Como ganhar milhas aéreas para viajar de graça: dicas para quem está começando!

Leonardo Cassol
9/05/2016  ·  13:04Publicado 9 · maio · 2016  ·  13:04Atualizado 17 · jun · 2019

Como ganhar milhas aéreas para viajar de graça: dicas para quem está começando!

O mundo das milhas e pontos ainda é um mistério para muita gente. Talvez você tenha amigos que conseguiram viagens quase de graça, mas até hoje não teve tempo e paciência para entender como tudo isso funciona. Talvez você até acumule alguns pontos, mas ainda tem muitas dúvidas e gostaria de algumas dicas. Bom, se é esse seu caso, está no lugar certo! Nessa série de posts especiais, vamos fazer um passo a passo para que você inicie sua trajetória neste mundo fascinante ou melhore seu desempenho! Vamos revelar os principais caminhos e “segredos” para você alcançar todos os seus objetivos e fazer o melhor uso das milhas. (Post atualizado em junho de 2019)

Nesse primeiro post, vamos abordar as 10 principais dúvidas sobre programas de milhagem e oferecer um panorama geral desse mundo, que é apaixonante, e ainda oferecer um incentivo adicional para você começar, com condições especiais para novos cadastrados em alguns programas. Afinal, quem já teve a experiência de fazer uma super viagem, talvez de primeira classe, pagando apenas a taxa de embarque, sabe bem do que estamos falando! Pronto para começar?

Antes de tudo, ressaltamos que os programas de fidelidade se tornaram negócios gigantescos e lucrativos no Brasil e no mundo todo. A proposta é gerar benefícios para os clientes em troca de sua fidelidade. Ou seja, estimular e recompensar o relacionamento contínuo. E, para isso, todos os programas tem uma moeda de troca, chamada quase sempre de pontos ou milhas. Estes são acumulados conforme o consumo e podem depois ser trocados por produtos ou serviços.

1. Vale a pena acumular pontos ou milhas em programas de fidelidade?

Definitivamente sim! As possibilidades de acúmulo e de resgate de pontos são quase ilimitadas. São tantas opções que é difícil alguém não conseguir usufruir. Além disso, os benefícios existem, de fato e são relevantes. Você pode ganhar passagens aéreas gratuitas, produtos ou serviços de valor expressivo, apenas com a sua fidelidade. E isso é possível para todos!

2. Por onde devo começar?

O primeiro passo é se cadastrar em um ou mais programas. Os mais populares e abrangentes são os programas de fidelidade ligados às companhias aéreas, como Multiplus, Smiles e TudoAzul. Tem ainda a Livelo e a Dotz, que não estão diretamente ligados, mas também permitem a emissão de passagens aéreas, além de centenas de produtos e serviços. Também vale a pena se inscrever nos programas dos postos como o Km de Vantagens Ipiranga, Petrobras Premmia e Shell, que convertem os gastos com combustível e lojas de conveniência em pontos! Na parte de hotéis, tem o Le Club Accor, da rede que administra as marcas Ibis, Mercure, Novotel etc.

Multiplus / Latam Fidelidade (Latam)

multiplus-fidelidade1

Acúmulo de pontos em voos na Multiplus:
– Latam: acumule conforme o valor gasto com a passagem
– Companhias parceiras da Oneworld: acumule conforme a quantidade de milhas voadas, de acordo com o tipo de tarifa

Principais parcerias não aéreas da Multiplus:
– Cartões de crédito: cartão de crédito TAM Fidelidade, Bradesco, Banco do Brasil, Livelo, Itaú, Caixa, Santander, Credicard, Votoratim, Pan, Banestes, Banpará, Banrisul, BRB, Porto Seguro, Safra, Sicoob, Sicredi, Uniprime, Zaffari, Unicred, DMcard.
Compras online: Ponto Frio, Netshoes, Dafiti, Casas Bahia, Fast Shop, Natura, Walmart, Livraria Cultura, Camicado, entre outras
– Viagens: Booking, Le Club Accor, Atlântica, Trip Advisor, Latam Travel, entre outras
– Outras parcerias: Editora Abril, Editora Globo, Km Vantagens Ipiranga

Destaques positivos da Multiplus:
– Oferece resgates bem competitivos para a Europa, Estados Unidos, América do Sul e África do Sul, devido à malha aérea da Latam.
– Faz parte da Oneworld, uma das maiores alianças de companhias aéreas do mundo, permitindo que os clientes acumulem pontos e resgatem passagens em nas empresas da aliança
– Possui o maior número de parceiros não aéreos entre todos os programas
– Faz boas promoções de passagens nacionais e internacionais ao longo do ano

Destaques negativos da Multiplus:
– Os resgates de voos nacionais não tem mais um limite de pontos, podendo custar bem caro, conforme a ocupação do voo, rota, data da viagem etc.
– O programa têm feito promoções bem menos agressivas para bonificar transferência de pontos de cartão de crédito
– O site apresenta instabilidade para resgates de passagens
– Voos com parceiros para a Ásia ficaram muito caros por conta de mudanças no modelo de resgate

Dicas para a Multiplus:
Aproveite as promoções de resgate de passagens que costumam acontecer nos finais de semana
Aproveite as promoções de acúmulo no varejo que costumam acontecer durante a semana
Parceria com o Km de Vantagens Ipiranga permite acumular (comprar) pontos com custo reduzido

 

Smiles (GOL)

smiles_gol-copy

Acúmulo de pontos em voos no Smiles:
GOL: voos dentro do Brasil entre 1 e 3 milhas a cada R$ 1 gasto com a passagem; voos internacionais, 1.000 milhas por trecho para América do Sul, 3.000 milhas para América Central ou Caribe e 5.000 para América do Norte, conforme a tarifa adquirida
Companhias parceiras: Atualmente com 18 companhias aéreas parceiras, a quantidade de milhas voadas varia de acordo com o tipo de tarifa

Principais parcerias não aéreas do Smiles:
– Cartões de crédito: cartão de crédito Smiles, Bradesco, American Express, Banco do Brasil, Livelo, Banestes, Itaú, Caixa, Santander, Credicard, Votoratim, Pan Americano, BanPará, Banrisul, BRB, Porto Seguro, Safra, Sicoob, Sicredi, Unicred, Banco do Nordeste, Uniprime, Zaffari, Guide, Modal Mais, Ailos, Mercantil, Scotia.
– Compras online: Fast Shop, Magazine Luiza, Polishop, Centauro, entre outras.
Hotéis: em parceira com a Booking.com e também com o Le Club Accor.
– Outras parcerias: Editora Abril, Editora Três, Valor Econômico, O Globo e Shell

Destaques positivos do Smiles:
– Tem promoções diárias para compra de milhas, transferências de pontos de cartão de crédito ou resgate de passagens, produtos e serviços
– Possui um bom sistema de pesquisa de disponibilidade de passagens em todos os parceiros e um site estável
– O programa possui o Viaje Fácil, onde você pode reservar sua passagem fiado e quitar depois, até 60 dias antes da viagem. Assim você garante o quanto vai custar enquanto acumula o que falta.

Destaques negativos do Smiles:
– Não há tabela com valores de resgate (preços em milhas variam muito)
– Os custos de resgate de passagens podem ser bem elevados conforme a rota e o parceiro escolhido

Dicas para o Smiles:
– As parcerias com a Delta (EUA), Aeroméxico (México, Caribe e EUA) e Alitalia (Europa, Japão ou Coréia do Sul) e Qatar (Doha e Ásia) são as que possuem o melhor custo x benefício do programa, além da própria GOL
– O programa costuma fazer promoções de voos nacionais nos fins de semana, e com as parceiras internacionais durante a semana. As promoções são o melhor momento para reservar.
– Acompanhe as promoções de acúmulo. São muitas e algumas agressivas.

 

TudoAzul (Azul)

Logo-TudoAzul

Acúmulo de pontos em voos no TudoAzul:
Azul: entre 1 e 6 pontos a cada R$ 1 gasto com a passagem, conforme a tarifa adquirida
United, TAP ou Copa: acúmulo conforme a quantidade de milhas voadas, de acordo com o tipo de tarifa

Principais parcerias não aéreas do TudoAzul:
– Cartões de crédito: cartão de crédito TudoAzul, Bradesco, American Express, Banco do Brasil, Itaú, Caixa, Santander, Credicard, Votoratim, Pan Americano, Ban Pará, Banrisul, BRB, Porto Seguro, Sicoob, Sicred
– Compras online: Fast Shop, Magazine Luiza, Centauro, Dafiti, entre outros
– Viagens: Booking.com, Hoteis.com, Azul Viagens, entre outras
– Outras parcerias: Petrobras Premmia, Editora Abril, Editora Globo, entre outros

Destaques positivos do TudoAzul:
– Permite resgate de passagens na Azul para mais de 100 destinos no Brasil
– Permite resgate de passagens em dezenas de companhias aéreas através do TudoAzul Internacional, onde seus pontos viram dinheiro para compra da passagem. Nesse caso, quanto mais barato tiver a passagem em reais, melhor fica a conversão em pontos.

Destaques negativos do TudoAzul:
– Não há tabela fixa com valores de resgate (preços em pontos variam continuamente, a critério do programa)
– Possui poucas parcerias para acúmulo e resgate de pontos, apenas com United, TAP e Copa.

Dicas para o TudoAzul:
– Evite emitir passagens com pontos com menos de 45 dias de antecedência, pois tendem a custar muito caro
– Confira algumas promoções exclusivas e customizadas enviadas por e-mail
– Aproveite as ofertas de resgate de passagens

Dotz

novologo_Dotz_transparente

Principais parcerias da Dotz:
– Cartões de crédito: cartão Dotz, Banco do Brasil, Pan e Diners
– Compras online: Walmart, Magazine Luiza, Americanas, Submarino, Nike, Imaginarium, Centauro, Polishop, Netshoes, Avon, Fast Shop, Dafiti, Sephora, Petlove, TNG, Ricardo etc. Tem a maior rede de lojas afiliadas.
– Lojas físicas: Prezunic, Drogasmil, Atlântica, Centauro, Leitur, Bobs, Mundo Verde e Bibi

Destaques positivos da Dotz:
– Você pode acumular Dotz numa infinidade de parceiros do varejo, cinemas utilizando apenas o seu CPF
– Faz boas promoções de resgate de passagens e de produtos e serviços
– A validade dos pontos é de 4 anos

Destaques negativos da Dotz:
– Não há tabela fixa com valores de resgate
– Não transfere pontos para as companhias aéreas

Dicas para a Dotz:
– Aproveite a Liquida Dotz, que ocorre algumas vezes por ano, com resgates diferenciados
– O Dotz funciona muito bem como programa auxiliar, pois oferece muitos pontos por compra

4. Qual programa devo escolher?

Aquele que tiver parcerias relacionadas com as empresas que você tem alguma relação de consumo. Podem ser companhias aéreas, mas também lojas virtuais, rede de farmácias, cinemas, estacionamentos, locadora de veículos, postos de gasolina, empresas de telefonia ou TV a cabo, editoras de revistas, redes de hotéis, bancos e administradoras de cartão de crédito, entre outras.

Além disso, você deve considerar os programas que ofereçam as melhores opções de resgate de passagens aéreas ou em produtos e serviços do seu interesse, como diárias de hotéis, itens de lojas virtuais de varejo, assinaturas de revistas, entre outros. Você pode pesquisar gratuitamente o custo de resgate pelo site dos programas de fidelidade. É fácil e você vai se familiarizando com as opções disponíveis e seus preços em milhas ou pontos.

5. Como eu consigo os pontos ou milhas?

Antigamente a única forma de acumular pontos e milhas era viajando. Mas já faz algum tempo que esse conceito se ampliou bastante. Hoje é possível ganhar pontos todos os dias! Em primeiro lugar, todos os gastos no cartão de crédito podem ser convertidos em pontos no seu banco. Como dissemos, o mesmo ocorre com o gasto em postos de combustível. Além disso, os programas têm uma grande rede de lojas, farmácias e empresas de variados setores onde seu gasto se converte em pontos. Às vezes é possível acumular até 10 pontos por real gasto! Confira os principais caminhos para as milhas:

  • Cartão de crédito: é um dos meios mais comuns de acumular. Se você não tem cartão de crédito ou possui, mas ele não possui acúmulo de pontos que podem ser convertidos em milhas, pesquise junto à sua instituição financeira ou na concorrência cartões dentro da sua faixa de renda que acumulem pontos.
  • Viagens de avião: sempre que for viajar de avião insira o seu número de fidelidade no momento do check-in. A maioria dos programas já reconhece também o número do CPF. É até possível pedir o crédito depois do voo, mas vai dar trabalho já que cada empresa tem um procedimento diferente. Algumas tarifas super promocionais podem não acumular pontos ou milhas. Voos internacionais costumam acumular muitos pontos ou milhas. Você pode consultar as regras de pontuação no momento da compra da passagem.
  • Rede de parceiros: é outra fonte útil de milhas ou pontos. Você provavelmente faz compras em farmácias, lojas virtuais, tem alguma assinatura de revista, abastece em posto de gasolina, entre outras relações de consumo, portanto, reúne condições de acumular. Nem todas as empresas mantém parcerias com os programas de fidelidade, mas se você pesquisar certamente vai encontrar alguma oportunidade de acúmulo sem precisar mudar nada em sua rotina.
  • Hotéis: reservando hotéis é possível acumular pontos, mesmo quando você usa sites como Booking e Hoteis.com. Porém, para acumular, geralmente tem que usar os links dos programas escolhidos.
  • Clube de milhas: atualmente temos o Clube MultiplusClube Smiles, Clube TudoAzul e Clube Dotz. Neles você paga uma mensalidade que dá direito a uma determinada quantidade de pontos ou milhas a cada mês, além de uma maior validade dos pontos e acesso à promoções exclusivas. Geralmente há uma oferta generosa no momento da adesão (pontos em dobro nos primeiros meses, ou um crédito de milhas na hora), o que pode ser útil para quem está começando e quer resgatar logo alguma passagem. Mas atenção, vá com calma. Não entre num Clube sem ter um propósito do uso dos pontos, bem como achando que está fazendo um negócio espetacular. Só vai ser de fato bom se você conseguir usar os pontos em algum resgate vantajoso.

6. Devo concentrar tudo em um programa ou acumular em vários?

Concentrando o que puder em um único programa você aumenta suas chances de conseguir trocar o que acumulou por algo que te interesse, dentro do período de validade dos pontos. Caso você consiga acumular muitos pontos, por ter um padrão de gasto elevado, ou por viajar muito, pode ser interessante diversificar e aproveitar o que cada programa tem de melhor. Além disso, tem programas que não concorrem entre sim, como, por exemplo, o Premmia ou o Km de Vantagens com os programas das companhias aéreas.

7. Como conseguir um cartão de crédito que acumule pontos?

Se você é cliente de um banco, o melhor é estudar os cartões que ele oferece para a sua faixa de renda. Cada cartão possui uma faixa de pontuação específica, conforme o valor gasto em dólar. Todos os meses, o banco converte o seu gasto em dólares e oferece os pontos equivalentes. Alguns cartões oferecem mais de 2,5 pontos por dólar gasto, outros apenas 1 ou 1,5 ponto. Temos um ranking com os melhores cartões para se acumular milhas e viajar.

Duas coisas importantes a ser consideradas: a primeira é o valor da anuidade. Não adianta o cartão ser maravilhoso se for caríssimo para ser mantido! A segunda são os recursos adicionais, como seguros de viagem e de locação de veículos, por exemplo, além de acesso a salas VIP. Muitas vezes eles podem compensar o custo da anuidade!

8. Como eu transfiro os pontos do meu banco?

Cada banco tem suas parcerias e regras para transferência dos pontos. Você pode conferir todas as informações no site ou pela central de atendimento do cartão. Geralmente tem um saldo mínimo de pontos que é necessário acumular para realizar as transferências, que costuma variar entre 5 e 20 mil pontos, dependendo da instituição.

Quase todas os bancos que operam no Brasil possuem convênio com a Multiplus, Smiles e o TudoAzul. Uma parte deles também possui convênio com programas de fidelidade de companhias aéreas estrangeiras.

A transferência pode ser feita pela internet ou pela central de atendimento do cartão. É simples, rápido e, geralmente entre 1 e 3 dias os pontos são creditados no programa de fidelidade.

9. Qual a validade dos pontos?

A validade varia conforme cada programa. O padrão são 2 anos e isso vale para os pontos Multiplus, TudoAzul e Amigo. Na Dotz os pontos valem 4 anos. Na Smiles, as milhas valem 3 anos, podendo chegar a 10 se você se tornar cliente cartão Diamante ou Clube Smiles. Por outro lado, pontos bônus acumulados em determinadas promoções geralmente têm validade de apenas 6 meses no Smiles. Você pode consultar o vencimento das milhas ou pontos nos sites dos programas de fidelidade.

10. O que eu posso resgatar com meus pontos?

O mais comum é resgatar passagens aéreas. Com isso você faz uma viagem pagando apenas a taxa de embarque aeroportuárias, que são baratinhas, ou nem isso!  Você também vai poder resgatar uma infinidade de produtos e serviços, como roupas, tênis, perfumes, aparelhos celulares, eletrônicos, livros, vale compras, diárias de hotéis e muito mais. Até pouco tempo atrás, era comum os resgates de produtos e serviços que não passagens aéreas serem desvantajosos, com pontas de estoque custando uma grande quantidade de pontos. Mas isso está mudando. Hoje é possível fazer bons negócios resgatando qualquer tipo de coisa.

Para resgatar você pode transferir os pontos do cartão de crédito para o programa de fidelidade de sua escolha, ou aproveitar o que tiver acumulado em voos ou de outras maneiras.

11. Quais os riscos eu corro com os programas de fidelidade?

Quase nenhum. Basicamente, o de mudança nas regras dos programas, que podem desfavorecer o resgate, o acúmulo ou alterar a forma e o custo de emissão das passagens, por exemplo. Outro risco é furto de milhas ou pontos. Hoje existem quadrilhas especializadas, dado o tamanho desse mercado e o valor que esses pontos possuem. Saiba como se prevenir do furto de milhas.

 ——
Veja também: Dicas para acumular mais milhas e viajar de graça, ideal para quem já pegou o básico. 

Para ficar ligado em todas promoções, baixe nosso aplicativo para celular (gratuito) e marque a opção para receber ofertas de milhas e cartões de crédito.

Ficou com alguma dúvida? Teremos prazer em responder. Não importa se a dúvida é simples ou complexa, básica ou avançada. Sua dúvida pode ser a mesma de centenas de leitores