Governo Federal pretende conceder 14 aeroportos nacionais em 2018

Leonardo Cassol 23 · agosto · 2017

O Governo Federal anunciou hoje que pretende conceder 14 aeroportos nacionais no terceiro trimestre de 2018. Os aeroportos serão divididos em quatro blocos, sendo que um dos blocos terá apenas o Aeroporto de Congonhas, conforme divulgamos recentemente.

O aeroporto do Recife será o principal ativo do segundo bloco, que terá também os aeroportos de Maceió, João Pessoa, Aracaju, Campina Grande e Juazeiro do Norte.

O terceiro bloco deverá incluir os aeroportos de Várzea Grande, Rondonópolis, Sinop, Barra do Garças e Alta Floresta.

O quarto e último bloco deverá conter os aeroportos de Vitória e de Campos dos Goytacazes.

A confirmação dos blocos e de seus respectivos terminais ainda depende da conclusão de estudos de viabilidade técnica, econômico-financeira e ambiental.

O governo também pretende vender a participação que possui nos aeroportos já concedidos para a iniciativa privada, como Guarulhos, Brasília, Confins e Galeão, bem como fazer uma nova licitação do aeroporto de Viracopos, que será devolvido pela atual concessionária.

Com informações da Agência Brasil.

Autor

Leonardo Cassol - Editor Editor e especialista em programas de fidelização do Melhores Destinos.
  • Diego Vargas

    E privatizar a CASA DA MOEDA! Mano, eu tô estupefato… eles vão entregar pra iniciativa privada as máquinas que fazem dinheiro… hahahahaha!

    • Adriano Macedo

      E qual o problema, de fato? Reino Unido, Canadá, Suíça, Nova Zelândia e Chile… todas as casas da moeda são Privadas e seguindo o mesmo modelo que o Brasil quer seguir agora.

      • Orem B. Hartuing

        Do Chile acredito, lá até a mãe do presidente é gerida pela iniciativa privada, mas dos outros… Coloque as fontes!

        • Despetizador

          Saia da bolha. Só no Brasil que temos que ter uma estrutura estatal pra imprimir dinheiro. Falando de outro modo, é uma gráfica estatal. Não há nenhum motivo pelo qual não se possa privatizar. Com a diferença que o custo para fabricar dinheiro em uma gráfica privada é X e na Casa da Moeda deve ser XXX.

          • Orem B. Hartuing

            Não é bolha, é simples questão de segurança.

          • Orem B. Hartuing

            “Estados Unidos: produção exclusivamente por órgãos públicos”

            sem mais argumentos

    • Emanuel Schott

      Imprimir dinheiro não é o mesmo que emitir moeda. O Banco Central continua com essa responsabilidade. A Casa da Moeda é só uma gráfica.

      Gráficas privadas de moeda existem aos montes e não se ouve falar de casos de falsificação.

  • celio

    Eu gostaria de fazer um apelo para Smiles, A respeito de suas passagens emitidas por pontos. Na verdade não tem como checar o valor da passagem em pontuação por um mês inteiro como se faz na Multiplus. Promoções não tem de forma alguma. Sou menbro do Clube Smiles e estou realmente decepcionado com esta empresa. Deixo aqui o meu apelo.

  • Carlos Neto

    a taxa de embarque é um absurdo de alta. Alguns aeroportos conseguem se bancar sozinhos com aluguel de lojas, estacionamento e espaço publicitario, pq cobrar taxas de embarque tao altas? As nacionais acabam afastando muitos consumidores que pdoeriam trocar o onibus pelo aviao. Com a liberdade para cobrar bagagem entao, qual a desculpa para continuar taxando tanto quem nao leva mala se nem o serviço de depacho ira usar? Por que 30 reais para ter detector de metal e ar condiconado é dose ,ne?

  • Cassiano

    Há alguma expectativa das contrapartidas para o Congonhas? Se não vai virar uma concessão tipo a do metrô do Rio: o concessionário gere lucro e operação, e o estado segue com o ônus de infraestrutura.

    • Orem B. Hartuing

      Mas essa é a lógica de toda concessão privada: privatizam-se os lucros e socializam-se os prejuízos (porque a operação deficitária permanece nas mãos do Estado)

  • Alberto Kiess

    Deveriam entregar o de Passo Fundo! Segundo aeroporto do RS em volume de passageiros e o Governo só promete obras que nunca saem do papel. Um aeroporto menor do que a garagem da minha casa. O povo de Brasília só sabe colocar a mão no bolso do contribuinte, fazer obras, nem pensar.

    • Aristóteles Barros da Silva

      Alberto: duvido que o aeroporto de Passo Fundo seja pior que o de Cascavel-Pr. E, tome dinheiro e nada de melhorar. Trata-se de um verdadeiro saco-sem-fundos em matéria de consumir recursos! Tamanho? Verdadeira caixa de fósforos e, com goteiras!

  • Renato

    A noticia só não é melhor pq CGH deveria ter ido com mais uns 4 aeroportos deficitários juntos.

  • Ludwig von Mozart

    O aeromorto de Bauru bem que podia ser passado pra frente.

  • Ricardo

    Literalmente viajou…500 Euros em Paris?? Mesmo Londres tem tarifas diferenciadas para trechos mais curtos, as taxas lá vão de 13 a 194 Libras, dependendo da distância e da classe do vôo.
    A Argentina é dos países com as taxas de embarque mais caras do mundo.

  • Rodrigo Rodrigues

    vc faz uso do clube multiplus ?

    • Léo

      Sim amigo, faço!

  • Antonio Cardoso

    Aeroporto de Aracaju era para ser reformado. Mas com essa privatização. Xau Reforma!

    • Emanuel Schott

      Qual a lógica que você usou pra afirmar isso? Todos os aeroportos passaram por reformas após privatiza-los.

      • Antonio Cardoso

        Mas o de Aracaju ainda não foi privatizado. Seria reformado em 2017.

  • Orem B. Hartuing

    500 euros de taxa de embarque? De onde tirou isso? Acho que você digitou um zero a mais, não é possível