logo Melhores Destinos

Virgin Atlantic: conheça a companhia aérea de Richard Branson

Thayana Alvarenga
06/04/2020 às 15:27

Virgin Atlantic: conheça a companhia aérea de Richard Branson

A Virgin Atlantic esteve bem perto de voar para o Brasil. A companhia chegou a vender passagens do novo voo de São Paulo a Londres, mas acabou desistindo da rota devido à pandemia do coronavírus. Mas você conhece a Virgin? Preparamos esse post especial com todas as informações sobre a companhia,

Prazer, Virgin Atlantic

A Virgin Atlantic é uma das maiores companhias aéreas da Inglaterra. Ela foi fundada em 1984, originalmente planejada para voar entre Londres e as Ilhas Malvinas. A empresa é especialista em voos intercontinentais de longo curso, tendo hubs (centros de operação) em Londres (Heathrow e Gatwick) e Manchester.

Mercado e voo para o Brasil

A companhia pertence ao grupo Virgin, do magnata britânico Richard Branson – vamos falar mais sobre ele a seguir. O grupo Virgin e a Virgin Holidays são controladas pela holding Virgin Atlantic Limited, que pertence 51% ao grupo Virgin e 49% a Delta Air Lines. Administrativamente, é separada de outras companhias aéreas com a marca Virgin.

Segundo a própria companhia, a nova rota para o Brasil, que acabou sendo cancelada antes de começar, iria se beneficiar da demanda transatlântica de passageiros durante todo o ano. A Virgin vê São Paulo como “a capital comercial do Brasil e uma das 20 principais cidades econômicas globais, além de a maior cidade das Américas (depois de Nova York) para empresas multinacionais terem escritórios”.

A Virgin Atlantic também esperava transportar regularmente remessas de autopeças, produtos farmacêuticos, alimentos e produtos agrícolas da Europa ao Brasil e vice-versa.

Richard Branson, um homem de negócios

Se você estudar a história de Richard Branson, ou melhor, Sir Richard Branson, vai entender que o empresário fundador da Virgin era movido por desafios. Para começar, esse título de “Sir” que ele carrega junto ao seu nome foi dado pela Rainha Isabel II, que o nomeou Cavaleiro em 1999.

Richard Branson é fundador do Grupo Virgin que controla mais de 400 empresas

O homem, que em julho completa seus 70 anos, é um empresário britânico que não somente fundou o grupo Virgin, como também é autor de diversos livros. Seus investimentos vão da música à aviação, vestuário, biocombustíveis e até viagens aeroespaciais. De acordo com a revista Forbes, em 2014 Branson era o 245º homem mais rico do mundo, com uma fortuna avaliada em 4,9 bilhões de dólares.

Mas há diversos outros acontecimentos marcantes em sua história. Aos 11 anos de idade, por exemplo, ele caminhou sozinho por quase cinco quilômetros, após ter sido desafiado pela mãe a descobrir o caminho até a casa onde vivia. “Foi uma lição que me ensinou a superar a timidez e questionar dúvidas e direcionamentos a outras pessoas”. Pouco tempo depois, aprendeu até a nadar por conta própria após apostar com uma tia. “Não foi fácil, mas aprendi sobre persistência e determinação”, escreveu.

Aos 15 anos, entrou no empreendedorismo plantando árvores de Natal. “As mudas foram comidas por coelhos e o negócio não deu certo, mas aprendi muito sobre como proteger meus ativos”. No mesmo ano, em 1965, tentou criar periquitos para vender, o que também não deu certo porque eles se reproduziam muito rápido, não dando tempo de conseguir os compradores. “Foi um aprendizado valioso sobre estoque e demanda”.

Branson também possui diversas outras curiosidades em seu currículo. Entre elas, ele quebrou um recorde mundial ao ser o mais veloz a cruzar o Atlântico em 1986. Lembrando que ele já havia tentado tal feito, porém naufragou. No ano seguinte tentou chegar à Escócia de balão, mas foi tirado do mar pela marinha irlandesa. Ele até chegou ao patamar de comprar a ilha paradisíaca de Necker, uma das mais exclusivas do mundo – onde se casou em 1989, quando chegou à cerimômia pendurado em um helicóptero.

Em 1991, ele novamente subiu em um balão, porém tinha como meta cruzar o Oceano Pacífico – mas a viagem terminou no Ártico. Branson novamente se aventurou num balão anos depois, em 1997, quando colocou na cabeça que iria dar a volta ao mundo saindo de Marrakesh, mas acabou caindo no deserto do Saara. No ano de 2004, o empresário fundou a Virgin Galactic visando “tornar as viagens ao espaço possíveis a todos”.

Em um de seus livros, o executivo revelou que seu melhor amigo é um caderno de anotações e que finge ser cliente para avaliar o atendimento de suas empresas. Diante de tantos aprendizados e experiências adquiridas com a vida, acredito que fica um pouco mais fácil compreender como foi que o magnata chegou aonde está hoje.

Como é voar com a Virgin Atlantic?

A maior parte dos voos da Virgin Atlantic é operada em aeronaves Boeing 787-9 Dreamliner, com capacidade para 258 clientes. O avião é configurado em três cabines, sendo 31 assentos na Executiva, 35 na Premium Economy e outros 192 na Econômica convencional.

Upper Class: o cliente que comprar bilhete nesta classe pode tem poltronas com acesso direto ao corredor e um assento que se transforma em cama. Há, também, um bar para aproveitar a bordo.

Premium: na classe premium os passageiros contam com check-in premium e embarque prioritário, e assentos com 53 cm de largura e quase um metro de espaço para as pernas. No jantar são oferecidos três pratos principais e há snacks à disposição durante todo o voo.

Economy: Quem voar na econômica terá refeições a bordo, tomadas e internet wi-fi.

E você, já voou com a Virgin? Será que um dia ela voará para o Brasil? Deixe sua opinião nos comentários e participe!

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção