logo Melhores Destinos

Companhia vende “voos misteriosos” em que o passageiro só descobre o destino no desembarque

Rafael Castilho
03/03/2021 às 11:41

Companhia vende “voos misteriosos” em que o passageiro só descobre o destino no desembarque

Que tal viajar para um lugar desconhecido? A companhia australiana Qantas está vendendo os Voos Misteriosos. Funciona assim: os passageiros compram a passagem para um experiência desconhecida, embarcam e somente descobrem o destino na hora do pouso. O pacote inclui uma atividade turística no destino antes de regressar para casa, com direito a voo panorâmico de baixa altitude sobre atrações do lugar.

Com o fechamento das fronteiras e uma reabertura ainda sem data que pode acontecer somente no ano que vem, a principal companhia australiana resolveu criar novos produtos ou recriar antigos sucessos. Os voos misteriosos já foram operados na década de 90, e agora serão feitos para destinos no máximo a duas horas de distância dos aeroportos de partida. As viagens serão operadas em Boeings 737 e sairão de Sydney, Brisbane e Melbourne.

Entre as possibilidades de experiência a Quantas destaca em seu site: Você pode beber chardonnay entre as videiras de um vinhedo premiado, mergulhar os pés nas águas turquesa de uma ilha tropical ou desfrutar da melhor hospitalidade do país. O que quer que você acabe fazendo, será um almoço delicioso. 

Para os clientes não vestirem a roupa menos adequada ou carregarem itens pessoais que não serão utilizados, a companhia enviará um e-mail antes da partida com dicas sobre a viagem, mas sem revelar o destino.

O valor da viagem misteriosa é de A$737 (R$ 3.290) na classe econômica e de A$ 1.579 (R$ 7.050) na executiva por passageiro. Estão incluídas na tarifa: as passagens de ida e volta, almoço, translado, comida e bebida a bordo, e amenities.

As viagens no Voo Misterioso estarão a venda a partir de amanhã. O primeiro voo decolará às 7 da manhã de Brisbane em 27 de março, Sydney 18 de abril e Melbourne 1 de maio. O retorno está previsto para o mesmo dia ao final da tarde.

Devido à pandemia, em outubro do ano passado a Qantas também operou um voo para lugar nenhum. A viagem tinha como objetivo apresentar vistas panorâmicas aos passageiros e durava 7 horas. O Boeing 787 decolou e pousou em Sydney. O mais incrível desta ideia inusitada foi que apesar da passagem custar A$575 (R$ 2.570) todos os assentos do avião foram vendidos em apenas 10 minutos.

Já pensou se alguma companhia aérea brasileira resolve oferecer algo assim? 

Com informações do The Independent.

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção