logo Melhores Destinos

Bairro a bairro de Buenos Aires: onde é melhor se hospedar!

Leila Aisen
Leila Aisen
13/12/2018 às 5:00

Bairro a bairro de Buenos Aires: onde é melhor se hospedar!

Buenos Aires é uma cidade muito grande. Por aqui sempre se fala dos “100 bairros portenhos”, a julgar pelo número de localidades que possui. Claro que nem todos os bairros são turísticos, mas muitos sim e existem para todos os gostos.

Está procurando uma área tranquila ou cheia de gente? Com muito comércio ou mais residencial? Com mais edifícios ou mais verde?

Neste post recomendamos os melhores bairros para ficar em Buenos Aires, contando as características de cada um. Não deixe de dar uma olhada também no nosso post de onde se hospedar no Guia de Buenos Aires.

Melhores bairros de Buenos Aires

Palermo

Palermo é um dos bairros favoritos tanto dos turistas quanto dos locais, pois há uma boa oferta gastronômica, áreas comerciais e todos os tipos de acomodação.

O Palermo tradicional fica nas imediações do famoso Rosedal e do Planetário Galileo Galilei, atrações imperdíveis para os portenhos e turistas.

Bairros de Buenos Aires onde se hospedar

Toda a tranquilidade do Rosedal em Palermo

Mas Palermo é muito mais que isso. É um bairro tão popular que o setor imobiliário inventou muitos sub-bairros dentro dele com o objetivo de aumentar os custos imobiliários. Se você disser a um portenho que você está hospedado em Palermo, ele perguntará a você … em qual ?! Estes são alguns dos sub-bairros não oficiais mais populares:

Las Cañitas: Entre Belgrano e Palermo, delimitada pelas avenidas Luis Maria Campos, Olleros, Del Libertador e Calle Chenaut, está este pequeno sub-bairro onde há inúmeros restaurantes e onde muitas celebridades locais escolhem viver. Não tem metrô, mas tem várias linhas de ônibus. Não é uma área barata para se hospedar.

Palermo Botânico: Os arredores do Jardim Botânico demarcam uma área agradável para ficar se você busca estar perto da natureza, mas ao mesmo tempo ter acessibilidade e variados lugares gastronômicos.

Bairros onde se hospedar Buenos Aires

Jardim Botânico de Buenos Aires

Palermo Viejo: É a parte mais tradicional de Palermo, entre as avenidas Córdoba e Santa Fé, de Dorrego a Scalabrini Ortiz. Na Avenida Córdoba, entre Serrano e Julián Álvarez, de segunda a sábado, você pode visitar as inúmeras lojas de marcas nacionais e internacionais em sua versão outlet, com melhores preços do que em qualquer outro lugar. Há quem diga que esta área é Villa Crespo e não Palermo, e isso porque, como eu disse antes, esses sub-bairros não são oficiais. Em Palermo Viejo encontramos ainda Palermo Soho e Palermo Holywood:

Palermo Soho: Fica em Palermo Viejo, ao sul da Avenida Juan B. Justo e nas proximidades da Plaza Serrano (oficialmente Plazoleta Cortázar) e Plaza Armenia. Nos fins de semana você pode encontrar uma feira agradável na Plaza Serrano. Além disso, os locais gastronômicos são abundantes. Nesta área, você pode visitar o Distrito Arcos, um shopping center ao ar livre.

Palermo Hollywood: Também em Palermo Viejo, ao norte da Avenida Juan B. Justo, este sub-distrito é caracterizado por ter lugares gastronômicos muito bons.

Palermo Buenos Aires

Bosques de Palermo

Plaza Italia: Não é a área mais bonita de Palermo, mas tem muito boa acessibilidade, já que há o metrô D, sob a Avenida Santa Fé. Nas proximidades está a Sociedade Rural, um local gigante, onde são realizadas exposições e eventos de todos os tipos, por isso recomendamos consultar o programação.

Palermo Glam: É entre as Avenidas Santa Fé e Coronel Díaz, estendendo-se até Salguero entre as ruas Charcas e Av. Las Heras. Se chama assim devido à quantidade de empresas, lojas e edifícios na área, onde as torres e mansões restauradas se destacam. Além disso, há o shopping center Alto Palermo.

Quem eu recomendo hospedar-se em Palermo: jovens, seja sozinhos ou em um grupo de amigos, casal ou família, cujo principal interesse é dar um passeio, desfrutar de boa comida para todos os orçamentos e vida noturna, fazer compras e querer estar no centro da cidade.

Confira os principais hotéis em Palermo

Belgrano

Ao lado do conhecido bairro de Palermo, Belgrano é um dos favoritos dos portenhos, embora não seja tão popular entre os turistas.

Belgrano

Na Avenida Cabildo existem inúmeras lojas de todos os tipos, ideais para compras. Há também boas opções gastronômicas e alguns museus. O bairro conta com o metrô D que passa por Palermo, Recoleta e termina no Centro, e há muitas linhas de ônibus.

Uma das maiores atrações de Belgrano é Chinatown, semelhante às de outras cidades do mundo. Além disso, fica perto da Zona Norte, onde você pode passear ou comer algo com vista para o rio, e de Belgrano você também pode pegar um trem para Tigre.

Quem eu recomendo se hospedar em Belgrano: adultos que procuram um bairro não tão turístico e gostam de fazer compras, andar e comer bem. Que já conheçam a cidade e não se importem em não estar perto dos principais pontos turísticos.

Confira os principais hotéis em Belgrano

Recoleta

A Recoleta é um bairro tradicional de Buenos Aires onde você pode admirar construções clássicas. Sem dúvida, seu centro é o conhecido Cemitério de La Recoleta, onde repousam importantes personalidades da história argentina. É curioso que no seu entorno haja tantas opções gastronômicas, o Recoleta Mall, Centro Cultural Recoleta, Plaza Francia cheia de barracas nos fins de semana, o Museo Nacional de Bellas Artes e o Museo Participativo de Ciencias, ideal para ir com as crianças.

Na Recoleta existem belos parques, como o Parque Thays, ao lado da Faculdade de Direito da UBA, que tem um novo highline ao estilo de Nova York.

Na fronteira com o Palermo, pode-se visitar o Jardim Japonês, MALBA, o Floralis Genérica e o shopping Alcorta. Para o lado do Retiro, você pode ir ao distinto shopping Patio Bullrich.

Melhores bairros Buenos Aires Recoleta

Jardim Japonês

Quem eu recomendo se hospedar em Recoleta: jovens e adultos em viagens de turismo ou de negócios que querem ir para um passeio e desfrutar dos parques, boa comida, museus, e que querem estar perto do Centro e Palermo.

Confira os principais hotéis na Recoleta

Centro de Buenos Aires

Sem dúvida, o centro da cidade é o preferido pela maioria dos turistas, especialmente os que vêm pela primeira vez a Buenos Aires, devido a seus edifícios históricos, museus e teatros. Além disso, a área está repleta de meios de transporte para ir a qualquer lugar da cidade. A desvantagem é que o Centro não é a área mais bonita e segura da cidade, e não é tão lindo para uma caminhada, ao contrário de Belgrano, Palermo, Recoleta e Puerto Madero.

Para os turistas que desejam ficar aqui, recomendo dois bairros do centro:

Retiro: A Plaza General San Martín dá-lhe o verde que o restante da área central não tem e lá se pode apreciar a Torre Monumental. A Estação Retiro com o seu relógio são ícones clássicos da cidade, embora a área não é muito bonita. Da estação de micros de Retiro ônibus partem para todos os cantos da Argentina e até mesmo para os países vizinhos. Também no Retiro você pode visitar a Calle Florida, as Galerias Pacifico e os restaurantes de La Recova, que marcam a melhor parte do bairro.

San Nicolas: Este é o bairro ideal para aqueles quem quer estar perto dos principais edifícios históricos, museus, teatros e pizzarias! Nos teatros da Avenida Corrientes há espetáculos para todos os gostos. Perto da área está o mítico Teatro Colón, um dos mais belos do mundo! Na peatonal Florida, há lugares de todos os tipos, geralmente cheios de turistas. O CCK é um grande centro cultural construído no antigo edifício de correios. Há sempre atividades gratuitas para todas as idades, por isso é aconselhável consultar a agenda online. Não podemos deixar de mencionar o imponente Obelisco, ícone da Argentina, na intersecção das avenidas Corrientes e 9 de Julio, a Plaza de Mayo, atrás da qual se encontra a Casa Rosada, sede do governo que pode ser visitada reservando on-line, e a Manzana de las Luces. Veja os principais hotéis no Retiro

Quem eu recomendo se hospedar no Centro de Buenos Aires: turistas e empresários de todas as idades e grupos que querem conhecer prédios históricos, museus, teatro e comer a pizza clássica, e também tomar ônibus ou em qualquer área da cidade de metrô.

Confira os principais hotéis no Centro de Buenos Aires

San Telmo

San Telmo é um dos bairros preferidos pelos turistas devido à sua proximidade com o centro e Puerto Madero. Seu ícone é a famosa Feira de San Telmo, realizada aos fins de semana, onde além de comprar de tudo você pode ver shows de tango na rua. Além disso, existem muitos museus, lugares gastronômicos e bares.

A desvantagem é que está em uma extremidade da cidade, por isso não é conveniente para quem quer percorrer muitos bairros, e não é das áreas mais seguras de Buenos Aires.

Quem eu recomendo se hospedar em San Telmo: jovens e adultos que querem aprender sobre edifícios históricos, visitar museus e ir a bares.

Confira os principais hotéis em San Telmo

Puerto Madero

Um dos bairros mais exclusivos de Buenos Aires, Puerto Madero está localizado em uma extremidade da cidade. Ali é possível admirar o Rio de La Plata (é proibido mergulhar) e há belos parques, incluindo a enorme Reserva Ecológica Costanera Sur.

Puerto Madero se caracteriza pela grande quantidade de restaurantes com vista para o rio, que atraem moradores e turistas, e pelas caminhadas ao longo das docas, admirando a bela Puente de la Mujer. É uma área muito tranquila, com poucos comércios, e uma das mais caras.

Quem eu recomendo se hospedar em Puerto Madero: adultos em viagens de turismo ou a negócios, que querem uma estadia tranquila perto do centro.

Confira os principais hotéis em Puerto Madero

Leia mais:
O que fazer em Buenos Aires: 43 dicas para a sua viagem!
20 passeios grátis para se fazer em Buenos Aires!
Onde comer em Buenos Aires
Dicas de compras em Buenos Aires
Dicas de transporte em Buenos Aires
Como ir de Ezeiza a Buenos Aires

E você, onde você gostaria de ficar aqui em Buenos Aires? E para aqueles que já conhecem a cidade, em que bairro ficaram? Recomendam? Conte nos comentários!