Dia dos Namorados com o Melhores Destinos

Marcel Bruzadin 12 · junho · 2015

O Dia dos Namorados este ano foi ainda mais especial! Principalmente para os viajantes que seguem o Melhores Destinos no Instagram. Lançamos no dia 10/06 (quarta-feira), no Instagram e Facebook oficial do Melhores Destinos, a campanha especial do Dia dos Namorados, onde os nossos leitores apaixonados poderiam compartilhar conosco suas fotos de viagem usando a hashtag #NAMORADOSnoMD. O melhor de tudo é que, além de repostarmos as 5 fotos escolhidas por toda equipe do Melhores Destinos, os vencedores ganhariam brindes exclusivos do MD.

Já no primeiro dia nós recebemos centenas de registros incríveis, em diversos países e com cenários fantásticos. Desde estão soubermos que não seria nada fácil escolher apenas 5 fotos.

Até o momento da publicação deste post foram quase 4.000 clicks marcados no Instagram. Tudo isso em apenas dois dias! Ficamos muito felizes e orgulhosos, especialmente por vocês, leitores, compartilharem com a gente os locais por onde já viajaram juntos.  É muito gratificante saber que o Melhores Destinos está ajudando tantos casais apaixonados a conhecerem um pouco mais do mundo. Sem falar dos casais que vivem viajando por morarem em cidades ou até países diferentes.

dia-dos-namorados-melhores-destinos

Infelizmente não é possível premiar cada um de vocês, mas podem ter certeza que a felicidade retratada nas fotos serviu de inspiração para toda a equipe do Melhores Destinos e, certamente, para nossos leitores! Nós adoramos a experiência e garantimos que vamos realizar muitas outras ações como essa.

A equipe do MD agradece a todos vocês que curtem, compartilham e aproveitam as promoções de passagens que postamos diariamente aqui no Melhores Destinos. Trabalhamos muito todos os dias para que vocês possam sempre viajar mais pagando menos.

Parabéns aos casais escolhidos e viajantes apaixonados! Se você não tem namorado(a), não se preocupe! Fique de olho nas promoções, aproveite para desbravar o mundo e, quem sabe, descolar uma companhia no meio do caminho. Ainda que viajar sozinho também seja uma experiência maravilhosa!

Confiram abaixo as fotos premiadas pela equipe do Melhores Destinos. Para ver todas as fotos participantes, procure pela hashtag #NAMORADOSnoMD no Instagram. Você vai curtir viajar o mundo com as fotos de tantos casais apaixonados.

Obrigado a todos que participaram! Vocês fizeram o Dia dos Namorados do Melhores Destinos muito mais feliz!

MD+dia+dos+namorados1

MD+dia+dos+namorados2

MD+dia+dos+namorados3

MD+dia+dos+namorados4

MD+dia+dos+namorados5

Publicado por

Marcel Bruzadin

Marcel

  • Victor Akl

    Acho que essa relação não foi justa!
    Faltou um casal homoafetivo e um casal mais maduro!

    • MARCOS SOBRAL

      Pronto, só faltava essa.

    • Monique Renne

      Victor, tivemos pouquíssimas fotos de casais gays e maduros, infelizmente! Entre quase 4000 fotos os dois grupos não passaram de 30. O MD é a favor de todas as formas de amor! 😀

    • Salvatore Carrozzo

      acho que tem de ter foto bonita,
      Independente de ser gay ou não. Mas seria mais bonito , sim, ter uma diversidade.

      • Victor Akl

        Concordo plenamente!
        Se receberam pouquíssimas fotos era só escolher as melhores!

        Viva a diversidade e o amor ♡♡

    • Jéferson Lucas

      E por que deveria haver um casal gay ou maduro?
      Também não vejo casal negro, asiático, muçulmano e vários outros (rs) na escolha e não há problema algum.
      Isso não é relacionado à justiça, e sim à votação. Simples assim…

    • sadas

      era o que faltava, cotas no concurso de foto também?

  • Thalitta Sousa

    Esse ultimo foi bem corajoso

    • Eu tenho rejeição automática a toda e qualquer foto com PAU DE SELFIE, principalmente quando o pau aparece na imagem =/

      • Antonio Carlos Florencio

        É porque nessa situação só podia ter pau de selfie. Agora se pudesse “esconder” seria melhor. Mas fotos em Gopro é comum usar.

      • Leandro Godinho

        Nessa última foto ele poderia ter usado um drone ou contratado um paraquedista para tirá-la daquele ângulo, não? 🙂 O pau poderia estar escondido, mas a intenção e o resultado ficaram legais. E, sinceramente, apesar de tb ter minhas restrições ao pau de selfie, continuo sem entender a sua demonização…

        • Tem coisas que não se explica hehehehe, acho pau de selfie cafona, brega, não da.

  • Antonio Carlos Florencio

    Achei a quarta foto demais. Esse cachorro é massa.

  • isaias

    As fotos foram muito bem escolhidas, principalmente as primeiras que demostrou amor e um belíssimo lugar.
    A ultima não teve aquela apelação de amor mas a foto ficou show.
    Mais uma vez, parabéns pela escolhas, e digo mais, nunca vão conseguir agradar a todos.
    100% aprovado.

  • MARCOS SOBRAL

    Excelente post. Não faltou nada. Está perfeito.

  • Juliana

    Ué, cadê a foto dos dedinhos? Foi a que eu mais gostei!

  • Salvatore Carrozzo

    quem falou em cotas, Sadas?

    • Leandro Godinho

      O Victor Akl falou! (Creio que a resposta do sadas não tenha sido para vc.) Não usou esse termo, mas claramente ele pediu fotos por “característica” de pessoas, não pelo mérito da beleza da foto. Se isso não é pedir cota, alguém me explica o que é… O cara ainda classificou a escolha como INJUSTA e usou exclamações, tava bolado! Acho que foi super infeliz. Se tivesse apenas lamentado sem reclamar…

      • Salvatore Carrozzo

        Oi, Leandro. Eu interpretei de outra forma. O planeta (e o Md) não eh formado apenas por casais jovens/adultos. Portanto, de cinco fotos, poderia, sim, ter uma que fuja das características. Não considero o pessoal do mD mentiroso, mas acho que as estatísticas apresentadas sobre o número de casais gays que usaram a hashtag está bem subdimensionada. No dia, fiz uma pesquisa pela hashtag e em uma olhada rápida vi vários casais gays. Estamos tão acostumados a ver representações heteronormativas que nosso olhar acabou se acostumando. Mas a sociedade graças a Deus eh em mutação, e está mudando! Quando empresas como o Boticário colocam um casal gay em cena, reafirmam politicamente a felicidade por essa mudança. A série sense8, por exemplo, mostra diversos tipos de personagens (trans , lésbica, gay, negro, indiano, oriental). E eh aclamada por isso. Seria cota ou apenas mostrando a diversidade que, apesar de negarmos no nosso dia a dia e nas representações midiáticas, existe espalhada no mundo?

        • Leandro Godinho

          Oi, Salvatore. Entendo a sua posição, mas discordo muito quando vc diz que deveria ter uma que fugisse das características “usuais”. (Na verdade, vc usou “poderia”, e é claro que poderia, mas seu discurso é todo pro lado de que “deveria”, e aí é que discordo.) Primeiro, pq essa era uma competição de fotos, e a característica que deveria aparecer nas vencedoras era a qualidade das fotos, não as fotos que mais marcassem uma visão de tolerância, diversidade ou qualquer outro quesito. Segundo, pq mesmo que vc tenha visto vários casais gays, como disse, vc acha que chegavam perto de 1/5 do total de fotos enviadas? Acabei de conferir e está BEM longe disso. Nesse caso, ainda haveria alguma razão (fraca e errada, a meu ver) para se reivindicar algo nesse sentido.
          O MD é um site que divulga promoções e que quer diversificar sua relação com os leitores através de ações como essas no instagram. Mas nem de longe deve se preocupar em defender esse ou aquele grupo. Um concurso com isenção NÃO PODE se deixar influenciar por qualquer tipo de preferência que uma pessoa tenha.
          Foto boa é foto boa e ponto.
          Esse tipo de cobrança é que dá armas para os idiotas que não aceitam a diversidade e dizem que o mundo está sendo atacado por uma onda de imposição de comportamentos. Está claro para mim que não é esse seu propósito, mas pense bem quando rejeita a tese de que seu pedido se parece com um pedido de cotas. Pq pedir que qualquer grupo seja representado entre os vencedores É SIM pedir cota.

        • Leandro Godinho

          Complementando, faz alguma diferença alguém ser negro, gay, evangélico ou roqueiro? Não, né? Somos todos iguais. Então, escolher um grupo qualquer para ter um representante entre os vencedores, apenas por fazer parte daquele grupo, é beneficiar alguém por algo que não deveria fazer a diferença!
          Nós não estamos falando de políticas públicas a respeito de cotas que farão toda a diferença na vida das pessoas, e que devem mesmo existir para corrigir distorções sociais graves no Brasil. É apenas um simples concurso de fotos, onde a melhor vence. Não dá pra manter isso simples assim?

          (Meu comentário anterior ainda não foi liberado. Acho que é pq é grande.)

          • Salvatore Carrozzo

            Oi, leandro. Mas são justamente nas pequenas coisas (“apenas um concurso de fotos”) que as características mais intrínsecas da sociedade são reveladas. Eh no jeito como tratamos nossos idosos, os professores, como o motorista de ônibus trata o usuário e vice-versa. Tudo isso eh extremamente revelador. Somos todos iguais quando a diferença nos diminui. A sociedade eh plural, mas o “outro” ainda eh visto com medo, com repulsa.

          • Salvatore Carrozzo

            (Continuando). Portanto, eh positivo quando um “mero concurso de fotos” reafirma os valores de igualdade e diversidade (contraditórios e complementares). Não eh excluir casal brancos e jovens: eh abraçar outras formas de casais.

          • Salvatore Carrozzo

            Saco, um comentário meu também sumiu

          • Leandro Godinho

            É um concurso de fotos, que tem a função simples de avaliar fotos. Mas vc quer que seja algo para reafirmar valores de igualdade. Que se faça um concurso com essa intenção, então. Acho que vc está confundindo demais aceitar a diversidade com a necessidade de mostrar exemplos de diversidade em todo canto. Esse tipo de postura só contribui com o argumento (péssimo, a meu ver) de algumas pessoas de que certos comportamentos parecem estar sendo impostos hj em dia. Graças a Deus, o mundo já está começando a evoluir para o momento em que não mais será preciso pregar a tolerância, um momento em que ela será simplesmente natural. Não há razão sólida para querer esse tipo de interferência.

          • Leandro Godinho

            Aliás, relendo sua primeira msg, não consigo compreender pq vc entrou nessa discussão. Vc disse “acho que tem de ter foto bonita, independente de ser gay ou não”. É isso que estou dizendo o tempo todo. Seria legal se tivesse uma foto gay entre as melhores? Sim, mas não se a razão fosse apenas essa. É o que estou dizendo o tempo todo.

          • Salvatore Carrozzo

            Concordo 99% com vc, Leandro. Mas não acha estranho que, de tantas fotos, inúmeras, só foram selecionadas casais jovens brancos e heteros? Loiras? Como disse, eu contabilizei várias fotos de casais gays, igualmente bonitas.

          • Leandro Godinho

            Não achei estranho por uma simples questão de probabilidade. “Várias fotos” é muito relativo. Cem é muito num total de 400, mas é pouco perto de 4000, entende?

          • Salvatore Carrozzo

            Entendo seu ponto, apenas acho que, em épocas de tanto obacurantismo reacionário como vivemos, posicionar-se a favor de todas as mais diversas formas de amor eh sempre ponto positivo. Sou homem, branco, classe média-alta. E gay. Esse último detalhe me faz ter empatia por todos aqueles que foram e continuam sendo discriminados de forma brutal.

          • Salvatore Carrozzo

            Eu não disse apenas isso, Leandro. Eu disse que seria mais bonito se houvesse diversidade. E eu acho que TUDO deveria reafirmar valores como diversidade, não eh preciso um concurso específico para isso.

          • Leandro Godinho

            Então vc reconhece que é a favor de uma cota para gays em TUDO. No início vc negou e ainda deu bronca num cara que perguntou a respeito. Pode chamar do que quiser, pode negar, mas isso é cota. Vc disse ser por uma intervenção em tudo na sociedade em favor de uma causa bem específica. Rapaz, por mais que seja justa a causa, como é, isso é loucura. Vc perdeu a noção. Imagina só, eu tendo que escolher os alunos que receberão medalhas num concurso de matemática baseado em sua opção sexual… “Joãozinho ficou em terceiro, mas não vai ganhar prêmio pq não é gay”. Eu, hein. O que deve ser ensinado (e exigido, eu diria) é a ACEITAÇÃO da diversidade. Agora, a IMPOSIÇÃO de se mostrar diversidade em tudo é cerceamento de liberdade, é achar que é errado se alguém fizer algo com respeito a todos, pq respeito não basta: todos devem estar ENGAJADOS. Foi mal, mas não vou continuar essa conversa. Um abraço.

          • Salvatore Carrozzo

            Você é livre para sair da conversa a hora que quiser, não precisa avisar, não. Mas não deturpe o que eu disse. Em momento algum dei bronca em alguém. Apenas defendo diversidade. Se TODAS as cinco fotos selecionadas mostram casais brancos e jovens, há um claro direcionamento, me desculpe.

          • Salvatore Carrozzo

            Além disso, suspeito que vc seja, além de homem, hétero, classe média pra cima, não-negro. Acertei?

          • Leandro Godinho

            Eu não ia mesmo mais escrever (não respondi o comentário anterior, apesar de discordar), mas vou apenas deixar uma dica para uma próxima vez que vc estiver argumentando com alguém. (Na boa, de verdade.) O que vc fez na última msg não é argumentar. É apenas uma tentativa de desqualificar o seu oponente em relação à discussão em pauta. Como se alguém que não tivesse certos requisitos mágicos não pudesse pensar racionalmente sobre uma situação. É um dispositivo retórico forte, a plateia muitas vezes cai, pois apela para um sentimento, não um raciocínio, e acaba gerando um “argumento” falacioso.

      • Victor Akl

        Não pedi cotas!
        Apenas o site escolheu casais jovens e não concordo com isso!

  • Salvatore Carrozzo

    Isso se chama empatia, ver em que escala vc se classifica para ver se há empatia ou não. Simple like that.

  • Salvatore Carrozzo

    Já ouviu falar em “opressor não fala pelo oprimido”? Muitas feministas, por exemplo, dizem que por mais que um homem esteja ao lado das mulheres na busca por igualdade, jamais poderá sentir na pele o que uma mulher sente. Neste sentido, faz toda a diferença saber sua cor, sua orientação sexual, se você é cis ou não. Sabe o que crescer em um país onde os negros não possuem representatividade? Pode não saber, eu tb não sei, não sou negro. Mas sou gay e sei o que é crescer em um país na qual a homossexualidade, até bem pouco tempo atrás, não só não era discutida como era apresentada apenas na forma de escárnio.

    • Leandro Godinho

      Cara, lamento por mais essa posição sua. E, mais uma vez, vc primeiro nega (é teste de empatia) para depois deixar claro que é aquilo mesmo que eu disse: desqualificação do oponente (opressor não fala pelo oprimido). Vc está deixando claro que acha que não estou qualificado para esse debate por não ser gay. Vc está me incluindo no grupo dos seus opressores por não ser gay, sem sequer me conhecer. Entendo toda a sua mágoa com o comportamento da sociedade, mas as coisas não se resolvem assim: vamos excluir da discussão quem não sente na pele isso ou aquilo.
      Lamento vc não ter dito isso desde o começo, assim eu não teria gasto tanto o meu tempo. Eu saberia que daqui não sairia nada, pois vc não me considera apto, logo está simplesmente rejeitando tudo o que digo.

      • Salvatore Carrozzo

        opressor nao fala pelo oprimido, beijo, não me liga/ me erra.

      • Yolanda

        Parabéns Leandro Godinho, belíssima argumentação! Xeque-mate!