logo Melhores Destinos

American Airlines compra parte da Gol por R$ 1 bilhão e fortalece parceria

Leonardo Cassol
Leonardo Cassol
15/09/2021 às 8:47

American Airlines compra parte da Gol por R$ 1 bilhão e fortalece parceria

A Gol e a American Airlines anunciaram hoje a expansão de sua cooperação comercial por meio de um acordo exclusivo de compartilhamento de voos (codeshare) pelos próximos três anos e de uma maior integração de seus programas de fidelidade. Como parte do negócio, a Gol receberá da companhia aérea norte-americana um investimento de US$ 200 milhões, pouco mais de R$ 1,05 bilhão, através da aquisição de 5,2% das ações da empresa brasileira.

Smiles e AAdvantage

Além disso, a partir do próximo ano, os associados dos programas de fidelidade Smiles e AAdvantage terão acesso recíproco aos benefícios de elite, como check-in prioritário, segurança prioritária, embarque prioritário, maior franquia de bagagem despachada, acesso ao lounge e assentos preferenciais em ambas as companhias aéreas. As duas companhias aéreas também esperam oferecer uma oferta de fidelidade conjunta aprimorada para dar aos clientes mais maneiras de ganhar e resgatar milhas.

Fortalecimento da parceria comercial de Gol e American Airlines

A exclusividade do acordo vai ampliar parceria de codeshare existente entre a Gol e a American, aumentando as oportunidades de viagens aos seus passageiros. Em vigor desde fevereiro de 2020, o compartilhamento de voos envolve mais de 30 destinos nos Estados Unidos e os voos que operam nos hubs da Gol em São Paulo e no Rio de Janeiro, integrando 34 opções de rotas brasileiras e internacionais, como é o caso de Montevidéu, no Uruguai.

“O acordo combina malhas altamente complementares e oferece aos clientes uma experiência de viagem superior, proporcionada pelo maior número de voos e destinos nas Américas do Norte e do Sul,” destacou Paulo Kakinoff, Presidente da Gol. “Acreditamos que isso fortalecerá ainda mais a presença da Gol nos mercados internacionais, acelerará nosso crescimento de longo prazo e maximizará o valor para nossos acionistas.”, enfatizou.

Nos últimos 10 anos, a American transportou mais de 14 milhões de passageiros entre o Brasil e os Estados Unidos, representando mais do que o dobro do tráfego da segunda maior empresa aérea norte-americana.

Também é esperada uma maior cooperação comercial em áreas como compras, ferramentas de vendas e integração de sistemas, conforme permitido pelas limitações regulatórias e contratuais.

A American terá o direito de indicar um membro para o conselho de administração da Gol, que, além de outras funções, será admitido como membro e participação no Comitê de Aliança da Gol e quaisquer outros comitês do conselho relacionados à parceria operacional entre a Gol e a American.

Richard Lark, Vice-Presidente da Gol, comemorou: “O investimento representa o reconhecimento, por uma grande empresa aérea americana, do valor da companhia. Além disso, quando somado aos R$ 2,7 bilhões de capital de longo prazo captado no segundo trimestre de 2021, eleva o capital de longo prazo total levantado para mais de R$ 3,7 bilhões nos últimos seis meses, incluindo mais de R$ 2,0 bilhões de capital novo. Essa liquidez adicional melhora ainda mais a flexibilidade financeira da GOL, ao mesmo tempo que minimiza a diluição para os acionistas.”

É uma boa notícia, pois além de capitalizar a Gol o acordo vai ampliar os benefícios dos passageiros frequentes das duas empresas! Com a parceria próxima da Latam com a Delta, e o acordo da Azul com a United, cada grande companhia aérea nacional tem uma parceira de peso nos Estados Unidos. Que venha mais concorrência!