GOL confirma novo voo do Rio a Santiago do Chile

João Goldmeier 10 · abril · 2017

Conforme o Melhores Destinos antecipou com exclusividade, a GOL confirmou seu novo voo entre o Rio de Janeiro e Santiago do Chile. A nova rota tem início previsto para o dia 3 de julho e os bilhetes já estão disponíveis para venda.

Serão quatro frequências semanais em cada sentido. Inicialmente serão voos noturnos mas em agosto os voos passam a ser matutinos:

“É um orgulho para a GOL oferecer o quinto destino internacional com voos diretos da cidade maravilhosa. A rota Santiago – Rio de Janeiro está alinhada a estratégia da companhia de expandir a presença internacional na América Latina”, afirma Celso Ferrer, vice-presidente de Planejamento da GOL.  “No aeroporto internacional do Rio de Janeiro, os clientes têm a facilidade de se conectar, sem escalas, para outros 24 destinos no Brasil operados pela companhia,” complementa o executivo.

Os voos serão operados com aeronaves Boeing 737-800 com capacidade para até 170 passageiros em duas classes: econômica e GOL Premium, que além de permitir assentos com mais espaço,  possibilita que os clientes desfrutem da sala VIP GOL Premium Lounge do RIOgaleão.

Autor

João Goldmeier - Editor
  • Já não tem voo demais para Santiago e Buenos Aires??

    • LuRodamilans

      Se tão vendendo… A oferta vai em função da demanda…

  • Flight_Falcon

    Brasilia para variar sem nada ainda. Só American Airlines e Copa.

    Lamentável o maior hub doméstico do Brasil ser tratado assim.

    • Márcio Sampaio

      Acho que a demanda internacional saindo de BSB não é lá essas coisas. O movimento do aeroporto é basicamente doméstico:
      1. Quem mora em BSB mas proveniente de outros Estados, para visitar a terra natal;
      2. Pessoas de outros Estados viajando p/ a Capital a trabalho;
      3. Conexões, principalmente. Neste ponto, a expansão do aeroporto parece voltada a maior conforto DENTRO das áreas de embarque do que no saguão principal, exatamente para priorizar conexões (vide a boa oferta de lanchonetes e restaurantes). Guardada cada situação em particular, é como Cidade do Panamá: a maioria dos usuários usa como conexão para outros destinos (ponto para a Copa pela excelente estratégia).

      • Flight_Falcon

        A alta renda da população, somado aos fatores elencados por você são bons argumentos para que tenhamos mais voos internacionais.

        O fato de ser um hub principalmente da região norte e nordeste abre várias possibilidades de abertura de malha internacional a partir de Brasilia.

        • Márcio Sampaio

          Pode ter certeza que a maior parte da população do Distrito Federal não tem renda tão alta assim. Fora que tem 3 milhões de habitantes no total, sendo que a maioria mora nas outrora chamadas “cidades-satélite” e possuem situação financeira compatível com a média das grandes cidades.

          O lance é que quem ganha bem, ganha MUITO bem. Por isso, a renda per capita fica mais alta.

    • Allan Patrick

      A TAP deixou de operar em Brasília?

      • Bruno Ribeiro

        N deixou

      • Flight_Falcon

        Tem razão, é a nossa única opção para a Europa a partir daqui.

        Os preços não ajudam muito.

    • LuRodamilans

      o “povo” de Brasília viaja de jatinho particular… Por isso não há “necessidades” de voos comerciais! #ProntoFalei

      • Bruno Ribeiro

        Eh somos mais de 3 milhões aqui, gente normal q anda de aviao comercial existe tb…

      • Flight_Falcon

        LuRodamilans,

        Poxa não faço parte desse “povo” rsrs.

        Preciso da “lotação” mesmo.

    • Gilberto De Melo Junior

      BSB não é o maior hub doméstico do Brasil. Tanto GRU e CGH tem mais vôos domésticos que BSB.

      • Flight_Falcon

        Gilberto,

        observe os levantamentos da Infraero, não é quantidade de voos e sim a quantidade de passageiros transportados que trafegam nesses aeroportos.

        Se considerar somente voos domésticos, creio que Brasília ganha ainda de GRU em tráfego de passageiros.

    • Bruno Ribeiro

      Faltou a TAP

      • Flight_Falcon

        Tem razão.

        As vezes também temos a Cubana, mas acho que são fretados. Não tem habitualidade.

  • Everton Basílio De Souza

    Aeroporto de natal = elefante branco. Era notório que precisávamos de um novo terminal e depostas melhores, mas com a chegada do novo terminal a redução dos voos foi significativa.

  • Ricardo

    Depois da Argentina e dos EUA, o Chile é o maior emissor de turistas ao Brasil. E obviamente um turista não vai à São Paulo, e sim ao Rio, Florianópolis e Nordeste.
    A quantidade de turistas brasileiros no Chile também aumenta a cada ano, e já não se concentra apenas nas temporadas de esqui. O brasileiro descobriu o Atacama e Torres del Paine, além da região dos lagos e Santiago.
    É curioso que o Chile, um país dez vezes menor que o Brasil, recebeu em 2016 a 5,6 milhões de turistas estrangeiros, pouco menos que o Brasil, que recebeu no mesmo ano a 6,6 milhões, um recorde histórico.

    • jorge moraes

      Vem a SP sim. Trabalho com turismo e os chilenos aparecem em grande número por aqui.

  • GILMAR

    Smiles e GoL vão tão mal , que a simples liberação do governo para a sua venda fez a as ações subirem muitoooo hoje. Quem for esperto pode ganhar dinheiro, pois a empresa ta quebradinha.
    Ainda bem, pois seus gestores são péssimos.
    Não respeitam os clientes e faltam com a Ética diariamente.

  • Bruno Ribeiro

    Discordo em alguns pontos. Primeiro GRU está operando com folga pq sua capacidade dps da reforma eh de 48 milhões e movimenta cerca 39 ou seja há uma sobra de 9 significativa.o msm acontece com GIG ( capacidade para 32 dps da ampliação e movimenta menos de 20)

    • jorge moraes

      concordo.

  • ph

    A cidade tem boa infraestrutura para brasileiros, inclusive com diversas agências especializadas

  • Flight_Falcon

    Sobre as informações da Infraero, é possível ver que temos demanda sim.

  • Gilberto

    Neste caso especifico, a rota SCL – GIG eh bilateral, ou seja, vai haver tanto o fluxo de cariocas indo pro Chile, um destino cada vez mais procurado por brasileiros, como chilenos que desejam passar ferias no Rio e no estado. Isto eh, deve haver uma boa demanda pra esta rota.