Conheça as 5 melhores classes executivas do mundo

João Goldmeier
15/12/2019  ·  7:2015 · dez · 2019  ·  7:20

Conheça as 5 melhores classes executivas do mundo

Voar em classe executiva pode ser a realização de um sonho ou somente mais uma viagem a trabalho. Ambos passageiros se beneficiam de produtos cada vez mais sofisticados, com poltronas que viram camas e menus assinados por chefes de cozinha estrelados. Conheça as melhores classes executivas de 2019, baseado no resultado dos World Airlines Awards:

Top 5 das melhores executivas de 2019

O que se nota é um predomínio quase que absoluto das cias aéreas asiáticas, exceção feita à australiana Qantas. Isso se explica pois na região a cultura de servir bem é levada muito à sério e todos os detalhes do voo são pensados com muito cuidado para que a experiência a bordo seja memorável. Vamos conhecer cada uma delas?

Qsuites, Classe Executiva da Qatar Airways

O título de melhor classe executiva de 2019 foi merecidamente conquistado pela Qatar Airways. Seu mais novo produto, chamado de QSuites, revolucionou o mercado e vem conquistando seguidas distinções, incluindo a de melhor classe executiva no Prêmio Melhores Destinos 2019. O diferencial é permitir diversas configurações que atendem bem quem viaja sozinho, em casal ou até em família, já que é possível juntar quatro assentos em um mesmo ambiente.

Todos as poltronas são mini suítes privativas: possuem porta, viram cama e dão acesso direto ao corredor.

Além disso o sistema de entretenimento conta com uma tela enorme de excelente resolução com programação variada e mais de 3.000 opções filmes, séries, shows, documentários, jogos e música.

Completam o pacote a possibilidade de fazer as refeições a qualquer momento do voo e internet a bordo, com uma hora grátis para os passageiros da executiva e pacotes para mais tempo com preços acessíveis.

Nosso editor Leonardo Cassol voou recentemente na classe executiva da Qatar equipada com as QSuites e fez um post contando todos os detalhes que vale à pena conferir. Eu também tive a oportunidade de voar nas Qsuites algumas vezes (graças às milhas do Smiles) e assino embaixo: é a melhor classe executiva do mundo.

A boa notícia é que você pode experimentar este fantástico produto pagando pouco. A mesma aeronave que voa para o Qatar, voa também de São Paulo para Buenos Aires e já encontramos passagens por cerca de R$ 2 mil ida e volta! Outra alternativa é usar suas milhas Smiles, já que esse trecho é facilmente encontrado por lá por cerca de 30.000 milhas.

Classe Executiva da All Nippon Airways (ANA)

O segundo lugar ficou com uma companhia japonesa, a All Nippon Airways, ou ANA, que também lançou uma nova cabine de classe executiva chamada “The Room”.

ANA – Classe Executiva

Cada suíte tem poltronas largas e amplas que reclinam 180 graus e monitores LCD de 18 polegadas e resolução 4K.

Há sempre dois menus a disposição dos passageiros: um com comidas japonesas e outro com opções orientais. É possível ainda selecionar sua refeição 24 horas antes do voo em um menu ainda mais amplo. Para beber, além de uma seleção de saquês, há também o uísque Johnnie Walker Blue Label, bastante raro até na primeira classe. As sobremesas são assinadas pela maison Pierre Hermé de Paris.

Você pode ler toda a experiência de como é voar no The Room da ANA no review feito pelo blogueiro Sam Chui (em inglês). Se preferir, tem um review do Fábio Vilela, em português, mas de um produto de bordo mais antigo.

Classe Executiva da Singapore Airlines

A Singapore deixou no Brasil uma legião de saudosos passageiros, desde que deixou de operar o voo de São Paulo a Singapura, com escala em Barcelona. Eu tive a oportunidade de voar nessa rota (graças aos pontos do American Express) e se tivesse que definir a companhia em três palavras seriam: excelência no serviço.

As poltronas são largas e muito confortáveis, virando camas na hora de dormir, com direito a duvet e roupa de cama!

 

Outro item de destaque são as refeições a bordo. A Singapore também permite que os passageiros da classe executiva escolham sua refeição antes do voo, com opções que não constam no menu a bordo (inclusive lagosta!). Assim você garante que vai receber o prato desejado!

Nosso editor Leonardo Cassol fez um review da executiva da Singapore da época que a Singapore ainda voava para o Brasil que vale ser lido em clima de #tbt.

Classe Executiva da Emirates

A Emirates é uma companhia aérea que é quase sinônimo de luxo. Se mesmo voando na classe econômica o passageiro encontra amenidades que estão cada vez mais raras, imagine voando na classe executiva! Eu tive o prazer de voar no voo inaugural do Airbus A380 de São Paulo para Dubai e posso dizer que a experiência foi incrível! A classe executiva conta com um bar a bordo! Isso mesmo, um bar onde você pode sentar e pedir um drink enquanto conversa com outros passageiros.

O sistema de entretenimento da Emirates é um show à parte! São 2.500 canais contendo os últimos lançamentos de Hollywood (e Bollywood também, por que não?), além de séries, documentários, rádios, jogos e até canais de esporte ao vivo! O serviço de bordo também dá show, tanto na parte das comidas como nas bebidas (vocês sabiam que a Emirates tem uma das maiores adegas do mundo?).

Assim como na Qatar, é possível voar na executiva da Emirates nos voos do Rio de Janeiro para Buenos Aires ou Santiago. Embora o avião não seja o A380, e portanto não tem bar a bordo, todo o conforto e serviço de bordo premiados estarão lá! Também é possível emitir estes trechos usando milhas Smiles, ainda que o custo seja mais elevado que o da Qatar.

Classe Executiva da Qantas Airways

Embora a Qantas não voe para o Brasil, muitos brasileiros voam com ela via Santiago, a rota mais curta para chegar a Austrália. E num voo tão longo uma classe executiva vem bem a calhar, não é verdade?

O produto a bordo varia bastante, sendo que a cia australiana instalou sua mais recente cabine executiva em seus Boeing 787-9:

A Qantas é também uma das únicas companhias a oferecer pijamas para os passageiros da classe executiva (a Qatar também oferece em rotas mais longas), algo que aumenta o conforto a bordo e vira um souvenir bem útil depois da viagem:

Foto: Ben Schlappig

As fotos acima são do Ben Schlappig, autor do blog americano One Mile at a Time e recomendo a leitura do seu review (em inglês) do voo que fez na classe executiva da Qantas. Se quiser um review em português, mas de uma cabine mais antiga, tem o do Fábio Vilela. Ele voou de Sydney para Santiago na classe executiva do Boeing 747.

Listas e votações são sempre polêmicas e os resultados servem também pra isso: iniciar uma discussão se a lista está acertada ou não. Eu, particularmente, gostei da lista e acho que o primeiro lugar está muito bem ocupado.

E você leitor, concorda com o Top 5? Já voou em alguma dessas executivas? Acha que faltou alguma? Comente!