logo Melhores Destinos

18 vilarejos mais bonitos e imperdíveis na Espanha, que reabriu para os brasileiros

Rafael Castilho
29/08/2021 às 6:00

18 vilarejos mais bonitos e imperdíveis na Espanha, que reabriu para os brasileiros

A Espanha, um dos países mais visitados do mundo, reabriu esta semana para os turistas brasileiros vacinados. Com atrações a perder de vista, o território espanhol é muito mais que Ibiza, Madri e Barcelona. Dizem que para encontrar a essência do país o melhor a fazer é deixar para trás os grandes centros urbanos e mergulhar de cabeça nos pequenos vilarejos, que fazem parte da história e da cultura espanhola. Separamos os 18 vilarejos mais bonitos e imperdíveis para um futuro roteiro pela Espanha. 

Ainsa

Capital do antigo reino de Sobrarbe, que foi incorporado ao de Aragão no século XI, a vila é um exemplo magnifico da arquitetura medieval. Bem conservada e perto da fronteira com a França, o turista pode encontrar diversos monumentos e construções da Idade Média, destaque para a fortaleza e igreja de Santa Maria.

Ainsa

Albarracín

Albarracín conservou todo o seu passado islâmico e medieval, desta que já foi a antiga capital do reino de Taifas. Sua principal atração é a grande muralha construída a partir do século XI. O melhor fazer em Albarracín é se perder por suas ruas íngremes. A catedral de El Salvador do século XVI, anexada ao antigo Palácio Episcopal, é parada obrigatória.

Albarracín, Espanha

Alcalá del Júcar

Alcalá del Júcar é uma das vilas mais pitorescas da província de Albacete, no sudeste espanhol. O rio que corta o vilarejo desenha uma passagem sinuosa e sua encosta é ocupada por casinhas brancas que dão um charme bem especial. No alto do morro fica o Castelo de origem islâmica construído no século XII e XIII.

Alcalá del Júcar (foto Make Spain)

Capileira

Na região de Sierra Nevada, perto da famosa cidade Granada, fica Capileira, a cidade mais alta desta lista. A 1.436 metros de altitude este vilarejo todo branco contrasta no inverno com as montanhas repletas de neve. São cerca de 500 habitantes que vivem basicamente do turismo e da agricultura.

 

Chinchón

A apenas 45 km ao sudeste de Madri, fica este vilarejo que recebeu o título de Lugar Histórico Artístico em 1974. Cenário de alguns filmes, a Plaza Mayor de Chinchón é sua principal atração com uma grande construção de telhado escalonado e 234 varandas de madeira.

Covarrubias

Covarrubias deve seu nome às cavernas avermelhadas encontradas nos arredores. Seu centro urbano, declarado Bem de Interesse Cultural, é um dos melhores expoentes do urbanismo típico castelhano de ruas em pórticos e casas com trama de madeira.

Covarrubias (foto Spain.info)

El Castell de Guadalest

Os primeiros habitantes ali chegaram no século XI. No alto fica a fortaleza construída pelos muçulmanos. Ao longo dos séculos e outros domínios, El Castell de Guadalest foi crescendo e ganhando novas formas e estilos. Hoje a cidadela é uma das mais visitadas da Espanha, a mais de 400 km de Madri, bem pertinho de Alicante.

El Castell de Guadalest (foto La Vanguardia)

Fornalutx

Esta aldeia montanhosa no noroeste da Ilha de Maiorca é tida como uma das mais bonitas da Espanha. Com edifícios de pedra e telhados vermelhos rodeadas de laranjais e limoeiros, são mais de 1000 anos de história desde a sua origem como fazendas dos árabes que dominaram a região.

Fornalutx, Espanha

Frías

Um complexo medieval que nos transporta para tempos gloriosos. Frías, no norte da província de Burgos, é um dos vilarejos mais bonitos da Espanha. Lá do alto a torre de vigia ponte agudo em direção ao céu marca o horizonte deste vilarejo que no passado chegou a ser cidade.

Frías, Espanha

Frigiliana

Parece cenário de alguma ilha grega. É claro que falta o telhado azul e o mar, mas em Frigiliana todas as construções são pintadas de branco e o Mar Mediterrâneo fica a poucos quilômetros de distância. O melhor em Frigiliana é explorar sem pressa suas ruazinhas e parar num café para completar o seu passeio.

Frigiliana, Espanha

Grazalema

No coração da Serra de Grazalema está localizada este pitoresco vilarejo branco. Embora existam vestígios de assentamentos pré-históricos na área, a origem de Grazalema remonta ao domínio Romano. O vilarejo, declarado Patrimônio Histórico, vive atualmente da fabricação têxtil e do turismo.

Grazalema (foto Turismo de Cádiz)

Hita

A nordeste de Madri fica Hita que preserva sua história com seu traçado medieval e é Patrimônio Histórico desde 1965. Tudo começou sob domínio muçulmano que construiu uma fortaleza no alto da colina. A região foi fortemente atingida durante a Guerra Civil no século XX. Infelizmente do castelo sobrou só ruínas e uma parte do muro.

Hita (foto Wikipedia)

Lastres

Um dos mais belos vilarejos das Astúrias, no norte da Espanha. Esta pitoresca vila de pescadores mantém a sua essência por anos e anos. Suas casinhas brancas com telhado avermelhado pontuam a encosta íngreme. Lá embaixo o belo mar cor verde esmeralda.

Lastres, Espanha

Miranda del Castañar

Ao avistar de longe Miranda del Castañar parece que estamos numa cidadezinha medieval da Toscana, na Itália. Este vilarejo espanhol fica próximo da fronteira com Portugal. O castelo é seu principal atrativo e sua construção remonta aos séculos XIV e XV, que acolheu a lendária Ordem dos Cavaleiros Templários.

Miranda del Castañar

Mogarraz

Entre a densa floresta de carvalhos ergue-se a vila de Mogarraz, uma das localidades da Serra de França, perto da fronteira com Portugal. Uma das melhores formas de a conhecer é vagar por suas ruas de pedra sem rumo definido. A arquitetura local é bem peculiar e boa parte das construções tem traves verticais de madeira dando mais charme ao local.

Mogarroz, Espanha (foto Expedia)

Pedraza

Declarada Conjunto Monumental em 1951, a vila de Pedraza conta com uma das praças principais mais bonitas da província de Castilla y León. A 130 km de Madri, o vilarejo todo em pedra atrai turistas por seu ar medieval bem preservado.

Pedraza (foto Spain info)

Ujué

Este pequeno município no norte da Espanha tem menos de 200 habitantes. São anos e anos de história preservada. Os turistas podem apreciar as suas ruas e casa de pedra, tudo bem ao estilo medieval.

Vejer de la Frontera

Bem no sul da Espanha numa das áreas mais quentes do país fica Vejer de la Frontera. Devido ao calor todas as construções seguem a tradição de serem pintadas de branco, dando um charme ainda maior a este vilarejo coladinho na famosa Cádiz. A  cidade foi ocupada por 5 séculos pelo muçulmanos e em 1285 retomada pelos cristãos. Ainda hoje é possível ver os vestígios da história nas ruas de Vejer de la Frontera.

Vejer de la Frontera (foto Dónde Vamos Eva)

Já esteve na Espanha? Tem algum outro vilarejo para indicar? Deixe sua indicação nos comentários logo abaixo.

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção