logo Melhores Destinos

Neve no Chile! Do Valle Nevado à Patagônia, onde aproveitar a temporada de inverno nas principais estações de esqui

Yenifer Contreras
Yenifer Contreras
06/06/2019 às 16:56

Neve no Chile! Do Valle Nevado à Patagônia, onde aproveitar a temporada de inverno nas principais estações de esqui

A neve no Chile já começou a cair e a temporada 2019 nos principais centros de esqui chilenos está prestes a começar! A Cordilheira dos Andes nos oferece a possibilidade de estar em ambientes que te deixam sem fôlego: ar puro, colinas de altura e cores impressionantes, natureza viva, o branco da neve tomando conta da paisagem e a possibilidade de viver uma experiência 3 mil metros de altura. O Chile é um destino atraente sempre, mas no inverno seu manto branco como pano de fundo, sem dúvida, nos atrai muito mais.

Sua amiga chilena aqui conhece bem essa maravilha. Convido você a viajar de norte a sul dos principais centros de esqui do meu país neste post, com tudo que você precisa saber para planejar as melhores férias de inverno que você já teve. Bora lá?

Centro de Ski Termas de Chillán

A neve no Chile

Esquiar é a desculpa. Mas no fundo o que todo mundo está procurando é sentir a energia da neve e da cordilheira: em cima de uma prancha de snowboard, em dois esquis, relaxando nas piscinas aquecidas ao ar livre, sentados no terraço de um restaurante com vista para os picos mais alto na cordilheira ou contemplando a neve ao lado de uma lareira iluminada com um copo de vinho. Cada um aproveita a neve à sua maneira, mas a experiência é sempre incrível!

Centro de Ski Valle Nevado

E se há algo que sabemos aqui no Chile é sobre lugares para esquiar e receber visitantes. Você provavelmente já ouviu falar sobre vários centros localizados perto de Santiago, mas Los Andes oferece uma rota maravilhosa de lugares para desfrutar da neve, da área central do país ao sul, às portas da Patagônia. É o mesmo sentido em que vamos fazer esse caminho. Quais são os melhores lugares para ver e aproveitar a neve no Chile? Como chegar lá?  Quais são os horários e as datas de funcionamento? Vamos responder a estas e outras dúvidas agora!

Neve em Santiago

É muito raro que caia neve em Santiago, mas nem é preciso: bem próximo à capital estão alguns dos centros de esqui mais importantes do Chile. Basta subir a cordilheira e escolher um deles para aproveitar ao máximo!

Valle Nevado

É um dos maiores centros de esqui da América Latina. Ele está localizado a apenas 46 quilômetros de Santiago, mas devido à complexidade da rota, pode levar até duas horas para chegar. A estrada é pavimentada, mas tem muitas curvas, que com gelo e neve se tornam lentas. Veja nosso guia completo do Valle Nevado com todas as informações sobre como chegar, onde ficar e como aproveitar!

O complexo tem três hotéis, que oferecem serviços para diferentes bolsos, bem como um complexo de apartamentos com uma ampla gama de locações. No centro há lojas, restaurantes e entretenimento relacionados à neve. Se você não é chileno, e não quer correr o risco de dirigir, pode contratar os serviços da Ski Total, agência autorizada de Valle Nevado, que aumenta durante o dia, incluindo equipamentos, transporte e passagens.

Valle Nevado possui 810 metros de altitude e uma altura máxima no pico dos Três Pontos de 3670 metros de altitude. A altura mínima é de 2860 metros localizada na Base do Prado. O resort está localizado a 3025 metros de altitude. Este centro de esqui também tem Bumps: terreno cheio de obstáculos e a melhor neve, o que garante adrenalina e uma experiência esportiva inesquecível.

Importante e a ter em conta: caso fique num dos hotéis ou apartamentos do complexo, terá acesso aos restaurantes e lojas disponíveis no inverno. Se você for passar o dia em um bate-volta desde Santiago, vai entrar nas encostas alguns quilômetros mais abaixo e poderá fazer a subida nos elevadores ou através do teleférico disponível e terá acesso a todas as pistas, mas não às atrações e entretenimentos do resort. A exceção é o “Bajo Zero“, um bar-restaurante no meio da cordilheira que oferece um menu de fast food, bebidas e cervejas para fazer uma pausa no seu dia de esportes:

Início da temporada: 21 de junho

Nível: de iniciantes a especialistas.

Esportes: esqui, snowboard, heliskiing, heli-riding, heli-boarding

Número de Trilhas: 40

Bilhete Diário: Adulto R$ 306 // Crianças R$ 202

Aluguel de equipamentos: R$ 208

El Colorado

Está localizado a 40 quilômetros de Santiago, tomando a estrada para a vila de Farellones. Colorado tem dois pequenos hotéis: “La Posada de Farellones” e “La Cornice” mais cinco restaurantes, café e serviço montanha de emergência. Recomendamos El Colorado para uma visita de um dia à neve, em um bate-volta desde Santiago. Há duas lojas de aluguel de roupas para neve e equipamentos e se você é um novato pode tomar umas aulas de esqui – ou simplesmente aproveitar a neve e brincar bastante!

Sua altura máxima das trilhas é 3.470 metros acima do nível do mar na colina do funil, e sua altura mínima é de 2560 metros na pista Los Zorros. Tem uma queda vertical de 1090 metros. Além disso, se você visitar El Colorado você terá 19 elevadores para o transporte entre as faixas.

Início da temporada: ainda não estabelecido. Dependerá da quantidade de neve caída.

Trilhas: de iniciantes a especialistas.

Esportes: esqui, snowboard.

Número de Trilhas: 70

Bilhete Diário: Adulto R$ 306 // Crianças R$ 202

Aluguel de equipamentos: R$ 180

Farellones

Se o que você está procurando é se divertir na neve, brincar, fazer bonecos de neve e deslizar pelas colinas em trenós, Farellones é o melhor programa para você! Ainda mais para quem viaja com crianças e está dando seus primeiros passos na neve. Este parque tem uma escola de esqui, cadeiras panorâmicas, elevadores, trenós, boias (tubbing) e tirolesas especialmente criados para quem quer ter os primeiros contatos com a neve.

Ele está localizado a apenas 41 quilômetros do distrito de Las Condes, em Santiago, e tem transporte próprio, que pode ser contratado de ida e volta ( 16.000 pesos) ou apenas em uma seção (10.000 pesos). Para chegar lá, você deve seguir o mesmo caminho que leva a Valle Nevado e El Colorado. É impossível conhecer os três lugares em um dia, escolhendo um deles para ficar e aproveitar a neve.

Início da temporada: não estabelecido. Depende das condições meteorológicas.

Trilhas: para iniciantes.

Esportes: esqui e entretenimento.

Bilhete Diário: Adulto R$ 173 // Crianças R$ 86

Aluguel de equipamentos: R$ 92

Nevados de Chillán

Se o seu objetivo é procurar por aventura em uma rota pelo sul do Chile, Nevados de Chillán é uma boa opção para começar. Este centro de esqui está localizado a 176 km do Aeroporto Carriel Sur de Concepción. Se você chegar a Santiago, deverá fazer um voo doméstico de 45 minutos para a capital da região Bio Bio.

Ainda pouco conhecido pelos brasileiros, o centro de inverno tem três hotéis e um condomínio com aluguel de apartamentos, oferecendo uma ampla oferta para os diferentes orçamentos que os viajantes têm.

Chillán tem a maior área de esqui no Chile, com um total de 10.000 hectares, que oferecem um desnível de 1.100 metros. Além disso, tem a faixa “Las Tres Marías”, a mais extensa do país, com uma descida de 13 quilômetros entre majestosas florestas nativas. Além disso, para os amantes do snowboard tem um snowpark de 250 metros de comprimento, incluindo Half Pipe, Quartes Pipe, Jump e Fun Box.

Em seus hotéis você pode desfrutar de uma cozinha requintada, reabastecer as as forças no spa, e o melhor: águas termais maravilhosas, classificadas entre as melhores do Chile, que são perfeitas para relaxar depois de um dia de esportes e diversão na neve.

Início da temporada: 28 de junho

Trilhas: de iniciantes a especialistas.

Esportes: esqui, snowboard.

Número de Trilhas: 28

Bilhete Diário: Adulto R$ 277 // Crianças R$ 219

Aluguel de equipamentos: R$ 173

Aeroporto mais próximo: Carriel Sur, Concepción.

Corralco

Está localizado no meio da Reserva Natural Malalcahuello, na Região de Araucanía, que possui 12.700 hectares de terras protegidas. Para chegar lá, você pode pegar um voo doméstico de 1h 10m entre Santiago e Temuco e, em seguida, avançar de carro por 150 km até o centro de inverno.

Além de estar no meio dos Andes do sul do Chile, Corralco se orgulha de oferecer esqui em áreas de cordilheira aberta, bem como entre florestas milenares. Para receber os visitantes há o Hotel & Spa Valle Corralco, que tem salas de jogos, piscina aquecida, creches, áreas de relaxamento e tudo que você precisa em um centro de inverno.

O centro de esqui de Corralco tem 26 encostas dispostas em mil hectares esquiáveis, com a possibilidade de viajar em sete teleféricos – dois de arrasto e dois de cadeiras – que permitem diferentes tipos de elevação e 860 metros de elevação.

Início da temporada: 22 de junho

Trilhas: de iniciantes a especialistas.

Esportes: esqui, snowboard.

Número de Trilhas: 28

Bilhete Diário: Adulto R$ 234 // Crianças R$ 177

Aluguel de equipamentos: R$ 167

Aeroporto mais próximo: Araucanía, Temuco.

Pucón

Mais conhecida por O centro de esqui de Pucón está localizado a 102 km do aeroporto de Temuco, onde você pode chegar de Santiago depois de um voo doméstico de 1h e 20m. Recomendamos que você fique na cidade de Pucón, que fica a apenas 16 quilômetros dos campos esportivos brancos, e tem hotéis de todas as categorias, além de cabanas e apartamentos, além de diversas opções de atração. Veja no nosso guia o que fazer em Pucón.

Este centro de inverno, instalado no vulcão Villarrica, é um dos mais desenvolvidos do sul do país. Na verdade, suas faixas são categorizadas por cor: fácil (verde) 20%, intermediário (azul) 30%, difícil (vermelho) 20% e muito difícil (preto) 20%.

O ponto de esqui mais alto é de 2.440 metros, e o ponto mais baixo é de 1550 metros, com uma diferença de altura de 960 metros. Também possui seis elevadores, com uma capacidade de transporte de cerca de 6.000 pessoas por hora.

Leia nosso Guia de Pucón, com todas as informações sobre essa bela região chilena!

Início da temporada: 20 de junho

Trilhas: de iniciantes a especialistas.

Esportes: esqui, snowboard.

Número de Trilhas: 20

Bilhete Diário: Adulto R$ 243 // Crianças R$ 202

Aluguel de equipamentos: R$ 167

Aeroporto mais próximo: Araucanía, Temuco.

Volcán Osorno

Próximo a Puerto Varas e a 80 km do Aeroporto de Puerto Montt, há o centro de esqui Volcan Osorno. Como o nome deixa claro, ele funciona em parte do belíssimo Vulcão Osorno, um dos símbolos da região, e fica 1.240 metros acima do nível do mar. Apesar de pequeno, este complexo é um verdadeiro paraíso quando se procura uma vista maravilhosa do Lago Llanquihue, montanhas próximas, e até mesmo longe você pode ver a área de Puerto Varas.

O centro de esqui funciona no vulcão Osorno e tem dois trechos de teleféricos, o primeiro que o transporta em 12 minutos para o meio do vulcão, localizado a 1.450 metros acima do nível do mar. Este local é recomendado se você estiver praticando trekking. Lá a há opção de subir ainda mais, próximo ao cume, no segundo teleférico que vai até 1700 metros.

Para aqueles que não querem praticar esqui, recomendamos a divertida atividade de tubbing, onde você pode descer a cordilheira a bordo de boias infláveis. Ideal para a família! Há também um restaurante e cafeteria no centro de esqui, onde você pode fazer uma parada no meio das atividades.

Essa bela região chilena oferece ainda muitas atrações! Leia no nosso guia o que fazer em Puerto Varas .Vale lembrar que de Puerto Varas é possível fazer a travessia dos lagos Cruce Andino e chegar a Bariloche de barco.

Início da temporada: Aberta

Trilhas: de iniciantes a especialistas.

Esportes: esqui, snowboard, tubbing.

Número de Trilhas: 2

Bilhete Diário: Adulto R$ 157 // Crianças R$ 106

Aeroporto mais próximo: Cañal Bajo, Osorno.

Antillanca

O centro de esqui de Antillanca está localizado dentro do Parque Nacional Puyehue, às portas da Patagônia, a 112 km do Aeroporto de Osorno e a caminho da fronteira entre o Chile e a Argentina, no desfiladeiro Cardenal Samoré. Se decidir ir a Antillanca, recomendamos que você fique em Puyehue, a 12 km do campo de esqui, onde está o Hotel & Spa Puyehue, um paraíso termal para descanso no inverno, ideal para terminar dias na neve e atividades ao ar livre. Outra opção, no sopé das encostas há o Hotel Antillanca.

Antillanca está no meio de florestas nativas características do sul do Chile, o que torna um paraíso para a prática de esportes brancos. Tem 512 hectares esquiáveis, mas é uma referência para a prática fora de pista. Também possui 5 sistemas de elevação, incluindo teleférico, aluguel de equipamentos e roupas especiais, bares e restaurantes, piscina e jogos para crianças.

Início da temporada: 20 de junho

Trilhas: de iniciantes a especialistas.

Esportes: esqui, snowboard.

Número de Trilhas: 17

Bilhete Diário: Adulto R$ 211 // Crianças R$ 127

Aluguel de equipamentos: R$ 190

Aeroporto mais próximo: Cañal Bajo, Osorno.

Cerro Mirador

Está difícil encontrar passagens para a temporada de inverno? O Cerro Mirador é escolha mais segura para encontrar neve no Chile. Isso porque é o centro de esqui que tem a maior temporada de inverno no país, começando no início de junho e seguindo até o final de setembro ou mais. Está localizado a 9 quilômetros da cidade de Punta Arenas, a capital regional localizada ao sul do país.

Além de ser o centro mais ao sul do Chile, o Cerro Mirador tem uma característica que encanta os viajantes: uma incrível vista panorâmica de Punta Arenas, do Oceano Pacífico e do Estreito de Magalhães!

Seu ponto mais alto é de 600 metros, e para aqueles que ficam em Punta Arenas, há ônibus que saem da praça central da cidade e levam cerca de 30 minutos para chegar à base da colina.

Se vai para Punta Arenas lembre se que é o aeroporto mais próximo a Torres del Paine, no coração da maravilhosa Patagônia chilena!

Início da temporada: não definido. Isso dependerá das condições do tempo.

Trilhas: de iniciantes a intermediários.

Esportes: esqui, snowboard.

Número de Trilhas: 11

Bilhete Diário: Adulto R$ 162 // Crianças R$ 98

Aluguel de equipamentos: R$ 164

Aeroporto mais próximo: Carlos Ibáñez del Campo, Punta Arenas.

Dicas para aproveitar a neve no Chile

Transporte: Não há estradas fáceis para chegar à cordilheira. Os centros de esqui próximos a Santiago têm mais de 60 curvas, e os do sul misturam neve com areia. A melhor opção é usar um serviço transporte especializado. Todos os centros têm operadores turísticos que podem auxiliá-los nessa tarefa, transportando-os de um lado para o outro nas cidades ou aeroportos mais próximos. Caso opte por subir dirigindo, tenha muito cuidado e vá devagar para evitar acidentes!

Roupas apropriadas: Para aproveitar a neve sem problema é preciso usar roupas apropriadas para temperaturas abaixo de zero e impermeáveis. Lembre-se de levar acessórios básicos: chapéu, cachecol e luvas. Todo o resto pode ser alugado nos centros de esqui. Cada um dos lugares que falamos neste post tem pelo menos uma loja de roupas, então tenha cuidado com calças, jaquetas, botas e óculos de sol especializados.

Use protetor solar! Aqui no Chile, a camada de ozônio é muito fraca, portanto, você pode ter dificuldades, não só no verão, mas também no inverno. Mesmo quando está nublado! A luz é refletida na neve e pode causar queimaduras dolorosas. Use protetor solar não apenas nas bochechas, mas também cubra as orelhas, as mãos e tudo o que estiver exposto à luz do dia.

Altitude: Vários dos centros que apresentamos aqui têm mais de 2000 metros de altura. Lá a falta de oxigênio já é sentida. recomendamos que você tome pelo menos 3 litros de água por dia e manter uma boa dieta. Se você nunca esteve em áreas de altitude, pelo menos ao chegar, procure ficar tranquilo e realizar um curto processo de “aclimatação”.

E você, vai vir ao Chile aproveitar a temporada de neve? Tem mais dicas sobre esses ou outros locais? Ou ficou com alguma dúvida para a sua viagem? Deixe seu comentário e participe!