Extra! Grupo da Hainan Airlines compra 23,7% da Azul por R$ 1,7 bilhão

Denis Carvalho 24 · novembro · 2015

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras anunciou hoje a venda de 23,7% de seu capital por R$ 1,7 bilhão (US$ 450 milhões) para o grupo chinês HNA, que é proprietário da Hainan Airlines. Além de ser a maior companhia aérea privada da China, ela é considerada uma das melhores do mundo. Com a operação, a empresa passará a ter um membro no conselho da Azul e as companhias desenvolverão acordos de codeshare e programa de milhas.

Em setembro, a Azul e a Hainan já haviam assinado um acordo de cooperação, com o objetivo de estabelecer uma nova rota da China ao Brasil, provavelmente com voos a Fortaleza com escala em Lisboa. Não se sabe ainda se a companhia chinesa pretende fazer o trecho do Brasil à Europa com seus jatos ou incluir as rotas da TAP, que foi adquirida neste ano pelo fundador da Azul, David Neeleman. Hoje, a Hainan opera voos para várias cidades dos Estados Unidos e Europa e é uma das poucas a receber cinco estrelas no ranking da Skytrax.

Boeing 787 da Hainan
Boeing 787 da Hainan

No comunicado distribuído hoje pela Azul, a companhia informa que o acordo “tornará o HNA Group o mais novo acionista da aérea brasileira com direito a assento no conselho. Com essa transação, a Azul terá um dos mais fortes balanços da América Latina.” Já o grupo chinês informa que ele “irá assumir o papel de maior acionista individual da Azul e irá nomear novos membros para o conselho de administração”.

O grupo HNA ressalta ainda que através da parceria, as empresas vão cooperarem acordos de codeshare, desenvolvimento de novas rota, e na expansão de seus programas de fidelidade.

Além da Hainan, o HNA Group tem atuação nos setores de aviação, indústria, financeiro, turismo e logística, com receita anual de US$ 25,6 bilhões e mais de 110 mil funcionários. O grupo recentemente investiu também na Swissport, uma das maiores empresas de handling do setor, e tem ações de 14 companhias aéreas, com frota de 528 aeronaves.

Para Antonoaldo Neves, presidente da Azul, o grupo chinês viu na companhia uma empresa sólida e com grande potencial de crescimento. “O investimento de R$ 1,7 bilhão no cenário atual do Brasil demonstra que temos um modelo de negócio vencedor e o HNA Group, como grande investidor, tem confiança absoluta na equipe da Azul. Além disso, coloca nossa empresa como a mais valiosa aérea do mercado brasileiro, atingindo um valor de mais de 7 bilhões de reais”.

“Estamos muito satisfeitos com a nossa nova parceria, pois acreditamos que o modelo de negócio diferenciado da Azul é uma oportunidade de investimento único na América Latina”, diz Adam Tan, presidente do HNA Group.

“O acordo nos permitirá otimizar as parcerias entre a Azul e o HNA Group, podendo resultar na entrada da companhia no mercado asiático por meio de acordo de interline e codeshare” afirma Neeleman.

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe