Como é voar na Kulula Airlines, uma das companhias aéreas mais divertidas do mundo!

Denis Carvalho 22 · agosto · 2014

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

“Kulula Airlines tem o prazer de anunciar que temos alguns dos melhores atendentes de voo existentes. Infelizmente, nenhum deles está neste voo!”  O bom humor e as piadas dos pilotos e comissários tornaram a Kulula Airlines famosa no mundo todo. Como ficar indiferente quando anunciam que “em caso de despressurização da cabine pare de gritar e coloque a máscara de oxigênio” ou “Não esqueça seus pertencer, mas se for esquecer deixe algo que possa ser do nosso interesse”. A irreverência passa ainda pela fuselagem criativa das aeronaves e ações de marketing inusitadas. Foi justamente esse jeito alegre de voar que levou nosso leitor Maurício Andrades Paixão a escolher a Kulula durante sua viagem ao país. Divirta-se com a sua experiência! 

Fiz uma viagem pela África do Sul, Namíbia e Botswana entre os meses de janeiro e fevereiro deste ano, impulsionado pelo sonho antigo de conhecer o continente africano e ver belas paisagens e me inteirar com as diferentes culturas lá existentes. Usei como host a Cidade do Cabo, mas precisei fazer uma visita a Durban, na costa leste, por questões profissionais. Em uma rápida pesquisa, encontrei voos pela South African Airways, Mango e Kulula.

Avaliacao-kulula-a

Passei, então, a pesquisar sobre as últimas duas, que são low-costs, e descobri que a Kulula quebrava todos os protocolos de uma maneira engraçada, com comissários engraçados e avisos exagerados, sempre com bom humor para quebrar aquele clima de tensão que eventualmente possa ficar durante os voos. Embora a Mango tivesse um preço ligeiramente menor, resolvi testar o jeito divertido de voar com a empresa carinhosamente apelidada de “abacate voador”. Fiz apenas o trajeto de ida, da Cidade do Cabo a Durban pela Kulula. Voei no “big avocado”, mas há diversas outras pinturas.

Compra

Fiz as compras com aproximadamente dez dias de antecedência pelo site da companhia e paguei o equivalente a R$ 410 ida e volta, sendo a volta operada pela parceira British Airways através da subsidiária ComAir (no voo de volta o avião precisou arremeter, o que é comum devido aos fortes ventos na Cidade do Cabo, mas isso é assunto para outra hora!).

O site é bem intuitivo e simples de comprar, mas como é praxe nas companhias sul-africanas, não há opção de parcelamento para não residentes do país. Bastou escolher a origem, o destino, colocar os dados do cartão e as informações básicas do passaporte e pronto. Em menos de 2 minutos já tinha o e-ticket no meu email. Também foi possível selecionar os assentos sem custos adicionais, inclusive aqueles com maior espaço para as pernas, chamados de “king seats” no site da companhia. No dia anterior à viagem ainda recebi um e-mail relembrando o horário do voo e informando que o check-in online já estava disponível.

avaliacao-kulula-01

Check-in e embarque

O aeroporto da Cidade do Cabo é novo e moderno, tendo sido reformado para a Copa do Mundo de 2010. A área de check-in é extremamente ampla e intuitiva, como praticamente tudo na África do Sul (pontos para a organização sul africana!). O check-in abriu no horário informado, gerou-se uma fila mas em menos de 10 minutos fui atendido. Funcionários sempre simpáticos que não deixam dúvidas sobre nada – cartão de embarque na mão.

Faltando 20 minutos para o embarque começar, não havia nenhum avião da Kulula em solo. De repente, surge um ponto verde (o Grande Abacate!) no horizonte, e só podia ser o meu avião. Nesse momento pensei que iríamos nos atrasar e fiquei um pouco preocupado, porque havia pessoas me esperando em Durban e eu não tinha como me comunicar, já que a internet wireless do aeroporto é paga através de cartão de crédito e eu não consegui completar a operação pelo celular.

avaliacao-kulula-09

Então algo surpreendente aconteceu: as pessoas que sentariam nas primeiras fileiras fizeram o embarque pelos fingers e quem iria para as últimas filas fizeram o embarque remoto. Assim, em menos de 15 minutos estavam todos devidamente acomodados e prontos para decolar!

avaliacao-kulula-05

Lembram do que falei sobre os comissários quebrarem os protocolos? Na entrada do avião o comissário conferiu meu voucher com o passaporte e disse “Ahhh, você é brasileiro! Onde estão as mulatas?”, e em seguida perguntou se naquela viagem teríamos show de samba. Ensaiou cantar “Garota de Ipanema”.

Durante a apresentação da tripulação, o comandante falou, após apresentar todos:

– Essa é a tripulação mais chata com a qual já trabalhei. Espero que não me sirvam um café frio senão eu não sei o que posso fazer com esse avião!

Saímos com um atraso de apenas 5 minutos, o que foi facilmente compensado durante o trajeto.

Avião

O aparelho utilizado foi um Boeing 737-800, semelhante aos utilizados pela GOL aqui no Brasil, inclusive na mesma configuração 3×3. No entanto, as poltronas em couro foram um diferencial para essa low-cost. O avião era um pouco velho, mas muito bem conservado com um espaço entre as poltronas maiores do que a Gol ou Tam. Não sou muito alto (1,79 m) e o espaço foi suficiente para um voo tranquilo.

avaliacao-kulula-06

Não há sistema de entretenimento, apenas uma revista da própria companhia e alguns jornais locais.

Serviço de bordo

Todos os serviços a bordo são cobrados, inclusive água. Diferentemente do Brasil, na África do Sul não há norma que proíba a comercialização de água. Os preços são bem semelhantes aos praticados em terra, com sanduíche e suco por aproximadamente R$ 6,00.

avaliacao-kulula-07

É possível também comprar alguns souvenires através de uns catálogos que eles disponibilizam. Os comissários são sempre bem prestativos e passam o tempo inteiro perguntando se está tudo bem.

Fui até o fundo da aeronave e fiquei conversando com o comissário que me perguntou das mulatas. Ele disse que o sonho dele era morar no Brasil e até arriscou cantar e DANÇAR alguns sambas outra vez. Outros dois comissários fizeram coro, animando um pouco mais a viagem.

Incidentes

A chegada a Durban foi com bastante turbulência. Me explicaram que é bem normal, já que a pista está paralela ao mar, recebendo muitos ventos laterais em função das correntes de ar provenientes do oceano.

avaliacao-kulula-08

A aterrissagem foi dura, com aquela batida no solo e muitas sacudidas laterais. Então o chefe de cabine pediu que ficassem todos sentados até que o comandante “levasse o que restou da aeronave até a área de desembarque”. Também informou que, caso esquecêssemos algo, isso seria uniformemente distribuído entre a tripulação! Hahaha!

Chegada

Seguindo o padrão sul-africano, o aeroporto de Durban, King Shaka, é extremamente moderno e organizado, com ampla área de desembarque. Como não despachei nenhuma mala, minha saída foi rápida, mas pude perceber que ao passar pelas esteiras já havia malas de passageiros do mesmo voo que o meu circulando na esteira.

Conclusão

Usaria novamente a companhia e recomendo bastante pela quebra de protocolos, especialmente para quem tem medo de voar. É uma forma de se divertir e ter um serviço com custos menores que a South African, líder do mercado no país. A Mango também possui bons preços, às vezes até menores que a Kulula, mas como no horário que eu necessitava eram equivalentes, resolvi experimentar. Tentei, inclusive, comprar o retorno com a Mango ao invés de usar a British Airways, mas tive problemas com o cartão de crédito e a compra não foi concretizada. Não espere um grande serviço, apenas será divertido. Vale a experiência!

África do Sul

Como eles dizem o tempo inteiro por lá, “enjoy the country”. A África do Sul é sensacional, país lindo com pessoas extremamente cativantes e hospitaleiras. Minha viagem ainda seguiu de carro nos dias sequentes, com amigos que foram do Brasil. Percorremos aproximadamente 9600 km entre África do Sul, Namíbia e Botswana em 16 dias. Altamente recomendado! Como registramos toda a viagem em um “diário de bordo”, espero transformar os relatos em um livro num futuro próximo.

CapeTown-AfricaDoSul

Agradecemos ao Maurício por essa maravilhosa avaliação, incluindo as belíssimas fotos da África do Sul, que inclusive tem duas cidades no nosso Guia de Destinos! E você? Já voou com a Kulula? Teve alguma experiência com alguma tripulação mais descontraída? Conte como foi nos comentários! Você pode conferir todas as avaliações de companhias aéreas do Melhores destinos nesta página.

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe