Como é voar na Nok Air, a companhia dos pássaros

Denis Carvalho 15 · abril · 2014

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Hoje trazemos para vocês a avaliação de uma das companhias aéreas mais simpáticas e estilosas do mundo: a Nok Air! Basta uma olhada em seus jatos para entender: todos são pintados como simpáticos pássaros, cada com uma cor diferente e detalhes únicos! O nome “Nok”, aliás, significa “pássaro” em tailandês. Com 23 aves sorridentes na frota (15 Boeing 737, dois ATR 72-500 e seis SAAb 340B), a low cost voa para 26 destinos e além da pintura inovadora dos jatos (não lembra a finada Aerosur?) ganhou notoriedade mundial no ano passado graças ao calendário com fotos ousadas de modelos em seus aviões. Nosso eitor Rafael Carvalho, um dos autores do ótimo blog Esse Mundo É Nosso, foi conferir de perto o serviço da companhia e aprovou. Veja como foi:

Em uma viagem ao Sudeste Asiático, estava à procura de uma maneira mais rápida de chegar à ilha de Phi Phi, na Tailândia, que ficou mundialmente conhecida após Leonardo DiCaprio colocar seus pés lá no filme A Praia

avaliacao-nok-air

Pesquisando na internet, conheci a Nok Air, maior companhia aérea de baixo custo do país e com o maior número de rotas domésticas. Os baixos preços e a facilidade de chegar ao destino, como conto neste relato, me fizeram optar por ela. E não me arrependi.

 

Compra

A compra pelo site foi bem tranquila e fácil com um cartão de crédito internacional. O sistema é claro, sem “golpes baixos” comuns em sites de companhias low-cost.

O grande diferencial que me fez optar pela empresa no momento da compra foi a possibilidade de adquirir  uma só passagem que incluía o transporte aéreo (Bangkok – Phuket), transfer do aeroporto de Phuket para o píer da cidade e ainda o barco até Phi Phi. Um baita negócio por apenas US$92, o que me fez na hora desistir de encarar a viagem de ônibus.

Avião Nok Air 2

Cada passageiro tem direito entre 15 Kg e 20 Kg, o que varia de acordo com o perfil da tarifa, o que também é comum nas companhias brasileiras. Se tiver excesso de bagagem, vale adquirir os “quilos a mais” ainda no momento da compra pela internet, o que sai mais barato.

Check-in

Os voos da Nok Air, assim como das demais low-cost que servem Bangkok, saem do velho, porém satisfatório, aeroporto Don Mueang, não do internacional. O terminal tem aquela cara de União Soviética, mas cumpre bem seu papel. A maneira mais fácil de chegar até lá é de táxi, uma corrida de 30 minutos a partir do centro da cidade que sai por cerca de US$9.

Aeroporto Don Mueang
Aeroporto Don Mueang

O check-in foi realizado pela internet de maneira bem fácil. Mas precisei chegar com pelo menos uma hora de antecedência para despachar minha bagagem, o que  foi rápido, sem filas e com  atendentes falavam inglês.

Aeroporto Don Mueang 2

Vale a dica de que no Sudeste Asiático muitas companhias costumam exigir que a pessoa dona do cartão de crédito esteja presente no momento do ckeck-in e isso me deu muito medo. Eu havia comprado a passagem no cartão da minha irmã, que estava no Brasil. Mas a Nok Air não solicitou que eu o apresentasse (porém, isso aconteceu em outros voos que fiz no Camboja e Vietnã).

Aeroporto Don Mueang 3

Então é melhor já ir prevenido e procurar, sempre que possível, comprar todos os bilhetes no cartão de crédito da pessoa que irá viajar e poderá comprovar a compra no momento do check-in.

Aeroporto Don Mueang 4

Avião

Não dá pra olhar pra nenhum avião da Nok Air sem abrir um sorriso ou fazer uma cara de surpresa. Toda a frota dos Boeing 737 é pintada com o rosto de um passarinho (“Nok” significa “pássaro” em tailandês) e cada um tem uma cor diferente. Bem curioso!

536897_494008290634482_1286810390_n

A minha aeronave era nova e estava muito limpa. O teto tinha uma iluminação azul, bem relaxante. Entre os passageiros, a maioria era de tailandeses, embora tivessem alguns turistas como eu.

