logo Melhores Destinos

Conheça a Nella, nova companhia brasileira que pretende voar em 2021

João Goldmeier
João Goldmeier
09/07/2020 às 18:05

Conheça a Nella, nova companhia brasileira que pretende voar em 2021

Em breve o Brasil poderá ganhar mais uma companhia aérea. A Nella Linhas Aéreas pretende oferecer voos no mercado regional, chegando a cidades ainda não atendidas por serviço aéreo. A previsão é de que os primeiros voos ocorram no primeiro semestre de 2021.

A Nella Airlines é um projeto do brasileiro radicado em Orlando, Maurício Souza. O Melhores Destinos teve a oportunidade de conversar com ele para saber mais detalhes do projeto cujo nome é uma homenagem à sua filha Antonella.

“A Nella irá operar no modelo low cost low fare, tendo Brasília como centro de operações. Nosso foco será o Nordeste, principalmente cidades atendidas apenas por transporte rodoviário”, disse o empresário. Apesar de não divulgar as primeiras rotas, Souza comentou que cidades nas Regiões Norte Centro-Oeste também estão nos planos da empresa.

A frota inicial da Nella é composta por quatro turboélices ATR-42 com capacidade para 42 passageiros em classe única, que já foram comprados pela companhia. “Teremos uma frota unificada e aeronaves próprias, o que reduzirá o nosso custo operacional”.

A ideia de atuar em cidades desassistidas de transporte aéreo é fugir da concorrência de Latam, Gol e Azul, com as quais a companhia pretende estabelecer parcerias, ainda que não tenha elaborado quais seriam. “Mesmo operando em rotas sem concorrência, pretendemos oferecer tarifas atraentes, além de serviço de bordo e programa de fidelidade”.

Para comandar a companhia, Maurício chamou Moisés de Lima Paes, veterano da indústria, com experiência na fundação da TAM e da Pantanal. Na rede social Linkedin de Moisés, é possível ver várias fotos de ATR’s, que parecem ser as que irão compor a frota da companhia, em uma delas há inclusive o comentário do CEO, Maurício Souza:

O estágio atual da nova empresa ainda é de elaborar a documentação exigida pela Anac para aprovação da nova empresa e das rotas pretendidas. Consultamos a Anac que informou não ter tido qualquer contato com a nova empresa.

Sabemos que ainda há um longo caminho entre a intenção e a realidade, e que montar uma companhia aérea não é uma tarefa das mais simples. Mesmo assim, torcemos para que os planos se concretizem, trazendo mais opções para os consumidores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *