitiba, Paraná:195 km
  • São Paulo, São Paulo: 580 km

Transporte em Pomerode

Viajar ou alugar um carro para transitar por Pomerode pode facilitar bastante em alguns roteiros, como os de quem for fazer a Rota do Enxaimel, e será mais confortável para quem está em família com crianças. Além disso, é bem fácil se locomover por lá, pois a cidade é pequena, sem trânsito intenso e bem sinalizada.

Apesar da pequena oferta, a cidade conta com transporte por aplicativo como Uber e 99 (quando solicitei, consegui um carro bem rápido). Além disso, muitas atrações podem ser feitas a pé ou você pode contratar um guia com transporte. Há ainda a possibilidade de usar o ônibus municipal e intermunicipal.

onibus-pomerode

Para quem adora pedalar, a cidade também tem boas oportunidades de roteiros, além de oferecer ciclofaixas na região central que podem facilitar o uso da bike como meio de transporte para algum atrativo turístico (veja aqui).

Rotas Culturais

Para ajudar alguns perfis de viajantes, a Associação Visite Pomerode separou quatro tipos de rotas para conhecer a cidade. Apesar de serem definidas, vale conferir o que cada uma oferece e escolher o que quer visitar para montar seu roteiro personalizado.

Além da Rota do Enxaimel já mencionada, você pode visitar a Rota do Imigrante (também chamada de “Rota dos Sabores Coloniais”, pelos seus produtos artesanais de doces e geleias regionais), a Rota Romântica Liebestal e a Rota Raíses Germânicas (confira aqui os detalhes de cada uma).

Rota do Enxaimel, Pomerode

São várias as opções de locais para compras de produtos coloniais, caseiros e artesanais. Quanto às hospedagens, aos poucos, mais casas estão sendo alugadas para períodos menores – além das pousadas e hotéis em Pomerode.

Características de Pomerode

Muitos falantes de alemão ficaram isolados durante a Segunda Guerra Mundial, inclusive em Pomerode, isso preservou as raízes da cultura e o idioma germânico por mais tempo. Para ter ideia, poucas pessoas falavam português na comunidade local até a década de 1950. E, até hoje, é possível ouvir moradores conversando em alemão.

Só a partir de 1980 é que a preservação dos traços culturais e costumes se transformou em atração turística. As danças, a gastronomia, as festas e a arquitetura típicas, além dos produtos locais, permitiram a expansão do turismo familiar.

Rota do Enxaimel, Pomerode

Como muitas cidades pequenas do Brasil, Pomerode transmite muita segurança em suas ruas e atrativos turísticos. É muito fácil desencanar das preocupações com a segurança ao perceber a tranquilidade da cidade. A limpeza das ruas e calçadas do município também chamam a atenção.

Inclusive, neste ano Pomerode garantiu a 8º posição e está no TOP 10 Melhores Destinos do Brasil. A cidade catarinense esbanjou com sua bela nota no quesito segurança, o que garantiu a ela a primeira colocação nesta categoria dentre os 10 primeiros colocados.

Rota do Enxaimel, Pomerode

A qualidade de vida na cidade também já foi assunto de rankings nacionais. Com destaque na educação, algumas escolas municipais oferecem o ensino bilíngue de português e alemão. Outra característica é a relação de Pomerode com a agricultura, ainda presente no município.

Felizmente, fui bem recebida em todos os estabelecimentos que visitei. Confesso que a recepção na minha pousada não foi das mais calorosas, mas não estragou minha experiência, pelo contrário, a hospedagem vale a pena. Entretanto, a falta de simpatia por parte de alguns moradores pode acontecer, como já ouvi relatos de outros viajantes.

Rota do Enxaimel, Pomerode

Minha dica é não levar para o lado pessoal. Muitos comércios são pequenos e familiares, e nem todas as famílias estão acostumadas com a receptividade comum no meio turístico. Por isso, se alguma situação não for muito agradável nesse sentido, desconsidere e não desista da experiência de conhecer os moradores, pois há muita gente gentil e feliz em receber os viajantes!

Para quem quiser conhecer a história da cidade a fundo e descobrir detalhes que só um morador local conhece, vale a pena investir nos passeios guiados. Veja os profissionais disponíveis nesta página para um orçamento.

Para quem é a viagem a Pomerode?

Se você chegou até aqui, acredito que tenha se interessado por Pomerode. Minha opinião? A visita vale a pena! Mesmo assim, sugiro que você a conheça para tirar suas próprias conclusões. Digo isso porque tenho uma amiga que não gostou dos atrativos do destino (com exceção da comida local) e tenho outra que adorou a cidade (ambas visitaram o lugar mais de cinco anos atrás, quando o turismo estava mais tímido).

Pousada Mundo Antigo, Pomerode

Pela minha passagem por lá, conversas com outros viajantes e muita pesquisa, o destino é ideal para conhecer com a família, inclusive para quem tem criança (dá para ver pela lista de atrações que indiquei). Casais também devem buscar Pomerode com bons olhos, pois a calmaria e a paisagem do lugar são interessantes para dias de descanso a dois. Grupos de amigos e idosos também são muito bem-vindos. Até os mais aventureiros vão encontrar opções em meio à natureza de Pomerode.

Falando assim até parece que o destino é para todo mundo, né? Mas, confesso, que acredito que não é. O destino não é indicado se for para passar com pressa só para dizer que foi. Lembra o que eu disse no começo do post? Pomerode vai incentivar que você de-sa-ce-le-re.

Um exemplo do que quero dizer? Passar pelos 16 km da Rota Enxaimel sem parar para visitar as casas abertas, sem entender a história do lugar e sem experimentar as delícias locais não deve ter graça nenhuma! Andar de carro por ali com rapidez pode dar a impressão de que as casas que estão ali não representam muita coisa e que o trajeto é comum, em meio à área rural de Pomerode.

Rota do Enxaimel, Pomerode

Itens da família da Casa Siewert

Pessoas que gostam de lugares mais agitados, hospedagens sem atendimento familiar ou de hotéis de grandes redes, que não gostam da cultura alemã ou que não liguem para ambientes com resgates históricos e tradições, provavelmente, não vão gostar de Pomerode. Portanto, se você se encaixa nesse último perfil, não visite a cidade (e tá tudo bem, há centenas de outros locais para descobrir no Brasil).


Tem vontade de conhecer Pomerode? Já visitou? Compartilhe sua experiência com a gente nos comentários!

Não perca nenhuma oportunidade!
ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
tela do app do melhores destinos
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção