Como é voar no 787 Dreamliner da LAN de São Paulo a Santiago na econômica e executiva!

Denis Carvalho 7 · outubro · 2014

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Dando sequência à nossa série de avaliações de companhias executivas, trazemos hoje um flight report especial: como é voar para o Chile com o novo Boeing 787 Dreamliner da LAN! Somente na semana passada a companhia chilena colocou a aeronave mais moderna do mundo na rota e o MD já foi lá conferir, com o nosso leitor Leonardo Cassol, como são os serviços e o conforto oferecido pela aeronave. Vale lembrar que a partir de novembro os voos serão diários e os preços são os mesmos para voar com o 787, 767 ou A320, por isso vale a pena ficar atento na hora de reservar! Acompanhe a avaliação! 

O Boeing 787-8 da LAN começou a operar na rota Guarulhos x Santiago do Chile x Guarulhos há poucos dias (outubro de 2014). A convite do Melhores Destinos, tive a felicidade de embarcar pela primeira vez nessa aeronave para uma avaliação completa. Acompanhe a seguir detalhes da novíssima aeronave e do serviço da LAN, com o review exclusivo da classe econômica e da classe executiva. Os voos foram feitos nos dias 5 e 6 de outubro de 2014.

avaliacao-LAN-787

Parte I – O novo Boeing 787 Dreamliner

O novo Boeing 787-8 da LAN Chile foi configurado com 247 assentos, sendo 217 na classe econômica (formato 3 x 3 x 3) e 30 poltronas cama na executiva (Formato 2 x 2 x 2 – flat bed, reclinando 180 graus). A companhia possui sete aeronaves Dreamliner em sua frota e mais 15 encomendadas, com entrega prevista até 2017.

Boeing 787 LAN

O Boeing 787 apresenta inúmeras inovações tecnológicas, muitas delas perceptíveis para os passageiros:

1. Novos sistemas de redução de turbulência

Foto1Uma excelente notícia para a grande maioria dos passageiros que sente desconforto durante as turbulências. O avião foi projetado com sensores de detecção de ventos e com sistemas de supressão ultra modernos que reduzem muito seus efeitos. Praticamente não se percebe turbulências leves e moderadas. Durante o meu voo, para se ter uma ideia, o aviso de atar os cintos só foi aceso na passagem sobre a Cordilheira dos Andes, o que é uma raridade em voos para o Chile. Porém, o novo sistema não impede o avião de trepidar. Nota 8!

2. Redução de ruído na cabine

O avião é bem mais silencioso que os demais. Segundo a Boeing, 60% mais silencioso em relação aos concorrentes. O ar condicionado fica quase imperceptível. O avião foi projetado para vibrar menos e as turbinas desenhadas e montadas para reduzir o ruído. Repare no novo desenho da turbina: design + eficiência. Nota 9!

Foto2

Foto: divulgação LAN
Foto: divulgação LAN

3. Sistema de filtragem do ar mais eficiente

Totalmente remodelado, com três tipos de filtros, aumentou em 10% a umidade a bordo, deixando o ar mais limpo e livre de impurezas. Além disso, reduziu a equivalência de pressão da cabine durante o voo de 8.000 pés (padrão das aeronaves atuais) para 6.000 pés, aumentando substancialmente a absorção de oxigênio pelo organismo humano e, consequentemente, a sensação de bem estar. Sem me deixar levar pela emoção, é possível sentir a diferença dentro do avião. A pele e a boca ficam menos secas. Sentimos menos fadiga. Nota 10!

Foto3

4. Nova iluminação em LED

A iluminação do novo 787 da LAN é um show à parte. Existem nove opções pré-programadas, entre embarque, serviço de bordo, noite, café da manhã e aterrisagem, seja durante o dia ou durante a noite. O LED oferece opções de cores que maximizam o conforto do passageiro e valorizam o interior da cabine. Testado e aprovado. Muito relaxante. Nota 10!

Foto5

Foto4

5. A maior janela dentre todas as aeronaves

As janelas do 787 são 30% maiores em relação às demais. Não existe mais a persiana, que foi substituída por um moderno e eficiente sistema de escurecimento acionado pelo passageiro. O escurecimento é imediato, mas para ficar mais claro leva alguns segundos. Se estiver se perguntando se a janela fica totalmente escura durante o dia, a resposta é sim! Resta saber o que faremos se o sistema apresentar problemas quando as aeronaves começarem a ficar velhas (rsrsrs)… Nota 10!

Foto6

6. Maiores compartimentos de bagagem e espaço para objetos pessoais

O fim (ou a diminuição) das brigas pelo espaço nos compartimentos superiores, é o que promete o novo Boeing 787, com 20% mais espaço interno. Sinceramente, não achei a essa diferença tão perceptível, pelo menos comparado ao dos B777. Na classe executiva, existe um espaço adicional para objetos pessoais na parte de baixo que fica em frente ao assento. A LAN permite o embarque de 2 volumes de malas de mão de até 8 quilos cada para passageiros da classe econômica e de até 16 quilos na premium economy ou na classe executiva. Nota 8!

Foto8

7. Banheiros

A configuração da LAN possui 8 banheiros, sendo dois exclusivos para a classe executiva. Os banheiros possuem vaso e pia equipados com sensores acionados automaticamente com o passar das mãos, além de um filtro especial para evitar odores. Parecem mais silenciosos que os tradicionais, um alento para quem sentar próximo a eles. Nota 8!

Foto9

8. Design exterior, tecnologia e composição inovadora da fuselagem

A elegância do avião impressiona não só por dentro mas também por fora. Ele é bem mais leve, com 50% de sua fuselagem feita por materiais compostos, 20% de alumínio, 15% de titânio e apenas 10% por ferro, tendo ainda 5% de outros materiais. Economiza em torno de 20% de combustível em relação aos seus concorrentes e emite menos CO2. Um primor da tecnologia, que certamente não ficou manchado pelo seu início de operação tumultuado.
Nota 9!

Foto10

Link para um tour virtual pelo novo Boeing 787-8 Dreamliner da LAN (opção em português)
http://www.lan.com/es_cl/sitio_personas/minisitios/boeing787/index.html

Parte II – O voo e o serviço da LAN

Compra

A compra foi feita pelo site da TAM, apesar de os voos serem operados pela LAN. É importante pesquisar com atenção os preços, pois é comum haver diferença no valor das tarifas nos sites das duas empresas. Isso se deve ao modelo de compartilhamento (codeshare) implantado, que divide os assentos igualmente entre TAM e LAN. Então, se a cota da TAM estiver lotada, o preço deverá estar maior, podendo a cota da LAN estar vazia, com preço inferior para o mesmo voo. Na TAM é possível comprar em reais e fugir do IOF.

Fique atendo pois a rota Guarulhos (GRU) x Santiago do Chile (SCL) é operada por cinco modelos de aeronaves, muito diferentes entre si. O pior deles são os A320, muito semelhantes aos que as duas empresas utilizam em suas rotas domésticas, com pouco espaço entre as poltronas e sem sistema de entretenimento individual na classe econômica. No caso da LAN, esse modelo não tem classe executiva. No caso da TAM, a executiva possui 12 assentos, mas com uma poltrona muito antiga e com pouco espaço, longe das que a TAM apresenta nas aeronaves A330 e B777. Portanto, fuja dos A320!

A LAN também opera na rota com seu Boeing 767 e a TAM seu Boeing 777. São boas opções, pois são as aeronaves usadas pelas empresas nas rotas de longo curso para Estados Unidos e Europa.
Agora, se quiser viajar num avião moderno, com cheirinho de novo e uma configuração sem igual, escolha o Boeing 787. Importante ficar atento aos voos e horários onde ele é operado, pois a operação só será diária a partir de novembro e os dias da semana variam muito. Atenção: a LAN pode mudar a alocação da aeronave no futuro.
Nota 8!

Voos e horários operados com o B787
>> GRU x SCL: LA 0751 (16:20/20:35)
>> SCL x GRU: LA 0750 (08:20/12:00)

Atenção: confirme se o voo será mesmo operado pelo Boeing 787 no dia de seu voo. O site informa qual será a aeronave. Esses mesmos voos podem operarem outros horários, mas com aeronaves diferentes.

Check-in e pré embarque

O check-in na LAN em São Paulo foi tranquilo. Utilizei a fila especial para clientes One World Emerald, utilizando meu Cartão TAM Fidelidade Black. Fui prontamente atendido. A fila normal tinha aproximadamente 12 pessoas e estava tranquila. A LAN está de mudança para o Terminal 3, mas na data do meu voo o atendimento ainda continuava a ser feito no Terminal 2.

É possível fazer o check-in pela internet, mas o processo é um pouco confuso se o seu bilhete foi comprado pela TAM. Você precisa entrar no site da LAN com o localizador indicado pela TAM e acessar sua reserva. Em seguida vai aparece o localizador da LAN, que é o que deve ser usado para fazer o web check-in. A LAN libera o check-in pela internet ou app 48 horas antes do voo. Como algumas tarifas não permitem reserva prévia de assento na LAN, é importante fazer o check-in com antecedência para garantir os melhores lugares. Nota 8!

No retorno, alguns problemas. O aeroporto de Santiago já dá sinais claros de saturação. Portanto, chegue cedo! Decidi abrir mão da fila preferencial para cartões One World Emerald para testar quando tempo levaria. O check-in da LAN estava bem cheio, demandando quase 30 minutos. A fila da imigração (foto) levou 40 minutos. Confesso que quando vi o tamanho da fila de imigração quase pedi para entrar no fast lane, com medo de chegar atrasado. Porém, o voo decolou com quase 2 horas de atraso.

Foto11

A LAN não explicou o motivo, mas pareceu algum problema operacional, pois todo o processo de carregamento e abastecimento da aeronave foi feito com atraso. Nesse aspecto, faltou informação e um pouco mais de gentileza dos funcionários da LAN em relação ao atraso, pois eles se limitavam a dizer que não tinham mais informações e que deveríamos aguardar por 90 minutos até ter uma posição.

Decidi esperar no portão de embarque, eis quando, para a minha surpresa, surge ele, atrasado como um astro de sua grandeza, mas ainda elegante, bonito, radiante… B787! Deu gosto de ver e, confesso, que fiquei uns bons minutos admirando aquela aeronave, o que me fez esquecer um pouco o atraso do voo. O embarque foi iniciado pelas prioridades e seguido por 3 grupos. Apesar da decolagem tardia, o voo pousou em Guarulhos apenas 1h10 após o horário previsto.

Embarque

O embarque na ida foi bem organizado e iniciou 40 minutos antes do voo. Todos os passageiros embarcaram antes do horário da decolagem, mas as portas foram fechadas com 10 minutos de atraso. Apesar disso, o avião seguiu para a pista e decolou rapidamente, pousando no horário previsto. A fila de prioridades foi respeitada e as comissárias foram gentis na recepção dos passageiros.

Foto12

Na entrada do avião são oferecidos jornais do dia (brasileiros e chilenos). Os passageiros da classe executiva recebem champanhe, pisco sauer ou bebidas a sua escolha, acompanhados de castanhas. Nota 9!

Foto13

Poltronas

Classe Econômica
A poltrona da econômica possui 32′ de espaço entre as poltronas e 17,3′ de largura, tendo um pouco mais de espaço entre as poltronas e quase a mesma largura que as das demais aeronaves da LATAM, como os B767 e B777, além do A330. Porém, não é uma diferença muito perceptível. O acabamento em tecido também ficou muito bonito, porém senti falta de apoio para os pés, como a TAM possui nos seus novos B777. Nota 9!

Foto15

Classe Executiva

A poltrona da executiva possui 75′ de espaço entre as poltronas e 23′ de largura, sendo maior que as das demais aeronaves da LATAM, como os B767 e B777, além do A330. Reclinam 180 graus e viram verdadeiras camas. Espaço excelente e bem confortável. O acabamento em tecido também ficou muito bonito. Há ainda um discreto painel de privacidade e opção não perturbe. Nota 10!

Foto17

Foto18

Serviço de bordo

Classe Econômica
Há duas opções de escolha, entre carne, frango, peixe ou massa para almoço ou jantar, e omelete ou sanduíche no café da manhã. Os pratos acompanham uma grande variedade de bebidas quentes e frias, além de bebidas alcoólicas gratuitas.

Foto20

Classe Executiva
Os comissários da LAN apresentam o cardápio disponível em inglês e espanhol antes da decolagem, mas não tiram o pedido. Na hora estabelecida, vêm com o carrinho e, após a escolha do passageiro, tiram a bandeja equivalente e servem tudo de uma só vez. Alguns passageiros, como eu, preferem esse tipo de serviço expresso, pois a refeição acontece mais rápido e há mais tempo para dormir ou utilizar as opções de entretenimento com a mesa de refeições livre.Quem prefere comer em fases, com calma, talvez não fique satisfeito, pois a mesa fica realmente cheia.

Foto21

Nos voos vespertinos e noturnos é oferecido almoço ou jantar, contendo salada, prato principal, sobremesa e pão, além de bebidas variadas e muitas opções de vinhos. Nos voos pelo início da manhã é oferecido café da manhã, composto por pães, frios, bolo, opção de omelete ou sanduíche e frutas, além de café e bebidas variadas. A comida em ambos os voos estava quente, com boa apresentação e bastante saborosa. Nota 9!

Foto22

Sistema de entretenimento e amenidades

Classe Econômica
O sistema de entretenimento da LAN é muito bom. Tela individual de 9 polegadas, com programação on demand com filmes, programas e séries de TV, 20 jogos, tomada e entrada para USB (com conectividade com Ipod, Ipad etc.), o que permite o passageiro assistir à sua própria mídia. Há opções de entretenimento em espanhol, português e inglês. A LAN disponibiliza cobertor e travesseiros para os passageiros da classe econômica. Nota 10!

Foto23

Classe Executiva
Tela de 15,4 polegadas, com a mesma programação oferecida na classe econômica, e entrada para USB (com conectividade com Ipod, Ipad etc.), que permite o passageiro assistir à sua própria mídia, além de fones antirruído de boa qualidade.

Foto24

Há opções de entretenimento em espanhol, português e inglês. Há um controle digital exclusivo para a cabine executiva, que também recebem uma versão mais simples da nécessaire, por se tratar de um voo de curta duração (aproximadamente 4 horas), além de cobertor e travesseiro bem macios.

Foto25

No entanto, notei que o 787 dispunha de menos opções de filmes e séries que o B767 da LAN. Talvez seja por alguma falha operacional no carregamento do conteúdo, mas merece o registro. Nota 9!

Foto26

Comissários e equipe de solo

A LAN adota um protocolo de identificar todos os clientes Emerald no voo para que a chefe de cabine vá saudar e se apresentar, um a um, independente da classe de assento que o passageiro esteja. Todos os comissários foram extremamente profissionais, gentis e educados. Mostraram eficiência durante todo o voo. No entanto, tanto na ida quanto na volta, não havia nenhum comissário que falasse português, apenas espanhol e inglês. Alguns passageiros brasileiros tiveram dificuldade de entender o que os comissários falavam, o que pode representar um desconforto para quem não fala outros idiomas. Nota 8!

Programa de Fidelização

Decidi pontuar no Fidelidade TAM para que fosse possível solicitar o upgrade gratuito de classe para Cartão Black. Pela tabela do programa, voos para a América do Sul acumulam apenas 1.000 pontos por trecho na tarifa padrão (Access) no TAM Fidelidade. Caso eu optasse por pontuar esse voo no AAdvantage, programa da American Airlines, parceira pela Oneworld, receberia 62,6% mais milhas (1.626 por trecho – GRU x SCL), já que o programa credita as milhas efetivamente voadas. Ou seja, é estranho a TAM oferecer mais milhas para quem escolhe acumular pontos em seus parceiros do que na própria empresa. Difícil de entender! No entanto, graças ao bônus do 100% para acúmulo do Cartão TAM Fidelidade Black, conclui a viagem de ida e volta com 4.000 milhas, satisfatório para o meu caso. Nota 5!

Foto27

Um comentário adicional: tive dificuldade para conseguir o upgrade gratuito de classe oferecido para Cartões TAM Fidelidade Vermelho Plus e Black, por conta do meu voo ser operado pela LAN. Recentemente a empresa divulgou regras para a utilização de upgrade cruzado, em voos LAN e TAM com bilhetes comprados pela LAN e TAM. Li atentamente as regras antes de solicitar, mas parece que os funcionários da TAM e da LAN não fizeram o mesmo. Precisei de dois dias e 6 ligações, sendo 3 para o call center e 3 para o SAC da TAM (Fale com a Gente) para conseguir que meu nome fosse colocado na lista de upgrade. Mesmo assim, nas duas primeiras ligações tive que discutir muito, pois as funcionárias juravam que eu estava errado. O motivo da discórdia era que quem compra bilhete na LAN tem algumas tarifas que são inelegíveis para upgrade. Mas com bilhetes comprados na TAM não há restrição de tarifa. É desgastante e desagradável ter que explicar aos funcionários da TAM as regras que ela mesmo criou e divulgou em seu site. Nota 5 (não foi pior, pois no final tive o meu problema resolvido e consegui o upgrade em ambos os voos). Para quem estiver interessado em mais informações sobre o upgrade gratuito de classe cruzado, confira as regras no site da TAM.

Comentários finais
Parabéns à LAN por trazer essa maravilha da tecnologia para sua rota operada para o Brasil! É mais uma oportunidade de nós brasileiros conhecermos essa bela aeronave, aliado a um serviço muito bom prestado pela companhia (diga-se de passagem, muito melhor que o da Ethiopian, que também operada essa aeronave no país). Nota 8,5 para a LAN na avaliação geral!
Deixo também meu agradecimento especial ao Melhores Destinos por esta oportunidade!
Por último, e não menos importante, para apreciar a linda vista da Cordilheira dos Andes, prefiram sentar na janela nos assentos do lado direito da aeronave (Poltronas L) no trecho GRU x SCL e esquerdo (Poltronas A) no trecho SCL x GRU.

Foto28

Agredecemos ao Leonardo Cassol por essa avaliação fantástica, que com certeza deixou muita gente com vontade de fazer essa rota no Boeing 787 da LAN! E você, já voou com o Dreamliner da companhia chilena ou de outra empresa? Conte como foi sua experiência nos comentários e participe! 

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe