logo Melhores Destinos

Companhia aérea vai oferecer camas para passageiros da classe econômica a partir de outubro

Daniel Gadelha
26/02/2020 às 5:02

Companhia aérea vai oferecer camas para passageiros da classe econômica a partir de outubro

Um dos principais diferenciais das classes executiva e primeira é a possibilidade de viajar em confortáveis poltronas que viram camas. No entanto, esse privilégio logo poderá ser oferecido também para passageiros voando em classe econômica. É o que promete a Air New Zealand, companhia aérea da Nova Zelândia. Conheça o The Economy Skynest.

Serão no total seis leitos cada um com 2 metros de comprimento e 58 centímetros de largura e contará com uma cortina para garantir a privacidade dos passageiros. Travesseiros, lençóis, cobertores e protetores auriculares serão oferecidos aos ocupantes. A empresa está considerando incluir luzes individuais de leitura, saída de ar condicionado individual e tomadas universais e USB.

O novo serviço será testado na nova rota entre Auckland e Nova York com início previsto para outubro desse ano e poderá ser expandido para outras rotas em 2021. Para vocês terem uma ideia, a duração aproximada do novo voo será de 17 horas e 40 minutos.

O projeto está em pesquisa e desenvolvimento pela companhia há três anos e contou com a ajuda de mais de 200 clientes em sua sede, em Auckland. O produto já foi patenteado e aguarda a conclusão do pedido de registro de marca.

Mike Tod, diretor de marketing e atendimento ao cliente da Air New Zealand, falou sobre a preocupação da companhia em oferecer mais conforto aos passageiros da classe econômica e reconhece que voos de longa distância podem ser muito cansativos para esses passageiros.

Veja um vídeo com mais detalhes dessa novidade:

A empresa acredita que outras companhias aéreas poderão demonstrar interesse no produto e que poderá licenciá-lo, a exemplo do que fez com o Skysofa, que foi licenciado pela Azul aqui no Brasil.

A empresa ainda não esclareceu qual será o custo adicional para os passageiros utilizarem o Skynest e nem detalhes do seu funcionamento, como se ele poderá ser utilizado por determinados períodos ou durante todo o voo. De qualquer maneira, é algo inédito na aviação mundial e que pode mudar para sempre a experiência de voos longos em classe econômica.

O projeto é inédito, mas a ideia não é completamente nova. Recentemente publicamos uma proposta de um designer para colocar camas para os passageiros da classe econômica. No entanto, não parecia algo agradável, diferentemente dessa proposta da Air New Zealand que a primeira vista parece interessante. E você, o que achou da novidade? Será que vai vingar? Comente e participe!

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção