Empresa lança sistema para facilitar o distanciamento social dentro dos aviões

Daniel Gadelha
Daniel Gadelha
5/07/2020 às 12:46

Empresa lança sistema para facilitar o distanciamento social dentro dos aviões

A pandemia de coronavírus mudou muito a nossa rotina. Nossos hábitos mais simples, como sair na rua e ir ao mercado tiveram de se adaptar a uma nova realidade das medidas de distanciamento social. No setor aéreo, não foi diferente. Para evitar a proliferação do vírus durante as viagens, já foi proposto bloquear os assentos do meio e surgiram até projetos criativos de poltronas que aumentam o distanciamento entre os passageiros.

Pensando nisso, empresa PXCom, especialista no desenvolvimento de softwares para entretenimento de bordo, lançou um programa que pretende estabelecer o distanciamento a bordo de maneira organizada e digital. A plataforma, que pode ser instalada nos equipamentos dos aviões, permite organizar a ida dos passageiros ao toalete, acesso aos compartimentos superiores de bagagem de mão, desembarque por grupos e até um mensageiro para troca de mensagens com outros viajantes e com a tripulação.

A ideia é evitar ao máximo a aglomeração dentro dos aviões, como frequentemente acontece nas filas dos banheiros e no desembarque quando todos os passageiros se levantam de uma vez e ficam amontoados no corredor.

Com o novo programa, caso um passageiro deseje ir ao banheiro, por exemplo, ele deverá fazer a solicitação através do sistema de entretenimento de bordo e, quando um dos lavatórios estiver disponível e for sua vez, um aviso aparecerá em sua tela liberando o seu acesso.

Para os clientes que estiverem mais “apertados”, é possível indicar que a ida ao toalete é emergencial e assim ter prioridade dentre os demais passageiros que também estiverem aguardando. Pessoas com necessidades especiais ou com crianças de colo também terão uma opção no sistema, dessa forma, lhes serão atribuídos os toaletes que estejam mais equipados para recebê-los como mais espaçosos ou adaptados.

Segundo o fabricante, o produto é personalizável, para permitir que as empresas adaptem as opções disponíveis ao tipo de experiência oferecida aos passageiros.

Entre os clientes da  PXCom, estão a Air France, Air Canada e LOT. Será que alguma delas vai aderir?


E você, o que achou? Será que essa ideia pode dar certo? Comente e participe!

Veja também: