logo Melhores Destinos

O que fazer em Kyoto, a mais tradicional cidade do Japão

Camille Panzera
21/06/2021 às 15:26

O que fazer em Kyoto, a mais tradicional cidade do Japão

Kyoto, é uma cidade japonesa que fica a cerca de 470 km de Tokyo, no Japão. Durante mais de um milênio, a cidade foi capital do país e por isso reúne templos incríveis e é o berço, digamos assim, da tradição e da cultura japonesa tão admirada mundo afora. Aqui você encontrará todas as informações sobre o que fazer em Kyoto, onde ficar, onde comer e um roteiro que ajudará a planejar sua viagem pelo Japão.

Quem sonha em ir para o outro lado do mundo e visitar o Japão provavelmente já ouviu falar da cidade de Kyoto. Planejar uma viagem ao país exige sempre um pouco de estudo, afinal, há muitas coisas lindas para ver e ao viajar para um país tão distante, é preciso aproveitar o tempo com sabedoria!

Se há um lugar que junto de Tokyo lidera a lista de desejo dos turistas no país, esse lugar é Kyoto. Se a capital japonesa chama atenção por sua modernidade, a antiga capital japonesa, é onde as pessoas encontram a essência do país.

kyoto japao

Kyoto, Japão

Saiba como tirar o visto japonês clicando aqui!

Dicas de Kyoto, Japão

Kyoto hoje é uma cidade com excelente estrutura turística, que tem construções admiráveis, espaços verdes e ótimos passeios ao ar livre. Muitas pessoas pensam que é um lugar pequeno e do interior, mas o que encontram não é bem isso. São cerca de 1,5 milhões de habitantes em uma cidade que conta com sistema de transporte muito eficiente (que inclui trens, metrô e ônibus), ótimos hotéis, variedade de restaurantes e muitas lojas!

A cidade tem, sim, a sua face histórica e ela é linda! Na verdade, é curioso como uma cidade pode ser tão antiga, ter construções de séculos atrás, e, ao mesmo tempo, ser moderna e ter tanto preparo para os visitantes. É uma característica do Japão, na verdade, ter uma infra-estrutura invejável. O antigo e o novo convivem em harmonia na cidade.

Onde fica Kyoto e como chegar

Kyoto está localizada a Oeste de Tokyo, a cerca de 470 km da capital japonesa, que podem ser percorrido em uma viagem de trem que dura em torno de 80 minutos nos trens mais rápidos.

O aeroporto de grande porte mais próximo de Kyoto é o Aeroporto de Osaka, Kaisai International Airport, a cerca de 100 km da cidade e que opera diversos voos internacionais e domésticos diariamente. Também é bastante comum que os turistas cheguem ao país através dos aeroportos de Tokyo, como Narita e Haneda e depois viajem de trem até Kyoto, já que o transporte ferroviário no país é muito desenvolvido. Para isso, vale a pena você ler sobre o JR Pass, ou Japan Rail Pass, um passe de trem muito indicado para turistas.

kyoto onde fica

Kyoto, Japão

O que fazer em Kyoto

As principais atrações de Kyoto são os seus templos e santuários, cada um deles com uma história própria, uma arquitetura diferente e um valor único para a cidade. Entre os passeios que consideramos imperdíveis estão os templos Kiyomizu-Dera e o maravilhoso Kinkaju-ji, que tem pintura de ouro, além do Fushimi-Inari-Taisha Shrine, com centenas de toriis (portal xintoísta). Também vale a pena reservar um tempo para ir ao bambuzal de Arashiyama e passear pelas ruas centrais de Kyoto e visitar os distritos de Gion e Hagashiyama.

1. Kiyomizu-dera

Um dos importantes templos de Kyoto, o Kiyomizu-dera é daqueles lugares que você não deve deixar de conhecer ao longo da viagem, mesmo que o tempo seja curto. O templo fica em uma montanha e tem uma enorme varanda sustentada por colunas de madeira com 13 metros de altura. A partir da varanda, é possível admirar a paisagem da cidade de Kyoto. Com relação à arquitetura, é um dos complexos mais impressionantes da região e por estar cercado por árvores e cerejeiras, se torna ainda mais bonito durante a primavera.

o que fazer kyoto

Kiyomizu-dera

2. Fushimi-Inari-Taisha

O santuário Fushimi-Inari-Taisha é um dos locais que mais reúne turistas em Kyoto! O lugar é lindo e desperta muita curiosidade. Construído em homenagem ao deus do arroz e sakê, esse santuário possui atrás dos edifícios principais, um caminho com mais de 5.000 toriis laranjas, que são tradicionais portais xintoístas. É mais um dos lugares imperdíveis em Kyoto, que geralmente fica bem cheio de visitantes, mas que não pode faltar em seu roteiro.

o que fazer kyoto japao

Fushimi-Inari-Taisha, Kyoto

3. Templo Kinkaku-Ji

O Kinkaku-Ji é um templo é  conhecido como “Templo do Pavilhão de Ouro”, porque sua estrutura é revestida por ouro. O templo está cercado por jardins e na sua frente fica um lago, que reflete a imagem dourada da construção. É uma das principais atrações de Kyoto, que se destaca dos demais templos da cidade pela seu revestimento em ouro e que se tornou um dos cartões-postais do país.

templos kyoto japao

Templo Kinkaku-Ji

4. Templo Ginkaku-ji

Conhecido também como “Pavilhão Prateado”, o templo zen Ginkaku-ji é um belo exemplo da arquitetura japonesa. Ele foi construído nas montanhas da cidade, e está situado entre jardins japoneses que ficam muito bonitos durante a primavera e o outono — a visita, então, contempla não apenas a vista do templo, mas um passeio por seus jardins. Ele foi idealizado com a finalidade de servir de refúgio durante a guerra, e a intenção era cobrir o templo com prata, assim como o templo-irmão Kinkaju-ji, que foi coberto com ouro, mas isso não chegou a acontecer.

dicas kyoto japao

Templo Ginkaku-ji, Kyoto

5. Templo Kodai-ji

O templo tem salas bonitas e bem decoradas e em seus arredores ficam jardins zens, cujas folhas das árvores se colorem durante o outono. Um jardim de pedras e uma pequena floresta de bambus também fazem parte do passeio por esse templo. Há algumas áreas do templo que podem ser conhecidas internamente.

o que fazer em kyoto

Templo Kodai-ji

6. Templo Nanzen-ji

Localizado próximo ao centro da cidade e muito visitado por turistas, o templo budista Nanzen-ji foi construído inicialmente como uma vila imperial e posteriormente transformado em templo. Ele é um dos mais importantes templos do país e faz parte de um grande complexo, que inclui ao menos 12 sub-templos em seus arredores. O lugar é realmente muito bonito, tem um aqueduto próximo e está cercado por árvores.

7. Palácio Imperial de Kyoto

O Palácio Imperial de Kyoto (Kyoto Gosho) foi utilizado como residência da família imperial antes da sede do país se tornar a cidade de Tokyo. Ele está localizado em um parque (Kyoto Gyoen) e fica todo cercado por uma enorme muralha. A estrutura atual do palácio foi reconstruída em 1855 e reflete a arquitetura de diversos períodos japoneses.

8. Castelo Nijo-jo

Utilizado como residência do xógun Tokugawa Ieyasu, cuja família comandou o Japão por mais de 260 anos, o castelo Nijo é a exemplificação de força e poder. O Castelo ocupa um enorme espaço na área central da cidade e também foi utilizado como palácio imperial. Construído em alto paredão de pedras, cercado por jardins e por árvores como as cerejeiras, o castelo chama a atenção por sua arquitetura.

o que fazer em kyoto japao

Castelo Nijo-jo, Kyoto

9. Floresta de bambus de Arashiyama

Arashiyama é um dos distrito de Kyoto e um local que guarda uma atração linda: uma floresta de bambus! A floresta não é gigante, mas tem uma quantidade grande de árvores e um caminho em seu interior, que rende belíssimas fotos. Quando o vento bate nas folhas dos bambus, o lugar fica ainda mais incrível, com um som bem relaxante!

floresta de bambu kyoto

Floresta de bambus de Arashiyama

10. Gion

Com suas casinhas antigas em estilo japonês Gion é onde você poderá, com muita sorte – muita sorte mesmo – se deparar com uma gueixa, que diferentemente do que muitas pessoas pensam não tem nada a ver com prostituição. Kyoto é uma cidade tradicional na formação de gueixas, que é uma profissão rara atualmente, onde as mulheres estudam assuntos relacionados à arte, música e dança. Para saber mais sobre as gueixas, visite o Gion Corner ou vá ao lindo espetáculo Miyako Odori, que acontece alguns meses por ano.

dicas kyoto gion

Lanternas em Gion, Kyoto

11. Nikishi Market

O Nishiki Market é um mercado tradicional localizado na área central de Kyoto. Ele é muito legal para conhecer a gastronomia local e ver mais de perto os alimentos que os japoneses compram em seus mercados. Para quem gosta de sabores exóticos, é o lugar perfeito para passear!

12. Parque Maruyama

O Parque Maruyama, localizado em Higashiyama, é uma atração popular para passeios ao ar livre, especialmente nos meses mais quentes. Na primavera, período do ano em que as sakuras ficam floridas, o parque fica deslumbrante, cheio de flores e com muitas pessoas fazendo piquenique.

13. Philosopher’s Path

Philosopher’s Path (Caminho do Filósofo) é um caminho ao longo de um canal entre os templos Ginkaku-ji e Eikan-do. Ao longo de toda a extensão desse caminho existem centenas de cerejeiras, a árvore pela qual os japoneses são apaixonados e que ao florescer marca o início da primavera no país. A beleza das árvores todas floridas é indescritível e um momento muito especial para os japoneses, que fazem pique-nique sobre as árvores – garanto que você não irá se arrepender de viajar nessa época!

14. Visitar Nara

Nara é uma cidade que está a cerca de 45 km de Kyoto e o trajeto de trem entre as duas cidades dura menos de uma hora em trem. Embora Nara seja pequenina e não tenha todo o sucesso de sua vizinha Kyoto, a cidade tem alguns tesouros culturais e vale muito a pena visitá-la, mesmo que seja em um passeio bate-volta. Entre as atrações para conhecer na cidade estão o Nara Park, um parque público que tem vários veados vivendo livremente, o Todai-ji Temple com seu buda gigante, o santuário Kasuga Taisha, famoso por suas dezenas de lanternas japonesas, o Templo Kofuku-ji e também o Museu Nacional de Nara.

É bastante simples pegar um trem para Nara de sua estação principal pegar um ônibus ou ir caminhando até o Nara Park e Todai-ji Temple, as principais atrações da cidade. Vale muito a pena reservar um dia do seu roteiro para explorar a cidade!

15. Visitar o Castelo de Himeji

O Castelo de Himeji é a principal atração turística da cidade de Himeji e uma boa opção de passeio para aqueles que se interessam por castelos e pela arquitetura desenvolvida no Japão. O lugar está a cerca de 1h de trem de Kyoto e pode ser um belíssimo passeio! Também conhecido como White Heron Castle, o castelo da cidade é considerado um dos mais elegantes e mais importantes do Japão, pois embora tenha passado por guerras e terremotos, permaneceu praticamente intacto enquanto outros castelos tiveram que ser reconstruídos.

16. Visitar Hiroshima

Os modernos trens-bala fazem parecer tudo mais próximo no Japão. Hiroshima é uma cidade que está a cerca de 350 km de Kyoto, ou em torno de 1h30 de viagem no Shinkansen (trem bala), e vale também visitar a cidade, especialmente para quem se interessa por eventos que marcaram a história do mundo.

Localizada no Sul do Japão, Hiroshima foi a primeira cidade atingida por uma bomba atômica no mundo. Em 6 de agosto de 1945, por volta das 8h, a bomba atingiu a região central da cidade, destruiu edifícios e fez dezenas de milhares de mortos. Até o final do mesmo ano, quase metade de população de Hiroshima havia morrido por conta dos efeitos da explosão e durante anos as pessoas desenvolveram doenças como efeito da forte radiação.

Visitar Hiroshima não é um passeio fácil do ponto de vista emocional porque remete a uma história muito triste e difícil, mas hoje é um lugar que permite refletir e aprender sobre a natureza dos acontecimentos, e uma cidade que pretende propagar a busca pela paz para que novos eventos assim não voltem a ocorrer. Estando por lá, vale visitar o Parque Memorial da Paz e o Museu Memorial da Paz.

Dica: Se você começar seu passeio a Hiroshima cedo, pode também visitar a Ilha de Miyajima (ou Itsukushima), onde está um tori gigante no meio da água que é um dos principais cartões-postais do Japão. Para chegar a Miyajima é preciso pegar um trem até a estação de ferry boats que levam à ilha – no trajeto no barco dura em torno de 15 minutos e partindo da região central de Hiroshima são cerca de 40-50 minutos de viagem.

Quando ir a Kyoto – melhor época

Kyoto é uma cidade para ser visitada e revisitada em qualquer momento do ano! Como as estações são bem marcadas por lá, cada uma delas poderá oferecer experiências distintas. Se não se importar em conhecer a cidade um pouco mais cheia de visitantes, visite Kyoto durante a época em que as árvores de cerejeiras florescem, é realmente maravilhoso!

A floração das cerejeiras é um período de alta temporada, mas é também a época mais bonita para visitar o Japão, muito celebrada pelos japoneses. A data específica da floração depende de fatores climáticos e pode variar a cada ano, mas geralmente acontece entre o fim de março e começo de abril. As cerejeiras começam a florir primeiro no Sul do país e gradualmente a floração vai seguindo para o Norte.

Por estar no hemisfério Norte, o verão acontece nos meses de junho a setembro e o inverno de dezembro a março. As chuvas ocorrem ao longo de todo o ano, embora sejam mais frequentes durante o verão e menores entre novembro e fevereiro.

Onde ficar em Kyoto

A hospedagem é um dos cuidados para ter durante a viagem ao Japão porque os hotéis em Kyoto não são econômicos e se trata de cidade maior do que muita gente imagina, então é importante escolher bem a localização do hotel. Para evitar longos deslocamentos, tente ficar hospedado na área central da cidade, em especial nas proximidades de Gion e da estação Gion-Shijo, que tem bastante comércio próximo e acesso fácil a restaurantes e aos transportes.

Algumas dicas de hotéis com boa localização em Kyoto são o Hotel Resol Kyoto Kawaramachi Sanjo, o Kyoto Granbell Hotel ou no Hotel Alza Kyoto. Outra dica é também ficar próximo da estação central de Kyoto, que permitirá fácil acesso a outras cidades vizinhas. Ali fica o Ibis Styles Kyoto Station.

Os quartos nos hotéis japoneses costumam ser bem pequenos e às vezes até apertados, então se você é alguém que precisa de mais espaço do que o padrão japonês oferece, vale conferir a metragem da acomodação ao realizar sua reserva.

Um tipo de hotel bem conhecido no país, e interessante principalmente para aqueles que pretendem passar o dia todo fora hotel, passeando pela cidade, são os hotéis cápsulas, que funcionam quase como um dormitório, com banheiros de uso comum e “capsulas individuais”. Ele tem cápsulas ao invés de quartos, que muitas vezes são confortáveis e até espaçosas para o contexto, com cabines com lâmpada, tomada e controle do ar condicionado. Ficamos em um hotel capsula da rede Nine Hours, hoje presente apenas em outras cidades do Japão, mas se você quiser ficar em um hotel cápsula em Kyoto, vale olhar o The Millennials Kyoto

Os ryokans também são outro tipo de hospedagem tradicional no Japão e bem legais para quem quer ter uma experiência de contato com a cultura do país. O ryokans têm tatames ao invés de camas, muitas vezes oferece pratos da gastronomia tradicional do país e também têm o chamado onsen, banho termal, ou termas individuais nos próprios quartos. Alguns ryokans estão em lugares cercados pela natureza e afastado dos grandes centros. Vale muito a pena passar uma noite em um ryokan! Na região central de Kyoto você encontra o Kyoto Takasegawa Bettei ou o Izuyasu, por exemplo.

 

Transportes em Kyoto

Durante uma viagem a Kyoto as melhores formas de transitar são a pé e com o transporte público, que funciona muito bem na cidade. Para distâncias mais longas, o metrô e trem funcionam muito bem, já para distâncias menores, os ônibus são uma opção muito utilizada e que costumam funcionar de forma regrada.

A melhor dica para usar o transporte no Japão é fazer uso de apps de deslocamento, como o Google Maps, porque dessa forma você saberá qual a linha mais propícia para tomar e ir ao lugar que deseja.

Leia aqui todas as dicas de transporte em Kyoto.


Quer saber um pouco mais sobre Kyoto? Veja o nosso guia na íntegra e consulte nossas dicas sobre como chegar, o que fazer, como planejar a viagem, onde ficar, onde comer e quando ir. O guia está cheio de informações bacanas para ajudar a montar o seu roteiro no Japão!

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção