O que fazer em Chiang Mai: dicas para aproveitar uma das maiores cidades da Tailândia

Wendell Oliveira 7 · abril · 2017

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Quem visita a Tailândia costuma ter um objetivo bem definido: as praias! Mas depois de pesquisar você acaba percebendo que o país não tem só isso a oferecer. A cultura tailandesa é rica em costumes, crenças e tradições, e isso fica mais evidente em Chiang Mai, uma das cidades mais bonitas e interessantes da Tailândia.

Localizada a 1h30 de avião de Bangkok, bem ao Norte do país e completamente longe das praias, Chiang Mai encanta com seus templos imponentes, natureza preservada, atividades culturais e uma paz contagiante. Se você tiver algum tempo disponível e quiser conhecer “a verdadeira Tailândia”, muito além do litoral, vale a pena visitar a cidade e ver o que de melhor ela tem a oferecer:

1. Visite o Wat Phra That Doi Suthep

Encravado no alto de uma montanha, esse templo budista com belas pagodas douradas atrai visitantes o ano todo, que buscam tranquilidade e a melhor vista da cidade. O caminho pela estrada é lindo, com muito verde e barraquinhas repletas de amoras e morangos – frutas que não são muito comuns na Tailândia, mas que conseguem ser cultivadas no clima mais ameno das montanhas.

São 309 degraus em uma escadaria de arquitetura única, da portaria até o templo em si. A subida compensa com um dos templos mais tradicionais e bem preservados da Tailândia, com uma vista de tirar o fôlego.

2. Passeie (e coma!) nas feirinhas noturnas

Quando o fim da tarde vai chegando, o centrinho de Chiang Mai muda completamente de paisagem! Centenas de barracas ocupam as ruas onde vendedores talentosos põem à venda tudo o que você puder imaginar: de artesanatos bem trabalhados em madeira e seda até as mais diversas iguarias da gastronomia tailandesa. E se você é apaixonado por comida, chegou ao lugar certo.

Não deixe de experimentar o Khao Soi, prato mais típico de Chiang Mai, à base de macarrão de ovos com coxa de frango e muito curry. Para beber, a melhor opção é um Cha Yen (Thai Milk Tea), tradicional chá preto tailandês adoçado com leite condensado e bebido preferencialmente com bastante gelo! A sobremesa fica por conta do delicioso Mango Sticky Rice, feito com arroz glutinoso, leite de coco e fatias da manga mais suculenta e sem fiapos que você vai experimentar na sua vida!

3. Participe de um festival tradicional

A rica cultura da Tailândia e a forte devoção ao budismo favorecem os mais variados tipos de festivais, que acontecem praticamente todos os meses do ano e sempre guardam algo de especial. Em fevereiro a cidade fica toda colorida com o Festival de Flores, com uma diversidade de flores que atraem visitantes do mundo todo. Já em abril acontece a comemoração do Ano Novo Tailandês (Songkran), uma celebração animada com jeito de carnaval, com dias inteiros reservados à uma festa cheia de água, onde a graça é molhar e ser molhado das maneiras mais criativas possíveis.

Mas se o seu negócio é um pouco mais de tranquilidade, o Festival das Lanternas (Loi Krathong) em novembro é a festividade mais recomendada. Desfiles e procissões cruzam a cidade, enquanto barquinhos decorados são lançados no rio e lanternas em forma de balão são soltas no ar, tomando o céu com um brilho inesquecível em nome da boa sorte.

4. Receba uma massagem tailandesa

Visitar a Tailândia e não fazer massagem é como ir ao Rio de Janeiro e não visitar as praias! Chiang Mai é o lugar ideal para receber uma massagem, já que a cidade é repleta de spas, centros estéticos e até mesmo massagistas na rua, com técnicas únicas, desenvolvidas em Chiang Mai e exportadas para todo o país!

5. Explore a natureza ao redor

Como você já deve ter percebido, a natureza é o maior destaque de Chiang Mai, que possui diversos parques bem preservados em seu território, repletos de montanhas, cachoeiras e rios perfeitos para a prática de rafting. Não deixe de aproveitar a oportunidade para fazer ao menos um dia de trekking com guias pela selva local e conhecer um pouco mais das surpresas que Chiang Mai esconde em seu vasto território verde.

6. Aprenda a cozinhar comida tailandesa

Os temperos caprichados da cozinha tailandesa já conquistaram o mundo todo, e nada mais justo do que levar para casa a técnica de preparo dos deliciosos pratos típicos do país. Cursos de culinária são abundantes por toda a cidade, com programação que variam de algumas horas à até mesmo dias inteiros de intensa aprendizagem. Confira os dez melhores cursos de culinária tailandesa em Chiang Mai e escolha o seu – há cursos especializados até mesmo para vegetarianos e veganos.

7. Assista (e pratique) Muay Thai

Mais do que uma simples arte marcial, o Muay Thai carrega consigo toda uma filosofia de vida e cultura milenar desenvolvida de forma autêntica na Tailândia. Reserve uma cadeira na arquibancada do Thaphae Boxing Stadium ou no Kawila Boxing Stadium e torça para o melhor! Os confrontos (de 6 a 8 por noite) acontecem de segunda à sábado, a partir das 21h.

Além de ser uma luta que serve como entretenimento, o Muay Thai também é uma excelente atividade física famosa por queimar muitas calorias. No centro histórico de Chiang Mai há excelentes academias com pacotes a partir de 1 hora de treino pesado, cujos treinadores farão você se sentir um verdadeiro tailandês.

8. Admire um templo todo branco

A aproximadamente 3 horas de distância de Chiang Mai, a província de Chiang Rai é a casa do peculiar Wat Rong Khun (White Temple), um dos templos mais bonitos e exóticos da Tailândia. Seu exterior é de um branco imaculado e ao redor inúmeras esculturas de arte pop se misturam aos símbolos budistas, criando uma mistura no mínimo inusitada.

O cenário surreal cria encontros improváveis de Buda com “O Predador”, além de criaturas fantasmagóricas, monstros e cenários apocalípticos. Tudo isso em meio a um ambiente completamente pacífico e acolhedor, o que torna a experiência ainda mais interessante – e merecedora de muitas fotos.

Autor

Wendell Oliveira - Editor - Ásia Apaixonado pela Tailândia, quando não está no país a trabalho está a passeio :)