E o melhor programa de milhas do Brasil de 2015 é …

Por Denis Carvalho

Que rufem os tambores! Chegou a hora de anunciar o resultado da edição 2015 da pesquisa Melhores Destinos do melhor programa de pontos ou milhas das companhias aéreas brasileiras. Neste ano, tivemos uma adesão recorde de quase 10 mil participantes e um resultado surpreendente, se levarmos em conta a pesquisa do ano passado, ou nem tanto, para quem acompanha de perto o dia a dia dos programas de fidelidade nacionais.

Senhoras e senhores, somados os votos temos um novo vencedor! O prêmio de melhor programa de milhas do Brasil neste ano na avaliação dos leitores do MD vai para… O Multiplus / TAM Fidelidade! E foi uma vitória com “V” maiúsculo! O programa da TAM foi o melhor em nada menos que dez das doze categorias avaliadas!

Veja aqui também o melhor programa de milhas de 2014 e o melhor programa de milhas de 2016.

Segundo as notas dadas pelos participantes, o Multiplus / TAM Fidelidade teve média 3,21, de um total de 5 possíveis. O segundo lugar ficou com o TudoAzul, com 3,05. A disputa da terceira colocação foi a mais emocionante, com uma diferença de apenas 0,01 ponto. O Avianca Amigo, que no ano passado amargou a última colocação, desta vez deixou o Smiles para trás: 2,89 contra 2,88! Sim, prezados leitores, o Smiles, grande campeão do ano passado, em apenas um ano despencou da primeira para a última colocação!

A pesquisa teve a participação de 9.6 mil leitores que opinaram em 12 quesitos, de “péssimo” a “excelente”, para o cálculo do vencedor, os conceitos foram convertidos em notas de 1 a 5, respectivamente, permitindo o cálculo das médias dos programa de fidelidade em cada setor.

Vamos ao resultado:

 

 

 

 

1º lugar: Multiplus/TAM Fidelidade

Como dissemos, o TAM Fidelidade deu um baile na concorrência neste ano. Mas a pergunta é: o programa da TAM melhorou ou foi a concorrência que caiu? A análise dos dados mostra que houve sim um importante avanço. Com a Oneworld e outras parcerias o programa conseguiu melhorar seu ponto fraco: a disponibilidade e emissão de passagens em companhias parceiras. A avaliação dos preços cobrados e promoções também melhorou, o que levou o programa a elevar sua média final de 2,88 para 3,21. Uma vitória contundente!

Mas os motivos para comemorar vão muito além! Ele é o programa mais utilizado (88,74%) e aquele em que mais leitores já emitiram passagens (77,03%). Também é o programa de milhas principal da maioria dos leitores (42,2%) e o que deve receber mais novos membros (7,81%). Caso essa tendência se consolide, serão mais de 50% dos participantes acumulando pontos no programa da TAM. Se ser o melhor já é difícil, ser o melhor e ainda o maior é um feito para poucos!

2º lugar: Azul TudoAzul

Grande surpresa do ano passado, o TudoAzul continua bem na avaliação dos leitores do MD. Sua média subiu de 3,00 para 3,05 – suficiente para garantir mais uma medalha de prata para o pessoal da Azul. O programa ainda foi o melhor avaliado em dois itens: sistemas de categorias e atendimento.

O TudoAzul teve ainda o mérito de ser o programa que mais recebeu novos associados. Segundo a pesquisa, 17,8% dos participantes fizeram sua inscrição no ano passado. O segundo foi o Amigo, com  14,3%. Outro marco importante é que 59% dos leitores já participam do programa da Azul, apesar que apenas 9,3% o tem como seu programa principal. Certamente o grande desafio do TudoAzul é aumentar esse percentual, sem perder a qualidade.

3º lugar: Avianca Amigo

Esta é a segunda pesquisa do Melhores Destinos sobre programas de milhas nacionais, mas para o Amigo pode ser considerada a primeira. Isso porque o programa da Avianca Brasil praticamente renasceu neste ano. Entrada na Star Alliance, novo sistema de pontos, novas categorias, novas parcerias, novos serviços e até uma nova imagem. Pouco sobrou do patinho feio que amargou a última colocação no ano passado!

O Amigo ainda é o programa com menos participantes, com 33,59% dos entrevistados. Além disso, apenas 1,6% afirmaram que o tem como sua opção preferencial para acumulo de pontos. Esses números tendem a crescer nos próximos anos, já que as mudanças no Amigo foram profundas e muito positivas. O ponto fraco do programa, porém, é sua companhia principal. Apesar de ser ótima, a Avianca Brasil ainda tem uma participação de mercado bem menor que as concorrentes, o que dificulta a expansão de seu programa.

4º lugar: Smiles

A grande pergunta desta edição da pesquisa MD era qual seria a posição do Smiles. Campeão absoluto no ano passado, o programa da GOL mudou e mudou para pior. Com o incentivo à compra de milhas e bônus generosos, houve uma enorme inflação nos preços das passagens, tanto da GOL, quanto das parceiras. A percepção de valor das milhas do Smiles hoje é bem menor do que era há um ano, inferior aos pontos das concorrentes.

A média do Smiles caiu de 3,01 para 2,88 e ele foi o pior em 7 das 12 categorias. Os maiores problemas do programa são a quantidade de pontos necessária para a emissão de passagens tanto na GOL quanto em companhias parceiras. Mas quem acompanha o dia a dia sabe que os problemas vão além e passam por indisponibilidades repentinas de passagens de companhias parceiras, promoções que saem do ar antes do previsto, prazo de validade menor para pontos bônus e outros problemas que causaram muita reclamação e protestos. Foi um ano difícil para os clientes do Smiles, tanto que 9% dos entrevistados informaram ter abandonado o programa.

Vale destacar que estamos às vésperas do novo regulamento do Smiles. O programa mantém pontos positivos, mas resta saber se conseguirá retomar o equilíbrio e benefícios que fizeram dele o melhor do Brasil ou se continuará a amargar a última colocação.

Considerações finais

Que o Multiplus / TAM Fidelidade é o melhor programa de pontos brasileiro do momento segundo nossos leitores não há o que se discutir. Mas será que ele melhorou tanto? Ou a piora do Smiles levou os leitores a serem mais benevolentes com seu principal concorrente?

Voltando aos números, a pesquisa trouxe uma melhora na média dos programas brasileiros. A média dos quatro é 3,01, ou seja, regular. TAM Fidelidade e TudoAzul ficaram acima da média 3, enquanto Amigo e Smiles se aproximaram dela.

Ainda assim, vale destacar que os programas nacionais são considerados apenas regulares na visão dos leitores e os motivos motivos estão expostos na pesquisa: alto preço para emitir passagens domésticas e internacionais, baixa disponibilidade em companhias parceiras, poucos benefícios e dificuldades em subir de categoria são alguns dos principais problemas.

E você, o que achou do resultado? Acha que o TAM Fidelidade merece esse título? O Smiles é mesmo a pior opção hoje? Deixe sua opinião nos comentários e participe!