logo Melhores Destinos

United paga 10 mil dólares para passageiros trocarem de assento antes do voo

Thayana Alvarenga
28/02/2020 às 15:30

United paga 10 mil dólares para passageiros trocarem de assento antes do voo

Já imaginou receber R$ 45 mil apenas para viajar em uma classe diferente em um voo? Pois foi o que ocorreu com 10 passageiros da United Airlines no último fim de semana. Forçada a transferi-los da classe executiva para a econômica premium devido a uma troca de aeronave, a companhia ofereceu a cada um voucher de 10 mil dólares (cerca de R$ 45 mil na cotação de hoje) como compensação.

O caso ocorreu em um voo de Newark (Nova Jersey) para Honolulu. A rota seria operada em um Boeing 777 mas a companhia teve de trocar de avião no último minuto por um motivo desconhecido, então foi escalado um Boeing 767-300 para o voo direto de 11 horas. A nova aeronave não tinha poltronas de classe executiva suficientes para acomodar a todos. Com isso, a empresa ofereceu uma compensação substancial aos que estivessem dispostos a sentar-se em um assento de econômica premium.

“Que hora para estar vivo!”, comemorou o empresário britânico Joshua Browder no Twitter.

“Ocasionalmente temos que mudar de aeronave no último minuto e, quando isso acontece, tentamos fazer a coisa certa e causar o menor impacto possível aos clientes”, disse Maddie King, porta-voz da United.

Embora na classe Premium Plus os viajantes não tenham poltronas-cama como acontece na executiva, a categoria oferece espaço para pernas, um kit de amenidades e opções premium nas refeições.

Políticas da United

A United começou a fazer mudanças drásticas em suas políticas de remuneração depois de chegar às manchetes em 2017 pela remoção brutal do passageiro David Dao, um médico de 69 anos que foi arrastado à força de um avião pelos policiais de Chicago. Após isso, a companhia esboçou uma lista de mudanças que incluíam permitir que os funcionários oferecessem até 10 mil dólares para incentivar os passageiros a fazerem alterações no caso de voos lotados.

Além disso, de acordo com o Departamento de Transporte dos EUA, as companhias aéreas são obrigadas a reembolsar a diferença de preço se um passageiro for forçado a fazer o downgrade para uma classe mais baixa.


E você, também seria voluntário para ganhar o voucher? Já recebeu alguma indenização de alguma companhia? Conte como foi nos comentários!

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção