Permissão Internacional para Dirigir (PID) não é necessária na Flórida

Denis Carvalho 27 · fevereiro · 2013

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Nos últimos dias temos recebido diversos e-mails e mensagens de leitores da nova lei da Flórida, que exige que os motoristas tenham Permissão Internacional para Dirigir (International Drive Permit – IDP) para conduzir veículos no estado. Na verdade a alteração na legislação até foi aprovada pela Câmara dos Deputados da Flórida, mas está suspensa porque fere ao Tratado de Genebra dobre Trânsito Rodoviário (1949) e deve ser revogada. Ou seja, não é necessária a carteira internacional de direção para dirigir em Miami ou outras cidades da Flórida – e muito provavelmente nunca vai ser.

A confusão teve início com uma proposta do deputado Ben Albritton, que alterava a seção 322,04 dos Estatutos da Flórida. A proposta é que todo motorista estrangeiro tivesse uma Carteira de Motorista Internacional, em inglês, para facilitar a fiscalização.

A nova lei entrou em vigor em janeiro e causou um grande burburinho entre a Imprensa canadense, já que é grande o número de pessoas daquele país que mora ou reside na Flórida. Diante da polêmica, o Florida Department of Highway Safety and Motor Vehicles – equivalente do Estado ao nosso Detran – avisou que não cumprirá a lei até que haja uma revisão legal.

O comunicado, que pode ser lido na página oficial, afirma que “a Patrulha Rodoviária da Flórida vai adiar a fiscalização de violações da seção legal alterada até que uma determinação final de adequação entre a emenda e o tratado ocorra. Visitantes que não residem na Flórida e queiram dirigir enquanto estiverem aqui são obrigados a ter em seu poder uma carteira de motorista válida, expedida em seu nome, por outro estado dos EUA ou do seu país de residência”.

Permissão Internacional para Dirigir

Mesmo com a suspensão, talvez você prefira fazer uma carteira de motorista internacional, que é aceita em mais de cem países – e pode evitar muitas dores de cabeça. A emissão da PID é feita pelos departamentos de trânsito (Detrans) de cada estado, e as regras e valores variam.

Em São Paulo, por exemplo, basta preencher um cadastro de solicitação no site e fazer o pagamento da taxa de  R$224,07 – incluindo R$ 11 para a entrega do documento em casa pelos Correios. No Rio de Janeiro, a taxa é mais barata, mas é necessário fazer o pedido pessoalmente, com cópias de alguns documentos. O Detran de Minas Gerais cobra apenas R$ 97,96 e permite que o pedido seja feito pelo seu site com o documento entregue em casa. Os moradores de Brasília devem fazer a inscrição no site, pagar a taxa de R$ 192,82 e retirar o documento no Detran.

Para obter a PID, o motorista precisa ter uma  Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vigente. O prazo de validade da PID, a categoria da habilitação e as restrições médicas são os mesmos referentes à CNH. Vale lembrar que mesmo com a carteira internacional você deve sempre portar sua habilitação original.

E você? Já tirou sua PID? Acha que vale a pena? Deixe sua opinião nos comentários!

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe