Como é voar na Qantas – mais uma avaliação

Denis Carvalho 16 · janeiro · 2013

Quem compra passagens para Sydney com a LAN corre um risco nada desagradável: embarcar em Boeing 747 da australiana Qantas, que tem codehare com a chilena. Apesar de já termos publicados outras avaliações sobre a companhia do canguru voador, ela sempre desperta a curiosidade de nossos leitores. Para eles trazemos o rico relato que o jornalista Eduardo Gregori, autor do blog www.viagemexpert.com.br, fez de seu voo para o Melhores Destinos. Embarque com ele e conheça um pouco mais sobre esta ótima companhia aérea, além de uma comparação dos serviços da LAN no mesmo trajeto:

Recentemente fui para Sydney de férias e comprei uma passagem da LAN, mas para minha surpresa, o voo seria operado pela companhia australiana Qantas, a partir de Santiago. Escolhi voar pelo Pacífico pois a passagem estava muito barata na época (paguei US$ 800) e o tempo de voo é muito menor, 3h30 até Santiago, espera de 1 hora e mais 13 horas até a Austrália.

 

Check-in

A primeira impressão da companhia ao chegar em Santiago não foi muito boa. A funcionária responsável pelo check-in de conexão disse que não seria possível escolher o assento, pois os sistemas entre LAN e Qantas ainda não “conversavam” entre si. O assento não pôde ser escolhido na compra no site da LAN e nem depois no check-in de conexão. Para minha surpresa, me deram o corredor, que eu prefiro mesmo.

 

A segunda impressão também não foi lá muito boa. A funcionária no portão de embarque fechou a cara quando falei com ela em português. Com uma cara de medo me disse que só falava espanhol e inglês. Como falo ambas as línguas, falei em espanhol e ela reticente disse que não entendia. Falei em inglês e aí ela resolveu dizer que realmente não podia me ajudar a mudar de lugar porque não tinha autonomia para isso. O jeito foi aceitar.

 

O voo

Apesar das primeiras impressões terem sido ruins, voar pela Qantas me surpreendeu e muito. A aeronave era um Boeing 747-800 com double deck. A econômica não escapa muito dos padrões e não chega a ter um conforto nota 10, mas também não é uma lata de sardinha com todo mundo sufocado e apertado. O voo partiu no horário e logo de cara, mesmo na econômica, todos os passageiros foram recebidos com um copinho de água gelada pelos comissários muito educados. A tripulação também entregou um kit de higiene pessoal bem simpático, mas com o básico: escova de dentes, creme dental, máscara e tapa-ouvidos.

 

Assim que o voo decolou, recebemos um cardápio que mostrava quantas refeições seriam servidas e em que momentos seriam servidas. O voo era diurno, então logo que saímos de Santiago foi servido um almoço e era possível escolher entre massa e carne, que veio acompanhada de salada, molhos e sobremesa. Para os amantes do vinho, a bebida australiana, uma das melhores do mundo, estava no menu. A Qantas ainda oferece água, chá, café, refrigerantes e sucos à vontade.

Três horas após o almoço, os comissários passaram pela econômica oferecendo uma maçã. E não era uma maçã pequena, mas daquelas grandes, vermelhas e suculentas. Uma boa pedida para hidratar e matar a fominha. Mais três horas e uma outra rodada, desta vez de picolés. A tripulação serviu de vários sabores e quem queria mais podia pedir a vontade.

 

Com o fuso de 13 horas entre Brasil e Austrália, o voo estava programado para pousar às 19 horas em Sydney. Por isso, três horas antes da chegada, foi servida outra refeição completa, nos mesmos moldes do almoço e acompanhada de carta de vinhos. Muito boa mesmo para quem estava na econômica.

As 13 horas de voo não ficam tão cansativas por conta das inúmeras refeições e também pelo serviço de entretenimento, que é recheado de filmes e jogos, além de músicas. E o mais importante é que todos os comissários são simpáticos e se você precisa de uma água ou mesmo um suco, eles servem sem fazer cara feia ou reclamar.

 

Retorno

O voo de volta ao Brasil foi realizado inteiramente pela LAN e aí você sente um pouco a diferença no serviço de bordo e até mesmo na aeronave, que era um Boeing 767. A única parte boa nessa história é que a LAN não cobra os assentos na saída de emergência, que são mais espaçosos, o que torna a viagem menos cansativa. Um porém é a escala em Auckland, na Nova Zelândia. Após três horas de voo desde Sydney, é preciso desembarcar na Nova Zelândia, fazer alfândega, esperar por duas horas e subir no mesmo avião rumo a Santiago.

 

Algo bem chato foi a LAN ter alterado meu voo de volta  e ao invés de me avisar por e-mail (afinal eles sabiam que eu estava na Austrália) ficavam ligando na minha casa em Campinas dizendo que preferiam falar comigo com urgência. Como a mudança aparecia no status do meu voo, não me preocupei em ligar para LAN e confirmar. No final deu tudo certo.

 

Agradecemos ao Eduardo pela ótima avaliação. E você, já voou pela Qantas? Deixe suas impressões nos comentários!  Se você fez ou vai fazer uma viagem com alguma empresa aérea que ainda não foi avaliada aqui no Melhores Destinos ficaremos felizes em publicar sua avaliação: entre em contato pelo e-mail dicas@melhoresdestinos.com.br Você pode conferir todas as avaliações publicadas pelo MD neste post.

Não esqueça de dar uma passadinha no nosso Guia de Companhias Aéreas, onde você pode avaliar as empresas e ler as opiniões dos demais leitores.

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • Danillo Magalh&atild

    Porque ela não está no Guia de Companhia?

    • Porque ela não voa para o Brasil.

      • Jose Augusto

        E não teria como fazer um sub menu com as que voam e as que não voam para o Brasil ?

        • Diogo Verçosa

          Seria muito bom se tivessem mais companhias para consultar. Irei viajar em Maio e tenho dúvidas em relação à bagagem da Spirit Airlines, mas nâo encontrei nenhuma avaliação aqui! Alguém saberia informar se paga $30 por bagagem despachada??

          • Luiz Cunha

            Diogo, boa tarde! Particularmente acho muito complexo o blog MD oferecer todas estas informações. Varias regras mudam com muita rapidez neste meio, o que complicaria ainda mais tais informações. Mas no intuito de ajuda-lo, veja este link com todas as informações disponiveis que voce solicita:
            http://www.spirit.com/OptionalFees.aspx
            Espero ter ajudado, abraços!

          • Daniel Matos

            Eu tb acharia interessante se tivesse na sessão a avaliação das outras companhias. Afinal, tem muitas que são bastante usadas pelo leitores do MD como a Qantas.

          • Dênis Colli

            Na hora da compra do bilhete voce escolhe quantas bagagens despachadas(checked bags) deseja, solicitando no momento da compra voce economiza U$$.

            No ato do checkin custa cerca de U$25 a U$50 dolares de acordo com o peso. Eu mesmo paguei U$45 por ter excedido a quantidade de libras estipulada. De resto é uma cia aerea no padrão Gol – RyanAir

  • Fabricio Cardoso

    O trecho com a LAN de Sydney para Santiago na verdade é realizado no Airbus A340 e não no Boeing 767. Até aquela foto que ele mostra do voo da LAN é de um A340.

    • Jorge Medeiros

      o avião é sim um airbus A340 mas a foto não é de um avião da LAN que não tem poltronas neste padrão… além deles serem em cores alternadas em cada fileira.. azul e roxo…

    • Pedro Henrique

      normalmente um bi reator não poderia mesmo fazer a rota do pacifico

      • Tito Bosco

        Quero nem pensar se um desses 2 falhassem.

        • Guilherme Ortale

          Eu não voaria esse trecho num bi-reator jamais, trecho este aliás provavelmente o mais perigoso do mundo, pois não tem mesmo onde pousar, a não ser no gelo da Antártida se falhar os motores.

          Já ouvi relato de amigos que passaram por falha de um dos motores em vôos de longo alcance e apesar de ser seguro e previsto isso, a experiência é terrível, pois o avião fica lutando para um lado e pendendo para outro.

          Enfim, viva os quadri-reatores 🙂 !!!

          • Fabio

            Dezenas de 777,767 e A330 cruzam o atlântico diariamente .

            Pior que pousar no mar seria o que me ocorreu quando estava a bordo do 777 da Emirates : Já pensou um pouso de emrgência no Sudão em plena guerra civil ?

          • JORGE OLIVEIRA

            Bom dia Fabio:

            Eu acharia o máximo um pouso no Sudão, deve ser muito exótico. Não sentiria medo,afinal a onda de violência em nosso país não está muito longe dos numeros de uma guerra civíl…

    • Pedro Henrique

      e na ida o avião não era um 747-800, e sim um 747-400.

      Poucas empresas comprarm o 800(a Qantas não é uma delas) e a Lufthansa é a unica operadora do mundo da versão para passageiros atualmente

  • Marcia Calderon-Sist

    Acabamos de voltar de ferias e voamos Qantas de Santiago para Sydney e Vice Versa. A viagem foi perfeita, as crianças não se entediaram e adoraram os mil lanchinhos servidos durante o vôo. Chocolate quente com marshmelow, picolés, brownies, chocolates e cookies fizeram a diferença para eles. Para mim um delicioso vinho australiano ajudou a relaxar. Entretenimento tambem excelente com jogos e videos para todos os gostos.

  • Caio Galvão

    Já viajei pela Qantas saindo de Londres até HK, não tenho do que reclamar, o vôo foi otimo do começo ao fim, na época que eu viajei (outubro de 2010) além de tudo que o Eduardo relatou, eles ainda davam uma bolsa com Snaks (chocolates, salgadinhos, balas, etc.) e durante o vôo inteiro poderia solicitar frutas, sucos, refregerantes e ainda por cima Noodles que eram servidos ao modo "self service". Quando tiver outra chance, com certeza escolho a Qantas.

  • Terence Plentz

    Estou indo para Sydney pela Qantas em abril, antes de comprar ja conhecia através de amigos os serviços da cia e optei pagar mais do que voar pela Aerolineas que estava bem mai em conta, se não me engano pela Aerolineas estava $899 e pela Qantas paguei $1257.

    • Luiz Cunha

      Terence, bom dia! Fique tranquilo, voce fez o correto. Fará uma excelente viagem.

    • Naiara

      Olá Terence, onde , como e quando vc conseguiu comprar passagem para syd por este valor pela Qantas?…

      Estou a pesquisa de passagem para Australia e estou assustada com os valores…

      • Terence Plentz

        Oi Naiara, boa tarde! Depende da época que você está planejando ir para Sydney, eu comprei no site da LAN e se prestar atenção nos voos verá a opção do voo pela Qantas. Sobre o valor, depende muito da época que irá viajar, eu comprei para abril mas depois de ter comprado as passagens elas baixaram um pouco mais e foram a $1199, tinha datas até para março. Veja no site da LAN se ainda está disponível este valor, http://www.lan.com Boa sorte!

        • Naiara

          Obrigada pela dica, quero ir final de junho… tomara que apareça uma promoção, pq o valor q estou conseguindo no site da lan para esse periodo é de $3600 ida e volta – Salgadoo!!! rs

          Abraço!

  • Luiz Cunha

    Já voei diversas vezes pela Qantas, e só posso dizer que todas as viagens foram perfeitas. Otimo serviço a bordo e excelente atendimento. Quando compro minhas passagens pela Lan para Australia, fico na torcida para ir de Qantas (embora isso não ocorra com tanta frequencia). Otima refeição a bordo, excelentes bebidas e entretenimento a bordo muito diversificado.

    Só merece elogios de minha parte!

    • Terence Plentz

      Oi Luiz, bom dia! Quando comprei no site da LAN, dizia qual companhia operava o voo Santiago/Sydney, no caso Qantas, dá para escolher se quiser. Abraço.

      • Luiz Cunha

        Olá Terence, a informação é mesmo disponível no ato da compra, mas nem sempre a Lan acatava esta opção na hora do embarque. Algumas vezes tive que acatar mudanças impostas pela Lan e tive que fazer o trecho pela própria Lan. Sem duvida nenhuma, voar este trecho mais longo pela Qantas é muito melhor (em todos os sentidos), sem desmerecer a Lan como cia aérea.

        Aproveite bem sua viagem na Austrália, é um país maravilhoso. Abraços!

  • Vinicius

    Nossa, pensei que era promocao.. Hahahah

    Otimo relato. Quando for, vou ficar esperto para tentar voar pela qantas entao. Como ja disseram, no site mostra qual cia opera. Ate no site da tam tbm.

  • Jose

    Boa tarde.

    Não posso me furtar de dar meu depoimento com relação a LAN.

    Fiz este voo para Australia e poucas vezes viajei numa empresa com funcionarios tão mal educados e tão pouco disponíveis.

    Fico pensando se a LAN faz algum treinamento de educação, respeito,bem atender aos passageiros,com seus funcionários.

  • Tico Brazileiro

    A Qantas foi eleita em 2010 uma das melhores/ melhor empresa do mundo e não é a toa! Eu tive a oportunidade de voar nesses mesmos Boeing 747-400 entre Johanesburgo para Sydney na ida e na volta da minha viagem para Austrália em 2011.

    Lendo este relato, me lembrei do vôo, fora a tripulação super simpática. Ao final do vôo, como de praxe, eu pedi para bater uma foto na cabine do clássico Jumbo e ao invés de não permitirem como algumas sub empresas brasileiras como a TAM colocam dificuldades e mentem, inventando leis e regulamentações da Anac nos Boeing 777-300, na Qantas me chamaram duas vezes. Eu não fui por estar morto de cansado do vôo de 12hrs entre África do Sul e Austrália.

    O serviço é realmente como relatado: com vinhos australianos, refeições completas e durante o vôo servem muita água, frutas e picolés.

    Internamente, também voei de Sydney para Melbourne e foi num super conservado Boeing 767-300ER e com o mesmo nível de serviço. Só tenho elogios a empresa do Canguru! Eles conseguem manter um padrão muito alto em seus vôos, coisa que é difícil hoje em dia. Eu recomendo e MUITO voar por eles.

    Diria que é tão bom como voar na Emirates, que também tive a oportunidade de voar. Claro que a empresa dos Emirados Árabes Unidos tem um padrão mais alto, mas não muito.

  • Guilherme Ortale

    Esse relato me lembrou esse vídeo, muito bem feito, feito por um passageiro relatando um vôo longo de Sidney para Cingapura num A380… que aliás parece oferecer um serviço ainda melhor que no 747.

    http://www.youtube.com/watch?v=j2DDgB9ha4Q

  • Plinio Morais

    E eu estou ansiosamente esperando uma promoção da LAN para Austrália esse ano! Qq época do ano! Vem promoção..!!!

    E nao deixo de sonhar com aquela promoção de SP-Sydney por US$ 800 no final de 2010… aiaiaiai…

  • Matheus

    Correção

    A 3 foto se trata de um airbus e não de um 747 pode se perceber luzes de cortesia e pelo aviso de não fumar e atar os cintos

    parabéns pelo FR muito completo abraço

  • Leonardo

    so para retificar, voce disse que a aeronave era um Boeing 747-800 com double deck. A Qantas atualmente nao possui essa aeronave, mas sim os 747-400.

  • Feijão Zinho

    Comprei passagens da Qantas para ida e volta a Sydney em junho/julho deste ano de 2015..
    Na ida voamos de LAN, tanto do Rio de Janeiro a Santiago do Chile, como de lá a Sydney com parada em Auckand (parada e não escala, mesmo reembarcando na mesma aeronave). O serviço da LAN foi excelente, tanto do ponto der vista da alimentação a bordo como da atenção e simpatia dos comissários.
    Na volta pegamos um 747-400 no vôo QF27 da Qantas de Sydney a Santiago que saiu com uma hora de atraso. Tive uma grande decepção com a companhia: Assentos muito estreitos e comissários antipáticos e rudes, alem da péssima comida a bordo (só comível devido à enorme fome!), excepto pelo chocolate quente e pelo sorvete. Já viajei pelo mundo inteiro em inúmeras companhias aéreas e não me lembro de nada tão ruim como a Qantas. Tenho 184 cm de altura e ombros proporcionais, Fiquei no corredor e quase me quebraram o cotovelo por duas vezes com o carrinho de comida em velocidade e sem o menor aviso pelos deseducados comissários;
    Prefiro voar com a desagradável parada em Auckland pela LAN do que pela Qantas sem parada ou escala.
    Duas das nossas quatro bagagens chegaram danificadas, acredito eu que pela pressa em transferi-las do vôo atrasado da Qantas para o da LAN ao Rio.
    Qantas, agora, só em caso de extrema necessidade. Espero não precisar mais voar na pior companhia em que já voei na vida (e tenho 69 nos de idade, tendo começado minhas viagens internacionais aos 22).
    Recomendo a todos que evitem voar na Qantas!

  • Feijão Zinho

    Foram tantas insatisfações que esqueci de mencionar outras no meu relato acima.
    A tela de entretenimento do meu assento nº 61C não funcionava direito. Congelou numa tela, chamei a comissária pela luz de chamada, ela tampouco conseguiu e “ressetou” a tela que passou a funcionar em itens básicos e desatualizados.
    A lâmpada de leitura para este mesmo assento estava dirigida para o assento 61A de um desconhecido. Reclamei à mesma comissária e ela disse que tinha que redirecionar a lâmpada manualmente, mas não pudemos faze-lo direito porque era distante e acima de um desconhecido que estava no assento da janela e só de lá isto poderia ser feito melhor.
    Conclusão sobre estas duas falhas: fiquei sem poder ler, nem me entreter com a tela.
    Agora, 15 dias após chegar e ter-me ocupado com todas as pendencias surgidas pela minha ausência do país, fiz contato com a agência de viagens Kangaroo em São Paulo, que me vendeu as passagens, para tentar receber algo da Qantas pela bagagens danificadas. De lá forneceram um telefone 0800 da Qantas no Brasil, mas que não aceita ligações de celular, meu único telefone.
    Que aborrecimento voar de Qantas!!!

  • Feijão Zinho

    Telefonei para a Kangaroo de Sâo Paulo que me vendeu as passagens e relatei o ocorrido com duas das nossas quatro bagagens. Pediram que escrevesse enviando fotos. Enviei do recibo das bagagens e dos diversos danos ocorridos pelo manuseio irresponsável da companhia aérea nas bagagens etiquetadas.
    Uma delas ficou com um rasgo de uns 10 cm pelo qual só não cairam objetos porque eram grandes e envoltos em plástico (sapatos e sueter).
    Contei que não havia qualquer representante da LAN, pela qual fizemos a perna do vôo do Chile ao Brasil (nem alfândega havia!!!). Responderam que haviam contatado a Qantas-LAN que disseram que eu não poderia ter deixado o aeroporto sem ter acionado alguém do aeroporto para chamar algum representante da LAN, num total descaso ao cansaço dos passageiros, após mais de 22 horas depois de ter deixado o hotel em Sydney, boa parte delas no vôo longo e desconfortabilíssimo da Qantas de Sydney a Santiago do Chile!!!. Esta postura deselegante é muito diferente das companhias brasileiras e americanas! Há muitos nos atrás fui ressarcido pelo valor de compra de uma mala que teve uma das quatro rodinhas danificadas num vôo da Flórida para o Alasca o que me provocou muito desconforto durante o resto da viagem. E só pude fazer a reclamação por escrito após a volta ao Brasil! Sou engenheiro aeronáutico e trabalhei com aviação civil por muitos anos.
    Recomendo que apenas advogados representantes de firmas de advocacia comprem passagem pela Qantas, pois só com ações judiciais seria possível lidar com tamanha deselegância!
    Aconselho de coração que evitem voar Qantas para a Austrália. Existem opções como Emirates, British Airways e a própria LAN, desde que evitados.vôos pela parceira Qantas.