logo Melhores Destinos

Valparaíso e Viña del Mar: dicas para visitar o belo litoral do Chile!

Yenifer Contreras
Yenifer Contreras
23/08/2018 às 17:01

Valparaíso e Viña del Mar: dicas para visitar o belo litoral do Chile!

Nenhuma visita a Santiago está completa sem um passeio à costa chilena! Valparaíso e Viña del Mar ficam próximas à capital e oferecem atrações imperdíveis para a sua viagem! Nós percorremos toda a costa em busca das melhores opções para os viajantes. O resultado foi um caminho daqueles que enchem a alma. A tranquilidade e praias de areia amarela de Viña del Mar, os restaurantes e parques naturais de Concón, o entretenimento de Reñaca, a cultura, bares excêntricos, arquitetura e música das colinas de Valparaíso, dão vida a uma das melhores opções para férias no Chile.

Para mim é um prazer especial apresentar esta região chilena? Eu sou Yenifer Contreras, editora do Mejores Destinos Chile, e moro aqui, em Viña del Mar. Trazemos essa rota da primeira fonte. Agora nós convidamos você a começar esta jornada maravilhosa. Aproveite!

Viña del Mar e Valparaiso

Viña del Mar e Valparaíso são as principais cidades do litoral chileno central. Estão localizadas a apenas 130 quilômetros de Santiago e têm a peculiaridade de serem muito próximas, tão perto que é difícil descobrir onde uma termina e a outra começa. O que fascina os viajantes é a diferença cultural e arquitetônica das duas cidades. Enquanto Viña del Mar cativa com suas belas praias, museus, palmeiras e jardins coloridos, Valparaiso passa a magia de suas colinas, o charme do porto, os aromas e sabores da sua gastronomia, a arte e a alegria de sua vida boêmia.

As duas cidades fazem parte da região de Valparaíso, que também concentra parte dos principais destinos turísticos do Chile. É uma área com praias especialmente belas e oferece atividades para todos os tipos de turistas, mas também é uma área com aldeias rurais que passam os costumes chilenos mais autênticos.

Muitos turistas contratam passeios de um dia pelas duas cidades e acabam desapontados, pois mal conseguem passar pelos principais pontos turísticos. O ideal é reservar uma ou duas noites pelo menos para aproveitar o clima e as atrações da região litoral, que atrai milhares de santiaguinos em todos os fins de semana e feriados.

O que fazer em Viña del Mar e Valparaiso

Valparaíso

Paseo Puerto y Plaza Sotomayor –  É a primeira atração ao descer na estação “Puerto” do metrô. O Paseo Puerto nos encanta porque convida a descobrir a cidade desde a sua essência. É o lugar onde atracam os barcos que chegam para Valparaíso. Há pequenas embarcações disponíveis oferecendo tours pela praia da cidade. Você também encontrará uma feira artesanal com souvenirs em madeira, cobre e lapislázuli. Ao pegar o caminho de volta, verá a Plaza Sotomayor que, ao fundo, mostra o Edifício da Armada do Chile. É o centro de encontros culturais, concertos e expressões cidadãs. Um lugar único da cidade!

Cerro Bellavista – É o lugar onde se desdobram os murais do Museo de Cielo Abierto de Valparaíso, onde as pinturas de grandes artistas chilenos se misturam com a arte de rua. Dê uma boa caminhada e se perca entre as ruas Ferrari, Rudolph, o passeio Guimera e as escadarias Pasteur. Também pode ser acessado pelo Espírito Santo, um dos 16 elevadores pitorescos que ligam as colinas ao plano da cidade. Você também pode desfrutar das maravilhosas cores e arquitetura das casas típicas da região portenha de Valparaíso.

Parque Cultural de Valparaíso – A arquitetura e as expressões culturais se misturam neste maravilhoso lugar. É o edifício que abrigou a prisão pública de Valparaíso, hoje convertido em um espaço dedicado às manifestações artísticas. Aqui você poderá desfrutar de mostras audiovisuais, apresentações, conferências, exposições e lançamentos de livros, entre muitas outras atividades. Além disso, possui um parque-esplanada onde você pode descansar e desfrutar de oficinas de arte de rua e circo realizadas pelos jovens da cidade.

Cerro Concepción – É ideal para caminhar no meio da tarde, quando a neblina da manhã já foi embora e lhe dá a possibilidade de desfrutar das belas vistas da baía. Conhecida por suas maravilhosas caminhadas, e sendo o local de acolhida da Iglesia Anglicana Saint Paul, esta colina é uma das mais visitadas pelos turistas que visitam Valparaíso. É altamente recomendável desfrutar dos passeios Pierre Loty, Atkinson e Gervasoni. Para o final da rota, guarde o passeio Yugoslavo, que se conecta com o Cerro Alegre, vizinho de Concepción, e recomendamos continuar nessa rota.

Cerro Alegre – Como o próprio nome indica, esse morro é sinônimo de vida noturna, comidas gostosas e entretenimento. Saindo do passeio Yugoslávio, pegue o elevador El Peral. Lá você encontrará o palácio Baburizza, agora convertido no Museo Municipal de Bellas Artes. Também é uma boa opção saindo da Plaza Anibal Pinto, pelo elevador Reina Victoria. Uma vez acima, deixe-se perder por maravilhosas ruas cheias de cor graças aos seus enormes muros. Além disso, você também encontrará os restaurantes da moda do porto e os hotéis boutique mais recomendados. É um dos lugares mais animados da cidade e a hora certa para ir é ao entardecer, para ver o pôr do sol.

La Sebastiana – Se você gosta de poesia, arquitetura e antiguidades, é uma parada obrigatória. É uma das três casas de Pablo Neruda. Está localizada na colina Florida do porto e mantém os mais preciosos segredos do poeta. Coleções de pinturas, objetos antigos, presentes de amigos, artistas e políticos, e até mesmo objetos que lembram seus amores, fazem parte do tour da Casa Museo. Recomendamos fazer o serviço de guia de áudio que o levará a viajar no tempo, juntamente com os poemas e anedotas do artista.

Museo Marítimo – Parte da grande história naval do Chile é armazenada nos cantos deste museu. Nos encanta porque tem medalhas, moedas, bandeiras, armamentos e maquetes de navios. São mais de 3 mil objetos que compõem a coleção deste espaço. Ele está localizado na colina Artillería de Valparaíso – não deixe de apreciar todo o movimento do porto do alto. Também é possível observar, e até tentar entrar, na cápsula Fénix IV, uma das usadas na operação de San Lorenzo que resgatou os 33 mineiros no norte do Chile.

Viña del Mar

Avenida Perú – É lindo caminhar por esta rua em Viña del Mar ao pôr do sol. Localizada ao lado do mar, a partir dela você pode ver o sol se por no Pacífico, se escondendo atrás do castelo Wulff. Se o tempo estiver bom, poderá desfrutar de uma belo passeio de Valparaíso para Reñaca. É uma caminhada com vista panorâmica incrível.

Muelle Vergara – É uma obra de engenharia hoje convertida em patrimônio histórico. Sua construção foi iniciada em 1892 e ele foi usado como serviço de transporte da carga que entrava e saía da cidade. No final de 2016, foi realizado um projeto de recuperação que possibilitou abrir as portas para cidadãos e turistas. Hoje é um passeio imperdível, porque nos permite ter maravilhosas fotografias da zona costeira da cidade.

Playa de Los Marineros– Seguindo pelo cais Vergara em direção ao norte, se encontra esta bela praia de areia branca. Sua principal característica é que está localizado em frente à Escola de Armazenamento da Marinha do Chile e bem em frente à praia, olhando o mar, você encontrará grandes canhões que foram utilizados durante a guerra do Pacífico. Aqui existem parques de diversões para crianças, sorveterias e restaurantes que lhe permitirão desfrutar de uma tarde de praia.

Reloj de Flores – É o ícone de Viña del Mar por excelência. Se você quer uma foto para dizer que você estava nesta cidade, o relógio de flores é uma obrigação. Ele está localizado no final da Avenida Viana, nos pés do Cerro Castillo, em frente à praia de Caleta Abarca, na rota que leva a Valparaíso. Se a sua visita é no verão, recomendamos ir pela manhã, porque durante a tarde costuma ficar cheio de turistas e é mais difícil conseguir uma boa fotografia.

Onde comer em Viña del Mar e Valparaíso

La Flor de Chile – Quer comer como os chilenos? Bem, este é um dos lugares mais típicos da comida nacional que você encontrará em Viña del Mar. O cenário também é focado na cultura nacional. Nossas recomendações: el filete a lo pobre, carne mechada y los riñones al jerez. Vale a pena pedir a coqueteleira de pisco sour para compartilhá-la na mesa.

Cinzano – É um clássico de Valparaíso. O mais autêntico dos tradicionais bares portenhos. Existe desde 1896 como um ponto de encontro que consegue unir gerações. Recomendamos que você vá ao anoitecer, assim você verá o mais autêntico do lugar. Aqui encontrará um menu variado de aperitivos e vinhos, bem como uma grande variedade de peixes, frutos do mar e carnes. Destacamos o sanduíche de mechada e a famosa chorrillana: um delicioso prato típico de Valparaíso feito com batata frita e carne refogada com cebola.

 Allegretto – No meio do Cerro Concepción, em Valparaíso, está localizado este restaurante de comida italiana. Nós gostamos porque tem preço de “picada”, como os chilenos chamam os restaurantes econômicos. No entanto, com pratos bem preparados. O gnocchi carvallo, com molho de carne e vinho tinto é maravilhoso. Como um fato adicional, apenas a dois quarteirões de distância há o passeio Gervasoni, ideal para fechar com uma caminhada e vista panorâmica do porto.

Parrilladas El Gaucho – Este é um programa se você estiver viajando em três ou mais pessoas. Se prefere carnes, estas parrilladas de Viña del Mar nunca falham. As carnes são servidas ao ponto e com uma excelente preparação. Eles também têm acompanhamentos e uma extensa carta de vinhos. Ideal para grupos.

Cervecería Altamira – Aos pés do elevador Reina Victoria, na subida de Cerro Alegre, em Valparaíso, fica esta cervejaria. Eles produzem sete variedades de cervejas artesanais. Nossos favoritos: âmbar ale e mestiza deutsches alt bier. Ainda têm um restaurante de primeira, onde o crudo alemán é o rei para desfrutar com a maravilhosa cerveja. Se tiver sorte, poderá ouvir música ao vivo, onde se destacam as noites de jazz.

Fauna – Este é o lugar do momento em Valparaíso. Está localizado na conhecida e turística pasaje Dimalow e requer reserva, especialmente se você pretende jantar durante o fim de semana. Seu terraço com vista para a baía é disputado entre os visitantes e moradores locais. A vista à noite é espetacular. Compartilha a estrutura com hotel boutique homônimo, que tem a mesma fama. O menu é baseado em produtos chilenos à base de peixe, carne e frutos do mar ou sanduíches. Os preços são médios e eles se ajustam ao resto da oferta do bairro.

Passeios e atrações próximas

Reñaca –  Se você procura diversão, esportes e vida noturna, Reñaca é o lugar certo. Esta praia está localizada a cinco quilômetros ao norte de Viña del Mar e nela poderá apreciar a arquitetura costeira da região com seus edifícios em forma de degraus. A praia é extensa e oferece esportes como o surf durante o dia e festas até o amanhecer. A região tem uma grande variedade de restaurantes e casas noturnas que fazem dela uma das praias mais exclusivas do litoral.

Concon – Se deseja descansar e desfrutar de boa comida e da natureza, recomendo visitar Concon. Esta cidade fica a 10 km de Viña del Mar, perto de Reñaca. O mais interessante para nós, e o que mais atrai visitantes, é a sua gastronomia diferenciada. Na área costeira, você encontrará todos os tipos de empanadas chilenas – recomendamos as de pino de machas e as de jaiba com queijo. Além disso, você pode surfar, desfrutar das dunas de Concón e do Pantanal do Rio Aconcagua, que são os santuários naturais que vale a pena visitar.

Los Andes – Veio para a costa no inverno e achou que ia perder a neve nas montanhas? Achou errado! O setor Los Andes, a 130 quilômetros de Viña del Mar, guarda os melhores segredos do campo chileno junto à cordilheira. Aqui você pode encontrar o mais profundo da cultura local, com igrejas, restaurantes, museus e casas convertidas em monumentos nacionais. Além disso, a somente 50 minutos de Los Andes, fica o Centro de Esqui Portillo, o mais antigo da América do Sul, que tem 15 pistas de esqui.

Portillo

Reserva Nacional Lago Peñuelas – Este é um lugar que adoramos. A somente 20 minutos de Viña del Mar, este parque oferece tudo que você precisa para passar um dia de contato com a natureza. Pesca, piqueniques e ciclismo fazem parte das atividades disponíveis. Você pode preparar um delicioso churrasco à beira do lago, enquanto aprecia a pesca da costa. Há também parques de camping, cafeterias e cabanas se quiser passar a noite neste lugar paradisíaco.

Olmué – É chamada de capital folclórica do Chile. Durante o verão há um festival televisionado que mostra a mais importante competição folclórica do país. Recomendamos que você vá em busca das famosas “picadas” chilenas; que são restaurantes de comida boa, farta e econômica. Pode apreciar o pastel de choclo, um prato típico à base de milho, carne e ovos, feito em um forno rudimentar. As empanadas de carne também são saborosas. As atividades incluem passeios a cavalo e a indispensável subida ao Cerro La Campana.

Algarrobo – Este balneário é conhecido pelos turistas pela fama das piscinas que possuem nos condomínios. Na verdade, San Alfonso del Mar tem a maior piscina do mundo, com mais de mil metros de comprimento. Há apartamentos para alugar por dia, se você quiser desfrutar desta atração. Em Algarrobo, a apenas 50 minutos de Viña del Mar, você encontrará uma variedade de restaurantes, praias de areia branca e águas azul-turquesa, e a famosa Parroquia de La Candelaria, construída em 1837.

Casablanca – Amante de vinhos? Pois bem, você chegou ao paraíso! A somente 30 minutos de Valparaíso estão algumas das melhores vinícolas do Chile. A produção de vinho neste vale é a principal atividade econômica. Tem 6 mil hectares divididos entre os diferentes vinhedos, todos muito próximos. Sugerimos que você reserve com antecedência a visita, pois algumas casas têm passeios com horários e número de pessoas limitadas. É ideal para almoço ou jantar, em que os restaurantes oferecem os melhores cardápios da região. Se for por conta própria é ideal que você alugue um carro – o que e indicado também se você pensar em levar vinhos de presente, já que os preços podem ser muito mais baratos, e você pode até encontrar garrafas que não estão nos supermercados.

Compras

Viña del Mar é o centro da sua rota de compras. Nesta cidade existem vários centros comerciais localizados um ao lado do outro. O principal deles é o Mall Marina, que em um de seus lados tem o Boullebard e em frente está o Urban Space.

No mesmo local você encontrará supermercados, multi-lojas, boutiques, lojas de calçados, de tecnologia e de eletrônica, além de farmácias, livrarias, praça de alimentação e lojas por segmento. Neste centro comercial também estão as lojas de departamento Paris e Ripley.

O centro de Viña del Mar também possui uma grande variedade de lojas para compras. Na metade de um quarteirão da Plaza está Falabella, outra famosa loja de varejo no Chile. Também recomendamos caminhar entre as ruas 5 e 8 norte, na direção da costa. Lá existem inúmeras boutiques e lojas de empreendedores com roupas e outras novidades.

Vida norturna

Esta área tem para todos os gostos. Valparaíso oferece noites mais animadas, onde você pode fazer rotas entre restaurantes, bares, cervejarias e casas noturnas. Tudo sempre muito mais focado em arte e música. Aqui você encontra bares escondidos entre as colinas, com bandas ao vivo. É com certeza a cidade em que você precisa mais ter cuidado com seus pertences e atenção ao voltar para casa.

Em Viña del Mar você pode dançar em várias casas noturnas da moda, que se revezam com as de Reñaca. Também muitos saem à noite para restaurantes e bares. A vida noturna em Viña del Mar é mais tranquila e termina antes da de Valparaíso.

Nas duas cidades, você encontrará transporte público funcionando a noite toda. Os ônibus nunca param de circular. Ao contrário do metrô, que para às 23h e retorna às 06h. A parte boa é que sempre haverá ônibus disponíveis, fazendo rotas entre Valparaíso e Concón, e passando por Viña del Mar e Reñaca.

Onde ficar em Viña del Mar e Valparaiso

Essa decisão dependerá do que você procura em sua viagem. Se você vai no verão atrás de areia, praia, sol, esportes e dança, recomendamos que você procure alojamento em Reñaca ou Concón. É o centro de entretenimento, especialmente voltado para os jovens que não param de noite ou de dia.

Se a sua opção é descansar em tranquilidade junto ao mar, e estar bem conectado com o resto das cidades da região, sem dúvida Viña del Mar é o lugar que você está procurando. Aqui você também tem os maiores centros comerciais para compras, e o descanso noturno é bastante calmo.

Se quiser viver suas férias com a cultura local, desfrutar de arte, música e arquitetura, o convite está feito para você ficar em Valparaíso. Perder-se em suas ladeiras, bares e restaurantes é uma experiência única que a cidade portuária dá a todos os seus visitantes.

Nos três setores, você encontrará desde hotéis cinco estrelas até apartamentos por dia. Se você vier com um grupo, esta última opção é recomendada. Também é importante mencionar que há um crescimento importante dos hotéis boutique em Valparaíso, que oferecem até mesmo gastronomia de alto nível. Eles são uma opção interessante quando se procura experiências diferentes específicas do porto. É possível ter a vista do mar em grande parte dos lugares que oferecem acomodação, então dá para encontrar alojamentos baratos que lhe dão um despertar inesquecível.

Quando ir a Viña del Mar e Valparaiso

A zona central do Chile, onde Valparaíso está localizado, possui um clima temperado. No entanto, suas estações estão marcadas. No verão as temperaturas podem chegar a 30 graus e no inverno pode não exceder os 15 graus, especialmente se você ficar pelo mar.

No inverno, entre maio e setembro, é frio e normal encontrar dias nublados. Há pessoas que gostam de visitar a área, porque dizem que é mais silencioso e sem congestionamentos, como no verão. A disponibilidade de alojamento também é maior, bem como os serviços de restaurante.

Mas se você quiser desfrutar de praias, sol e areia branca, não há dúvida que o verão é a estação indicada. Quer dizer, já avisamos desde já que as águas de Viña del Mar não têm nada de quente. É bastante frio, o que não impede os turistas de desfrutar as praias a partir do fim de novembro.

No verão você pode encontrar várias estações em um único dia, por isso recomendamos que você leve traje de banho, mas também calças para as manhãs que são bem frias, além de um abrigo para as noites em que a temperatura cai. Ainda mais se você quiser andar pelo mar até tarde.

Lembre-se também que a última semana de fevereiro é a época de alta temporada, porque o Festival de Viña del Mar é realizado. Nesta época a população aumenta consideravelmente e você tem que ter paciência com algumas filas em determinadas atrações, bem como em lugares para comer perto do centro.

Como chegar a Viña del Mar e Valparaiso

Se você estiver em Santiago, é possível pegar um ônibus para a região com facilidade. Basta pegar o metrô e descer na estação “Pajaritos Intermodais” ou “Terminal Sur”. Em ambos os lugares você encontrará ônibus que saem a cada 15 minutos para Valparaiso ou Viña del Mar. É muito importante que você tenha claro qual das duas cidades você está indo, porque os ônibus não compartilham destinos: ou eles vão para Viña del Mar ou para Valparaíso. A passagem não deve custar mais que R$ 25 no inverno e R$ 35 no verão.

A partir do Aeroporto Internacional de Santiago, você pode ir para a região de Valparaíso em um carro alugado pela Ruta 68 ou pagar um transfer no mesmo aeroporto. Essas alternativas podem ser um pouco caras. Para ir de transporte público pegue o ônibus Centropuerto, que ficam na seção buses do aeroporto. O bilhete é pago ao motorista ao embarcar e custa 1.300 pesos chilenos (cerca de R$ 8). Desça na estação Pajaritos, e procure os centros de venda das empresas de ônibus para comprara passagem para a cidade do litoral aonde você vai.

Se você vem do sul do Chile de ônibus, no mesmo terminal onde você chega a Santiago pode pode comprar bilhetes e embarcar para a região de Valparaíso. No caso de vir do norte, você deve chegar ao terminal Buses Sur ou Pajaritos para pegar o ônibus.

Se você vier de carro do sul, a Rota 68 é a única alternativa que liga Santiago à praia. Portanto, você deve passar por Santiago e depois seguir para a costa. Se você estiver dirigindo para o norte, é recomendável percorrer o interior, seguindo a rota de La Calera, especialmente se for verão, economizando assim o alto tráfego da rota costeira.

Transporte em Viña del Mar e Valparaiso

Há uma linha de metrô que liga Valparaíso, Viña del Mar e o interior, para Limache, a poucos quilômetros de Olmué. É um prazer usar este trem urbano, porque ele faz a rota na superfície, ao redor da orla costeira de Valparaíso e pelo mar! Se você embarcar na primeira estação portuária, você apreciará o movimento do porto em todo o seu esplendor. Ao avançar, você verá o Caleta Portales, o principal centro de pesca da cidade, e a chegada a Viña del Mar. O metrô é bastante econômico. A tarifa é cobrada fracionada, assim pagando apenas pelo que você usa.

O que você não pode perder é um passeio nos tradicionais Trolebus que circulam pelas ruas de Valparaíso. São antigos ônibus elétricos, que por décadas mobilizam os portenhos. Nós adoramos porque subir em um é voltar ao passado, pois eles ainda conservam a tapeçaria original dos assentos.

Como mencionado acima, há ônibus que funcionam 24/7 e unir toda a viagem entre Valparaiso, Vina del Mar, Reñaca e Concón. Eles também são bastante acessíveis, embora seja necessário confirmar bem o número de ônibus que serve para você e se há paradas perto de onde você está hospedado.

Há opção de táxis disponível, embora seja recomendável, neste caso, usar o Uber – serviço bastante seguro na região. Eles estão em toda parte e pode esperar para pagar menos de metade do que você pagaria por um táxi.

Dinheiro 

Você pode fazer o câmbio de dólares ou reais por pesos chilenos no Aeroporto de Santiago, no entanto, é muito mais caro. Recomendamos trocar ali somente o suficiente para pagar o transporte e considerar imprevistos até Vina del Mar. Então lá, sim, fazer o câmbio total do dinheiro.

No centro de Viña del Mar, nas ruas Valparaiso e Arlegui é onde estão o maior número de casas de câmbio, uma ao lado da outra. É mais fácil comparar preços e escolher de acordo com sua conveniência.

Além disso, no centro comercial Marina Mall, há também um escritório de câmbio disponível, porém um pouco mais caro do que no centro. No caso de emergência durante as compras, pode servir.

Alfândega

Lembre-se que os controles aduaneiros no Chile são muito rigorosos. Todos os passageiros devem passar sua bagagem pelo scanner de inspecção, que revisa e controla a entrada de produtos vegetais (incluindo madeiras de todos os tipos) e animais. Lembre-se de evitar entrar com este tipo de produtos. Se isso acontecer, você precisará declarar no documento que te entregaram no voo. Além disso, só poderá inseri-los se estiverem lacrados e rotulados.

Documentos

Brasileiros que viajam a turismo pode ficar até 90 dias em território chileno sem visto. Somente é necessário uma Carteira de Identidade (RG) em bom estado para entrar no país. O passaporte não é obrigatório. Outros documentos de identificação não são aceitos para fins de imigração, mas é necessário levar sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) se você pretende alugar um carro.

E aí, ja conhece a região de Valparaíso e Viña del Mar? Ou vai nos visitar em breve? Deixe o seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *