E o melhor programa de milhas do Brasil de 2014 é …

Denis Carvalho
4/04/2014  ·  6:00Publicado 4 · abr · 2014  ·  6:00Atualizado 28 · dez · 2016

E o melhor programa de milhas do Brasil de 2014 é …

Foi uma disputa acirrada, como era de se esperar. Um duelo disputado ponto a ponto, décimo a décimo e com um final digno de uma produção de Hollywood: apenas 0,01 ponto de vantagem separando o campeão do segundo colocado. Senhoras e senhores, anunciamos o grande vencedor da primeira pesquisa Melhores Destinos do melhor programa de milhagem do Brasil. e o prêmio vai para… o Smiles!

Veja aqui também o melhor programa de milhas de 2015 e o melhor programa de milhas de 2016.

O programa de passageiro frequente da GOL levou o primeiro lugar em resultado até esperado, mas a grande surpresa ficou com na segunda colocação. Impulsionado pelas recentes promoções, o TudoAzul deixou o TAM Fidelidade para trás e levou a medalha de prata! A diferença para o Smiles, inclusive, foi mínima!

A pesquisa teve a participação de quase 4 mil leitores que opinaram em 12 quesitos, de “péssimo” a “excelente”, para o cálculo do vencedor, os conceitos foram convertidos em notas de 1 a 5 , permitindo o cálculo das médias de cada programa de fidelidade em cada setor.

Vamos aos resultados: 

melhor-programa-fidelidade-milhas

4º lugar: Avianca Amigo

Muitos leitores nos questionaram se era justo incluir o Amigo, da Avianca Brasil, em uma disputa como essa. Bem, se esse é o programa que a companhia oferece aos seus clientes, por que não o incluiríamos. Mas a verdade é que a pesquisa demonstrou que o Amigo está bem abaixo dos outros programa de milhas em quase todos os quesitos.

A média final foi 2,4 – algo entre ruim e regular, mas a nota final dada pelos clientes (para um programa como um todo) ficou bem abaixo: 1,86. De qualquer forma, é provável que grandes mudanças ocorram em breve, já que a Avianca Brasil provavelmente vai se juntar à Star Alliance. É possível imaginar uma integração do Amigo com o LifeMiles ou, no melhor dos mundos, que a companhia brasileira passasse a fazer parte do programa de milhas da irmã colombiana.

3º lugar: TAM Fidelidade

À primeira vista pode ser considerado a decepção da pesquisa, já que ficou bem distante do rival Smiles e ainda foi superado pelo novato TudoAzul. Mas não é bem assim. A verdade é que os dois quesitos referentes a companhias parceiras, que não foram considerados no caso de TudoAzul e Amigo, foram bastante negativos para o programa da TAM. A nota mais baixa da companhia – 2,28 – foi justamente na quantidade de pontos necessários para emitir nas companhias parceiras.

Como sabemos, nesta semana a companhia mudou de aliança, migrande da Star Alliance para a Oneworld, é uma esperança de que seus clientes tenham dias melhores, com mais facilidade e preços mais baixos de passagens para voar com as empresas parceiras.

De volta à pesquisa, se retirarmos da média final as notas referentes às companhias filiadas, a nota da TAM sobre de 2,88 para 2,97 – ainda atrás do TudoAzul, mas com uma diferença de apenas 0,03 ponto. Além disso, na nota geral dada pelos clientes, a companhia empatou com o programa da Azul, com média 2,95. Ainda assim, algumas mudanças seriam bem-vindas, especialmente com relação às promoções.

Um adendo importante é que baseamos as médias do cálculo final nas notas atribuídas pelos leitores, sem considerar a emissão de passagens de companhias parceiras pelo TudoAzul e Amigo. Os dois programas, dessa forma, foram avaliados em dez quesitos somente. Se atribuirmos nota zero nos quesitos, o Smiles continuaria à frente, mas o TAM Fidelidade passaria a segunda colocação, já que a nota do programa da Azul cairia para 2,50 e o da Avianca seria 1,99. Nesse caso, o resultado final seria o seguinte:

resultado-opcao-2

Na próxima edição, é provável que Azul e Avianca Brasil tenham companhias parceiras e entrem também nessa avaliação. 

 

2º lugar: TudoAzul

Grande surpresa da pesquisa, o TudoAzul encarou os concorrentes frente a frente, chegou a liderar o quadro geral em alguns momentos e no final conquistou uma honrosa medalha de prata, apenas 0,01 ponto de diferença. Poderíamos dizer que se trata de um empate técnico, mas temos que considerar mais uma vez a questão das companhias parceiras, que também  foi cruel com o Smiles. Sem as notas referentes às parcerias, ou seja, com os mesmos quesitos da Azul, a nota final do Smiles chega a 3,10, um ponto à frente.

A Azul foi bem de uma maneira geral, mas teve seus pontos fortes na facilidade de encontrar passagens em seu site e no atendimento – justamente os pontos mais fracos da GOL. Por outro lado, os preços cobrados para a emissão de passagens pelo programa é o maior motivo de insatisfação por parte dos clientes.

O TudoAzul também está passando por grandes mudanças: assinaram o primeiro acordo internacional para acúmulo de pontos e emissão de passagens aéreas com a United e novos devem vir neste ano. Além disso, a companhia fez parceria com uma agência de viagens online para emitir passagens no mundo todo.

1º lugar: Smiles

O Smiles conquistou com justiça o prêmio de melhor programa de milhas, já que teve a melhor média na maioria dos quesitos avaliados, apesar da diferença mínima. O programa oferece passagens mais baratas e melhores promoções que os concorrentes, além de manter parcerias interessantes, mesmo sem fazer parte de nenhuma  aliança de companhias aéreas.

Além disso, o programa pode se gabar de ser o mais querido entre todos, já que teve uma nota geral ainda maior na opinião dos clientes – 3,15 – e o maior índice de clientes que pretendem manter suas contas no programa.

Mas nem tudo é festa. Em primeiro lugar, chama a atenção as notas baixas para o atendimento e para o site do programa – que realmente deixa a desejar com seu sistema de busca de passagens com data única, carinhosamente apelidado de “batalha naval”. Além disso, mesmo obtendo a melhor nota de todas, ela equivale apenas ao conceito “razoável” na pesquisa, ou seja, há muito ainda que ser melhorado!

Considerações finais

Na nossa avaliação, a pesquisa revelou que os programas de milhas brasileiros estão bem equiparados. A pequena diferença do Smiles para o TudoAzul e deste para o TAM Fidelidade mostra que os três estão hoje no mesmo patamar, aptos a disputar ponto a ponto e promoção a promoção a preferência dos clientes.

Em uma visão mais geral, chama a atenção a baixa empolgação dos clientes com todos os programas. Se fosse uma prova, Smiles e Azul passariam raspando, enquanto os demais não conseguiriam o mínimo para serem aprovados como razoáveis: 3 pontos.

Os motivos estão expostos na pesquisa: dificuldade para emitir passagens nacionais e internacionais, promoções fracas e problemas no atendimento têm tirado o encanto dos programas de milhas nacionais e levado mais e mais brasileiros a descobrir os programas das companhias internacionais, como AAdvantage, Flying Blue, Miles & More, SkyMiles e tantos outros.

Essa queda na qualidade e satisfação contrasta com os lucros gigantescos anunciados pela Multiplus e Smiles, que se tornaram empresas independentes de TAM e GOL e desde então têm se dado cada vez melhor nos balanços financeiros. A pergunta é se esse sucesso todo vai se transformar algum dia em benefício para os associados ou se veremos se acentuar a tendência de corte nos benefícos e mudanças de regras prejudiciais aos clientes, que têm sido uma constante nos últimos anos.

E você, o que achou do resultado? Acha que o Smiles merece esse título? E quanto à pesquisa, na sua opinião o MD deve realizar uma dessas anualmente? Deixe sua opinião nos comentários e participe!

Atualizada às 13h47