Interior Avião Nok Air

Serviço

As comissárias eram extremamente simpáticas e bonitas. Talvez pelos traços ocidentais, já falaram comigo em inglês desde o embarque.

Comissária Nok Air

Os avisos sonoros também eram dados em inglês e em tailandês. Como era um voo curto, não foi distribuído nenhum item como fones ou kits.

6. Refeições
Ao contrário das demais empresas de baixo-custo da Tailândia, a Nok Air usa o fato de ter serviço de bordo a seu favor, como um diferencial da empresa, o que pode ser visto em anúncios e no próprio site.

Serviço de bordo Nok Air 1

O serviço é bem simples, mas suficiente para um voo curto. Pouco após a decolagem, foram entregues sacolinhas com um pequeno copo de água e uma caixinha com uma mini (bem mini) pizza. Estava gostosa e quentinha. Não há venda de outros alimentos a bordo.

Serviço de bordo Nok Air 2

7. Entretenimento
O serviço de entretenimento se resumia apenas à revista JIBjib, em versão somente em tailandês. Ou seja, resta ver as fotos e se distrair. Numa dessas, um passageiro ao lado me perguntou se eu era da Tailândia, porque estava “lendo” a revista toda. Expliquei que estava como criança, só vendo as figurinhas. A brincadeira rendeu um bate-papo durou quase toda a viagem, com várias perguntas sobre o Brasil.

Entretenimento Nok Air

Neste voo não havia nem mesmo as telas coletivas com alguma programação audiovisial.

O voo foi super tranquilo, sem nenhum incidente. Decolagem e pouco foram “Ok”, assim como todo o serviço prestado a bordo.

Voo Nok Air

Chegada

O desembarque em Phuket aconteceu no horário previsto. Logo no portão um funcionário esperava por mim, pois como disse anteriormente, eu já tinha adquirido o transfer até o píer da cidade e o ticket de barco até a ilha de Koh Phi Phi pela mesma empresa.

972056_529449987090312_1364384031_n

O atendente colou um selo na minha roupa, como forma de sinalizar que eu seguiria viagem e pediu que eu procurasse outro funcionário no saguão, já na área de desembarque, após retirar minhas malas. A entrega da bagagem foi bem rápida e tranquila.

No saguão, após encontrar outra funcionária, ele me pediu que aguardasse cerca de uma hora até alguém da empresa terceirizada de transfer me encontrar graças à etiqueta colada na roupa. Fiquei bastante preocupado, porque depois de mais de uma hora ninguém havia aparecido e o prazo para eu pegar o barco, que tinha hora marcada, estava ficando apertado. Saí pelo aeroporto, subi dois andares até encontrar um guichê da Nok Air e pedir explicações. Me disseram que o transfer realmente estava atrasado, mas que eu não precisava me preocupar.

969514_529449970423647_999483349_n

Depois de mais 45 minutos, um funcionário apareceu e me levou até a van, que era bastante confortável. Só eu estava no carro a caminho do píer. Lá chegando, o motorista me entregou um ticket e com ele embarquei normalmente no barco, que partiu em poucos minutos, para as cerca de 3 horas de viagem até Koh Phi Phi.

Dicas

Como disse anteriormente, acho importante numa viagem à Ásia você comprar suas passagens aéreas como o seu cartão de crédito ou de outra pessoa que esteja com você no momento do embarque. Algumas companhias costumam cobrar o cartão no check-in e sua viagem pode ser impedida caso o cartão e o dono não estejam no local.

Conclusão

Com certeza eu voltaria a voar pela Nok Air. É uma empresa de baixo-custo que mostrou alguns diferenciais em relação às concorrentes, como a baratíssima, mas nem um pouco confortável Air Asia.

Avião Nok Air 1

O fato de venderem num só bilhete, pelo site da própria companhia, a passagem aérea, o transfer e a viagem de barco facilitou muito o meu planejamento e o deslocamento de Bangkok até Koh Phi Phi. Pelo preço do bilhete, não exigiria nada além do que foi oferecido.

164784_178506148851366_3246535_n

Agradecemos ao Rafael por essa excelente avaliação, que certamente deixará muitos apaixonados do mundo da aviação morrendo de vontade de ver um dos 737 da Nok Air de perto e conferir suas pinturas coloridas! Veja todas as avaliações de companhias aéreas que já publicamos no Melhores Destinos neste post.

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe