logo Melhores Destinos

Companhia aérea vai proibir embarque de passageiros não vacinados

Daniel Gadelha
10/09/2021 às 12:00

Companhia aérea vai proibir embarque de passageiros não vacinados

Alan Joyce, presidente da Qantas, declarou que a companhia aérea irá proibir o embarque de passageiros não vacinados em seus voos internacionais, independente das restrições do país de destino. A maior empresa aérea da Austrália pretende retomar seus voos internacionais em dezembro, antes dos feriados de fim de ano, e acredita que essa seja uma das medidas necessárias para garantir segurança sanitária em suas operações.

A exceção à regra serão passageiros que não possam ser vacinados por razões médicas. Já a política para crianças e jovens que ainda não sejam elegíveis à vacina ainda não foi divulgada.

Sem vacina não viaja (ou trabalha)

“Acreditamos que todos devem se proteger, mas também temos que proteger nossos colegas, passageiros e a nossa comunidade”, disse Joyce em entrevista. O executivo também lembrou o caso em que um tripulante da empresa testou positivo para covid-19, o que obrigou outras 100 pessoas que tiveram contato com ele a fazerem isolamento.

Além disso, a empresa também quer tornar obrigatória a vacinação dos seus mais de 22 mil funcionários. Os empregados de linha de frente como atendentes de check-in e tripulantes devem estar completamente vacinados até a metade de novembro, enquanto que para os funcionários de escritório o prazo é de março de 2022.

Campanhas de incentivo a vacinação

A Qantas já promoveu diversas campanhas de incentivo para que seus clientes se vacinem, tornando essa sua principal estratégia de marketing durante a pandemia. Uma delas foi um comercial de televisão compartilhado em diversas redes sociais que associa o retorno das viagens internacionais a vacinação.

Outra promoção que chamou a atenção foi a oferta de 1.000 pontos, 15 pontos qualificáveis em seu programa de fidelidade ou um crédito AU$ 20  (R$ 77) para uso em voos futuros para os clientes que se vacinarem. Até o momento, mais de 300 mil clientes já participaram. Infelizmente a oferta é válida apenas para residentes na Austrália.

Com informações do site The New York Times.


Vale lembrar que a Austrália segue com as fronteiras fechadas para turistas e a restrição pode seguir até 2024 (relembre aqui). A restrição se deve ao aumento de casos de covid-19 e a chegada da variante delta ao país.

Veja também:

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção