Como é voar na Jet Airways

Denis Carvalho 5 · setembro · 2014

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Continuamos hoje nosso giro pelas companhias aéreas da Índia. Dessa vez nossa leitora Laura Campos nos conta como foi sua experiência com a Jet Airways. A companhia, que já havia sido avaliada aqui no MD, é a segunda maior da Índia, com mais de 3 mil voos diários para 74 destinos em todo o mundo. Veja como foi o voo: 

Em dezembro de 2013, fui a um casamento na cidade de Pune, na Índia, e aproveitei para viajar um pouco pelo país, particularmente pela região do Rajastão (Noroeste). Além das 17 horas de voo até a Índia (14 horas de São Paulo a Dubai e 3 horas de Dubai a Mumbai, pela Emirates), acabei acumulando mais algumas horinhas em companhias locais indianas. Segue a descrição do segundo trecho, com a Jet Airways.

avaliacai-jet-airways


Dados do voo: 9W 0756
Origem X Destino – Jaipur – Delhi

Compra
Todos os voos que pegamos foram comprados por uma agência de turismo local; nós apenas escolhemos as datas, então sinceramente não sei opinar sobre a experiência de compra ou preços. Só posso dizer que usar uma agência de viagens local é um pouco aventureiro, porque como pude perceber com os prestadores de serviço indianos, digamos que o Brasil está bastante avançado em comparação.

O preço de cada voo ficou em torno de Rs. 7.000,00 (R$ 270). Peço desculpas aos caros leitores do MD, mas como comprei num pacote, paguei um total de Rs. 21.000,00 pelas passagens, e não sei exatamente o quanto saiu por trecho (não fizemos nenhum voo de ida e volta, sempre apenas ida). Tampouco acumulei milhas, pois nenhuma companhia usada fazia parte de algum programa de milhagens que eu utilizo.

Check-in e embarque

O aeroporto de Jaipur não fica muito longe da cidade, então não tivemos problemas em chegar lá (se bem que na Índia é sempre bom ter cautela com o trânsito e sair com antecedência). O aeroporto em si é pequeno e tranquilo, com algumas opções para comer, inclusive lojas baratinhas de salgadinhos e doces.

Aeroporto-Jaipur

O check-in foi tranquilo. O limite de bagagem é o mesmo da Air India: são 15 kg para a bagagem despachada + 7 kg de bagagem de mão e os quilos excedentes também custam Rs. 250 (cerca de R$ 10).

O banheiro do portão de embarque não tinha papel higiênico (algo comum na Índia, então eu sempre levava lencinhos comigo) e o secador de mãos não funcionava. O embarque foi feito na pista (sem finger) e o voo saiu com 25 minutos de atraso.

avaliacao-jet-airways-04

Avião

O avião era um moderno Boeing 737-800 com configuração de assentos 3×3 e poltronas na classe executiva. O espaço era minúsculo entre as fileiras de poltronas e não dava nem para abrir uma revista com a poltrona da frente reclinada (como dá pra ver na foto. E antes que alguém pergunte, os desenhos na minha mão são hena 🙂 ). Foi uma péssima ideia deixar a bolsa debaixo do assento à frente e eu fiquei feliz que esse era um voo de curta duração.

avaliacao-jet-airways-02

Serviço
O serviço foi atencioso e feito em inglês e hindi. O serviço de bordo foi o típico kit-espartano para voos de curta duração: sanduíche vegetariano (que ficava esparramando o recheio em todas as direções) e suco de laranja em caixinha ou água.

avaliacao-jet-airways-01

Como entretenimento, havia apenas uma revista de bordo, mas com matérias interessantes. A chegada em Delhi foi tranquila e nossa bagagem chegou sem problemas.

avaliacao-jet-airways-03

Conclusão
Realmente a Jet não é nenhuma companhia exemplar e deve ser usada apenas para trechos curtos. No mais, sem incidentes.

Agradecemos à Laura por mais esta avaliação, que certamente vai ajudar muitas pessoas a optar ou não pela Jet durante suas viagens à Índia. Já conhecia a companhia? Conte nos comentários como foi sua experiência e participe! Confira todas as avaliações publicadas pelo Melhores Destinos em nossa página especial

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe