logo Melhores Destinos

Conheça o projeto do 797, o novo avião da Boeing

João Goldmeier
21/01/2020 às 5:03

Conheça o projeto do 797, o novo avião da Boeing

A Boeing tem um projeto de um novo avião para ocupar o lugar dos aposentados 757 e 767. Seria uma aeronave para o transporte de 220 a 270 passageiros, com alcance de 10.000 km ou 10 horas de voo. Sua produção ainda é incerta, em virtude dos problemas que a companhia vem enfrentando com seu último lançamento, o Boeing 737-MAX, mas vamos conhecer um pouco mais do projeto do Boeing 797.

Atualização (25/01/2020):

Em recente entrevista o novo CEO da Boeing Dave Calhoun decidiu recomeçar o projeto do NMA do zero, em virtude das mudanças de mercado.

Dentro da empresa americana o projeto se chama “New Midsize Airplane” (novo avião de tamanho médio). Ele pretende preencher a lacuna entre o 737 e o 787. A Boeing calcula que existam 30.000 rotas que poderiam absorver a nova aeronave.

Projeção do Boeing 797

Ao que tudo indica, o projeto seria para um avião de dois corredores (wide-body) com um layout na econômica de 2-3-2. A fuselagem utilizaria materiais compostos de última geração, gerando mais eficiência e menos consumo de combustível.

Muitos operadores importantes aguardam a definição da Boeing para fazer seus planos de renovação de frota. A United Airlines, por exemplo, tem uma frota de 76 Boeing 757 e 54 Boeing 767, com idade média de 24 anos. Já a Delta tem 200 destes aviões, com média de 22 anos.

Boeing 757

Boeing 767

Entretanto a indefinição sobre a produção do 797 segue, já que a atenção da companhia está voltada em resolver com urgência os problemas do 737-MAX e no lançamento do 777-X.

Com o tempo passando, a Boeing pode acabar ficando sem mercado, já que a Airbus também tem produtos para competir por esse nicho com seus A321LR e A330neo.

Numeração dos aviões da Boeing

Você deve ter notado que os jatos produzidos pela Boeing tem o nome começando e terminando com 7, certo? Mas nem sempre foi assim, os primeiros modelos da fabricante americana se chamavam Model 40, Model 80 e Model 247.

Boeing Model 247

Depois da Segunda Guerra Mundial, a companhia mudou o seu foco para a aviação comercial e decidiu reorganizar suas linhas de produção. Assim 300 e 400 ficaram para aviões movidos a hélice, 500 para aviões movidos a turbinas, 600 para foguetes e mísseis e 700 para aeronaves com motor a jato.

Porém o departamento de marketing achou que 700 não tinha muito apelo e decidiu acrescentar um outro 7 no final. Assim o primeiro modelo produzido com a nova organização foi o 707 e não o 700, o que foi mantido para os modelos posteriores (717, 727, 737, etc).

Boeing 707 nas cores da saudosa Varig

Uma outra curiosidade é que o número do meio não representa o tamanho da aeronave. É certo que um 747 é maior que o 737, mas ele também é maior que o 757, que o 767 e até mesmo que o 777, que são projetos mais recentes.

Assim, como o último modelo novo lançado pela Boeing foi o 787, o próximo lançamento se chamará 797, que por sinal representa o fim da linha para este tipo de numeração.

Não perca nenhuma oportunidade!

ícone newsletter E-mail diário com promoções Receba as ofertas mais quentes no seu e-mail
Baixe grátis o nosso app Seja notificado sempre que surgir uma promoção