Hotéis em Cancún – dicas de como escolher onde ficar

Camille Panzera 28 · março · 2016

Cancún, no México, é um dos destinos mais visitados pelos brasileiros que desejam curtir uma boa praia no exterior. A cidade é cheia de opções de lazer: tem realmente um mar de cair o queixo, uma excelente estrutura hoteleira, passeios muito variados, bons restaurantes, shopping e atrativos culturais. A quantidade de atrações nessa região é singular e você pode passar vários dias explorando a área, conhecendo algo novo a cada dia. O grande diferencial de Cancún é ter opções que agradam a pessoas com gostos completamente distintos, desde aqueles que querem festa, aos casais em lua de mel ou famílias com crianças.

Hotéis em Cancun
Vista do Hotel Westin Lagunamar

Por ser um destino tão atrativo e variado, Cancún cresceu muito e passou a ser fortemente explorada pelo turismo. E como toda essa região da Península de Yucatán, no estado mexicano de Quintana Roo, tem um mar maravilhoso não é apenas Cancún que se tornou uma atração. “Cancún”, geralmente é o nome que muitos usam, mas há outros lugares para hospedagem próximos da cidade que talvez se encaixem melhor no seu perfil de viajante. E as opções de hotéis em todos esses lugares é tão grande que fica difícil decidir onde se hospedar. Abaixo explicamos melhor sobre cada lugar, opções de hotéis e dicas que podem ajudar a decidir onde se hospedar em Cancún! 

Cancún

Cancún propriamente dita é uma cidade muito turística. O que nem todo mundo sabe é que a localização da hospedagem faz muita diferença no aproveitamento da viagem. A cidade tem sua Zona Hoteleira, que é onde a maioria esmagadora dos turistas de hospeda, e tem também o centro da cidade, que é onde os mexicanos realmente vivem. A Zona Hoteleira tem hotéis enormes e com todo tipo de facilidades: piscinas, restaurantes, bares, spa, playground infantil – é um lugar muito estrutura e muito procurado pelos norte-americanos.

A Zona Hoteleira de Cancún tem uma excelente estrutura e é realmente ali que os turistas se hospedam e é onde indicamos que você se hospede também. Ficando na Zona Hoteleira você pode utilizar ônibus para circular e ter e acesso facilitado aos shoppings, boates, restaurantes etc. O que ocorre, porém, é que a própria Zona Hoteleira é enorme e a escolha da localização correta pode implicar diretamente na maneira que você irá aproveitar a viagem e curtir o mar.

cancun-mapa
Mapa de Cancún e Zona Hoteleira

A Zona Hoteleira tem o formato parecido com o de um número 7. (veja a imagem abaixo) e nela está uma via chamada Boulevard Kukulkán – os endereços em Cancún são identificados de acordo com o quilômetro em que o terreno está localizado. Por exemplo, a vida noturna de Cancún concentra-se no km 8.5 da Boulevard Kukulkán e o Shopping La Isla no km 12.5.

A parte interna do sete, virada para o continente, está às margens de uma lagoa e a parte externa do 7 virada para o mar belíssimo do Caribe. Quando Cancún começou a se desenvolver, ela começou crescendo a partir do centro, e, portanto, próximo ao centro (km 3) ficam os hotéis de menor porte, mais baixos e mais antigos da Zona Hoteleira. Com o passar dos anos e desenvolvimento da região, novos hotéis foram surgindo e ganhando seu espaço ao longo da Boulevard Kukulkán.

Outra dica que faz diferença na hora de escolher a localização do hotel é ter em mente que a parte de cima do 7 ( ou seja, a parte da península mais próxima do centro), tem um mar mais calminho, enquanto a parte extensa do 7 (vertical) tem o mar mais agitado. Há quem visite Cancún e tenha a impressão de que as pessoas não entram no mar e talvez essa sensação seja a de quem se hospeda na área em que o mar é mais agitado, pois há praias da cidade que o mar é muito tranquilo, ideal para quem está com crianças ou para quem não gosta de ondas fortes.

Se você procura um hotel com boa estrutura e quer ficar em uma região de águas calmas, opte por se hospedar na região superior da península (a parte “de cima” do 7), onde estão hotéis como o Barcelo Costa Cancun, o Cancun Bay Resort e o Real Inn Cancún, uma ótima pedida para fugir dos preços exorbitantes.

A região próxima das boates, no km 8 e 9 também é muito boa para quem quer aproveitar a vida noturna ou mesmo para quem prefere um mar mais tranquilo. Nessa área estão os hotéis Fiesta Americana Villas Cancún, o Grand Fiesta Americana Coral Beach, o Dream Sands Cancun, o Hyatt Ziva Cancún e o os hotéis da rede RIU, que são all inclusive e têm um custo bom comparado a outros de sistema similar. Se você não faz questão de ficar em um resort, pode ser uma boa pedida ficar no Aloft Cancun, que tem apartamentos bem localizados e com um bom preço.

riu-cancun
Vista do RIU Cancun All Inclusive

Ao longo da Zona Hoteleira, a quantidade de hotéis é enorme. Um dos pontos de destaque dessa região é o km 12-12.5 da Kukulkán, onde está o Shopping La Isla e hotéis como o maravilhoso The Westin Lagunamar, com quartos completíssimos, ideais para quem viaja em família, o Park Royal Cancun All Inclusive, que tem um buffet satisfatório, o Live Aqua Cancun e o ME Cancun All Inclusive.

sandos-cancun
Sandos Cancun Luxury All Inclusive

No km 14-15 estão hotéis de grande porte, como o Hard Rock Hotel Cancun All Inclusive, o JW Marriott Cancun, o Secrets The Vine Cancun All Inclusive (apenas para adultos) e o Sandos Cancun Luxury Resort All Inclusive, que tem um espaço na beira do mar muito gostoso e um bom spa.

Para quem quer economizar ou não faz questão de vista para o mar, pode valer a pena ficar no centro de Cancún, mas é preciso considerar que ficando nessa região você não terá acesso fácil ao mar e ao visitar a Zona Hoteleira, terá que aproveitar as praias públicas. No centro as opções são mais econômicas e ainda assim há bons hotéis, como o Four Points by Sheraton, Suites Malecon Cancun e o La Quinta Inn & Suites Cancun. Ficando nessa região, considere alugar um carro, que permitirá se deslocar com mais facilidade pela cidade.

Riviera Maya

A cidade de Cancún é apenas uma das opções de hospedagem na península de Quintana Roo, uma outra opção é a Riviera Maya, uma região que se estende por cerca de 130km ao longo do litoral. Ao longo da Riviera Maya existem diversos resorts e é nesse litoral que estão localizadas as cidades de Playa del Carmen e Tulum.

tulum
Tulum – Riviera Maya

O esquema de quem quer se hospedar na Riviera Maya é um pouco diferente de quem se hospeda em Cancún. A Riviera é uma região composta por várias pequenas cidades e ao longo da rodovia (Carretera Tulum-Cancún) que permeia o litoral da Riviera existem muito e muitos hotéis. Dirigindo pela rodovia você passa pela entrada de vários hotéis, e verá que são hotéis que estão afastados do movimento de pessoas e do comércio, por isso são locais ideais para quem quer sossego e para quem tem como prioridade curtir a estrutura do hotel e sua praia sem precisar sair dele. Como a grande parte desses hotéis são all inclusive, eles oferecem toda a estrutura que seus hóspedes precisam para passar o dia. No geral são também hotéis muito espaçosos, com centenas de quartos e espaços de lazer.

Outra diferença de Cancún para a Riviera Maya é que não há transporte público como em Cancún, então, para deixar o hotel você precisará de um táxi ou terá que alugar um carro. Para quem quer realizar passeios pelas redondezas, o que conta a favor da Riviera Maya, é que ela está melhor localizada com relação a alguns pontos de interesse, entre eles o parque X-Caret e os sítios arqueológicos de Tulum e Chichen-Itzá.

Alguns resorts na Riviera Maya são o Catalonia Privileged Maroma, o Catalonia Royal Tulum Beach, o Hard Rock Hotel Riviera Maya, Grand Residences Riviera Cancun e Artisan Senses Hotels.

Um pedaço do litoral entre Cancún e a Riviera Maya é conhecido como Riviera Cancun e alguns hotéis dessa área também utilizam essa nomenclatura. A área é uma boa alternativa para quem quer curtir a atmosfera da Riviera Maya, com hotéis mais afastados e privativos, com o o benefício de estar ao mesmo tempo próximo de Cancún ou de Playa del Carmen caso você queira fazer algo diferente durante o dia ou a noite. Nessa área estão os hotéis Secrets Silversands Riviera Cancun, Now Sapphire Riviera Cancun e Ocean Coral & Turquesa All Inclusive.

Playa del Carmen

Uma das cidades da Riviera Maya faz um sucesso especial e se tornou um destino que contrapõe toda a urbanização de Cancún. Playa del Carmen é vista como um destino rústico, interessante para quem gosta de cidades de pequeno porte, hotéis boutique e para quem quer fazer atividades caminhando. Uma comparação muito frequente é de Cancún foi feita para o gosto dos norte-americanos enquanto Playa del Carmen segue um gosto dos europeus.

playa-del-carmen
Playa del Carmen – Riviera Maya

A área turística da cidade resume-se a algumas ruas, sendo que praticamente tudo gira em torno da 5ª Avenida, uma via que reúne grande parte dos restaurantes e uma infinidade de lojinhas! Várias lojas de marcas famosas já estão presentes nessa rua e cada vez ela se desenvolve mais – recentemente a rua ganhou até um shopping. Em PdC, algumas opções de acomodações são as Suites Corazon, o Artisan Senses 5 Avenida, Porto Playa Condo Hotel e o Hotel Aventura Mexicana – todos muito bem localizados e próximos do burburinho da cidade.

Cozumel e Isla Mujeres

Para quem prefere lugares ainda mais sossegados, hospedar-se em uma das ilhas que os turistas visitam como destino de um dia pode ser uma opção. Isla Mujeres está próxima de Cancún e Cozumel próxima de Playa del Carmen. Ambas possuem poucos hotéis, são regiões muito bonitas para mergulho e serão boas alternativas para quem quer tranquilidade.

All Inclusive ou não?
Essa é uma decisão completamente pessoal e que varia muito de acordo com o estilo de viagem de cada um. É preciso analisar caso a caso, porque nem sempre o modelo all inclusive (aquele tipo de hospedagem que inclui todas as refeições e bebidas no valor da diária) é vantajoso. Se você pretende realizar passeios todos os dias e é do tipo que não gosta de ficar parado, quer passar o dia explorando a cidade e suas opções, provavelmente não é o tipo de sistema indicado para você, afinal, passando o dia inteiro fora pouco você irá aproveitar do que o hotel oferece. Se você prefere curtir o hotel, está viajando para descansar, que curtir a piscina e passar o dia na beira do mar aproveitando da estrutura que o hotel oferece, aí sim parece uma opção indicada. Outra opção seria dividir a viagem entre os dias que você quer curtir o hotel e os dias que irá fazer passeios e, quem sabe, ficar em mais de um hotel dependendo de seus objetivos.
Coloque na balança os prós e os contras de cada opção e analise qual o tipo de viagem que você pretende fazer, assim fica mais fácil decidir e eventualmente economizar com a hospedagem.

Alugar carro ou não?
É mais um dos temas que tem que ser avaliado individualmente. Em Cancún é perfeitamente possível conhecer a Zona Hoteleira e suas atrações através dos ônibus e complementar a programação através dos passeios que as agências oferecem. Mas se você prefere ter a liberdade de ir para onde quiser, na hora que quiser, fazer passeios por conta própria sem a presença de um grupo ou quer ter a possibilidade de conhecer lugares menos tradicionais, é uma ótima pedida alugar um carro. Em Cancún ele não é tão necessário porque na cidade há transporte público, mas quem fica na Riviera Maya ou adjacência poderá sentir falta de um carro quando quiser fazer passeios aos seus arredores.

Para ir a Cancun precisa de visto?
Não! Brasileiros que viajam a turismo ao México não necessitam de visto, apenas de um passaporte válido que cubra o período da viagem. O prazo máximo que se pode permanecer no país com visitando a turismo é de até 180 dias. Para mais informações, consulte o site do Consulado Geral do México em São Paulo.

Onde fica Cancún e como chegar
Cancún fica no México, no estado de Quintana Roo, às margens do Oceano Atlântico. A cidade está a cerca de 1.600km por terra da Cidade do México, capital do país, ou a cerca de 2h30 minutos da capital.

Saindo do Brasil você pode utilizar a Tam, Copa Airlines (com conexão no Panamá), Lan (via Lima), Avianca (via Bogotá), American Airlines (via Miami) e Delta (via Atlanta). Lembre-se que ao comprar um voo que faz conexão nos Estados Unidos, você precisará do visto do país.

como-chegar-cancun

Cancun ou Punta Cana? 
São destinos completamente diferentes, ainda que em ambos o mar seja supreendentemente belo. Cancún é um destino com muitos atrativos, muitos restaurantes, boates, shows, lojas etc. É um destino completo e diversificado. Punta Cana é um destino onde o foco são os hotéis all-inclusive e ficando neles você não precisa deixar o hotel para nada porque todos os dias existe uma programação diferente e há coisas diferentes para fazer. É um lugar bacana pelo fato de oferecer um bom custo-benefício e ser ótimo para descansar. Em Punta Cana o foco é o hotel e a praia na frente do hotel, em Cancún você tem uma cidade inteira para aproveitar. A logística da Riviera Maya se parece mais com a de Punta Cana.

Pacotes para Cancún
Embora muitas pessoas estejam acostumadas a viajar com pacote, é perfeitamente possível viajar a Cancún sem eles. A falta de burocracia para viajar é uma mão na roda e frequentemente o MD encontra promoções de passagens aéreas para a cidade. Além disso, há uma grande variedade de hotéis, passeios e atrações para visitar e sem um pacote você não fica amarrado a um roteiro único e pode explorar a cidade como preferir. Para ajudá-lo a programar sua viagem, leia nosso Guia de Cancún e o Guia de Playa del Carmen.

E você? Já esteve em Cancún? Conte para nós onde se hospedou e como foi sua experiência!

Publicado por

Camille Panzera

Camille

  • Fabio Vilela

    Fui a Cancun e a Punta Cana e digo o mesmo, são bem diferentes. Cancun mais agitado e Punta Cana mais tranquilo e mais familia. Para mim, os dois destinos são simplesmente fantásticos. Cancun tem muitas atrações, curtimos menos o resort do que Punta Cana. Gostei de todos os passeios que fiz, gostei de fazer compras (fomos no segundo final de semana de Novembro, que é “black friday” deles), e vale muito a pena alugar um carro, pois é barato e a gasolina tb é bem mais barata que no Brasil, sem contar a liberdade que temos.

  • Alexandre Fontoura

    Recomendações básicas: 1. Vá por conta; 2. Os dias que for fazer passeios, fique em hotel comum, indico o La Quinta Inn; 3. Alugue carro para fazer os passeios (aluguei pela América Rent Car); 4. Chichén Itzá – vá pela rodovia (pagando pedágio) e volte por dentro (sem pedágio); 5. Conhecer e mergulhar no Ik-Kil; Depois dos passeios feitos, vá para o Resort (Riu Cancun, no meu caso). Resumindo: Fiz 3 dias de passeios, ficando no hotel comun; 4 dias no Resort. Achei perfeito!

    • Leandro Melo

      Acho que o melhor a se fazer é isso mesmo. Ficar alguns dias em hotel mais simples, sem all-inclusive, curtir o que tem de legal na cidade, alugando um carro e depois ir para um hotel mais requintado, com all-inclusive e descansar por mais alguns dias. No meu caso, penso e ficar 4 dias curtindo a cidade e 3 no resort. Acho que não fica muito caro.

    • Anderson

      Alexandre, boa tarde! Por quanto você alugou o carro? Foi no aeroporto ou na cidade?

      • Alexandre Fontoura

        Desculpe a demora. Aluguei pelo rentcar. Peguei no aeroporto. Com seguro e tudo, deu R$ 445 para 3 dias.

    • Michelle

      Também concordo. No nosso caso, ficamos direto em um hotel no centro da cidade, bem pertinho do Mercado 28 – o Hotel Xbalamqué. Gostamos bastante, bom e barato. Alugamos um carro e fomos pra Chichen Itzá, Tulum, Ik Kil, Xcaret, além das praias mais centrais.
      A minha opinião é que Cancun e arredores têm que ser exploradas, tem muita coisa bonita e histórica pra se conhecer. Nem cogitei a ideia de ficar em um all-inclusive. Mas vai de cada pessoa né? Nós somos um pouco mais aventureiros hehe

  • Márcio Sampaio

    Em Cancun ficamos no Ibis, bem simples, com bom café da manhã (claro, não se compara a um all-inclusive) e com ótima localização: em frente ao Plaza de las Américas e com acesso fácil ao aeroporto e à Boulevard Kukulkan. Alugamos um carro, aproveitando que tanto a locação como o combustível são mais baratos que no Brasil. O custo x benefício da viagem foi excelente, gastamos muito pouco comparado a outras viagens (inclusive Punta Cana). Para quem quer conhecer a cidade e as atrações turísticas pagando pouco, considero a melhor opção.

    • Anderson

      Bacana Márcio!
      Estaremos indo mês que vem.
      Vamos ficar no Ibis Cancun centro, mas sem café da manhã. Quanto você pagou pelo café da manhã?
      E quanto foi o aluguel do carro?
      Valeu!

  • Anderson

    Estaremos indo final do mês que vem de LAN via Bogotá, hospedaremos no Ibis Cancun centro, não bebemos e queríamos uma viajem mais econômica.

  • alexandre

    Fui a Cancun em Dez/15. Me hospedei no Live Acqua. Nao recomento. Muito caro pelo que oeferece. Resorts de Punta Cana sao muito superiores e muito melhores. Taxi do aeroporto ao hotel (12 Km) me custou U$62,00, simplesmente um absurdo. Este preco eh tabelado e sem negociacao. Eles tentam vender a volta dizendo que dao 50% de desconto. Nao caia nessa conversa pois o taxi do hotel ao aeroporto tem o valor de U$30,00. O transporte publico eh terrivel. Cidade turistica onde a exploracao ao turista eh enorme e evidente (tipo Rio de Janeiro). Inclusive a sensacao de inseguranca estilo Salvador. Nao retorno a este lugar muito menos a este pais.

    • Thiago Alexandre

      Fui duas vezes à Cancún e estou programando minha terceira viagem e,
      em nenhum momento me senti inseguro. Cancún, Playa Del Carmen, Tulum,
      Cobá, Valladolid, Mérida e cidades ao redor, sempre vi bastante
      policiais e não presenciei nenhuma situação em que pudesse ficar
      inseguro. Não deixe que esta experiência ruim faça com que você não
      retorne ao país, lá é maravilhoso e você pode ter uma experiência
      incrível.
      O Live Acqua eu não conheço, mas hotéis como o Aloft e o Hyatt são excelente.

      Táxi,
      paguei o equivalente a US$12 na primeira vez e US$20 na segunda. Tem
      que ficar esperto com alguns taxistas, mas isso não é só lá, em SP, por
      exemplo, é a mesma coisa ou pior.

      Os ônibus de Cancún são
      velhos, isso é fato, mas para todos os lugares que eu queria ir, não
      esperava mais que 4 minutos durante o dia e 10 minutos na madrugada.

      Exploração de turista, tem em qualquer lugar. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • André Felipe

    Vou relatar minha experiência de overbooking no hotel NOW SAPPHIRE RIVIERA CANCUN. Adquiri diretamente com eles a hospedagem de uma semana e chego lá… OVERBOOKING. Cheguei meio-dia no Hotel e não havia previsão de liberação de quarto naquele dia (nem no dia seguinte). A solução que eles deram foi nos enviar para um outro hotel da rede. o NOW JADE RIVIERA CANCUN, que eles diziam ser de mesma categoria. O quarto ficava em uma praia muito cheia de algas e, para entrar na água, ir um pouco além da linha da cintura, eu tinha que colocar aqueles calçados aquáticos que a gente usa em alguns parques lá do circuito turístico de lá. O hotel tinha um quarto excelente, mas a alimentação péssima. Minha mãe ficou 3 dias com infecção estomacal.
    Sobre o overbooking, o hotel não deu justificativa até hoje e, simplesmente, não recomendo, pelo descaso.

  • Felipe de Leon Bellezia de Sal

    Conheço os dois destinos (já fui a Cancun uma vez e duas para Playa) e para mim Playa del Carmen é imbatível. Claro que a escolha do destino dependerá das intenções do viajante. Mas ambos têm atrações para todos os tipos de gosto, do mais espartano ao mais exigente.

  • Monique Froes

    Eu e meu marido passamos nossa lua de mel em Playa del Carmem, no hotel The Royal. Eu indico fortemente essa viagens para recém-casados, especialmente se preferirem algo mais tranquilo. Passamos um dia em Cancún, mas a impressão que deu foi que lá é mais agitado e é necessário usar o carro ou ônibus para se locomover, já que os lugares ficam bem longe uns dos outros. Em Playa, há um centrinho ótimo, cheio de lojas, shopping e até a Coco Bongo (sensacional!). E esse hotel é top, all-inclusive, cheio de mordomias!

  • Victor

    Minha lua de mel foi em Cancun em Jan/14, ficamos no Grand Park Royal (all inclusive) e fomos pela Aeroméxico, que fez via cidade do méxico. Sabe dizer se ela não faz mais?

  • Janine

    Fui a Cancún e Playa del Carmen em novembro /dezembro de 2015, por volta própria e sozinha. Gastei R$ 4600,00, que incluiu os hostels, baladas, moeda em espécie (dólares e pesos) e passagem aérea. Não fiquei com miséria lá. Bebi muito, fui ao Coco Bongo e outras baladas. Recomendo o Hostal Mayapan em Cancún e o Hostel 3B em Playa.

  • Acho que vale dizer que todas as praias de Cancun são públicas, por mais que sejam tomadas pelos resorts.
    Algumas dicas pessoais, estive lá na semana passada e fiquei no centro, e fiquei hospedado no hotel City Express (Ao lado tem um Ibis, One, e outras opções).

    Ao lado desse hotel fica o Malecón Américas, um shopping imenso, com boa praça de alimentação, possui um supermercado dentro, e muita variedade de lojas, terminais de banco, StarBucks, restaurantes conhecidos, etc.

    Em frente ao shopping tem ônibus que vai direto para a zona hoteleira (LINHA R27), faz todo o trajeto da zona hoteleira, e o motorista “grita” o nome de todos os pontos, praias, e é super rápido. A passagem custa 10 pesos.

    Para ir do Aeroporto até essa região, tem os AutoBuses ADO, custa 66 pesos (32 pesos se comprado antecipadamente no site), e vão para o terminal, que fica bem próximo. E para voltar, não é necessário ir até o terminal novamente, no hotel Ibis tem uma galeira chama “Plaza terra viva”, e lá tem uma loja ADO, e o ônibus sai de lá, para ir e vir demora 20 minutos em média. (De graça, se comparado ao preço de um táxi).

  • Felipe Lehnen

    Estive em Playa e depois cancun. Logo do aeroporto peguei um bus muito confortável do aeroporto para playa, bem barato e seguro. Fiquei no Cache Hotel Boutique, bem próximo da quinta avenida e com café da manhã. Depois fui de bus de Playa para Cancun confortavelmente no ar condicionado e parei em frente ao Aloft Cancun que também fica na zona hoteleira há uma quadra das baladas e restaurantes. Nada de all inclusive, que na minha opinião não vale para um lugar com tantas coisas interessantes para fazer e conhecer.

  • Ronaldo Erone Da Silva

    Muito legal esse guia, e ler ele me fez lembrar da minha viagem a Cancun a 1 ano e meio atrás. O que descreveram no guia está completamente perfeito. Eu fiquei num hotel maravilhoso Fiesta Americana Condessa , inclusive outros 2 hoteis da mesma rede foi citado acima, aconselho muito o Fiesta Americana Condesa.. TOP DEMAIS. Fui com a COPA AIR LINES, e fiz um stopover no panamá, fiquei 3 noites para conhecer a cidade e fazer umas compras.. experiencia inesquecível tanto em Cancun quanto no Panamá.

  • Aline Rosa

    Alguém indo para Cancun em abril? =)