Transporte em Buenos Aires: dicas para usar táxi, metrô, ônibus, Uber e bicicleta!

Denis Carvalho 5 · dezembro · 2016

Buenos Aires é uma cidade grande e movimentada, por isso ao planejar uma viagem para lá é natural que surjam dúvidas sobre como se locomover. A rede de táxis é gigantesca, há muitas opções de transportes e aplicativos como Uber e Cabify já podem ser usados. Confira nesse post nossas dicas sobre as principais opções de transporte para fazer turismo em Buenos Aires!

Transporte em Buenos Aires – qual opção usar

Há muitas opções para conhecer os principais pontos turísticos de Buenos Aires. E o primeiro deles é caminhar! Buenos Aires é uma cidade plana, com avenidas largas e ótimas para caminhar, especialmente na área mais turística, incluindo Centro, Recoleta, Palermo e San Telmo! Dependendo de onde se hospedar certamente poderá visitar vários pontos interessantes a pé. Mas a cidade é cheia de opções de transporte, a começar pela ótima rede de metrô, a primeira a funcionar na América do Sul! Antes de mais nada, algumas dicas básicas:

Tarjeta Sube: primeiro passo!

Se você pretende usar transporte público em Buenos Aires adquira logo no primeiro dia a Tarjeta Sube. Trata-se de um cartão magnético que custa 25 pesos e pode ser usado em ônibus, metrô, trens e até pedágios! Para comprá-lo procure um ponto comercial marcado com adesivo Sube – são muitos – ou vá direto à estação do metrô mais próxima.

transporte-buenos-aires-cartao-sube

Com a primeira compra faça a primeira recarga para usar o cartão. Pronto! Basta aproximar o cartão nas catracas do metrô ou ônibus para que o valor da passagem seja descontado. Se quiser ainda é possível fazer um cadastro rápido no site do Sube  com o número impresso na sua tarjeta para consultar o saldo dela online e ver o histórico de utilização.

BA Como LLego

Outra dica fundamental para quem planeja usar o transporte coletivo é o aplicativo BA Como Llego da Prefeitura de Buenos Aires. Basta digitar o endereço de saída (ou usar o gps) e o destino e o aplicativo mostra as opções de ônibus, metrô, trens e até de bicleta para o trajeto! É possível fazer a consulta offline em forma de lista ou com mapa com conexão à internet e ainda há informações sobre serviços como Caixas eletrônicos (cajeros automaticos), hospitais e farmácias!

Google Maps

Muita gente não sabe, ma sé possível fazer o download de uma área do Google Maps para consultar offline! Antes de sua viagem faça o download em seu smartphone e tenha o mapa de Buenos Aires completo, incluindo atrações turísticas, hot;eis e restaurantes, mesmo quando estiver sem acesso à internet! O mesmo vale para o aplicativo do TripAdvisor.

Metrô em Buenos Aires

O Metrô em Buenos Aires é chamado de Subte (abreviatura de Subterráneo)  e oferece uma rede ampla e que cobre boa parte dos pontos de interesse da cidade. São 7 linhas: A, B, C, D, E, H e P.

ESQUEMATICO 2016 - actualización MARZO

Baixe aqui a versão atualizada do mapa no site da Prefeitura de Buenos Aires.

O Metrô é rápido, simples de usar e barato, mas em alguns horários pode ser bem cheio. Para usá-lo basta aproximar sua tarjeta Sube do leitor na catraca – funciona dos dois lados do cartão – e aguardar o sinal verde para embarcar.

metro-em-buenos-aires

A linha H é a mais nova e a única que não leva ao centro, mas serve como integração entre as demais e é que melhor atende ao bairro da Recoleta – também é possível pegar a linha D na avenida Santa Fé. Vale a pena também conhecer a Linha A, primeira rede criada na América do Sul, que teve algumas estações reformadas.

Táxis em Buenos Aires

Usar táxi é uma opção pouco comum aos brasileiros, mas que vale a pena em Buenos Aires. O número de carros marcados em amarelo e preto é imenso – estão por toda parte! – e por isso mesmo o sistema é bem mais barato que em nosso país. Os táxis têm esse nome mesmo e para usá-los não há segredo: basta verificar algum que esteja como sinal “libre” aceso e fazer um aceno ao motorista.

Muita gente comenta sobre golpes aplicados por taxistas a turistas, como notas falsas e trajetos mais longos. Com relação ao primeiro, a inflação o tornou menos atrativo aos vigaristas – a maior nota Argentina, de 100 pesos, vale apenas R$ 20 aproximadamente. Quanto ao segundo, aplicativos como Google Maps e Waze permitem identificar facilmente rotas mais longas.

transporte-buenos-aires-taxi

Uma dica de segurança é usar os Radio Táxis. Custam exatamente o mesmo, mas são veículos de empresas grandes, o que inibe golpes. A diferença entre táxis comuns e rádio táxis é o letreiro acima do veículo com o nome da empresa (veja na foto acima) . Você também pode pedir para o restaurante chamar um ou baixar o app as empresas. Outra opção é o aplicativo Easy, que funciona em Buenos Aires.

Uber em Buenos Aires

uber-buenos-airesJá é possível usar o Uber em Buenos Aires, assim como o Cabify. Como de praxe, há uma batalha jurídica na cidade, com a Prefeitura tentando proibir os aplicativos, mas testamos ambos agora em novembro e funcionaram muito bem, com tempo de espera inferior a 10 minutos e várias opções de motoristas.

Para usar o Uber e o Cabify na capital Argentina não é necessário um novo aplicativo nem nova conta: basta usar o mesmo do Brasil para solicitar a viagem – há apenas a opção de UberX e o valor é um pouco menor que o dos táxis.

Você pode fazer o pagamento no cartão, o que incide em 6% de IOF adicional, ou em pesos. Uma complicação para quem deseja usar o Uber é a necessidade da internet. Por isso vale a pena instalar o aplicativo BA Wifi, que mostra os pontos de wifi gratuitos mais próximos, ou mesmo comprar um cartão SIM pré-pago para usar a internet 4G.

Ônibus em Buenos Aires

Os ônibus em Buenos Aires são chamados colectivos têm um visual meio vintage, com pinturas coloridas, partes cromadas, cortininhas e franjas. Apesar da aparência, muitos veículos são novos, com ar condicionado e piso rebaixado. A vantagem dos ônibus é que oferecem a possibilidade de apreciar a paisagem em um belo passeio bem barato pela cidade. Como há muitos veículos, a viagem costuma ser confortável, exceto nos horários de pico.

onibus-buenos-aires

Para usar o ônibus é necessário ter a tarjeta Sube – apenas os intermunicipais permitem pagar em dinheiro também. Além disso, baixe o aplicativo BA Como Llego, que já citamos, para descobrir quais linhas te levam ao local desejado e qual o ponto mais próximo.

Atenção: as linhas são marcadas por números, mas há trajetos (recorridos) diferentes, identificados por plaquinhas na parte da frente do veículo. Antes de embarcar confirme com o motorista se aquele coletivo de fato o levará ao ponto desejado. Para saber a hora de desembarcar, consulte o Google Maps durante o trajeto – ou peça para o motorista avisar.

Colectivo 60

Ônibus turístico Buenos Aires Bus

Para quem tem pouco tempo na cidade ou quer uma opção mais simples e prática, Buenos Aires oferece um ônibus turístico, o Buenos Aires Bus. Os veículos são de dois andares e contam com sistema de áudio com informações sobre os pontos turísticos da cidade.

buenos-aires-onibus-turismo

Após fazer a compra do bilhete válido por 24 ou 48 horas, é possível subir e descer do ônibus quantas vezes desejar, das 9 às 17 horas. São três roteiros com 35 opções de paradas, incluindo os bairros tradicionais de La Boca, San Telmo e Puerto Madero, bem como toda a região de Palermo e Belgrano.

Como dissemos, é uma opção bem prático a cômoda, mas está longe de ser a mais barata – os tickets de 24 horas custam 350 pesos e os de 48 horas custam 470 pesos. Mais informações na página oficial.

Bicicletas grátis em Buenos Aires: Ecobici

Buenos Aires está longe de ser uma Amsterdã, mas cada vez mais as bicicletas têm ocupado espaço. Além de vários serviços de aluguel, o turista também pode usar o sistema de bicicletas públicas da Prefeitura da cidade, o Eco Bici!

bicileta-gratis-buenos-aires-ecobici

Para usar é bastante fácil. Basta fazer a inscrição online ou agendar um horário para fazer pessoalmente quando estiver na cidade. Após se cadastrar, você pode baixar o aplicativo Ecobici ou ligar para 0800-333-BICI (2424) para liberar a bicicleta em uma das estações e sair pedalando pela cidade. A devolução pode ser feita em qualquer uma das dezenas de estações e você ainda pode consultar online quantas bikes e posições livres há em cada uma! Excelente! Confira todas as informações no site oficial.

Tem mais dicas de transporte em Buenos Aires? Compartilhe nos comentários e ajude mais leitores a planejar suas viagens! 

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • Frank Vinnicyus

    Cliente Itaú também tem direito a bike grátis, e são duas! Não sei se ainda existe, mas há um ano retirei no quiosque Itaú do Centro Cultural Recoleta, próximo ao Hard Rock Café. Basta deixar um documento, e pode curtir o passeio de bike por 2 horas.

    • Marcio

      Existe sim, no mesmo local. Também pode ser pago à parte por quem não é cliente.

  • Ernesto Lippmann

    Otima iniciativa, a próxima pode ser um guia sobre onibus intermunipais na Argentina. Já usei bastante e recomendo.

  • Diogo Marxx Ramirez

    Estive em BsAs em junho e pra achar o cartão Sube foi um parto, nenhum lugar tinha. Achamos numa velha banquinha de revistas usadas e me cobraram 35 pesos.

    • LuRodamilans

      Idem

  • Marcio, Uber é uma questão de sorte mesmo, né? Nós não tivemos problema nenhum, tanto com os veículos quanto com os motoristas. Mas realmente não tem como saber.

  • Oi Rodrigo, o site da Buquebus mostra os preços em pesos argentinos. Você pode comprar online, com o IOF de 6% ou passar por lá em Puerto Madero dias antes da viagem – comprar na hora pode ser arriscado. Às vezes tem desconto comprando pelo site. Qualquer dúvida o telefone da Buquebus é +54 11 4316-6530

  • Muriel Machado

    Complementando: A tarjeta SUBE pode-se comprar nas estações de metrô ou nos Kioskos, que são barraquinhas espalhada s pela cidade inteira que vendem basicamente guloseimas. Sobre o ônibus, vale lembrar que a tarifa é contada de acordo com a distância que você vai percorrer. Assim, quando entrar no ônibus, você precisa dizer ao motorista pra onde você está indo. Exemplo: Av de Mayo y 9 de Julio. Aí ele digita uns numeros na máquina dele, você aproxima o cartão da máquina e pronto. Metro sai 7,50 e ônibus depende da distância. A tarifa mais cara é 6,25.

  • Edney Araujo

    ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh vá mais violenta que o Rio de Janeiro ? batedor de carteira tem até em Madri em cada esquina dos principais pontos turísticos agora um brasileiro reclamar de ladrão trombadinhas na Argentina afff.

  • LuRodamilans

    Tbm tentei chamar o UBER no aeroporto de Ezeiza e não consegui…

  • Mah

    Gente, eu tenho uma dúvida.

    Fui pra Argentina esses dias (usei metrô, trem e onibus! tudo funcionou perfeitamente. Taxi pra ir e voltar do aero, taxistas mau humorados, tarifa “ok”), mas enfim, quero falar do uber.

    Não ativei meu roaming internacional, e tentei usar o uber só com o Wifi.
    Só que ele fica dando uma telinha pedindo a confirmação do celular por sms, ou seja, precisa de rede!
    É isso mesmo? Se eu for pro japão e quiser usar Uber, tenho obrigatoriamente que:
    1) ter um chip de lá
    OU
    2) ativar o roaming?