logo Melhores Destinos

Pastel do robô! Testamos a primeira lanchonete 100% biônica do mundo

Thayana Alvarenga
11/05/2021 às 15:58

Pastel do robô! Testamos a primeira lanchonete 100% biônica do mundo

O primeiro serviço de fast food (comida rápida) 100% automatizado do mundo começou a funcionar no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos. A grande estrela é um robô que por trás do vidro do quiosque prepara em apenas três minutos opções de pastéis e petiscos para os viajantes que passam por ali. Fomos conferir de perto como isso funciona, além de experimentar os produtos para descobrir se são realmente gostosos e se, de fato, valem a pena. Saiba tudo a seguir!

Um robô servindo petiscos no aeroporto

A máquina chamada Bionicook fica no terminal 2, de onde geralmente saem e chegam os voos nacionais. Para encontrar o robô basta ir à área do check-in D, bem em frente ao balcão da Azul.

São mais de 15 opções de bebidas e 18 de lanches, entre elas pastéis de sabores variados como provolone, calabresa, frango com catupiry e carne, além de petiscos como nuggets, mandioquinha crocante e iscas de frango. Entre as bebidas, os clientes podem optar pelos tradicionais refrigerantes e sucos, além de água de coco e chá gelado. Os lanches custam de R$ 12 a R$ 16 e as bebidas na faixa de R$ 8, valor dentro da média praticada por outros lugares no aeroporto.

Quem passar por ali e quiser experimentar o produto vai fazer todo o procedimento sozinho, desde o pedido em si até a retirada dele pronto. Funciona de uma maneira bem simples: o cliente escolhe os itens em uma tela digital touchscreen, paga online com cartão de débito ou crédito, e então o robô é acionado para iniciar o preparo dos itens. Ele pega o produto congelado e coloca para fritar sozinho, e também já vai separando a bebida caso tenha pedido.

Entre o pagamento feito pelo cliente e a entrega dos produtos, o tempo de espera é de mais ou menos três minutos. Enquanto isso, o robô fica interagindo com o cliente pelo vidro, mostrando informações como o menu em um tablet.

Dá para acompanhar na tela de cima o andamento e quanto tempo falta para ficar pronto. Quando isso acontece, nós somos avisados no painel em qual compartimento retirar o pedido.

Os itens vêm em uma caixinha com seis unidades do produto escolhido, pesando cerca de 150 gramas. A quantidade da porção é boa, e dependendo da fome dá até para dividir com quem estiver com você. Quanto ao sabor, eu achei tudo muito gostoso, sendo que os pastéis estavam sequinhos e com um tempero bom. Tem também sachês de ketchup e mostarda disponíveis para quem quiser.

Vale a pena?

Como disse, os preços praticados pelo Bionicook não são nada de outro mundo. As porções custam a partir de R$ 12 com seis unidades e as bebidas na faixa de R$ 8. O preço está dentro da média praticada por outros lugares no Aeroporto de Guarulhos, se tornando um combo gostoso e que proporciona uma experiência diferente por apenas R$ 20. Portanto, para mim, valeu muito a pena!

Lembrando que a proposta da máquina é o fast food, ou seja, não espere mesas para sentar e comer ou coisas do tipo. A ideia é realmente essa: que você, na pressa de embarcar, por exemplo, compre rapidamente o seu produto e saia andando com ele enquanto come, ganhando tempo – mas já adianto que se você quiser comer por ali, perto da máquina há os assentos públicos do aeroporto. 🙂


E você, o que achou da novidade? Ficou com vontade de experimentar? Não esqueça de depois vir aqui nos comentários contar pra gente o que achou!

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção