Veja em detalhes como foi o voo inaugural do novíssimo Airbus A350 da TAM, o primeiro das Américas!

Leonardo Cassol 25 · janeiro · 2016

“Embarque aberto. Vamos arrasar nesse voo de estreia, pessoal!” A frase dita por uma das comissárias ecoou pelo sistema de som e resume um pouco do que foi o voo inaugural do novíssimo Airbus A350-900 XWB, o primeiro das Américas. A aeronave ainda recebia os últimos preparativos enquanto uma dezena de jornalistas se esforçava em capturar os melhores ângulos de sua cabine.

A A350 prefixo PR-XTA é a primeira das 27 aeronaves do modelo encomendadas pela LATAM, uma das primeiras empresas do mundo a operá-lo, e iniciou voos diários entre Guarulhos e Manaus. A rota doméstica é temporária e tem como função permitir o treinamento e familiarização da tripulação e das equipes de solo da companhia. A partir de maio o equipamento vai operar as rotas internacionais entre São Paulo e Miami (entre 16/3 e 1/4), Madri (a partir de 4/4), Nova York e Orlando (a partir de 22/7).

A convite da TAM o Melhores Destinos fez o voo inaugural de São Paulo até Manaus. Conheça em detalhes todas as novidades das classes econômica e executiva dessa moderna aeronave nesse review exclusivo de nossos enviados especiais Denis Carvalho e Leonardo Cassol!

Tecnologia

A primeira impressão ao ingressar no A350 XWB é muito positiva. Além de ser bonito por fora, com suas linhas arrojadas e a janela frontal característica, o interior da TAM ficou agradável, com cores suaves e discretas.

A companhia brasileira é a quarta do mundo a receber e operar o Airbus A350 XWB. Até 2021 devem ser entregues 27 aviões do modelo, com investimento de US$ 7 bilhões a preços de tabela. Em setembro, o Grupo LATAM trocou seis aviões A350-900 por seis A350-1000, pela sua maior capacidade de transportar passageiros.

A atual pintura no padrão TAM, contudo, será restrita aos três primeiros aviões, já que a partir da quarta aeronave, prevista para ser entregue em junho, todas terão a nova livery da Latam, companhia que substituirá TAM e LAN.

IMG_6537

Visão geral do novo Airbus A350-900 XWB

O Airbus A350 pode transportar até 350 passageiros e é a aposta da fabricante europeia para concorrer em tecnologia com o inovador Boeing 787 Dreamliner. Comercialmente, a aeronave, configurada pela TAM para transportar 348 passageiros, tem o objetivo para tomar espaço do Boeing 777 e do Boeing 747. Todos os modelos do novo Airbus possuem um alcance mínimo de 8 000 milhas náuticas (15 000 km).

O avião mede quase 74 metros de largura e 17 de altura, tem um design com curvas suaves e traz muitas novidades perceptíveis pelos passageiros:

  • Melhor qualidade do ar: o novo sistema renova o ar dentro da cabine a cada 2-3 minutos sem o desconforto de correntes de ar e mantendo a temperatura estável em toda a cabine. A melhor pressurização reduz o desconforto, tornando a viagem menos cansativa.
  • Mais conforto na cabine: cada poltrona da classe econômica tem 2,5 cm adicionais (total 45,72cm) de largura em relação aos assentos de aviões da mesma categoria. As janelas são bem maiores. O nível de ruído é menor que em outras aeronaves.
  • Iluminação especial em LED: as lâmpadas em LED com 16,7 milhões de cores que oferecem uma iluminação muito mais confortável, diferente a cada etapa de voo.
  • Mais espaço para bagagens: os compartimentos acima dos assentos podem acumular malas maiores ou mais de um volume por passageiro.
  • Mais leve e eficiente: parte da fuselagem da estrutura e da asa, cauda e portas é produzida com polímeros à base de fibra de carbono, deixando o avião mais leve, econômico e resistente a fadiga. Os novos e modernos motores Rolls-Royce Trent XWB são determinantes para a maior eficiência do modelo.
  • Mais sustentação e menos trepidação: a ponta das asas tem formato dobrado (winglet) com a função de reduzir a trepidação e o arrasto, além de melhorar a sustentação.

IMG_6531

Para se ter uma dimensão melhor da economia, o novo A350 chega a gastar 25% menos combustível que o Boeing 777 e terá um custo operacional até 8% menor que um Boeing 787, modelo também operado pela Latam. É por isso que os A350 vão substituir o atual modelo de alta capacidade utilizado pela empresa.

Os banheiros contam com um controle digital de temperatura da água da pia e com um espelho iluminado. O display de aviso de atar os cintos, não fumar e não utilizar equipamentos eletrônicos também foi totalmente remodelado.

Mas não é só para os passageiros que o A350 apresenta novidades. O avião é o único que possui 12 tubos pitot no seu bico, usados para medir a velocidade e o ângulo de voo. Na cabine dos pilotos há 6 telas de comando e sidesticks (como nos videogames) ao invés de manetes, para facilitar a pilotagem.

2016-01-25 12.28.01

Para o Comandante Bruno “Harley” Menezes, Diretor de Operações e Treinamento, escalado pela TAM para acompanhar os jornalistas, a adaptação de um piloto de A330 para um A350 é muito rápida. “Apesar das inovações, ainda há muita similaridade nos comandos de todas as aeronaves Airbus”, afirmou o experiente aviador.

A tripulação conta com espaços especiais para descansar durante o voo, os chamados “sarcófagos”. No novo A350 eles ficam na parte dianteira (2 camas) e nos fundos da cabine (6 camas).

airbus-a350-tam-099

O voo inaugural

O voo JJ 3408 de Guarulhos para Manaus iniciou sua jornada com uma hora de atraso. Prevista para as 9:30, a decolagem só ocorreu às 10:40. Segundo o comandante, o motivo foi a troca da aeronave e a demora no carregamento, já que o A350 tem maior capacidade de carga. “Mas com certeza o atraso vai valer a pena”, disse, antes de enumerar alguns dos detalhes do novo avião.

Para não perder nenhum detalhe deste voo histórico, nossa equipe voou na Premium Business (poltrona 1G) e na Econômica (poltrona 23C), com direito a muitas fotos! Conheça a nova configuração das cabines da TAM presentes na aeronave e saiba como foi o voo inaugural!

DSC_0099 

 

Classe Executiva

A configuração dos assentos da Premium Business é 2 x 2 x 2, com seis assentos por fileira. A cabine ficou bem elegante. As poltronas-cama tem acabamento em tecido em tons de cinza escuro e vermelho. O descanso para os pés (ottoman) tem acabamento em couro vermelho.

DSC_0149

Os assentos da classe executiva reclinam 180 graus (full flat). Ficaram mais largos, bonitos e confortáveis que os dos Boeing 777 e 767 e infinitamente melhores que os dos Airbus A330 operados pela TAM. Foi um grande avanço em todos os aspectos.

Um ponto que pode incomodar os passageiros mais exigentes é que configuração 2 x 2 x 2 não assegura acesso ao corredor a quem estiver sentado nas janelas e oferece menos privacidade que o formato 1 x 2 x 1 adotado por concorrentes como a Qatar (primeira a operar o A350) e American Airlines (na nova configuração de seus B787 e B777). Ainda assim, dá pra esticar as pernas e desviar do vizinho numa boa, caso dê vontade de ir ao banheiro no meio da noite.

IMG_4748

Dois leitores do Melhores Destinos, o advogado Luís Vieira e a médica Ivone Przepiorka, que viajaram na premium business conosco no voo inaugural já tinham voado alguns dias atrás no novo A350 da Qatar fizeram uma avaliação muito positiva do produto da TAM. “O assento da TAM é mais pode oferecer um pouco menos privacidade, mas é mais espaçoso e confortável que o da Qatar“, afirmou afirmou Ivone, com o aceno positivo de aval de seu marido. Outro passageiro e leitor do Melhores Destinos, João Bernardo Morgado, diretor da agência paraense StarTour, também comentou sua satisfação com a nova cabine: “É o melhor produto de classe executiva já lançado pela TAM até hoje“, disse comparando o A350 com os demais aviões de longo curso operados pela empresa.

Os controles de reclinação ficam no console que divide os assentos e têm acabamento em aço escovado. O apoio para copos é de madeira. Os assentos contam ainda com uma luminária individual retrátil.

A TAM adotou um novo sistema de entretenimento de última geração. A tela touch screen de 18 polegadas ficou bem maior e com mais definição, por conta do uso de fibra óptica. Além do mapa de voo, é possível também visualizar a imagem de uma câmera que filma o que passa abaixo da aeronave e em breve será instalada outra na cauda. Há um controle remoto bem simples que permite utilizar o sistema mesmo com o assento reclinado ou em posição cama.

O sistema operacional é novo e foi inspirado no IOS (utilizado nos celulares da Apple), permitindo a interação com os dispositivos pessoais, como celulares, tablets e computadores, através no TAM Entretainment via WI-FI. A quantidade de conteúdo disponível, no entanto, não é diferente das demais aeronaves operadas pela empresa.

O ponto negativo é que a aeronave não oferece acesso a internet. Isso não é uma limitação do avião, mas sim uma decisão de configuração da companhia aérea. Uma pena um equipamento tão novo não oferecer internet a bordo para os passageiros!

Classe Econômica

A configuração dos assentos é 3 x 3 x 3, com nove poltronas por fileira. É a similar a utilizada pela Qatar em seu A350. As poltronas das fileiras próximas às janelas têm acabamento em tecido azul e a fileira central em tecido vermelho. Os tons são suaves. O encosto para a cabeça é ajustável e mais escuro que o restante da poltrona.

DSC_0144

A poltrona reclina bastante, trazendo um pouco mais de conforto para quem quer relaxar ou dormir durante o voo. Dentro dos padrões de uma classe econômica, os assentos são confortáveis e oferecem boa distância entre as poltronas.

IMG_4771-1

Há um pequeno apoio para os pés flexível, que não oferece tanta sustentação. Cada grupo de 3 assentos dispõe de 2 tomadas de energia. A mesa de refeições é dobrável e possui um porta copos independente. Vale destaque a nova disposição dos enormes bagageiros, que contam com sistema de abertura suave e mais espaço para bagagens.

A TAM adotou um novo sistema de entretenimento de última geração. A tela individual touch screen tem 9 polegadas e uma ótima definição. O sistema operacional é novo e foi inspirado no IOS (utilizado nos celulares da Apple), permitindo a interação com os dispositivos pessoais, como celulares, tablets e computadores, através no TAM Entretainment via WI-FI. A quantidade de conteúdo disponível, no entanto, não é diferente das demais aeronaves operadas pela empresa.

Dois pontos negativos: as telas de entretenimento são fixas. Se o passageiro da frente reclina a poltrona você praticamente é obrigado a fazer o mesmo, ou o ângulo da tela torna difícil assistir qualquer coisa. Além disso, a aeronave não possibilita acesso à internet. Isso não é uma limitação do avião, mas sim uma decisão de configuração da companhia aérea.

O bagageiro mais estreito fez com que as luzes de leitura e de sinalização ficassem sobre o assento da janela, bem distante do passageiro do corredor. Mas o acionamento é feito por meio da tela touch. A luz de leitura ficou bem mais fraca, o que pode ser bom para quem se incomodava com a claridade nos voos noturnos, e ruim para quem espera maior luminosidade para leitura, por exemplo.

O voo foi bastante tranquilo e o avião de fato oferece uma boa redução no ruído. A primeira impressão, contudo, é que o Boeing 787 é um pouco mais silencioso.

Todos os passageiros receberam uma tag de mala comemorativa do A350 – a mesma oferecida aos que participaram da visita do modelo ao Brasil no ano passado.

Após o pouso, batismo com jatos de água para saudar a chegada do novo avião e aplausos de todos os passageiros.

IMG_6508

A aeronave oferece uma experiência de voo muito agradável para todos os passageiros. Os avanços tecnológicos são muito importantes e bem vindos, e vão trazer mais conforto aos passageiros das rotas de longo curso da TAM. É bom saber que em breve poderemos contar com inúmeras aeronaves A350 nos voos partindo do Brasil.

Após o início da operação internacional do A350-900 XWB da TAM publicaremos um novo review completo, incluindo a avaliação do check-in, embarque, serviço de bordo etc.

E aí, o que acharam da novidade?

Galeria de fotos

Publicado por

Leonardo Cassol

Editor

  • fab

    não teve serviço de bordo?

    • Foi igual ao dos voos domésticos, com aquele sanduíche frio. Por isso não postamos

      • Nadia Borges

        mas mudou o avião e nao a empresa que serve os lanches 😛

        • Verdade. Mas quando ele operar as rotas internacionais vai ter o serviço de bordo completo

          • Henry

            Deram mole… a viagem inaugural está sendo divulgada em diversos sites de turismo/viagem… podiam aproveitar e divulgar.. propaganda “0800”…

          • Petim

            Passageiro de executiva não viaja por “comida” e sim por conforto da poltrona, espaço para as pernas, 180ºc e etc…

          • Rodrigo Figueiredo Bertelli

            Ah, tá. Dá bolachinha, amendoim, batatinha e vê se o passageiro da executiva volta a voar pela cia?

          • Bom, se nos voos de 777 para Santiago a executiva tem atendimento diferenciado, nesses voos para Manaus com duas classes, também deveria ter…

          • Caco Nogueira

            kkkk

          • Leonardo Azevedo

            Discordo, eu mesmo viajo pela comida também.

          • Júlia P

            Boa Leo!

          • Henry

            Viaja por tudo isso que você falou e também pelo atendimento dos comissários à bordo… se você observar, SEMPRE que se faz avaliações de serviço de bordo, a refeição é uma dos itens (senão o mais importante) que analisam… até concordo contigo que na EXECUTIVA estes outros itens que você citou são importantes..
            Mas.. eu acho que você não leu a minha mensagem.. em momento nenhum eu me referi à classe executiva… mas sim ao serviço de bordo num todo, econômica e executiva.. podiam sim ter caprichado… afinal era um voo que estava sendo coberto pelo MD e pelos principais sites de viagens/turismo do Brasil, com muitos leitores…

          • Thiago Matos de Sousa

            O que?! Classe executiva e não tem serviço de bordo de qualidade? Já começou perdendo.

          • Não teve por ser um voo doméstico. Nos voos domésticos a TAM vende a tarifa relax em algumas rotas com poltrona executiva, mas o serviço de bordo é único nas duas classes.

          • Henry

            Tarifa relax….serviço stressax…rsrs

          • Jairo Holanda

            Leonardo Cassol, tenho um perfil no Instagram sobre aviação (@megaplanebrasil), e gostaria de saber se posso publicar algumas das fotos do A350 do voo de hoje, posso?? E de quem é a autoria das fotos?? Tem perfil Instagram?? Desde já agradeço, aguardo sua resposta

          • Algumas são minhas outra do Denis. Pode citar “Melhores Destinos” apenas.

      • eu fiz um voo internacional pela Lan-Tam pra Santiago, no Chile, e serviram na classe executiva um cafe da manhã bem simples, deve ser igual ao que foi servido nesse vôo inaugural. O problema é que o café da manhã foi servido meio dia!!!

        • Mariah Rafaela Silva

          O mesmo que na rota MIA-MAO. Fiz essa rota em executiva em novembro e achei um tanto estranho! Pq são 5 horas de voo e servem apenas um pão! Uma vez fiz executiva de Buenos Aires para GRU e com 3 horas de voo serviram um menu completo. Não entendo essas discrepâncias da TAM.

          • Fernando Vieira

            É simples: Saiu ou vai pra SP, é tudo lindo, vip, perfeito. Vai pra outro lugar do Brasil? Se vira com o que tem.

        • Henry

          Eu fiz GIG=>MIA, em jul/15, pela TAM, em econômica mesmo e serviram um jantar excelente… três opções: frango, carne e massa.. escolhi a massa e foi a melhor pasta que comi à bordo.. tudo muito gostoso..
          Já a volta, dias depois, vindo de JFK pela AA, em executiva, serviram um “troço” chamado de refeição, que estava abaixo da crítica… já viajei várias vezes pela AA, coach mesmo e a comida sempre foi razoável..

  • Andre Oliveira

    Pode ser só impressão mas a cadeira da executiva desse a350 me parece menos confortável que a do a330.

    • Lucas

      A atual do A330 está ultrapassada além de na ser total flat, a chamada poltrona “tobogã”

    • André, é nota 10! Voei nela e é bem confortável. Os demais passageiros da executiva com quem conversei também elogiaram

    • Pascualdo Nolasco

      Só impressão. Os assentos do 330 não ficam paralelos ao piso como estes do 350. Isso faz muita diferença!

  • Lucas

    Todos os airbus possuem o side-stick, não foi uma mudança feita pro A350

  • Rafael Poggi

    Lindo o avião! Mas ainda assim é um Airbus… A cabine e os controles me pareceram muito automatizadas…

    • Henry

      É… quando vejo um joystick no lugar do manche, fico a imaginar de repente o piloto surtar e achar que está jogando “Atari”….rsrs…

    • paluzoid

      mas o que que tem?

  • Fabio

    787 nao eh operado tambem pela TAM e sim apenas pela LAN. Quando as marcas forem unificadas de fato ele sim tambem serah operado pela Latam

    • Thiago Ramos

      As marcas ja são unificadas.

      • Fabio

        Falei DE FATO. E isso não estão. Dois programas de fidelidade, duas liveries….

  • Luiz Gustavo de Lima

    Que decepção!! Sem Internet…. desastrosa essa decisão!

    • Henry

      É simplesmente o entretenimento que “liberta” as pessoas.. com internet à bordo e o passageiro com um tablet, ou fablet, ou smartphone,ele vê e faz o que quer…mancada mesmo…
      Mas.. sendo gestão dos chilenos, não me admira…..

      • Dane’s burrito

        Verdade a gestão brasileira que eh boa… Kkkkkk fala sério neh olha o Chile e olha o Brasil.

        • Henry

          Estou falando da gestão histórica, que fez o Brasil ter um PIB SETE vezes maior que a do Chile….
          Não se lembre que todo país tem momentos melhores e piores.. então, veja ao longo da história do Brasil e do Chile…
          Agora, você quer comparar Bachelet com Dilma, aí concordo contigo.. a presidente daí tem gestão (e classe) e a daqui não tem gestão (e nem…..)

          • Bruno

            Qual a diferença de população dos países? Chile – 17,62 mi – Brasil 200,4 mi… ou seja população 11,3 vezes maior… Pib per capta Brasil 11.208,08 USD x 15.732,31 USD

            Um pouco de noção de regra de três faz falta…

          • Henry

            Não se aplica regra de três entre PIB e população.. se fosse assim os países mais populosos do mundo seriam os que têm maior PIB.. pelo seu raciocínio, os maiores PIB seriam:
            China/Índia/EUA/Indonésia/Brasil/Paquistão/Bangladesh/Nigéria/Rússia e Japão..
            Mas.. pelo critério de produção (que não tem nada a ver com o tamanho da população) o PIB é:
            EUA/China/Japão/Alemanha/França/Reino Unido/Brasil/Itália/Rússia/Índia..
            Vc até pode saber regrinha de três, mas pelo visto andou matando aula de geografia…
            Outra coisa.. PIB per capita tb não é parâmetro…afinal, você quer medir o que ???
            O cara que falou para olha o Chile e o Brasil hoje, tem que ter um olhar um pouco menos imediatista..
            Afinal, ter uma presidente melhor que aquela senhora que está lá em Brasília não é grandes coisas…até o cara da Bolívia é melhor que ela (e o sapo barbudo)…

          • Bruno

            A regra de três aplicada só mostra que sua afirmação de que o Brasil tem PIB “SETE” (SIC) vezes maior não quer dizer nada, pelo contrário, com uma população 11,3 vezes maior é uma vergonha só 7x do PIB chileno.

            Mas se você quer medir mais que o PIB per capita, o que é importante, veja o IDH do Chile – 0.832 (42º do mundo) – e o nosso 0.755
            (75º). Fonte: http://hdr.undp.org/en/countries

          • Dane’s burrito

            Sete vezes é pouco ainda. Ou você acha que nosso crescimento – ilusório – de anos (e de motivo de chacota entre nações serias) cantado aos quatros ventos pelos nossos governantes faz jus a capacidade do Brasil?? haha não me faça rir. Comparando o setor de produção (que é o que importa para nossas nações ja que o de tecnologia esta engatinhando nos dois países) o Brasil era pra ter um PIB 50x maior que o do Chile!! Por isso fiz aquele comentário sobre o Chile. Um pais que teve um passado conturbado mas esta se encaminhando pra se tornar uma potência da America Latina. Enquanto o nosso belo e lindo Brasil, com sua sétima economia do mundo esta despencando a passos largos pro fundo do poço…

        • Henry

          E cá para nós, a gestão da LAN é sofrível mesmo…vc deveria saber mais sobre como são não só com os clientes, como também com os fornecedores.. procure um fornecedor para ver a diferença…

          • Dane’s burrito

            Realmente quanto a política e gestão interna da companhia não posso comentar pois não conheço, apesar de o que me interessa como consumidor é a qualidade do serviço que contratei. E quanto isso a LAN nunca me deixou a desejar. Viajei com ela varias vezes ate pra voos longos e chatos para a Oceania, e nunca tive nenhum problema com ela… Abs

    • Salvatore Carrozzo

      verdade. Será que eh para economizar? Alguém sabe?

  • Perdigão

    Leonardo, por que os voos TAM GRU para Londres não entraram nessa mudança?

    • Gradativamente entrarão. Questões de mercado e decisões operacionais da TAM mesmo!

  • Guilherme

    Pessoal do MD, Quando os demais A350 cehgarem, além de Madri, Orlando e Nova York eles pretendem utilizá-lo para quais outras rodas ? Londres ? Paris ?

    • Thiago Ramos

      Guilherme, os A350 substituirão todas as rotas dos 77W gradativamente. Os 77W serão devolvidos pra Empresa de leasing.

      • Guilherme

        Eita, os 77W ? Por essa eu não esperava. Então a base de longa distância da Lan e Tam será de A350, 787 e 767 ?

        • Thiago Ramos

          A partir de 2018 a TAM começa a devolver os B77W com a chegada de mais A350-900 e A350-1000. Eu tô tentando entender onde os B767 entram nessa história, com tanto 787-8/9 e A350-900/1000 chegando. Hoje a TAM conta com 32 wide bodies, entre A330/767/777. Com a devolução dos A330 e 777, sobrariam 14 767’s e 27 A350. Vai faltar rota pra esse tanto de avião voar, ainda mais com a retirada de voos intl como aconteceu aqui em confins com o fim da rota pra MIA, além ainda da redução de alguns voos pra JFK/YYZ. Não é possível que somente a demanda pela nova rota JNBe o aumento de frequencias pra BCN ocuparia tantos aviões. Ou então eles planejam muitas outras rotas com essas aeronaves… esperar pra ver.

          • Guilherme

            Aqui no Wiki alguém escreveu que os 767 serão substituídos pelos 787. Faz sentido do ponto de economia de combustível, mas não além disso visto que a maioria dos 767 vieram 0km de fábrica. Enfim, vai entender.
            https://pt.wikipedia.org/wiki/LAN_Airlines

    • Ainda não tem nada oficial sobre outras rotas além das que informamos, Guilherme.

  • diego

    já voei no A350 da Qatar, essa aeronave é simplesmente fantástica!

  • R.F.

    Estou neste exato momento a bordo do A350 da Tam aqui, e só agora vim ler este post kk estou gostando muito deste avião, embora ja estamos atrasados para voltar para Guarulhos. Ah, Leonardo, por acaso você estava com uma camisa azul? Acho que vi você enquanto eu aguardava o embarque 🙂

  • Rodrigo Figueiredo Bertelli

    Pessoal, precisa arrumar ali. As manetes continuam ali, no mesmo lugar. Elas são usadas como o acelerador do carro. Uma manete para cada motor. As 6 telas também continuam ali, só que são maiores que as utilizadas nos A330. Agora são como as do A380. E os sidesticks já são usados desde a família A320 (18, 19, 20, 21, 30, 40, 80 e A350 agora).

    • Rodrigo Figueiredo Bertelli

      Foi quase. Como disse, manete é dos motores. Os sidesticks substituiram os manches.

  • ARYSON FRANCA

    Muito boa a reportagem. Não vejo a hora que chegue o dia 15/05 pois comprei na promoção em milhas na executiva desta aeronave para Madrid.

  • Henry

    Um pequeno detalhe é o local para colocar os pés.. ao invés de ser rígido, ele parece ser de couro com corda.. ou seja, você vai poder enfiar os pés com mais facilidade para se esticar na sardine class..
    É isso ou eu estou vendo errado ???

  • Henry

    Alow MD.. dá para libertar meu comentário das garras do Censor Disqus ???

    A liberdade de expressão agradece…

    • Roger

      Como se sente agora?

  • fernando

    PQ ATE AGORA N Divulgaram nada sobre a escolha de Recife como o HUB da azul… j´pa saiu em todos os jornais…

  • Fernando Borret

    O manche também foi substituído por sidesticks (como nos videogames)??
    A décadas os aviões da Airbus são dotados de sidesticks.

    • paluzoid

      pensei a merma coisa

  • Leo

    Fiquei curioso pra saber: como é o cheiro de avião novo?

  • Carlos Costa E Sousa

    configuração 3-3-3 na econômica é péssima 🙁
    tendo que viajar na econômica vou preferir evitar este avião

    • Bruno Bastos

      Quero só ver em que avião vai viajar. Não conheço nenhuma empresa que use menos que 3-3-3 nos widebodies. Boa parte usa até 3-4-3. Assume que é pobre e vai, umas horinhas de aperto não estragam a viagem.

      • Mateus

        Iberia usa 2x3x2, tanto no A330 quanto no A340!!!!

      • Rodrigo Figueiredo Bertelli

        A330 e B767 das americanas e da própria TAM são 2-3-2 ou 2-4-2. Também sempre prefiro aeronave nessas configurações, e, sempre que possível, escolho meus vôos assim.

        • Carlos Costa E Sousa

          exatamente, o amigo de cima não estava bem informado. A maioria dos widebodies tem configuração 2-4-2

          • Rodrigo Figueiredo Bertelli

            Também não é a maioria. B777, B787, A350 (agora), B747, A380 não tem essa configuração. Hoje, praticamente, só B767 e A330/340 tem. Até uns 5 anos atrás, os 777 da United, da AirFrance (dos que eu sei), eram 2-4-2 ou 2-5-2, mas foram mudando e mudando para 3-4-3. Hoje poucos 777 tem 2 lugares próximos das janelas.

          • marcos

            isso ai…e no 777 normalmente tem aquelas ultimas fileiras 2-4-2.

          • pm

            os novos A380 da emirates configurados para mais de 600 pessoas tem configuração 2x4x2 em economica no segundo andar!

            Os A330-800 e -900 serão 2x4x2

            sem dúvida muito mais conforto!

            Podiam colocar uma configuração 3x4x2 nos A350 e 787 como tinha nos antigos MD-11.

            ia ter assento para quem viaja com familia, quem viaja em casal, quem viaja sozinho!

          • Salvatore Carrozzo

            2-5-2??? wow! é sério isso?

          • Rodrigo Figueiredo Bertelli

            www. seatguru. com/ airlines/ American_Airlines/ American_Airlines_Boeing_777-200_A. php

          • Salvatore Carrozzo

            caramba, rodrigo! eu que não queria estar na cadeira do meio nessa fileira de 5. ainda mais que tenho 1,87m.

          • Rodrigo Figueiredo Bertelli

            Foi como eu disse acima. Eu procuro sempre voo que tem 2-x-2 e vou na opção de 2 lugares. Mas já tive que viajar em x-4-x e em 3-3-3 e pra mim é martírio.

          • Thiago Ramos

            Serio. Os 772 da American tinham esse esquema, mas já foram trocador pro 3x4x3

          • Thiago Ramos

            Os 772 da American usam a 2x5x2. Prefiro essa do A350!

          • Salvatore Carrozzo

            nao so nao está informado como foi grosseiro.

      • Fabio

        Todo 767 eh 2-3-2
        Todo A330 eh 2-4-2
        Todo A340 eh2-4-2
        Alguns 777 sao configurados com 2-5-2

        • Thiago Ramos

          Fábio, não. Você está enganado. Os 767 de alta densidade são 3x3x3, como os da Tui Nordic. Os A330 da Indonesia Lion Air e os da Air AsiaX, são 3x3x3 também. Isso é uma escolha da operadora, se prefere avioes mais espaçosos ou de alta demanda.

          • Fabio

            Ok, reconheço que acabei generalizando quando queria me referir a todos que operam no nosso mercado.
            Afinal até um A380 pode ser configurado para uso particular.

          • Thiago Ramos

            Sim, com certeza! Se uma Ryanair da vida operasse um A380, com certeza carregaria 850 passageiros! HAHAHA

      • César Novaes

        A ANA utiliza a configuração 2x4x3 em alguns 777! 😉

    • Thiago Ramos

      Melhor que a 3x4x3 do 77W, não acha? De qualquer forme, se fosse igual ao 767, 2x3x2 seria o mais top! HAHAH

  • Stephen

    E em relação ao sistema de entretenimento? Alguma novidade?
    Vi alguns vídeos do 350 na Europa em que há diversas cameras externas para acompanhar o voo.

    • Tem uma habilitada voltada para o solo e vão instalar outra na cauda voltada para a frente da aeronave

    • Salvatore Carrozzo

      tenho panico desse negocio! deve ser bizarro.

  • Luana Zilz

    Eu quero é saber de passagem barata.
    Tanto faz o avião desde que seja seguro.
    Não me incomodo de viajar em classe econômica e sobrar uma grana a mais.

  • Jorge Luis da Fonseca

    Eu prefiro a configuração em concha como adotou a Alitalia e AAL em alguns voos porque dá mais privacidade

  • Dorivan Arcangelo

    é só eu que acho esse sistema de pilotagem Fly Be, não confiável?? Alguém que conheça mais poderia dar opnião?

    • paluzoid

      Pq vc nao acha confiavel?

    • Thiago Ramos

      Fly by Wire. Esse sistema já é usado a anos na maioria das aeronaves que voamos. Tantos os Boeings quantos os Airbuses e Embraers usam o sistema.

  • André Senger
  • Nilo César

    ” terá um custo operacional até 8% menor que um Boeing 787, modelo também operado pela TAM. ”
    A TAM opera com 787 ??? Corrigi ai amigo!

    • Thiago Ramos

      Pela LATAM.

  • É muito bom! rsrsrs

  • Henry

    paluzoid…
    O que rola são boatos (ou não, sei lá) de que no Airbus os computadores têm o poder de decidir e operar a aeronave à revelia dos comandos feitos pelo piloto… isto é, se os computadores entenderem que o piloto está fazendo algo errado, o computador corrige..
    Não sei até que ponto isto é verdade.. eu imagino que o piloto deve dispor de um “botãozinho” em que ele prevaleça sobre o computador…
    Se não for assim, é realmente uma loucura…
    Como o computador recebe informações de diversos sensores, a falha sistemática destes sensores pode ser complicada… foi o que ocorreu com o Airbus da AF que caiu perto de Recife…onde os tubos pitot falharam sistematicamente…
    Mesmo a aeronave tendo 3 computadores para tomar a decisão, a decisão final tem que ser sempre do piloto…

    • Fabio

      Existe um certo exagero popular no que diz respeito a esse fato. Caso fosse assim, nao teria ocorrido aquele acidente com um A320 da Germanwings. Mas de modo geral, sim, um Airbus eh mais automatizado que um Boeing.

    • Arthur Pinho

      Airbus é mais automatizado do que Boeing, mas isso pode ser muito positivo em alguns casos. Especialistas dizem que o pouso feito no Rio Hudson por um A320 (acidente de 2009) não teria sido possível se fosse um Boeing, porque o Airbus força uma maior estabilidade nas manobras, algo que foi necessário para a aeronave não se despedaçar ao tocar a água. Em casos de terrorismo o Airbus também é mais seguro por isso, por exemplo. Não acho que exista melhor ou pior, existem pontos positivos e pontos negativos apenas.

  • Henry

    Na próxima ida ao EUA procura nos supermercados spray com este cheiro… capaz de achar.. porque cheiro de carro novo há anos é vendido nos EUA…rsrs

  • Antonio Passos

    Fiquei curioso em saber quais vôos serão com essa aeronave. Por exemplo, o post fala em Madri, a partir de 4/4. Mas serão todos para Madri a partir dessa data? Existe algum modo de descobrir? A pergunta vale para outros equipamentos. Por exemplo, como saber que vôos são feitos com o 380, tendo como origem não necessariamente uma cidade brasileira?

    • Thiago Ramos
      • Antonio Passos

        Grato, Thiago.

        Mas não consegui usar esse site para o meu propósito. Se puder dar uma força detalhando como consigo (veja abaixo), agradeço imensamente.

    • Antônio, tem como consultar ao pesquisar os voos. Ao clicar no número do voo no site da TAM aparece qual aeronave vai operar o trecho. O site do Submarino e outros buscadores também mostram o avião que irá operar a rota em muitos casos. Outra opção é o http://www.seatguru.com onde pelo número do voo e data informa qual equipamento opera.

  • Rodrigo Figueiredo Bertelli

    Mas a empresa faz planejamento para o futuro, não para amanhã. Em uma entrevista, a Claudia, presidente da TAM, disse que a compra dos A350 já havia sido decidida a 12 anos atrás, antes mesmo do avião existir.

  • Thiago Ramos

    Ibéria usa 2x4x2 !

  • Paulo Oliveira

    Que bola fora essa executiva sem acesso independente ao corredor para todos os assentos.

  • luiz Paiva

    Não faz nenhum sentido lançar uma Executiva onde as pessoas não possuem acesso direto ao corredor…

  • É exatamente isso, Henry. Mas acho que poderia oferecer mais resistência (flexível demais).

  • Exatamente. É bem ultrapassada.

  • Marlon

    Eu estava no voo. A aeronave é linda, confortável, silenciosa, moderna, enfim, fantástica. O fiasco ficou por conta do pessoal do marketing da TAM. Não tinha um totem comemorativo no portão de embarque, não fizeram uma cerimônia comemorativa antes do embarque, nem uma espumante pros passageiros da executiva serviram no voo. Foi frustante. Perderam de agradar e cativar os clientes em um evento tão importante para a aviação do Brasil e das Américas.

  • Silas Bordini

    Bom dia !!!
    Estava a bordo no vôo de retorno (MAO-GRU) em 25/01, escolhido justamente por se tratar do A350.
    Dois quesitos me chamaram mais a atenção:
    1) o “pé direito” do interior da aeronave. Sou alto (1,90m), e isso me agradou bastante por nãot er que ficar inclinando a cabeça ao andar pelo avião, e não ser atingido sempre que alguém resolve abrir o compartimento de bagagens (que SIM, ficou mais amplo e com um espelho convexo no teto que permite a pessoas mais baixas ver seu interior “de cima”;
    2) O baixo nível de ruído. Estava na poltrona 36K (saída de emergência) e o nível do ruído era sensivelmente mais baixo e suportável, tornando o vôo mais agradável.
    Alem disso julguei o sistema de entretenimento muito bom, com telas com cores nítidas e bem vivas ! Deixei de notar que as telas nas poltronas fixas não reclinam, pois como estava na saída de emergência, a tela é articulada no braço das poltronas.
    O sistema de ar condicionado funcionou de forma diferente, sem “congelar” o passageiro que fica junto a janela..isso me agradou bastante !!
    Foi uma boa experiência, que espero repetir na classe executiva com destino à Europa em breve !!

    • Excelentes observações, Silas! Obrigado por compartilhar!

  • Antonio Passos

    Grato, Leonardo!

    Mas nos sites indicados (Submarino e outros, incluindo o SeatGuru) a consulta é feita por vôo. Para meu propósito, a consulta deveria ser por aeronave. Por exemplo, no aeroporto de Fort Lauderdale, certa vez, vi vários 380 no pátio. Para onde iriam voar? Se quisesse pegar o 380 da Lufthansa, quais seriam minha opções?

    É o tipo de consulta que gostaria de poder fazer. Acha que tem como?

  • muito bom…

  • João Morgado

    Parabéns Leonardo, companheiro nesta viagem inaugural! Ficou muito boa a matéria

  • Obrigado! Até a próxima! Foi um prazer conhecê-lo!

  • Izabel Portilho

    Eu estava nesse vôo e amei tudo, estão de parabéns. E Parabéns pela reportagem.

  • Giselle Strobel

    Fico feliz com a renovação da frota, pois, voltei de Orlando dia 17 de janeiro, com minha família, em um voo da TAM, cujo avião era velhíssimo, o qual tinha cinzeiros nos braços das poltronas. Foi um voo assustador pelo estado precário do avião que pode ser constatado no sanitário interditado com a porta quebrada (o cheiro de urina insuportável podia ser sentido da poltrona onde eu estava), em algumas das poltronas que estavam quebradas e não reclinavam, no sistema de iluminação que apagou diversas vezes enquanto as comissárias tentavam servir o jantar e, ainda, nas telas que ora funcionavam apenas projetando os mapas e ora apagavam por completo. Lamentável a Tam ter permitido que um avião tão antigo e com a manutenção deixando muito a desejar saísse lotado, com mais de uma hora de atraso, para um voo de mais de 8h, que foi ainda, pelas condições climáticas, turbulento 90% do tempo ! Foi uma angústia do princípio ao fim: e se os computadores dos pilotos apagassem também? E se a manutenção dos motores estivesse tão precária como a da parte interna do avião? Até agora não consigo me conformar ou esquecer os momentos terríveis que passamos.

  • César Novaes

    A Tam utiliza de algo similar a isso nos 777, parece q seu pé fica dentro de uma rede… é horrível melhor deixar os pés no chão mesmo!

  • Victor

    Quando este voo chegara no galeao? Alguem pode me responder, esse aviao deveria fazer tambem a rota rio-manaus para que os cariocas podessem se desfrutar do comforto da nova aeronave da TAM se o galeao ja recebe o boeing 777 400 da lufthansa ele tem condicoes de receber o a350 da TAM

    • Thiago Ramos

      Só nao existe 777 400. E os A350 serão baseados em GRU mesmo.

  • Victor, a TAM vai receber novas aeronaves A350 ao longo do ano, mas ainda não há decisão comunicada sobre as rotas que elas vão operar.

  • Albino

    Meu voo MXP-GRU em Abril/2017 foi alterado de A350 para B767. Estão sabendo desta alteração na rota, MD ?