Atenção! Voos da Latam para a Europa não incluem mais despacho de bagagem nas tarifas mais baratas!

Leonardo Cassol     13 · dezembro · 2018

Sem nenhum alarde, esse mês a Latam passou a vender passagens do Brasil para os seus destinos na Europa sem despacho de bagagem nas tarifas mais baratas, da família Light. A companhia havia informado que a cobrança ocorreria nas rotas para a América do Sul, mas não mencionou a Europa no seu último comunicado. Além da bagagem, os passageiros que optarem pela tarifa Light terão que pagar se quiserem marcar assentos, ainda que no check-in.

Além disso, a tarifa Plus, segunda mais cara, que antes também dava 2 volumes de bagagem despachada, agora oferece apenas 1 volume. Apenas a tarifa TOP, a mais cara de todas, inclui o despacho de 2 volumes, como funcionava até então. Já para os Estados Unidos, ainda não houve mudança, sendo mantidos 2 volumes por passageiro, em qualquer tarifa.

Quem comparar passagens sem bagagem vai ter que desembolsar US$ 55 ou € 45 pela primeira bagagem despachada, se adquirido com antecedência mínima de 6 horas antes do voo, ou US$ 75 e € 65 com antecedência inferior a 6 horas. No segundo volume os valores aumentam para US$ 100 ou € 90 com antecedência maior que 6 horas, ou US$ 150 ou € 140 se for mais próximo do voo.

Vejam os preços completos:

Importante: clientes que tenham comprado as passagens para Europa até 26 de novembro de 2018 terão mantidas as franquias de dois volumes.

Quem for viajar despachando bagagem, compensa mais comprar a tarifa que já inclui um volume, a Plus, do que pagar pela bagagem separadamente. Custa mais barato e ainda permite marcar o assento.

A Latam não é a primeira companhia aérea a vender passagens para voos de longo curso sem a franquia de bagagem despachada. Atualmente, TAP, Iberia, British, Air Europa e Norwegian vendem bilhetes para Europa sem bagagem despachada incluída das tarifas mais baratas. Infelizmente, uma realidade que parece ter vindo para ficar.

Mais informações no site da Latam.