logo Melhores Destinos

Batismo de aviões: conheça um pouco mais dessa tradição

João Goldmeier
João Goldmeier
26/03/2021 às 17:00

Batismo de aviões: conheça um pouco mais dessa tradição

Talvez você já tenha visto um avião passando por debaixo de um arco d’água produzido por dois caminhões de bombeiros. Você sabe o que isso significa? A tradição do batismo de aviões, water salute ou ainda shower of affection é relativamente nova na aviação, mas tem uma longa história no meio náutico. Conheça um pouco mais sobre essa curiosa tradição.

Batismo de aviões: origem da tradição

Ainda que as origens da tradição sejam imprecisas, não restam dúvidas que ela nasceu na indústria naval. Antes da primeira viagem de um novo navio e em sua chegada ao porto de destino pela primeira vez, há uma saudação feita pelos barcos dos bombeiros, que lançam jatos d’água de seus canhões por cima do navio para trazer boa sorte. Há registros em vídeo do navio Queen Mary recebendo a saudação na sua primeira viagem em 1936.

A tradição iniciou no meio náutico onde segue ocorrendo até hoje. Foto: John Honeywell

Acredita-se que a tradição foi incorporada à aviação nos anos 1990, quando o Aeroporto de Salt Lake City, nos Estados Unidos, começou a realizar a saudação para homenagear pilotos em seu último voo antes da aposentadoria.

Batismo de aviões

Water salute em Salt Lake City, onde possivelmente nasceu a tradição da saudação para os aviões

Daí por diante a tradição se espalhou e também passou a ser utilizada em outras ocasiões, sempre para marcar um momento único e especial.

Quando ocorre o batismo dos aviões?

Além do último voo de um piloto, o batismo d’água também é utilizado para celebrar ou prestar homenagem na chegada de uma nova companhia a um aeroporto, a estreia de um modelo novo de avião ou a inauguração de uma nova rota. Também é utilizado no sentido inverso: quando um avião se aposenta, uma rota é fechada ou ainda no último voo de uma companhia aérea que vai encerrar suas operações.

Batismo de aviões

Último voo da Air Berlin: rara saudação para uma companhia aérea que deixou de existir

Recentemente a saudação foi ampliada para diversos outros eventos significativos, como a chegada do avião com os corpos dos atletas da Chapecoense e da equipe do Palmeiras, campeã da Libertadores da América de 2020/21.

Desperdício de água?

Hoje em dia a consciência sobre o uso adequado dos recursos naturais é um fator bastante importante para qualquer gestor, e os aeroportos não são exceção. A grande maioria deles utiliza água de reuso para muitas das sua necessidades, inclusive para eventos como o batismo de aviões. Assim, não há desperdício de água potável.

Além disso, como os caminhões dos bombeiros raramente são utilizados em situações reais de emergência, então essas ocasiões são usadas para testar os equipamentos que precisam estar sempre prontos para uso.

Saudação de luz

Em julho do ano passado o Aeroporto de Florianópolis inovou ao receber um novo voo com uma saudação de luzes, em função da estiagem que a cidade vivia então. No light salute dois canhões de luz formaram o arco por onde passou o avião.

Em função da estiagem, o Aeroporto de Florianópolis criou o arco com luzes

Na ocasião a concessionária do aeroporto explicou que a utilização de luzes ao invés de água, se deu muito mais pelo simbolismo do que pela necessidade, já que a água utilizada para estes eventos no aeroporto da capital catarinense vem do reuso.

Minha experiência em um batismo de avião

Trabalhando pelo Melhores Destinos já tive a oportunidade de cobrir diversos batismos, tanto dentro como fora da aeronave e posso dizer que são mesmo momentos emocionantes.

Minha primeira viagem pelo MD, em 2017, foi a inauguração da rota entre Belo Horizonte e Buenos Aires pela Azul. Na chegada na capital argentina fomos saudados pelos bombeiros com o famoso arco d’água. Ver o avião se aproximando do arco d’água do lado de dentro é uma emoção única, e tornou aquela viagem ainda mais especial.

A chegada em Buenos Aires na primeira viagem pelo Melhores Destinos foi especial

E você, caro leitor? Já conhecia a tradição do batismo de aviões ou water salute? Já esteve a bordo durante a saudação ou assistiu do terminal? Comente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *