logo Melhores Destinos

Coelho na executiva? Conheça Coco e sua viagem na business da United

Thayana Alvarenga
17/01/2020 às 18:13

Coelho na executiva? Conheça Coco e sua viagem na business da United

Atenção para a coisa mais fofa que você vai ver nesta noite: uma coelha elegantemente vestida voando na classe executiva da United Airlines em um voo entre os Estados Unidos e o Japão.

Gola branca, gravata borboleta, um assento exclusivo na classe executiva e sua própria tigela de nozes e castanhas para petiscar. Falando assim, com todo esse tratamento especial pode até parecer alguém muito famoso no voo, mas trata-se da Coco, a coelhinha Rex que pertence a Takako Ogawa e foi sensação durante as 11 horas viajando pelo Oceano Pacífico.

Sua dona ia mudar de emprego e nem cogitou deixar a companheira para trás. Apesar de não ter sido a primeira vez que Coco voava, Takako ficou preocupada em deixá-la no porão da aeronave e decidiu aproveitar a oportunidade para levar sua coelhinha na cabine em uma caixa especial aprovada pela companhia aérea. Foi necessário apenas um formulário e um pagamento de US$ 100 para que Coco fosse registrada como um animal de apoio emocional.

A boa notícia é que ao chegar a bordo do voo, Takako foi informada de que não haveria ninguém no assento da classe executiva ao lado. Dessa forma, Coco, vestida com seu melhor traje, se acomodou em sua nova poltrona se tornando a sensação da cabine. Claro que um coelho elegantíssimo a bordo da classe executiva chamou a atenção dos passageiros – mas foi a tripulação ficou encantada com a convidada especial.

“Quando peguei meu próprio sundae de sorvete, a comissária olhou e perguntou se a coelha queria alguma coisa. Eu não tinha certeza do que ela poderia querer, mas então a tripulante pegou amêndoas e nozes e colocou em um prato pequeno para ela. Foi adorável. Ela gostou deles e estava muito feliz”, contou Takako.

Segundo os relatos, Coco se manteve comportada todo o tempo: não bagunçou, não estragou a poltrona ou fez suas necessidades no assento. Há quem diga que se comportou melhor até do que alguns passageiros humanos, rs. Segundo a dona da coelhinha, a tripulação a bordo trocava de serviço para que cada um pudesse passar algum tempo com a convidada especial.

Animais de apoio emocional

Algumas companhias aéreas aceitam a bordo animais de estimação considerados “de apoio emocional”. Eles podem viajar ali mesmo, dentro da cabine e bem pertinho de você.

A GOL e a Latam, por exemplo, aceitam somente cães – e em rotas específicas. Para isso, é necessário enviar algumas documentações previamente para a companhia. Sempre entre em contato previamente para evitar surpresas desagradáveis no dia da viagem, certo?


E você, se importaria com um coelho ou outro animalzinho na classe executiva do seu próximo voo? Conte sua opinião para nós nos comentários e participe!

Com informações da Insider

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção